Author

Foz do Iguaçu, Paraná, Política,

Câmara Municipal apoia a consolidação de Foz como destino Halal

O presidente da Câmara Municipal, vereador Ney Patrício (PSD), recebeu, na tarde de hoje, 28, o diretor-executivo da Certificadora Halal, Ali Ahmad Saifi, e o vice-presidente das Relações Internacionais da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB), Mohamad Orra Mourad.

Durante a reunião foi debatido apoio do Legislativo para transformar a cidade em destino turístico Halal, voltado para atender a população árabe e islâmica.

Na oportunidade, Ney Patrício destacou que “a certificação Halal é um selo que abrange o mercado de alimentos, mas também outras áreas, tais como vestuário, turismo, entre outros. A certificação é reconhecida em mais de 150 países e o mercado movimenta quase R$ 3 trilhões por ano no mundo”.

“Foz do Iguaçu tem a segunda maior comunidade árabe no país e com a consolidação do destino turístico Halal estará preparada para atrair um novo mercado de turistas no mundo”, acrescentou a presidente da Comissão de Turismo da Casa de Leis, Anice Gazzaoui (PL).

O encontro foi promovido pelo diretor de Assuntos Internacionais do Município de Foz do Iguaçu, Jihad Abu Ali. Também estiveram presentes os vereadores Adnan El Sayed (PSD), Cabo Cassol (Podemos), Jairo Cardoso (DEM) e Valdir de Souza Maninho (PSC).

Destaques, Foz do Iguaçu, Paraná, Turismo,

Lindeiros defendem criação de fundo regional para receber recursos do Parque Nacional do Iguaçu

Em reunião em Brasília nesta semana, municípios lindeiros tiveram sinalização positiva na distribuição da outorga fixa da nova concessão, com o objetivo de promover o desenvolvimento da região

O secretário municipal da Transparência e Governança, José Elias Castro Gomes, apontou nesta quinta-feira, 28, os avanços na discussão junto ao ICMBio e BNDES sobre a concessão do Parque Nacional do Iguaçu, com o objetivo de atender os interesses das 14 cidades lindeiras à unidade de conservação. “Conseguimos um avanço para que os ingressos tenham um valor diferenciado para os brasileiros e moradores do Mercosul”, disse.

Hoje, os valores dos ingressos variam entre R$ 19 (moradores lindeiros), R$ 60 (visitante brasileiro), R$ 82 (Mercosul) e R$ 104 (estrangeiros). As crianças, entre 2 e 11 anos, pagam entre R$ 10 e R$ 14. O valor em relação ao passe comunitário está pacificado entre as partes, porém, o ICMBio ofereceu 10% de descontos nas tarifas aos visitantes brasileiro e do Mercosul, o que não é aceito pelos lindeiros. O ingresso previsto na nova concessão pode chegar a R$ 120.

José Elias adiantou ainda que na reunião de terça-feira, 26, em Brasília, os lindeiros conseguiram o que chamou de sinalização e algum avanço na distribuição da outorga fixa. “Para isso, vamos precisar avançar na Câmara dos Deputados. Essa outorga fixa, que se estima em R$ 300 a R$ 400 milhões, ao invés de ir para o caixa da União ficaria para fundo de desenvolvimento regional para os municípios lindeiros”.

Para isso, segundo o secretário, será elaborado um projeto de lei que prevê a criação do fundo, antes da licitação da concessão do parque, para ser aprovado na Câmara dos Deputados. “No primeiro momento, vamos trabalhar nessa legislação específica para criação do fundo e obtenção desses recursos. A partir daí, vamos trabalhar na regulamentação”.

A proposta de licitação do Ministério do Meio Ambiente e ICMBio, com apoio do BNDES, prevê investimentos de mais de R$ 500 milhões em novas infraestruturas e de mais R$ 3 bilhões na operação do parque durante os 30 anos de concessão.

São 14 cidades lindeiras ao parque: Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel, Medianeira, Serranópolis do Iguaçu, Matelândia, Ramilândia, Céu Azul, Vera Cruz do Oeste, Santa Tereza do Oeste, Lindoeste, Santa Lúcia, Capitão Leônidas Marques e Capanema. Os municípios defendem que os recursos da outorga podem ser investidos em obras de infraestrutura para atender os visitantes na região e na divulgação do destino turístico.

