Author

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Em Foz do Iguaçu, Prefeitura suspende bailes e festas que envolvam dança e contato físico por 14 dias

O Governo do Município de Foz do Iguaçu suspendeu, por um período de 14 dias, a realização de bailes e festas, bem como reuniões familiares, com música ao vivo ou mecânica, que envolvam atividades de dança e contato físico. A medida passou a valer ontem (26).

A decisão está baseada no aumento expressivo de casos da COVID-19 no município, bem como as taxas de ocupação de leitos.

Novembro já figura como o mês com o maior número de casos da doença em Foz do Iguaçu, desde o início da pandemia, em março. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, são 3.433 casos registrados do dia 1º até hoje (26), e 35 mortes pela doença. Nesta quarta (26) foram registrados 216 casos e quatro óbitos. A ocupação de leitos de UTI chegou a 86%.

O segundo mês com maior número de casos é julho, com 2.447 e outubro, com 2.216. Setembro, no entanto, foi o mês com maior número de óbitos, 42 ao todo.

“A situação está chegando perto do limite que não queríamos que chegasse. Estamos muito próximos da capacidade de esgotamento da assistência. Instalamos mais 10 leitos de UTI no Hospital Municipal e estamos lutando para contratar mais funcionários. Mas precisamos eliminar a transmissão do vírus e para isso, vamos intensificar a rodada de fiscalização nos finais de semana para por fim às aglomerações em casas noturnas, festas clandestinas e espaços que não estiverem dispostos a seguir os protocolos sanitários”, afirmou o vice prefeito Nilton Bobato.

Economia, Política,

Apesar da crise pandêmica, Paraná continua criando empregos, diz Romanelli

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) disse nesta sexta-feira, 27, que, apesar da crise provocada pelo coronavírus, o Paraná continua a abrir novas vagas para o mercado de trabalho, em vários setores. Desde o início das primeiras medidas de combate a covid-19, Romanelli tem acompanhado os dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

“Em março, abril e maio, quando foram adotadas as primeiras medidas de combate à pandemia, o Paraná teve saldo negativo na geração de emprego. Com as iniciativas propostas e aprovadas pela Assembleia Legislativa em apoio ao governo, o estado conseguiu recuperar a perda da mão de obra e, pelo quinto mês consecutivo, temos saldo positivo de geração de empregos”, disse o deputado.

De acordo com o Caged, outubro foi o mês em que o Paraná teve melhor desempenho com um saldo de 33.008 empregos criados, o terceiro melhor resultado do país. No acumulado do ano, o saldo é de 33.615 novos empregos, segundo melhor indicador do Brasil. “Esses números apontam para a recuperação da economia e mostra que o setor produtivo paranaense está gradativamente retomando o ritmo de produção e vamos ter um fim de ano com resultados ainda melhores”, estima Romanelli.

Mão de obra — O setor de serviços foi o que mais contratou em outubro, segundo os dados anunciados. Foram 12.391 novas contratações. Na sequência vem o comércio (9.423), indústria (8.452) e construção civil (3.074). Na avaliação do deputado, atividades das áreas de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, que está enquadrada no setor de serviços, são os que mais se destacaram com a abertura de 8.895 novas vagas carteiras assinadas.

Romanelli lembra que está em análise na Assembleia Legislativa, proposta que prevê a expansão do benefício fiscal de ICMS para empresas dos setores de informática, telecomunicações e eletroeletrônicos instaladas em Cornélio Procópio e em mais nove cidades paranaenses. “A ideia é aumentar a competitividade dos municípios, estimular a criação de empregos, aumento de renda e a inovação. O benefício fiscal está relacionado à existência de unidades da Universidade Federal Tecnológica do Paraná”, explica.

Em outubro, os municípios paranaense que mais geraram emprego com carteira assinada foram Curitiba (11.704), Ponta Grossa (1.771), Maringá (1.413), Londrina (1.256), Cascavel (929), Foz do Iguaçu (723), Toledo (597), São José dos Pinhais (546), Pinhais (504) e Apucarana (502).

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu,

Rede Mabu oferece vagas de trabalho para hotelaria e parque aquático em Foz do Iguaçu

São vagas fixas e para intermitentes na área operacional e escritório

Aos poucos a demanda por viagens e naturalmente por hospedagem e entretenimento vem aumentando. Para dar conta dessa procura, a Rede Mabu está oferecendo vagas para várias áreas do hotel e parque aquático.

