1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Após decisão do STF, defesa pede a soltura imediata do ex-presidente Lula

A defesa do ex-presidente Lula pediu à Justiça, na manhã desta sexta-feira (8), que o petista deixe imediatamente a prisão na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.

Os advogados se basearam na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que passou a proibir prisão após condenação em segunda instância. A decisão caberá à juíza Carolina Lebbos, que não tem prazo para decidir a respeito do pedido.

“Esperamos que a doutora Carolina Lebbos possa de imediato expedir o alvará de soltura. Não há qualquer motivo para aguardar outro ato de decisão da Suprema Corte que confirma o que sempre dissemos. Vamos pedir que haja celeridade”, afirmou o advogado Cristiano Zanin Martins logo após se reunir com Lula.

No documento à juíza, protocolado pouco depois das 11h, os defensores pedem que Lula seja dispensado do exame de corpo de delito para ser libertado.

Leia mais no Portal UOL

Fotos: Eduardo Matysiak