Browsing Category

Brasil

Brasil, Destaques, Economia, Internacional, Itaipu,

Ponte da Integração avança e estudo inicial para a outra ligação financiada por Itaipu é aprovado

A aprovação ocorreu nesta quarta-feira, 20, durante a segunda reunião da Comissão Mista Brasil-Paraguai, que trata sobre o tema

Foi dado o sinal verde ao estudo inicial que servirá de base para a licitação de contratação de uma consultoria dos projetos da ponte entre os municípios de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, e Carmelo Peralta, do outro lado da fronteira. Se tudo ocorrer dentro dos prazos previstos, a licitação para esse fim será lançada agora em dezembro.

O aval foi dado nesta quarta-feira, 20, durante a segunda reunião da Comissão Mista Brasil-Paraguai que trata sobre o tema. A aprovação ocorre em meio aos avanços das obras da Ponte da Integração Brasil- Paraguai, entre Foz do Iguaçu, no Paraná, e Presidente Franco, no país vizinho, iniciadas em agosto.

As duas pontes são financiadas com recursos da usina de Itaipu. A ligação de Foz está sendo bancada pela margem esquerda (brasileira), enquanto a ligação do MS é financiada pela margem direita (paraguaia).

A reunião binacional na usina de Itaipu, em Hernandárias, sede paraguaia da hidrelétrica, foi coordenada pela embaixadora Glória Amarilla (PY) e pelo conselheiro Olympio Faissol (BR). Do lado paraguaio, participaram integrantes do Ministério de Obras Públicas e Comunicação, Aduanas e Itaipu.

Já pelo lado brasileiro, estiveram presentes representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit), do governo do Estado do Mato Grosso do Sul e de Itaipu.

O diretor de Coordenação, Luiz Felipe Carbonel, representou a margem esquerda de Itaipu. A expectativa é que a nova ponte do MS esteja construída até meados de 2024 e a de Foz até 2023.

Segundo o diretor de Coordenação de Itaipu, assim como a obra entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco está em um bom estágio, até mesmo surpreendente, a nova ligação que será construída no Mato Grosso do Sul também deverá ser feita num cronograma bastante enxuto. Carbonell e equipe fazem visitas constantes à obra.

Marco econômico

Financiadas com recursos de Itaipu, as duas pontes representam um marco no desenvolvimento do Paraná e do MS e dos respectivos departamentos paraguaios.

Para o Paraguai, assim como para o Brasil, essas duas ligações permitirão uma integração econômica maior entre os dois países-irmãos e uma conexão sem igual dentro da América Latina.

Os dois estados são grandes centros de exportação e, com as novas ligações, terão acesso direto a portos do Chile, no Oceano Pacífico, ampliando o potencial de negócios.

Ponte da Integração

No bairro Porto Meira, em Foz do Iguaçu, onde a Ponte da Integração Brasil-Paraguai está sendo erguida, as obras, iniciadas em agosto, estão em ritmo acelerado. Agora, a expectativa é viabilizar o início da construção no município vizinho de Presidente Franco, do outro lado da fronteira.

O governo paraguaio já autorizou a isenção do IVA dos insumos transportados de um lado para o outro do Rio Paraná para acelerar o início da obra. Todo o processo de desburocratização de entraves para a viabilidade da nova ligação, com o envolvimento de vários órgãos dos dois países, está sendo acompanhado de perto pela Diretoria de Coordenação de Itaipu.

Todas as tratativas estão sendo feitas no espírito de cooperação e da diplomacia que sempre esteve presente na relação entre os dois países. O próximo passo é a liberação do transporte das primeiras máquinas e equipamentos do Brasil ao Paraguai. A expectativa é que o transbordo seja liberado o mais breve possível.

A cada dia a construção da ponte ganha novos contornos. O trabalho de desmonte de rochas próximo à margem do rio Paraná já teve início. O local está sendo preparado para a construção de uma torre que terá 120 metros de altura e vai sustentar os cabos que serão estendidos no vão da estrutura. A estrutura está sendo construída com recursos de Itaipu e a gestão é do Governo do Estado.