“Já contratamos mais de 100 profissionais nas últimas semanas e precisamos de ainda mais gente. A temporada de verão e as festas de fim de ano prometem ser bem movimentadas, portanto estamos reforçando nosso quadro de colaboradores. Procuramos pessoas animadas e com disposição para receber a todos com um belo sorriso” explicou Karla Amaral, Diretora de DHO.

Os selecionados poderão atuar em atividades administrativas, vendas e operacional.

Áreas com vagas disponíveis:
-Cozinha
-Governança
-Recreação
-Manutenção
-Atendimento em áreas de Alimentos e Bebidas
-Vendas

Interessados podem enviar currículo com foto para trabalheaqui@hoteismabu.com.br
Colocar no título da mensagem a área de seu interesse

Sem categoria,

Morre Eduardo Teixeira, presidente do PTB de Foz, vítima de acidente com parapente

Eduardo Luiz Teixeira da Silva, ex-presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) em Foz do Iguaçu e ex-diretor do Foz Habita faleceu na noite deste domingo (9), em decorrência do acidente com um parapente. Ele tinha 44 anos.

Além de Eduardo, que no acidente teve 60% do corpo queimado, o acidente teve uma segunda vítima: o advogado e professor da Unifoz, Egídio Arguello.

Mais informações em breve.

Economia,

Palestra online apresenta análise linguística, histórica e visual de mensagens publicitárias

O que está por trás das entrelinhas da publicidade presente nas ruas, nos shoppings, na TV, no jornal, nas revistas, nas redes sociais, no celular, na internet? Por meio de uma breve análise linguística, histórica e visual da mensagem de algumas peças de publicidade e propaganda, uma palestra on-line “Publicidade e Comunicação: por detrás das entrelinhas” irá abordar o papel dos profissionais de comunicação e linguagem nessa construção, e mostrar como a comunicação está em constante mudança, influenciando e influenciada pelo contexto sócio-histórico-cultural, determinando valores e comportamentos.

O evento terá a participação da professora da UFSC Camila Teixeira e do professor da UniAmérica Rodrigo Dutra Guedes. A live será realizada no dia 27 de agosto, às 19h30, pelo GoogleMeet, com vagas limitadas.

Serviço
Data: 27/08/20
Horário:19:30 às 21:30h
Ganha certificado de 2h
Canal: GoogleMeet (é preciso estar inscrito para receber o acesso).

Brasil,

RenovaBR promove live de lançamento do projeto Voluntários da Democracia

O RenovaBR promove neste sábado (1) a live de lançamento do projeto Voluntários da Democracia em seu canal do Youtube. A iniciativa busca espalhar esperança e construir a democracia através do compartilhamento de informação e do engajamento digital.

Para transformar a nossa política naquilo que queremos, precisamos dar poder às pessoas comuns. E o primeiro passo é dar voz. Um cidadão que tem voz é um cidadão com poder de transformar a realidade.

Por isso, qualquer pessoa pode ser um Voluntário da Democracia e você nem precisa sair da sua casa para participar. O objetivo do projeto é fortalecer o regime democrático. Quanto mais pessoas comuns têm a coragem de acreditar na política e conhecem as regras do jogo, mais forte a democracia fica.

Participe! A política só vai funcionar para pessoas comuns quando pessoas comuns estiverem na política.

Ação

Para ser Voluntário da Democracia, basta seguir quatro passos simples:

1- Participe de um Ponto de Democracia! Nos organizamos em grupos de Whatsapp espalhados por diversas cidades do Brasil. Neles você poderá conversar e conhecer outros voluntários e receberá informações e conteúdos de defesa da democracia para compartilhar nas redes sociais.

2- Faça uma postagem por semana! Como Voluntário da Democracia, seu objetivo é encorajar outras pessoas a acreditarem no poder do voto e compartilhar informações sobre as eleições. Passe conhecimento adiante e seja uma referência política nas redes.

3- Engaje mais pessoas! A capacidade dos cidadãos comuns de mudar a política é como um segredo que só se torna verdade quando todo mundo acredita nele. Convidar e encorajar mais pessoas a se tornarem voluntárias é um de nossos objetivos centrais.

4- Apoie candidaturas! Bons candidatos precisam do apoio de pessoas comuns. Escolha, divulgue, doe e se engaje nas campanhas em que você acredita. Só assim teremos políticos preparados e que atuem com independência.