Foz do Iguaçu, Paraná,

Protocolos do Destino Turístico Halal serão debatidos por grupo de trabalho da Prefeitura de Foz

Representantes da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e da Certificadora Halal estiveram em Foz do Iguaçu para alinhar as primeiras estratégias do plano de ação para consolidar o destino

A Prefeitura de Foz do Iguaçu deu início às tratativas para a consolidação do município como um destino turístico Halal, voltado para atender a população árabe e islâmica. Nesta quinta-feira, 28, o prefeito Chico Brasileiro recebeu o diretor-executivo da Certificadora Halal, Ali Ahmad Saifi, e o vice-presidente das Relações Internacionais da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB), Mohamad Orra Mourad.

O encontro com o prefeito, organizado pela Diretoria de Assuntos Internacionais, serviu para apresentar informações sobre a cidade e conversar sobre os protocolos adequados ao público muçulmano que os atrativos, rede hoteleira, gastronômica e de serviços poderão seguir.

Chico Brasileiro destacou o otimismo em relação a esta nova etapa do turismo na cidade, que teve uma rápida evolução desde a assinatura do protocolo de intenções, realizado na Expo Dubai há poucas semanas.

“Já fomos muito elogiados por termos tido avanços tão significativos sobre os temas tratados na feira. A transformação em destino Halal servirá para quebrar barreiras e tornar a estadia mais confortável para esse público, que já pertence à nossa cidade”, diz Brasileiro.

Para o representante da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, a futura certificação irá apenas formalizar a relação amigável e a receptividade que Foz do Iguaçu já possui com o povo árabe – atualmente são mais de 20 mil pessoas em Foz do Iguaçu.

“Me pergunto como isso ainda não havia acontecido antes. A cultura árabe já está enraizada em Foz do Iguaçu, nos sentimos em casa. Isso agora será ampliado também aos visitantes e a cidade terá muito a ganhar futuramente”, afirma Mohamad Murad.

Certificação

A equipe também se reuniu com o secretário de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, e com técnicos da pasta para definir as próximas ações ainda em 2021.

Além do grupo de trabalho com membros da Prefeitura e entidades parceiras, haverá também uma apresentação das propostas durante o Festival das Cataratas, entre os dias 1º a 3 de dezembro.

“Ouvimos diversas propostas que abrem a nossa mente a pensar de uma forma diferente. Isso abre um leque imenso para a criação de empregos, nos posiciona com êxito na retomada do turismo e incentiva o trabalho. Isso não pode ficar só no papel, queremos ver a prática”, ressalta Angeli.

Com as definições será possível iniciar um segundo passo, que é a certificação dos locais como um destino Halal, conforme afirma Ali Ahmad Saif, diretor-executivo da CDIAL HALAL, certificadora da América Latina vinculada aos principais órgãos oficiais dos Emirados Árabes (EIAC) e do Golfo (GAC).

“Abraçamos essa ideia porque vimos em Foz o verdadeiro potencial para um destino Halal. Toda marcha se inicia com um pequeno passo, por isso estamos traçando planos para colhermos frutos em curto prazo, mas sempre pensando no grande resultado futuro”, frisa Ali Ahmad Saif.

“O passo agora é inserir Foz do Iguaçu no repertório turístico e de eventos internacionais, voltado ao público árabe, o apelo turístico sustentável da cidade irá beneficiar o Brasil inteiro, pois esses turistas não ficarão somente aqui”, acredita o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali.

Aproximação com o turismo local

A agenda dos representantes árabes terá ainda uma reunião com os membros do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), para apresentar o que já está definido e as entidades do turismo serão envolvidas no planejamento do projeto.

O secretário Paulo Angeli conta que será necessário realizar um treinamento de equipes para abordagem e atendimento adequados ao público muçulmano. O treinamento é voltado aos setores turísticos e de serviços, como hotéis, restaurantes, quiosques e similares.

Essas ações, segundo Ahmad, tornarão Foz um local “Muslim Friendly”, ou seja, receptivo ao público mulçumano em questões que envolvem a alimentação halal, questões culturais, entre outros aspectos.

“Mesmo antes da certificação Halal, isso já atesta ao público muçulmano a qualidade da produção, da confiabilidade, da rastreabilidade e do cumprimento dos requisitos de segurança no processo de produção de um produto ou na prestação de um serviço”, detalha Ali Ahmad Saif.

“O turista viaja, mas não quer estar em um país islâmico, é claro. Ele quer aproveitar o que a cidade pode oferecer, mas sem prejudicar aquilo no que acreditar e vive”, complementa Mohamad Mourad.