Viabilidade

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, reforça que o investimento de Itaipu na Ponte da Integração “só foi possível porque todos os atores envolvidos, entre eles os próprios empregados de Itaipu, entenderam a magnitude dessa obra e abraçaram o projeto, que mudará completamente a economia da região”.

Somado aos demais aportes que a usina vem fazendo em obras estruturantes, o montante passa de R$ 600 milhões. Além da ponte, Itaipu está investindo em obras de ampliação do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, modernização do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), reestruturação do turismo de Itaipu e novo parque do Gramadão da Vila A, entre outras.

Fotos: Theofanes de Lira Pessoa Júnior e Ever Portillo

Brasil, Destaques, Economia, Internacional,

Abrabar comemora a mobilização do setor para final da Copa Libertadores

Time da maior torcida da América do Sul enfrenta sábado (23), a partir das 17h, o maior vencedor da América do Sul

A final da Copa Libertadores da América vai impactar positivamente nos setores de gastronomia e entretenimento. Os mais variados estabelecimentos do Paraná irão transmitir ao vivo a partida entre Flamengo e River Plate, que acontece no próximo sábado (24) em Lima, no Peru.

Estarão mobilizados os mais variados locais, desde os tradicionais botecos aos bares, restaurantes e espaços de festas e eventos nas principais cidades do Brasil. O dia seguinte será domingo e necessariamente muita gente não precisa trabalhar, diferente de outras decisões que acontecem no meio de semana.

“Isso só já é um atrativo para arrastar multidões por todo país, seja os flamenguistas e até mesmo os antiflameguistas, que vão secar eles na final”, destacou Fábio Aguayo, presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar). O momento é muito semelhante com a final da Libertadores de 2011, quando o país literalmente parou para o Corinthians buscando o título contra o Boca Juniors da Argentina.

Maiores torcidas
A partida entre Flamengo e River Plate promete muito. Os dois clubes tem, respectivamente, as maiores torcidas do Brasil e da Argentina. A maior torcida da América do Sul, contra o maior vencedor da atualidade da América do Sul, que é o River.

“São ingredientes que mexem com os amantes e fãs do Futebol em todo mundo”, afirma Aguayo. No Brasil, de acordo com ele, não se via expectativa igual há muitos anos. “E com uma disputa em um sábado, que vai movimentar o nosso setor desde o horário do almoço até o fim da tarde”.

“Quem sabe avance no início da noite, com disputa de prorrogação e pênaltis. Aí sim já saberemos o campeão, mas o grande vencedor será a nossa categoria que vai receber milhares de pessoas por todo Brasil”, ressaltou o presidente da Abrabar.

Projeção
A expectativa é de movimento 60% maior que sábados normais. “Quem se preparar e criar atrativos vai se dar bem para este grande espetáculo de futebol, que é tão aguardado por todos. A mobilização e expectativas, nas principais cidades do Paraná são ótimas”, completou Aguayo.

Foto: Arquivo/Google

Brasil, Destaques, Educação, Geral, Justiça,

Dia da Consciência Negra terá celebração na Praça da Paz em Foz do Iguaçu

Nesta quarta-feira, 20 de novembro, quando o Dia da Consciência Negra é celebrado em todo país, o Conselho Municipal da Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) escolheu a Praça da Paz, no centro de Foz do Iguaçu para levar a toda comunidade apresentações artísticas da cultura de matriz africana.

A data, instituída em 2011, remete também à morte de Zumbi dos Palmares, e tem como principal intuito promover a reflexão sobre temas como racismo, igualdade e empatia.

Brasil, Destaques, Internacional, Itaipu, Turismo,

Nova Itaipu: turismo da usina passará por uma grande reestruturação

A partir de dezembro, a Itaipu deverá implementar uma série de melhorias para incrementar ainda mais o turismo da usina, o que trará benefícios para toda a região da fronteira do Brasil com o Paraguai e Argentina.