Regras

Para garantir a harmonia e a efetividade de nossa atuação, temos quatro regras claras e inegociáveis:

Diversidade

Os Pontos de Democracia não são lugar de fazer campanha por candidatos, partidos ou ideologias. Queremos concentrar energias no que temos em comum: defesa da democracia e incentivo à participação de todo cidadão. Voluntários que desrespeitem essa regra serão orientados e a reincidência levará à expulsão do grupo. Naturalmente, todo voluntário tem o direito de defender os candidatos e partidos que preferir em suas próprias redes sociais.

Respeito

Não serão tolerados comentários ofensivos ou preconceituosos de qualquer natureza. Os pontos de democracia são espaços de aceitação das diferenças e respeito mútuo. Ofensas e ataques pessoais serão punidos com a expulsão do grupo.

Independência

Nenhum Voluntário da Democracia representa ou fala em nome do RenovaBR. Somos uma iniciativa formada por cidadãos independentes e autônomos. Os protagonistas dessa missão são os voluntários.

Privacidade

Sempre respeitaremos a privacidade e os dados das pessoas. Nunca incluiremos alguém em Pontos de Democracia sem seu consentimento ou usaremos informações pessoais sem sua permissão.

Todo Voluntário da Democracia se compromete a obedecer estas quatro regras. Caso presencie uma infração, registre e envie um alerta à nossa Ouvidoria.

Sobre o RenovaBR

O RenovaBR é uma escola de democracia. Nosso objetivo é qualificar pessoas comuns para se tornarem políticos fora do comum. Não somos um partido ou movimento porque não defendemos ideologias ou pautas específicas. Somos uma instituição sem fins lucrativos, mantida por doações de milhares de pessoas físicas.

Contamos com mais de 50 professores que são referências em suas áreas e uma rede com dezenas de parceiros e mais de 1.800 doadores que nos ajudam a qualificar futuras lideranças capazes de causar impacto positivo no nosso país. O RenovaBR busca contribuir para uma renovação qualificada do sistema político brasileiro.

Para cumprir esse objetivo, o programa realiza desde outubro de 2017 uma série de atividades e cursos que já selecionaram e qualificaram quase 2 mil futuros candidatos e candidatas a cargos eletivos em todo o Brasil.

Valores

O RenovaBR tem princípios claros que orientam o trabalho de todos os nossos profissionais. Respeitamos o CONHECIMENTO, nos baseamos em dados e evidências, agimos com INDEPENDÊNCIA, sem associação a partidos ou empresas, atuamos com TRANSPARÊNCIA e encaramos a defesa da DEMOCRACIA como nossa maior missão.

WhatsApp

Grupo de voluntários de Foz do Iguaçu

Grupo de voluntários de Curitiba

Economia, Paraná,

Lapa terá maior usina de biodiesel do mundo, da empresa Potencial, anuncia prefeito Furiati

A histórica cidade da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, terá em breve a maior usina de biodísel do mundo. A notícia foi anunciada pelo prefeito Paulo Furiati (MDB), após conversa com empresário Arnoldo Hamerschimidt, da empresa Potencial Petróleo, que está investindo na ampliação da atual unidade.

Em seu Facebook, Furiati fez breve relato sobre a instalação da fábrica, ainda em 2010 “No meu segundo mandato o Arnoldo Hamerschimidt tinha um projeto de instalar a biodiesel em outro Município. Em conversa com ele, fiz ferver o sangue Lapeano, que o convenceu em instalar na Lapa”, relembrou. “Agora outra boa notícia. EM DOIS MESES COM A AMPLIAÇÃO A USINA DE BIODIESEL DA POTENCIAL NA LAPA, SERÁ A MAIOR DO MUNDO.
VIVA A LAPA!”, comemorou o prefeito.

A Potencial Biodiesel está colocando em movimento o plano de investimentos de R$ 300 milhões anunciado em setembro do ano passado que deverá fazer de sua usina em Lapa a maior em capacidade instalada do país. A planta paranaense terá capacidade instalada de impressionantes 900 milhões de litros.

O empreendimento vai gerar 120 empregos diretos e deve aumentar em 30% o PIB (Produto Interno Bruto) da Lapa. A indústria foi a primeira a aderir ao Paraná Competitivo, programa de incentivos do governo estadual para atração de investimentos e geração de empregos. O protocolo de intenções coma Potencial foi assinado em fevereiro.

Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional,

Hospital mantido pela usina de Itaipu terá 15 leitos de UTI exclusivos de covid-19 para atender população do Oeste

Hoje são dez. Somado os novos leitos, as duas unidades hospitalares de Foz do Iguaçu terão 45 leitos de UTI, com a possibilidade de ampliação de oferta para pacientes em situação vulnerável e mais urgente

Até o final do mês julho, o Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mantido pela Itaipu Binacional, aumentará de 10 para 15 o número de leitos da Unidade de Terapia Intensiva para atender pacientes graves da covid-19. Esses leitos se somarão aos 25 do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, de Foz do Iguaçu, que está abrindo outros cinco. Juntas, as duas unidades hospitalares passarão a oferecer em poucos dias, 45 leitos de UTI para pacientes com o novo coronavírus.

Em relação a leitos de semi-intensivos, o HMCC mantém 12 deles e, o Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, outros 12 de transição e 40 de enfermaria, num total de 77.

Os novos cinco novos leitos do HMCC, hoje na ala de semi-intensivo, já estão sendo preparados com ventiladores mecânicos e monitores cardíacos. “A próxima etapa é a contratação de profissionais e o treinamento deles”, explicou o diretor superintendente do HMCC, Fernando Cossa.

Segundo o coordenador do Grupo de Trabalho Estratégico da Covid-19 da Itaipu, coronel Aureo Ferreira, “o aumento de ofertas de leitos de UTI para pacientes da covid-19 no HMCC é um esforço da Itaipu para ajudar a região como um todo a ter condições de atender pacientes em situação vulnerável”. Segundo ele, o foco é dar prioridade aos casos mais urgentes e evitar um sobrecarga nas unidades hospitalares públicas. “Essa é uma diretriz da atual diretoria de Itaipu alinhada ao trabalho que vem sendo feito pelo governo federal no combate à pandemia”.

Mil pessoas já buscaram atendimento no Costa

Desde o início da pandemia, mais de mil pessoas com síndrome respiratória buscaram atendimento no Costa Cavalcanti. Desses, 84 positivaram para o novo coronavírus. Dos 21 casos internados, 14 deles são de Foz do Iguaçu e sete de outras cidades do Paraná (Santa Terezinha, Medianeira, Santa Helena, Toledo e Cascavel). Doze foram atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Esses leitos não estão cadastrados no sistema, portanto, não há custo nem para o Estado nem para o município. As despesas são arcadas pela Itaipu que investiu R$ 23 milhões no enfrentamento à doença. Parte desse recurso da reestruturação do Costa foi para receber pacientes com o novo coronavírus.

Reestruturação

Há três meses, o Hospital Ministro Costa Cavalcanti passou por uma grande reestruturação para atendimento de pacientes com a doença.

O hospital passou a contar com pronto atendimento para queixas respiratórias e com um bloco exclusivo para internações de pacientes com a covid-19, seguindo rigorosamente as indicações técnicas dos melhores centros de referência.

Além disso, o HMCC, por meio de uma parceria com a usina de Itaipu, repassou para o município equipamentos de proteção individual, máscaras cirúrgicas, luvas e monitores, entre outros itens. A diretoria do HMCC também fez um convênio com um hotel para hospedagem de profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à pandemia.

Todos os serviços foram reestruturados para estabelecer fluxos seguros nos atendimentos de pacientes com sintomas respiratórios, suspeitos ou confirmados com o novo coronavírus.

Em todos os casos atendidos, o HMCC adotou procedimentos clínicos modernos e atualizados, sempre em linha com Centers for Disease Control and Prevention (CDC-EUA), Organização Mundial da Saúde (OMS) e Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), foram usados na recuperação dos dez pacientes que receberam alta do HMCC.

Centro de Medicina Tropical

O Centro de Medicina Tropical do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mantido pela Itaipu, já fez mais de cinco mil exames de covid-19 desde quando foi habilitado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) a fazer os testes, no dia 27 de abril. Desses, 2.215 exames somente para os municípios da 9ª regional de saúde, que contempla aproximadamente 400 mil pessoas.

Providencial para a obtenção de diagnóstico rápido e confiável, os testes do HMCC também ajudam a traçar um panorama epidemiológico real em Foz do Iguaçu e região, de onde vieram as amostras.

Os testes de PCR para identificação em tempo real da presença do coronavírus são feitos em pacientes internados no HMCC e também nas pessoas que tiveram as coletas feitas pelas secretarias de saúde dos municípios da 9ª Regional de Saúde. As amostras recebidas têm diagnóstico em no máximo 24 horas, mas, normalmente, os resultados saem em 12 horas ou menos.

