Author

Destaques, Foz do Iguaçu, Mundo,

Investigação sobre roubo de avião em Foz do Iguaçu está a cargo da Polícia Civil, diz Polícia Federal

A investigação sobre o roubo da aeronave em Foz do Iguaçu domingo (17) está a cargo da Polícia Civil (AQUI para relembrar). A informação consta de uma nota da Delegacia da Polícia Federal (PF) de Foz do Iguaçu.

“Informo que a PF não está atuando no fato do roubo da aeronave”, diz um trecho do comunicado. Que completa: “Tal ocorrência está a cargo da Polícia Civil, pelo menos até o momento”.

A Polícia Nacional do Paraguai acredita que o avião, modelo modelo Cessna 207, voou até uma pista particular no norte do país, no departamento de Boquerón, região do Chaco (AQUI para relembrar).

No local os ladrões encontraram outro avião, modelo Cessna 172, matrícula ZP-BBI e fugiram em direção a Bolívia.

Saltos cancelados

A escola Fly Foz Paraquedismo, em nota informou hoje (18) que cancelou todos os saltos de paraquedas previstos para os próximos dias.

Abaixo a íntegra da nota

Foz do Iguaçu, 18 de outubro de 2021

Nota à imprensa:

Na madrugada do último domingo, dia 17 de outubro de 2021, a Estância Hércules, localizada em Foz do Iguaçu, no bairro Jardim Campo Belo, foi invadida por homens fortemente armados que arrombaram o hangar e roubaram a aeronave Cessna C207, de prefixo PT-DKW, utilizada pela escola Fly Foz Paraquedismo no lançamento de atletas e saltos duplos.

Os assaltantes renderam o caseiro e sua família que moram no local, houve danos materiais mas sem disparos de arma de fogo ou feridos. A polícia foi acionada e todas as providências para rastreamento e busca pela aeronave estão em andamento.

A Fly Foz Paraquedismo está trabalhando para retomar suas atividades o mais rápido possível e agradece pelo empenho da polícia e colaboração de todos para qualquer informação que leve à recuperação da aeronave.

Att,
Fly Foz Paraquedismo

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Meio Ambiente, Paraná,

Vendaval derruba árvores, destelha casas e deixa parte de Foz do Iguaçu sem luz na madrugada de hoje, 14

Um vendaval atingiu Foz do Iguaçu por volta das 22h30 desta quarta-feira (13), derrubando árvores, destelhando casas, derrubando postes e deixando parte da cidade sem luz elétrica durante toda a madrugada desta quinta-feira (13).

De acordo com o Simepar, rajadas de 60 a 70 quilômetros por hora atingiram em Foz do Iguaçu, chegando a 70 quilômetros em São Miguel do Iguaçu e 80 quilômetros em Cascavel.

A Defesa Civil confirmou a queda de aproximadamente 30 árvores, muitas danificando a rede elétrica. A Copel informou que cerca de 60 mil consumidores ficaram sem energia.

Pelo menos oito residências tiveram os telhados danificados e os moradores receberam lonas para proteger os pertences.

As chuvas devem prosseguir durante o dia, segundo o Simepar e há mais previsão de mais temporais, conforme antecipou ontem o Cabeza News (AQUI para relembrar)

Cultura, Destaques, Foz do Iguaçu, Paraná,

Poeta radicado em Foz do Iguaçu lança dia 13 de novembro a obra “Fronteira. Verdades Imperfeitas”

O poeta iguaçuense Luciano Cantero dos Santos, o Meon Luciano, programou para o próximo dia 13 de novembro o lançamento do seu livro “Fronteira. Verdades Imperfeitas”. O ato está programado a partir das 15h30 no Iguassu Secret Falls (Rua Manêncio Martins, 21 – Vila Yolanda, em Foz do Iguaçu).

A obra, um apanhado de contos e poesias de Meon Luciano, foi selecionado em edital da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, com lançamento adiado no ano passado devido a pandemia do coronavírus (covid-19).