“Será um grande salto de qualidade para garantir maior visitação nos atrativos da maior hidrelétrica em geração de energia renovável e de práticas sustentáveis replicadas pelo mundo inteiro”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

O plano de trabalho prevê, entre outras obras, a reforma dos mirantes Central e do Vertedouro, adequação do Centro de Recepção de Visitantes, inserção de tecnologias para garantir uma melhor experiência da visitação e de acessibilidade, além do embelezamento dos atrativos em si.

A continuidade da parceria da Itaipu e do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) para a gestão do Complexo Turístico já foi acertada. Em março de 2020, a Itaipu e o PTI vão renovar o acordo. Com isso, a ideia é colocar em andamento, o mais rápido possível, os projetos de revitalização. A concessão tem validade até 2023.

As obras serão feitas de forma gradativa, para causar o menor impacto possível para quem trabalha e visita a Itaipu. Já a partir de dezembro serão iniciadas as melhorias no Mirante do Vertedouro. O atrativo Itaipu Kattamaram será desativado, para a revisão da modalidade desse tipo de passeio.

O Complexo Turístico Itaipu (CTI) tem uma vasta experiência no modelo sustentável de operação do turismo. Em 2016, o CTI foi o vencedor na categoria Pesquisa, Tecnologia e Inovação do Prêmio de Excelência e Inovação do Turismo, concedido pela Organização Mundial do Turismo. O CTI também obteve a segunda colocação entre os dez Principais Pontos de Referência do 2016 Travellers’ Choice, do site Trip Advisor.

“Estamos fazendo vários estudos para tornar cada vez mais inovadora a experiência de visitar a Itaipu. Queremos que o visitante tenha a melhor memória afetiva da usina que pertence a dois povos irmãos”, diz o diretor administrativo financeiro do PTI, Flaviano da Costa Masnik.

Para mais informações sobre visitas no site da Itaipu

Brasil, Destaques, Internacional, Turismo,

Artista argentino usa três toneladas de gelo nas novas esculturas do Dreams Ice Bar

O momento é mágico. Imagine sentar no Trono de Ferro, o original de Game of Thrones, feito puramente de gelo. A experiência vai além dos livros e ganha vida no Dreams Ice Bar, o maior bar de gelo do Brasil.

O responsável por extrair das páginas o símbolo do poder em Westeros, o “país” na narrativa de George R. R. Martin, é o artista argentino Cristian Antônio Mare, de 42 anos, especialista em expressar sua arte em esculturas ferro, metais e gelo.

Serão utilizadas três toneladas do material nesta nova fase do local. Para o gerente do atrativo, Valmor Machado, o novo investimento realizado pelo Grupo Dreams valoriza a experiência do turista e o Destino Iguassú:

“A gente recebe pessoas do mundo todo no Dreams Ice Bar. Gente que vem de outros continentes e não vão embora sem apreciar a experiência glacial e o sabor dos licores e drinks da casa. Cada escultura leva até uma semana pra ser feita do zero. É um trabalho de artista, que merece ser valorizado”. – avalia Valmor.

As peças são avaliadas entre cinco e 20 mil reais cada uma, dependendo do tamanho e da complexidade. Já é a terceira vez que Cristian realiza este trabalho para o Dreams Ice Bar.

Outro destaque será um novo urso gigante, de três metros de altura. Só para esta peça, será usada uma tonelada de matéria prima. O Trono de Ferro do seriado Game Of Thrones também é um dos “mimos” mais aguardados pelos visitantes. As obras de arte, esculpidas por Cristian, viram cenários para fotografias, vídeos e conquistam quem passa por ali.