Colunistas, Educação, Luiz Claudio Romanelli, Paraná,

Romanelli defende fortalecimento das universidades estaduais

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) defendeu nesta quarta-feira, 27, o ensino superior público e o fortalecimento das universidades estaduais pela contribuição dada ao desenvolvimento do Paraná. “As universidades estaduais são um grande patrimônio do Estado. Imaginem se o Paraná não tivesse criado suas sete universidades”, destacou o parlamentar na sessão da Assembleia Legislativa.

Segundo Romanelli, o sistema estadual de ensino superior comprova sua relevância pelas posições de destaque que alcançam as universidades nos rankings que medem a qualidade da formação. Ele também destacou o investimento anual de R$ 2,6 bilhões feito pelo Estado, mas ponderou que as universidades ainda enfrentam dificuldades para expandir suas atividades.

“Não podemos imaginar que uma universidade privada vá colocar um curso de extensão, uma unidade de pesquisa ou um serviço aberto para a população lá no Norte Pioneiro. A Uenp está lá e tem sido fundamental para o desenvolvimento regional”, exemplificou Romanelli ao lembrar dos 15 anos de criação da Universidade Estadual do Norte do Paraná.

Segundo Romanelli, além do ensino de ponta, a relevância das universidades pode ser medida pelo trabalho realizado ao longo da pandemia, principalmente nas áreas de saúde e pesquisa. “Os professores, pesquisadores e estudantes atuaram fortemente e merecem nosso respeito. Todas as estruturas de saúde das universidades deram grande suporte no enfrentamento da pandemia”, pontuou.

No pronunciamento em defesa do sistema de ensino superior, Romanelli disse que o recente corte de verbas feito pelo governo federal na área de ciência prejudica as universidades paranaenses. Ele lembra que há atraso no pagamento das bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e do Programa Residência Pedagógica (RP). Só no Paraná são 2.500 bolsistas prejudicados.

Legislação – O deputado Romanelli também defendeu a criação da Lei Geral das Universidades (LGU) para regulamentar as atividades das instituições de ensino superior do Estado. Outra medida fundamental, segundo ele, é a regularização do pagamento da TIDE, uma gratificação concedida aos servidores pelo trabalho em Tempo Integral e Dedicação Exclusiva às instituições de ensino superior.

Educação, Foz do Iguaçu, Paraná,

UNILA abre seleção para preencher 538 vagas em 24 cursos de graduação

As inscrições para o Processo de Seleção de Vagas Remanescentes podem ser feitas até as 17h do dia 3 de novembro

Interessados em estudar na UNILA têm mais uma chance. Estão abertas até as 17h do dia 3 de novembro as inscrições para o Processo Seletivo de Vagas Remanescentes. Podem participar do processo, candidatos que tenham concluído o Ensino Médio até o ano de 2020 e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre 2016 e 2020. No total, estão sendo ofertadas 538 vagas em 24 cursos de graduação. As normas, quadro de vagas e link para inscrição estão no edital PROGRAD 121/2021 (https://bit.ly/UNILA-PSVR).

Para participar, o candidato deve ter obtido, no mínimo, 300 pontos na prova de redação e não pode ter zerado nenhuma das demais provas do Enem. Também não podem ser usadas notas de prova da qual o candidato participou como treineiro. A classificação dos candidatos será feita com base na média aritmética simples dos resultados obtidos nas provas objetivas e na redação do Enem (da edição escolhida pelo candidato).

As vagas ofertadas neste processo seletivo são aquelas que não foram preenchidas depois de convocados todos os candidatos em lista de espera do Sisu/2021.2; as decorrentes de cancelamento antes do início do curso; e as não preenchidas no Processo Seletivo Internacional. Dos cursos disponíveis, 10 são noturnos, 9 integrais, 4 vespertinos e 1 matutino. São 7 licenciaturas e 17 bacharelados.

A divulgação da lista de classificados está programada para o dia 9 de novembro (data provável), quando também tem início o prazo para a apresentação dos documentos necessários para a matrícula. Esse prazo termina no dia 16 de novembro. Os candidatos classificados fora do número de vagas que desejarem permanecer na lista de espera também deverão enviar os documentos de matrícula.