Foz do Iguaçu

O número de casos confirmados do novo coronavírus em Foz do Iguaçu chegou a 815 nesta segunda-feira, com acréscimo de 61 registros em relação ao boletim anterior da Vigilância Epidemiológica. Dos 815 casos confirmados, 401 já estão recuperados, 376 estão em isolamento domiciliar e 28 internadas. A cidade registra 11 óbitos da doença.

Fonte: Assessorias de Comunicação do HMCC e da Itaipu

Paraná,

Três meses após primeiros casos, Covid-19 acelera no Paraná

O Paraná completa nesta sexta-feira (12) três meses da confirmação dos primeiros casos de coronavírus em um momento de alerta no que se refere ao combate à doença no Estado. A curva da infecção acelerou consideravelmente, especialmente nos últimos 30 dias.

Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, no dia 12 de maio eram 1.906 casos confirmados e 113 óbitos em decorrência da Covid-19. Já o levantamento desta quinta-feira revela 8.457 infectados, um aumento de 344%. O número de residentes no Paraná que perderam a vida aumentou 148%, chegando a 280 mortes. Os recuperados somam 2.887 pessoas.

Apenas no mês de junho foram 3.779 confirmações (ou 44% do total) e 99 mortes (35%), o que fez o governador Carlos Massa Ratinho Junior reforçar a orientação para medidas de isolamento social e também sanitárias e preventivas, como uso de álcool gel, máscaras e evitar aglomerações.

“Respondemos a essa crise de maneira rápida, eficaz e responsável, mantendo o que precisava ficar aberto e recomendando isolamento social logo no começo da pandemia, o que manteve sob controle os índices”, explicou o governador.

“Mas o monitoramento e tomadas de decisão são feitos diariamente. Contamos com apoio da população para ajudar a controlar a circulação do vírus, adotando medidas simples como o uso da máscara. Somente assim evitamos a adoção de uma atitude mais drástica”, acrescentou.

Economia, Geral, Paraná, Política, Últimas Notícias,

Fábrica agradece apoio de Romanelli na instalação de unidade na RMC

Diretores da Adimax, indústria e comércio de alimentos, agradeceram o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) pelo empenho na instalação de uma unidade em Mandirituba, região metropolitana de Curitiba. O grupo vai investir R$ 14,6 milhões na construção da nova planta e gerar 100 novos postos de trabalho, entre empregos diretos e indiretos. A previsão é de que a empresa comece a funcionar até o fim do ano que vem.

Romanelli destacou uma série de vantagens para atrair empreendimentos, com aprovação da Assembleia Legislativa, com enquadramento da empresa no programa de incentivo fiscal do Estado. Dentre as medidas estão a dilação de prazos para recolhimento do ICMS, incentivos para melhoria da infraestrutura, comércio exterior, desburocratização e capacitação profissional.

“A unidade paranaense será a quinta da indústria no País, a primeira da Região Sul. A fábrica de Mandirituba será responsável por abastecer os mercados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul”, disse o deputado.

A Adimax tem quatro unidades fabris. A maior delas está localizada na cidade de Salto do Pirapora, interior de São Paulo. A principal atividade é a fabricação e distribuição de alimentos para cães e gatos das marcas Magnus, Fórmula Natural, Qualidy e as linhas Sopão, Domus, Gatan, Adidog, Capitão Dog e Fort Cão.

Empregos — Inicialmente, a previsão é de que a empresa abra 100 novas vagas de trabalho em Mandirituba, podendo chegar a 300, dependendo da resposta do mercado e de futuras ampliações na sede local.

O presidente da Adimax, Adir Comunello disse que recebeu toda a atenção e suporte do Estado em relação a incentivos e infraestrutura. “Estamos nos sentindo muito bem acolhidos. Pretendemos ajudar a trazer mais empresas para a cadeia, terceiros que estão atrás do nosso negócio, como, por exemplo, para o setor logístico”, comenta o empresário.

Comunello destacou também que a indústria vai priorizar a contratação de mão de obra local e que, na medida em que a marca for crescendo, também será ampliado o quadro de funcionários. Ele  estima que a unidade paranaense se transforme no segundo polo produtivo do grupo em volume e faturamento, atrás apenas da matriz, instalada no interior de São Paulo.