DREAMS ICE BAR
O Dreams Ice Bar é o maior bar de gelo do Brasil. Dentro, 30 toneladas de gelo puro compõe as paredes e as esculturas. Os copos, bancos e detalhes da decoração também são de gelo. Durante a experiência, o turista pode consumir drinks com sem álcool à vontade, tudo incluso no valor do ingresso.

Está localizado no complexo Dreamland, Av. das Cataratas, 8100. Para conhecer melhor, é possível acessar o Facebook e o Instagram. Basta procurar como Dreamland Foz.

Brasil, Curitiba, Destaques, Economia, Geral,

Bares e restaurantes tem previsão de fechar o ano com 10% de crescimento

O índice representa ainda a criação de cerca de 450 mil novas oportunidades de emprego no ano, segundo a Abrasel

Os bares e restaurantes brasileiros devem fechar o ano alcançando a meta de 10% de crescimento, apesar das dificuldades da economia. O Paraná Empresarial destaca que esse índice representa a criação de cerca de 450 mil novas oportunidades de emprego, segundo dados da Abrasel e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrabar).

O empresário Fabio Aguayo, diretor da Confederação Nacional do Turismo, afirma que a área gastronômica está com uma excelente expectativa a partir deste final de ano: “A motivação surgiu com as mudanças que virão em 2020. Já no segundo semestre esperamos ter os resultados do crescimento econômico, que serão somados aos impactos da Reforma da Previdência e a Tributária, que está para sair no próximo ano”.

Fábio Aguayo, que também é vice-presidente da Federação de Turismo do Paraná, fala da necessidade de buscar o cliente: “Temos que atraí-los de alguma forma, e isso só se faz com novas experiências e bom conteúdo, seja gastronômico, lúdico, musical ou instrutivo. As promoções, preços bons e atendimento de qualidade são muito importantes”.

Ele diz que a gastronomia precisa se reinventar para ganhar em competitividade: “Será a tendencia principalmente para estes próximos quatro meses, quando será necessário se adaptar a falta do horário de verão, quando as pessoas saíam mais cedo do trabalho para voltar para casa, movimentando os bares. O fim do horário de verão será mais um desafio para o setor”, afirma o empresário.

Os jogos de futebol também vão ajudar agora no movimento, diz o empresário: “A partir do dia 23 deste mês a final da Copa Libertadores vai mobilizar não só os bares do Rio de Janeiro, dos estados onde o futebol carioca tem presença, e também em Curitiba e em todo o Paraná. E os bares já estão se mobilizando porque a necessidade de adaptação é urgente.

Com a tendência do término da crise econômica, a criatividade, e a experiência do usuário, passam a ser fatores de sobrevivência, principalmente em nosso setor, onde não se pode aumentar os preços. E onde é necessário criar alternativas para atrair novos clientes. Até aqui a grande complexidade desse setor acabou resultando em um índice de mortalidade elevado: 35% dos bares e restaurantes fecham as portas em dois anos, segundo dados da Abrasel” complementa Fabio Aguayo.

Foto: Divulgação

Brasil, Cultura, Destaques, Itaipu, Meio Ambiente, Turismo,

“Praia de Foz do Iguaçu”, Gramadão de Itaipu será um grande parque de lazer e atrativo turístico. Veja fotos!

Bastante frequentado, o local deverá se tornar um espaço ainda mais agradável para a população e também um ponto a mais de visitação para os turistas

Um dos espaços de lazer mais frequentados por moradores da Vila A e de boa parte de Foz do Iguaçu, o Gramadão de Itaipu, com 31 mil metros quadrados de área, vai passar pela maior revitalização de sua história desde o final dos anos 90, quando ali foi promovido o primeiro Natal de Foz e, logo em seguida, em 2000, foi construída uma nova infraestrutura com Concha Acústica e sanitários. O ponto de encontro estava consolidado.

A estimativa é de que a reforma comece no segundo semestre do ano que vem. A conclusão está prevista para 2021, num investimento estimado de R$ 2,6 milhões. A revitalização do Gramadão é um pedido da Assessoria de Comunicação Social da Itaipu e será desenvolvida pela Divisão de Planejamento de Infraestrutura, da Diretoria de Coordenação da empresa.