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu, Paraná,

Com atendimento especial, Itaipu espera receber 8.800 turistas no feriado prolongado de Finados

O atrativo Itaipu Iluminada terá visita extra no domingo (30). Outros passeios tiveram ampliada a duração e ganharam novos horários

A Itaipu espera receber cerca de 8.800 turistas nos quatro dias do feriado prolongado de Finados, de sábado (29 de outubro) a terça-feira (2 de novembro). Caso seja confirmada a previsão, está será a maior movimentação nos atrativos da usina desde a volta do atendimento normal do Complexo Turístico de Itaipu (CTI). Todas os cuidados sanitários contra a covid-19 são tomados.

Para receber os turistas, o CTI preparou um esquema especial: são mais horários, aumento em 15 minutos na duração dos passeios e atendimento na terça-feira (2), quando normalmente o turismo da Itaipu está fechado. Também excepcionalmente para o feriado, o atrativo Itaipu Iluminada vai operar no domingo (30). E o Ecomuseu, que está provisoriamente instalado no Centro de Recepção dos Visitantes, ao lado da entrada da usina, tem visitação gratuita.

O carro-chefe dos atrativos do CTI, a Itaipu Panorâmica, que dá uma visão geral da grandiosidade da usina hidrelétrica, funcionará de sexta a terça, das 8h às 17h, com saídas a cada 15 minutos. O passeio teve a duração ampliada para 1h30. O custo do ingresso é de R$ 42.

Já o passeio ao Refúgio Biológico Bela Vista teve a duração aumentada para 2h45. São 25 vagas para cada um dos oito horários: 8h30, 9h30, 10h, 10h30, 13h30, 14h30, 15h, 15h30. O deslocamento é feito em uma carretinha a partir do CRV – somente as saídas das 10h e das 15h serão feitas em veículo fechado. O ingresso custa R$ 30.

A Itaipu Iluminada terá os passeios das 19h às 21h na sexta, sábado e no domingo. No passeio, o visitante aproveita um show de músicas trinacionais, iluminação da barragem, fogos de artifícios e projeção mapeada. O atrativo teve o trajeto alterado para reduzir em 10 minutos o tempo em que as luzes ficam acessas e, assim, economizar energia. Mas o tempo total do passeio continua inalterado. O valor do ingresso é de R$ 45.

No sábado (29) e no domingo (30), tem o Itaipu by Bike, um passeio em que grupos de ciclistas conhecem a usina hidrelétrica sobre duas rodas. As pessoas precisam levar as próprias bicicletas do estilo “Mountain Bike”, além do capacete. O passeio dura 2h, sendo percorrida uma distância de 17km. O esforço é moderado – os ciclistas passam por terrenos de asfalto, terra, pedrisco e mata. São quatro paradas. O curso é de R$ 38.

Vale lembrar que alguns passeios têm vagas limitadas e os ingressos esgotam rapidamente. Por isso, recomenda-se adquirir as entradas com antecedência, reservando o melhor dia e horário para a visita, no site www.turismoitaipu.com.br.

Moradores de Foz do Iguaçu e municípios lindeiros ao lago de Itaipu não pagam ingresso, mediante apresentação de documento com nome, que comprove residência, como título de eleitor, contas em geral, entre outros. É necessário realizar reserva através do telefone (45) 3576-7000 ou Whatsapp (45) 99131-9119. Menores de 18 anos podem apresentar comprovante no nome dos pais.

Geral, Paraná, Política,

Como ficam as bancadas da Assembleia Legislativa com cassação do Delegado Francischini

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou agora pouco, por fake news, o mandato do deputado estadual Delegado Francischini, na Assembleia Legislativa do Paraná. Em 2018, ele foi o mais votado. Com sua saída, muda a composição das bancadas da Casa de Leis.

Consultado pelo Cabeza News, o advogado Gilmar Cardoso, fez os cálculos para identificar quem sai e quem entra na sequência da atual legislatura da Assembleia Legislativa.

O impacto desta decisão que determina o recálculo dos quocientes eleitoral e partidário ocasionará a redução pela metade da bancada do PSL que passará de oito para quatro deputados. Além de Francischini, também perdem o mandato coletivamente os parlamentares estaduais Emerson Bacil, Do Carmo e o recém empossado Cassiano Caron, que assumiu a vaga no lugar do também cassado, deputado Subtenente Everton.

O advogado Gilmar Cardoso explica que o quociente eleitoral define os partidos e/ou coligações que têm direito a ocupar as vagas em disputa nas eleições proporcionais, quais sejam: eleições para deputado federal, deputado estadual e vereador.