A festa de lançamento está recheada de convidados especiais e contará com apresentações de dança do grupo Sioux e e musicais com Vitor Vieira (Kiulia), Nô Moraes, Banda Experience, Washington Light-Holder, Paulo Silva, e Banda Pinhão Ácido, de Francisco Beltrão.

AQUI para participar do evento no Facebook

Mais informações sobre o lançamento pelo telefone (45) 98403-4330.

– Meon Luciano apresenta suas poesias em festivais de cultura underground

Biografia
Meon Luciano é natural de Coronel Vivida, no Sudoeste do Paraná, tem 47 anos e começou a escrever poesias ainda chedo, com nove anos. Em 1978 se mudou com a família para Foz do Iguaçu e, desde a adolescência, é ativo nos movimentos punk e anarquista e frequenta manifestações culturais – festivais de bandas undergrouns, fanzines, teatro, poesias…

Apesar desta ligação, Meon não se considera um “poeta do underground”. “Tenho medo de rótulos, porque eles nos limitam, se eu disser hoje que sou punk ou anarquista, amanhã aparece um cara dizendo que eu não posso ouvir pagode, ou que não posso ir na igreja,ou que não posso votar”, afirma.

“É difícil me definir, tento ser eclético ao escrever. Mas as minhas influências maiores são do underground”, ressalta o poeta. Nas redes sociais, Meon publica contos que são carregados, intensos e que mostram coisas e temas do cotidiano, romantismo, pitadas de ficção e até previsões, sempre com uma linguagem poética reta e de fácil assimilação, bem ao estilo punk rock de ser.

Segunda obras

A expectativa para o lançamento é grande. No entanto, Meon não é estreante em literatura impressa – Em 2014 dividiu uma obra com o também poeta iguaçuense Genir Terra. No início deste ano, foi agraciado com segundo lugar no Prêmio Cataratas de Contos e Poesias 2018, com a obra “El amigo invisible”, na categoria Contos Gerais.

“Na época do livro com o Genir, eu estava muito cru. Este será melhor, com uma linguagem mais amadurecida”, explica o autor. “De lá para cá eu estudei muito, aprendi mais a escrever, fiz oficinas, faculdade…”, completa Meon.

Brasil, Destaques, Foz do Iguaçu, Meio Ambiente, Turismo,

Cataratas do Iguaçu com vazão acima do normal neste início de feriado do Dia da Padroeira

Uma das maravilhas da natureza, as Cataratas do Iguaçu, está com vazão acima do normal neste início de feriado do Dia da Padroeira Nossa Senhora de Aparecida (12 de outubro) e Dia das Crianças.

De acordo com o monitoramento da estação da Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), mais de 1,7 milhão de litros de água por segundo passam pelo atrativo às 9h10 da manhã.

A vazão normal das Cataratas do Iguaçu, na fronteira de Brasil com a Argentina, dentro do Parque Nacional do Iguaçu, é de 1,5 milhão de litros por segundo.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde,

Em domingo sem registro de óbito, Foz do Iguaçu registra três novos casos de Coronavírus. Baixe a íntegra do Painel

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 10/10/2021, 03 casos de covid-19. No total, são 44.543 casos da doença no município. Destes, 43.286 pessoas já estão recuperadas.

Dos 03 novos casos, 2 são mulheres e 1 homem, com idades entre 7 meses e 54 anos. Todos estão em isolamento domiciliar.

Do total de casos ativos, 85 pessoas estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 31 estão internadas.

Óbito

Foz do Iguaçu não registrou óbitos em consequência da covid-19 nas últimas 24 horas. No total, são 1.141 mortes pela doença no município desde o início da pandemia.