Esse é mais um presente da gestão do diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, para Foz do Iguaçu e região, que se soma a outras grandes obras, como a Ponte da Integração Brasil – Paraguai, as ampliações do aeroporto de Foz do Iguaçu, o Mercado Municipal – todas em andamento – e a modernização do Hospital Ministro Costa Cavalcanti.

São investimentos de mais de R$ 600 milhões, que deixam legado e geram riqueza e desenvolvimento em toda a área de influência da usina, numa cobertura de 55 municípios.

“Foz do Iguaçu tem uma vocação natural para o turismo e estamos trabalhando, em consonância com a missão da usina, em potencializá-lo, assim como garantir mais qualidade de vida para a nossa gente”, diz Silva e Luna. E acrescenta: “Nossa população merece o que é melhor e precisa exigir nada menos que isso dos dirigentes”.

Um verdadeiro parque
De mobiliário urbano até o ordenamento e adequação das barraquinhas de comidas, passando pela iluminação, embelezamento do local, arborização, sinalização, instalação de arquibancadas de concreto, criação de rampas e adaptação da Concha Acústica para diferentes tipos de espetáculos, o Gramadão terá uma cara totalmente nova. O parquinho para as crianças também receberá melhorias.

“A proposta de intervenção respeita as características positivas do Gramadão, como o espaço amplo, a topografia e a diversidade de usos, mas trazem melhorias importantes, como o maior sombreamento e mais lugares para sentar e curtir o espaço público”, explica o arquiteto Henrique Gazzola de Lima, da Divisão de Planejamento de Infraestrutura.

A gerente da mesma área, Janine Alicia Groenwold, explica que a intervenção não causará nenhum tipo de transtorno para a população e os comerciantes locais porque as obras serão feitas em etapas, gradativamente.

Espaço mais frequentado
O evento mais tradicional de Foz do Iguaçu historicamente sempre foi o Natal no Gramadão, com início em 1999, com a primeira festa natalina para a comunidade promovida pela Itaipu Binacional.

Em 2000, o Gramadão ganhou a Concha Acústica e, com apresentação de shows variados, ficou ainda mais preparado para uma grande festa.

Ano a ano
havia uma surpresa diferente para o público. Em 2005, a programação natalina passou a ser chamada de Natal Encantado. Em 2004, atingiu, num só dia, mais de 80 mil pessoas, o maior público já registrado em todos os Natais de Itaipu.

Fotos: Arquivo da Itaipu e Sara Cheida

Brasil, Destaques, Economia, Internacional, Meio Ambiente, Turismo,

Parque Nacional do Iguaçu recebe mais de 35 mil visitantes no feriadão

O Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as Cataratas do Iguaçu, recebeu 35.541 visitantes, de 77 países, entre sexta-feira e domingo (15 a 17 de novembro).

O número superou as expectativas da unidade de conservação, que projetava a visita de 30 mil pessoas nos três dias do feriadão de Proclamação da República.

Brasileiros, argentinos, franceses e espanhóis foram as nacionalidades que mais frequentaram o parque neste feriado.

O Parque recebeu 12.694 turistas na sexta-feira, primeiro dia do feriadão, e no sábado o número aumentou para 13.433 visitantes.

Já no domingo, o Parque Nacional do Iguaçu foi visitado por 9.414 pessoas.

A unidade de conservação registrou, no acumulado do ano, até o dia 17 de novembro, a visita de 1.738.571 turistas, totalizando um aumento na visitação de 6% em relação ao mesmo período de 2018.