Quociente eleitoral é um método pelo qual se distribuem as cadeiras nas eleições pelo sistema proporcional de votos em conjunto com o quociente partidário e a distribuição das sobras, descreve. O quociente eleitoral é definido pela soma do número de votos válidos (= votos de legenda e votos nominais, excluindo-se os brancos e os nulos), dividida pelo número de cadeiras em disputa (54). Apenas partidos isolados e coligações que atingem o quociente eleitoral têm direito a alguma vaga.A partir daí, analisa-se o quociente partidário, que é o resultado do número de votos válidos obtidos, pelo partido isolado ou pela coligação, dividido pelo quociente eleitoral. O saldo da conta corresponde ao número de cadeiras a serem ocupadas, esclarece Gilmar Cardoso.

Coma confirmação da cassação do parlamentar estadual do Partido Social Liberal (PSL), deve ser considerado o resultado das eleições de 2018 com as coligações, apesar de ter sido alterada a legislação e as coligações a partir de agora estarem vedadas.

O quociente eleitoral das eleições de 2018 para deputado estadual era de 105.491 votos para cada cadeira, passando agora para 97.328 votos, destaca Gilmar Cardoso. Nas eleições proporcionais, contam-se como válidos apenas os votos dados a candidatos regularmente inscritos e às legendas partidárias” (Lei n. 9.504/97, art. 5º).

Por esse cálculo, o PSL teve direito a mais quatro (04) cadeiras; que são exatamente as que perdem o assento na casa, com a cassação do Delegado. Nesse caso, como a corte do TSE determinou, além da imediata comunicação ao TRE-PR para que, independentemente da publicação do acórdão, proceda à retotalização das eleições para os cargos de deputado estadual e deputado federal do estado, calculando-se como anulados os votos atribuídos aos candidatos nos termos do pronunciamento do relator, ministro Luis Felipe Salomão.

A BANCADA REMANESCENTE DO PSL ficará com quatro parlamentares: CORONEL LEE eleito com 58.343 votos, DELEGADO FERNANDO eleito com 36.937 votos, LUIZ FERNANDO GUERRA eleito com 32.216 votos; e RICARDO ARRUDA eleito com 27.574 votos; que terá direito à quarta cadeira do partido, obtida nesta retotalização com a maior sobra.

Dentre as legendas que concorreram nas eleições de forma isolada, o Partido Verde (PV), e o MDB ganham cada um mais uma cadeira na Assembleia Legislativa com a posse de Pedro Paulo Bazana e Nereu Moura, respectivamente. Pelas coligações ganham direito à vaga os parlamentares Elio Rush que de suplente em exercício nos últimos dias, passa a ser efetivado e retorna para a Casa o ex deputado Adelino Ribeiro.

Novo Deputado

Candidato ao cargo de Deputado Estadual no Paraná pelo PV, Pedro Paulo Bazana obteve 21.145 votos totalizados (0,37% dos votos válidos) mas não foi eleito nas Eleições 2018.

Depois de ter sido eleito vice-prefeito do Padre Beffa na gestão anterior, nas eleições de 2020 ele ficou em 5º lugar dentre os sete candidatos a prefeito do Município de Arapongas, com 3.221 votos (5,85%).

Curiosidade

Um fato curioso provocado pela cassação do deputado Subtenente Everton, do PSL é que como a Mesa da Assembleia Legislativa deu posse ao suplente Cassiano Caron, que obteve 10.981 votos (0,19% dos votos válidos à época); a se confirmar a cassação do deputado Delegado Francisquini, ele já estaria dentre os deputados do PSL que também perdem o mandato, uma vez que a legenda passaria a ter direito a uma bancada de quatro parlamentares. Os quais pela ordem seriam Coronel Lee, Delegado Fernando, Luiz Fernando Guerra e Ricardo Arruda.

Geral, Paraná, Saúde,

Paraná será contemplado com recursos federais para reforçar retomada de cirurgias eletivas

O Ministério da Saúde vai aportar R$ 350 milhões, em parcela única, destinados às cirurgias eletivas no País. A informação foi confirmada pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, na reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), em Brasília, nesta quarta-feira (27).

O chefe de gabinete da Secretaria da Saúde do Paraná, César Neves, participou do encontro e enfatizou que a medida vai ajudar no processo de retomada desses procedimentos, que ficaram suspensos durante a pandemia. Ele destacou que o governador Carlos Massa Ratinho Junior orientou um reforço no sentido de retomar as eletivas.