Abaixo, em PDF, a íntegra do Painel Coronavírus

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu, Paraná,

Cancelas de pedágio da BR-277 serão abertas a partir do dia 28 de novembro

Data marca o encerramento do contrato com a atual concessionária. Cobrança só retorna quando nova empresa ganhar licitação, previsão é de pelo menos 10 meses

O Governo do Paraná não irá fazer nenhum contrato emergencial com a concessionária que administra as praças de pedágios da BR-277 a partir do dia 28 de novembro, data que em que o acordo vigente será encerrado. Dessa forma, as cancelas deverão ser abertas e o trânsito será gratuito até a conclusão da nova licitação. A informação foi dada à Rádio Cultura nesta sexta-feira, 08, pelo chefe da Casa Civil, Guto Silva.

“O Governador já disse, a partir do dia 28 de novembro essa concessionária não fica mais nenhum segundo, um minuto no Paraná” garantiu. “Poderia ser legal renovar para realizar a manutenção, poderia, mas é imoral, então essa turma sai” afirmou. Guto Silva informou que não está definido quanto tempo as cancelas permanecerão abertas. No entanto, a previsão é de pelo menos 10 meses.

De acordo com o Silva, o Governo vai realizar uma licitação para garantir serviços como Guincho, Ambulância e Manutenção por um período de um ano. “Pelos nossos cálculos o Governo vai ter que gastar meio bilhão de reais durante um ano para garantir esses serviços, então vamos ter que fazer economia em outras áreas” explicou.

Ouça a entrevista no site da Rádio Cultura

Brasil, Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Abasfi Foz do Iguaçu segue invicto e lidera o Campeonato Brasileiro de Basquete Feminino

Depois da quinta rodada do Campeonato Brasileiro de basquete feminino, apenas o Abasfi Foz do Iguaçu segue invicto na Conferência Delcy. A equipe, que foi beneficiada pela derrota de São José dos Pinhais para Pinda por 75 a 72, se isolou na ponta depois de vencer o ADRM Maringá por 86 a 47.

A invencibilidade do São José dos Pinhais caiu logo no primeiro jogo do dia. Com um tiraço de três da pivô Thamires na última bola do jogo, Pinda venceu por 75 a 72.A partida foi equilibrada ao extremo, com os times se alterando na dianteira do placar.

A melhor em quadra foi a armadora Isabella Cristina, com 28 pontos, oito rebotes e sete assistências. Thamires fez 16 pontos, com 17 rebotes. Do lado de São José dos Pinhais, Jennyff Moura foi o destaque com 25 pontos, 13 rebotes e cinco assistências.

Já o Abasfi Foz do Iguaçu se tornou o único invicto ao alcançår a quinta vitória no clássico paranaense contra o ADRM/Maringá, que perdeu mais uma na competição: 86 a 47. A vitória deixa o Foz muito próximo da classificação direta para as quartas de final.

Nathalia Lima foi a melhor em quadra com 20 pontos e seis rebotes, pelo lado do Foz, levando o troféu Norminha. Do lado do ADRM/Maringá, Flávia Luiza teve 12 pontos, com 11 rebotes.

Siga lendo no Olimpíada Todo Dia

Cultura, Curitiba,

Advogado Gilmar Cardoso animado com aceitação da candidatura a Academia Paranaense de Letras

O advogado e poeta Gilmar Cardoso está animado com a repercussão positiva da sua candidatura para a Cadeira 3 da Academia Paranaense de Letras, declarada vaga com o falecimento do advogado e professor Dr. Renè Ariel Dotti.
Segundo nota oficial da entidade cultural a eleição para a Cadeira n.º 3 deverá acontecer na reunião mensal prevista para 13 de outubro.

De acordo com Gilmar Cardoso, colaborador do Cabeza News e membro do Centro de Letras do Paraná desde 1990 e fundador da Cadeira nº 1 da Academia Mourãoense de Letras, em um projeto de descentralização acadêmica liderado à época pelo então presidente da APL, Túlio Vargas (in memorian), o retorno dos contatos que vêm sendo feito com alguns do atuais 37 membros integrantes do colegiado, estão sendo bastante receptivos; inclusive, alguns que não tinham vínculo de relacionamento e amizade, demonstraram interesse em saber mais sobre o autor e sua obra, deixando-lhe esperançoso e otimista com o pleito.