“Já vamos aportar recursos do Tesouro do Estado para incrementar este passivo das eletivas, que ficaram represadas durante a pandemia. Importante essa sinalização do Ministério da Saúde de que novos recursos também virão em boa hora”, afirmou Neves.

No Paraná serão abertos mutirões desse tipo de cirurgia para superar o que ficou para trás e atender o cidadão perto de casa. Serão aportados R$ 50 milhões em 2022, de recursos próprios, para os procedimentos.

Recurso livre – O governo federal trabalhava inicialmente com a hipótese de fazer em duas parcelas o repasse financeiro para os estados aplicarem em cirurgias eletivas. Além de receber em parcela única, os Estados também não vão precisar apresentar o resultado de produção e desempenho no teto de metas, ficando com recurso livre agregado ao caixa da Saúde na realização de procedimentos de média e alta complexidade.

Leitos – Quanto à manutenção financeira de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), habilitados pelo Ministério, em funcionamento no Paraná para o enfrentamento da Covid-19, há garantia de pagamentos até 31 de dezembro. O Ministério ainda aguarda a recomposição financeira do orçamento para 2022 com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, que está em discussão no Congresso Nacional, e que poderá assegurar o custeio adicional de leitos de UTI.

As informações são de AEN

Foz do Iguaçu, Geral, Paraná,

Abertura da venda de ingressos – Foz Cataratas x Corinthians

Começa nesta quinta-feira, 28, a venda de ingressos antecipados para a partida do Foz Cataratas Poker Futsal contra o Corinthians pelas oitavas de final da Liga Nacional de Futsal (LNF).

Os ingressos serão vendidos exclusivamente nas lojas Leve, localizadas na Avenida Brasil, 1.079 (Leve Calçados), e Avenida Brasil, 884 (Leve Confecções), a partir desta quinta-feira, 28 de outubro, das 9 às 18h30. O valor antecipado será de R$ 30 (inteiro) e R$ 15 (meia-entrada).

Foz Cataratas Futsal tem jogo decisivo contra o Corinthians nesta segunda, coloque sua camisa do Foz e vá vibrar no Caldeirão Azul; partida terá transmissão ao vivo do SporTV.

O Foz Cataratas Poker Futsal receberá o Corinthians, no Caldeirão Azul, pelas oitavas de final da Liga Nacional de Futsal (LNF), nesta segunda-feira, 1º de novembro, às 18 horas. Essa será a segunda partida das oitavas, e o Azulão das 3 Fronteiras precisa da vitória para levar o jogo para a prorrogação. Um empate no tempo extra garantirá o Foz na próxima fase da competição. A partida terá transmissão ao vivo do canal SporTV.

O Foz terminou a primeira fase da Liga com o melhor ataque e na quinta colocação geral. O time convida todos os torcedores a comparecem, nesta segunda-feira, ao Ginásio Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu, com a camisa do Azulão das 3 Fronteiras para ajudar a equipe a reverter o placar adverso do último confronto, quando perdeu para o Corinthians por 4 a 2, em São Paulo.

Para esse jogo serão disponibilizados 2.500 ingressos, sendo 2.300 aos torcedores da casa e 200 para a torcida visitante. Não será permitida a presença de torcedores corintianos junto aos do Foz Cataratas. A torcida paulista terá acesso separado ao ginásio e a arquibancada.

O serviço de bar do ginásio voltará a funcionar a partir deste jogo. Além da venda de chopp, refrigerante e água, a direção do time oferecerá aos torcedores um clima, ainda mais especial, com música ao vivo, antes de começar o jogo, no intervalo e final do evento. A animação musical ficará por conta do grupo iguaçuense “Tamo Junto”.

Informações e venda de ingressos limitados – Os ingressos antecipados para a partida da segunda-feira, 1º de novembro, serão vendidos exclusivamente nas lojas Leve, localizadas na Avenida Brasil, 1.079 (Leve Calçados), e Avenida Brasil, 884 (Leve Confecções), a partir desta quinta-feira, 28 de outubro. O valor antecipado será de R$ 30 (inteiro) e R$ 15 (meia-entrada).

Compras de entradas acima de R$ 50 podem ser parceladas no cartão de crédito. Os ingressos são limitados. Se na segunda-feira ainda houver ingresso disponível, o time fará a venda na bilheteria do ginásio a partir das 16 horas.