No momento, são três as vagas disponíveis. Além da Cadeira n.º 3, que foi de René Dotti, estão vagas as cadeiras ocupadas ultimamente por Léo de Almeida Neves e Jeorling Cordeiro Clève. Desde dezembro de 2019, a Academia tem sua sede no Belvedere da Praça João Cândido, no Setor Histórico da capital e é presidida pelo advogado, escritor e publicitário Ernani Buchmann.

Gilmar Cardoso têm intensificado o diálogo e as tratativas referentes à eleição onde disputam a indicação por ordem alfabética, de suas candidaturas Clémerson Merlin Clève, advogado, professor, autor de compêndios jurídicos e poeta; Gilmar Aparecido Cardoso, advogado e poeta, do Centro de Letras do Paraná e membro da Academia Mourãoense de Letras; além de Saulo Adami, escritor e editor catarinense, radicado há dez anos no estado, membro do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná.

O advogado e poeta Gilmar Cardoso frisa que é uma elevada honra estar ao lado de expoentes da literatura do Estado na busca pela cadeira que outrora abrigou o notável saber do mestre professor Dr. Renè Ariel Dotti. “Ele era um ourives da advocacia, obsessivo na condução da causa, na defesa ou na acusação, e dedicava-se ao processo como se fosse o único e o último”, como já disse o ex-presidente do IAB Técio Lins e Silva. Para Gilmar Cardoso, o falecimento do advogado e professor de Direito Penal, que também foi secretário de Cultura do Paraná, crítico de literatura e teatro, pode ser considerado o maior desfalque que a ciência do Direito e da Cultura sofreu no País, nos últimos tempos”, concluiu,

Curitiba, Destaques, Economia,

Abrabar cobra protocolo alternativo para as casas noturnas de Curitiba

Entidade defende passaporte sanitário ou apresentação de teste ou pesquisa de antígeno para acabar com as restrições

A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (ABRABAR) defendeu nesta sexta-feira (8), um protocolo alternativo para as casas noturnas de Curitiba, que tiveram autorização para voltar a abrir durante a semana. A entidade propõe a criação do “acesso controlado” para vacinados ou portadores de testes negativos de coronavírus (covid-19).

Em ofício ao prefeito Rafael Greca, a ABRABAR também pede esclarecimentos sobre as restrições previstas no decreto que autorizou a abertura das casas noturnas de Curitiba. A intenção é não deixar dúvidas sobre distanciamento, capacidade de público e como clientes e colaboradores devem se portar no interior dos estabelecimentos (veja abaixo).

O acesso controlado, afirma a ABRABAR, valeria para clientes e colaboradores que tenham as duas doses da vacina contra a covid-19, ou teste RT-PCR ou Pesquisa de Antígeno negativos para o vírus. “Assim, como é recomendado em eventos esportivos profissionais, para funcionar sem as restrições ao dançar com máscara e, também, revogando o distanciamento das mesas”, diz Fábio Aguayo.

O passaporte sanitário, que já foi implementado por algumas casas de entretenimento de Curitiba, estabeleceria tipo uma conexão no monitoramento da segurança e prevenção da saúde dos frequentadores. “Os nossos ambientes noturnos funcionando legalmente, evitam as festas clandestinas ou em logradouros públicos”, frisou o presidente.

Alívio para o setor
A possibilidade de abertura das casas noturnas de Curitiba, que passou a valer durante a semana, representa um alento para o setor, impossibilitado de receber clientes nos últimos 18 meses. “Com as atividades paradas, muitos fecharam definitivamente e muitos estão com alugueis atrasados”.

“A nossa categoria sofreu muito com essa situação de pandemia e até agora não veio nenhum tipo de indenização, ninguém nos procurou. Infelizmente, vamos ter que trabalhar dessa forma”, afirma. Aguayo conclui fazendo um apelo às autoridades para deixar os empresários trabalhar e gerar emprego. “É o que mais precisamos nesse momento, da parceria do poder público”.

Abaixo os esclarecimentos solicitados pela entidade:

  • O cliente pode se dirigir até o balcão para retirar a bebida? Ou precisa aguardar o garçom servir na mesa?
  • O cliente pode ficar em pé sem bebida, com máscara?
  • Na pista de dança, é preciso manter o distanciamento (1,5m) entre pessoas?
  • Em camarotes e em fumódromos, pode ficar em pé? Se sim, é preciso manter o distanciamento (1,5m) entre pessoas?
  • Referente aos 70% da capacidade de público, se uma casa noturna tem capacidade para 1000 (mil) pessoas, de acordo com este Decreto, qual será a capacidade de público? Nesta somatória, conta-se os colaboradores?
Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde,

Foz do Iguaçu antecipa segunda dose da vacina contra covid para quem tem aplicação prevista até 13 de novembro

Objetivo é garantir que até o dia 15 de outubro 70% da população tenha recebido as duas doses; somente com esse percentual a cidade ficará liberada das medidas restritivas em vigor

Já foi anunciado pela Prefeitura de Foz do Iguaçu e está previsto: a partir do dia 15 de outubro, se 70% da população estiver imunizada com as duas doses da vacina contra a covid-19, as medidas restritivas contra o coronavírus, como o horário de fechamento e a limitação do número de pessoas nos estabelecimentos, ficam liberadas. Claro, com o cumprimento dos protocolos sanitários, como uso de máscara e higienização das mãos.

Atualmente, 63,1% das pessoas com 18 anos ou mais receberam as duas doses ou dose única da vacina. Mais de 4 mil pessoas estão atrasadas com a segunda dose. Para agilizar a imunização, na próxima semana a Secretaria Municipal de Saúde irá antecipar a segunda dose de quem está com a dose da Astrazeneca programada para até o dia 31 de outubro ou da Pfizer até o dia 13 de novembro.

As doses serão aplicadas a partir de quarta-feira (13), mediante agendamento prévio pelo site da prefeitura (http://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/), que ficará disponível na segunda-feira (11). A expectativa da Secretaria de Saúde é que mais de 20 mil pessoas sejam vacinadas na próxima semana.

“Foz do Iguaçu tem demonstrado, com números, a importância da vacinação no enfrentamento desta pandemia: temos um expressivo percentual de cobertura da população, ao qual corresponde uma significativa baixa de novos casos e de ocupação de leitos hospitalares. Por outro lado, ainda temos um número também significativo de pessoas que estão com a segunda dose atrasada” disse o secretário de Saúde em exercício, Romildo Mousinho Ferreira.

Segundo o secretário, as equipes da Atenção Básica fazem a busca ativa a partir do 14º dia de atraso. “Continuamos ligando para essas pessoas e indo até as residências quando não atendem o telefone. Precisamos desse comprometimento da população para que possamos baixar as restrições e retomar a nossa economia; temos avançado e podemos avançar ainda mais rápido com a antecipação das doses”.

Reforço para retomada econômica

O prefeito em exercício, delegado Francisco Sampaio, destaca que, com o índice de 70% de imunizados, será possível cumprir a meta de voltar a realizar eventos sem a restrição de público já a partir da próxima sexta-feira (15).

“Esta medida será muito importante para a economia da cidade, que é reconhecida pela sua vocação para a realização de grandes eventos, que movimentam desde as pequenas até as grandes empresas da cidade. Mas é importante reforçar: isso só será possível com 70% da população imunizada”, afirma Francisco Sampaio.

“Neste momento, é importante a mobilização de todos. Que conversem com seus familiares, seus funcionários, seus amigos e incentivem aqueles que estão com a segunda dose atrasada, ou que por algum motivo ainda não tomaram a primeira, para comparecer. Esse alerta precisa ser feito nas empresas, restaurantes, atrativos turísticos, faculdades e demais locais”, pede o prefeito em exercício.