Serviço:
Oitavas de final da LNF (jogo de volta)
Foz Cataratas Poker Futsal x Corinthians
Data: 1º de novembro, às 18 horas, Foz do Iguaçu
Transmissão do SporTV

Custo dos ingressos:
R$ 30 (inteiro) e R$ 15 (meia-entrada)

Local de venda de ingressos antecipados:
Loja Leve: Avenida Brasil, 1.079 – calçados
WhatsApp: (45) 3029-2909
Horário de atendimento: 9 às 18h30

Loja Leve: Avenida Brasil, 884 – confecções
WhatsApp: (45) 3523-3953
Horário de atendimento: 9 às 18h30

Venda de ingressos no dia do jogo, se houver disponibilidade:
Ginásio Costa Cavalcanti
A partir das 16 horas

Política de meia-entrada e orientações para o sócio-torcedor
https://www.fozcataratasfutsal.com.br/posts/politica-de-meia-entrada-e-orientacoes-para-o-socio-torcedor/

Economia, Foz do Iguaçu, Paraná,

Foz tem o melhor saldo de geração de empregos do ano

Em ritmo de retomada econômica, os setores de serviço e comércio impulsionaram as contratações no município no mês de setembro

Foz do Iguaçu registrou o melhor saldo de geração de empregos de 2021 no mês de setembro. De acordo com o levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta terça-feira (26) pelo Ministério do Trabalho e Previdência, no mês foram criadas 719 novas vagas de trabalho no município.

O setor de serviços, que inclui hotelaria, restaurantes e atrativos turísticos, foi o que mais contratou no período com a criação de 502 novas oportunidades de emprego. O comércio também contribuiu com o saldo positivo criando 195 vagas. Na indústria foram contratados 30 profissionais.

O saldo de setembro é mais que o dobro do registrado em agosto, quando foram geradas 342 vagas. Este é o quinto mês consecutivo com saldo positivo na geração de empregos na cidade. No acumulado do ano, já foram criadas 2.377 novas oportunidades formais de trabalho. Foram 21.570 admissões e 19.193 desligamentos entre janeiro e setembro.

No estado do Paraná, Foz do Iguaçu teve o quarto melhor saldo de geração de empregos. Entre as cidades que mais geraram empregos estão Curitiba (2.911), Maringá (1.014), Londrina (886), Foz do Iguaçu (719), Cascavel (676) e São José dos Pinhais (562).

“Os números de setembro demonstram que Foz está realmente à toda na retomada econômica, e a perspectiva é que os próximos meses sejam ainda melhores. Sabemos de muitos investidores interessados em vir para a cidade, devido às condições oferecidas, além das grandes obras estruturantes em desenvolvimento, com apoio dos governos federal, via Itaipu Binacional, e estadual. E, também, às melhorias que estamos fazendo em todas as regiões da cidade”, afirma o prefeito Chico Brasileiro.

Recorde de vagas

No mês de outubro, a Agência do Trabalhador registrou o recorde de oferta de vagas com mais de 300 oportunidades disponibilizadas em um único dia. “Este é um número que nunca foi alcançado na Agência do Trabalhador desde 2008. Então, a gente espera que no próximo mês os resultados continuem se superando”, informa o Diretor da Agência, Luciano Castilha.

A variedade das oportunidades ofertadas está aumentando, com oportunidades para diferentes áreas como auxiliar de jardinagem, consultor de vendas, engenheiro mecânico, gerente operacional, entre outras. “Também contamos com o início das contratações temporárias para as festividades de fim de ano e que muitas vezes se tornam empregos definitivos”, acrescenta Castilha.

Retomada econômica

Segundo Castilha, a geração de empregos é reflexo direto da recuperação econômica do município. “É resultado de uma seria de ações, como a vacinação, a divulgação do Destino Iguaçu e o empreendedorismo. Acredito que é apenas o começo de uma superação de todos os setores da economia do município”, avalia.

Mesmo antes do período de alta temporada, o turismo já sentiu impacto da retomada do setor durante os feriados prolongados de setembro e outubro. Entre os dias 30 de outubro e 2 de novembro, a estimativa divulgada pela Secretaria Municipal de Turismo, Projeto Estratégicos e Inovação é de uma ocupação média de 74% das hospedagens, chegando a 100% em algumas categorias, como pousadas e hotéis de luxo.