Receba informações e curiosidades sobre o Parque Nacional do Iguaçu no seu WhatsApp. Entre em contato: +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444)

Foto: Nilton Rolin/Cataratas do Iguaçu S.A

Brasil, Destaques, Economia, Itaipu, Turismo,

Itaipu recebe 9,2 mil visitantes durante o feriadão da Proclamação da República

No último feriado prolongado antes das festas de fim de ano, movimento no Complexo Turístico Itaipu (CTI) foi dentro da expectativa

Os atrativos turísticos da Itaipu Binacional receberam 9.275 visitantes durante os três dias do feriado prolongado da Proclamação da República, entre sexta-feira (15) e domingo (17). Os dados se referem às visitações do lado brasileiro da usina, atendidas pelo Complexo Turístico Itaipu (CTI), e não contabilizam visitas institucionais ou da margem paraguaia.

No último feriadão antes das festas de fim de ano, o dia de maior movimento foi o sábado (16), quando a usina recebeu 3.849 turistas. Para atender a demanda, o Complexo Turístico Itaipu ampliou os horários e as vagas dos passeios. A visita mais procurada, a Itaipu Panorâmica – que leva os turistas para um passeio externo na usina – teve saídas a cada dez minutos. Entre sexta-feira (15) e domingo (17), 6.543 pessoas fizeram o passeio.

Também foi adicionado um horário extra ao Polo Astronômico, às 13h, e dobrada a quantidade de vagas para o Itaipu Iluminada – de 200 para 400. O atrativo, que ocorre às sextas-feiras e aos sábados e leva o turista ver a barragem iluminada de pertinho, segue até o final de novembro nas cores da campanha Novembro Azul, em alusão à prevenção do câncer de próstata.

A gestão do turismo é feita em parceria pelo Parque Tecnológico Itaipu e Comunicação Social de Itaipu. Mais informações podem ser obtidas AQUI.

Movimento

Além de Itaipu, outros atrativos da cidade receberam um grande movimento de turistas nesse feriadão. A Infraero, que administra o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, projetou um aumento de 20% no total de passageiros que passaram pelo terminal no feriado.

De sexta-feira (15) a domingo (17), mais de 35 mil pessoas foram ao Parque Nacional do Iguaçu para ver as Cataratas do Iguaçu. O Marco das 3 Fronteiras também registrou altos de índices de visitação e fechou o feriadão com 8.399 pessoas.

Enquanto isso, no Paraguai, a feira de descontos Black Friday congestionou o centro comercial de Ciudad del Este. Cinco mil estabelecimentos foram mobilizados pela Câmara de Comércio para participarem da ação promocional, entre quinta (14) e sexta-feira (15).

Para o diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, o bom desempenho do turismo de Itaipu e da região é resultado dos investimentos feitos no setor, especialmente em termos de infraestrutura e qualidade. “A região tem vocação turística e a Itaipu contribui para fortalecer o setor. O turismo é uma atividade importante para a economia da região e geradora de emprego e renda”, afirmou Silva e Luna.

A construção da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, da Perimetral Leste e os investimentos no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (ampliação da pista, do pátio de cargas e a duplicação do acesso) devem impulsionar ainda mais o turismo da região.

As obras, bancadas pela Itaipu e que deixam grande legado à sociedade, somam um aporte de quase R$ 600 milhões. Esse valor equivale à economia gerada pela política de reestruturação da gestão de Itaipu, na gestão de Silva e Luna, em oito meses e meio.

Brasil, Economia, Política,

Comissão rejeita medida provisória que desobriga publicação de balanços em jornais

Parlamentares da base do governo apontaram a redução de custos como uma das justificativas para a MP

A comissão mista que analisa a medida provisória que dispensa a publicação de balanços de grandes empresas nos jornais impressos (MP 892/2019) rejeitou nesta terça-feira (12) por 13 votos a 5 o relatório da senadora Soraya Thronicke (PLS-MS).

A matéria altera a Lei das Sociedades por Ações para permitir que empresas de sociedades anônimas abertas ou fechadas divulguem seus balanços e demais documentos de publicação obrigatória apenas nos sites da Comissão de Valores Mobiliários (CMV), da própria empresa e da bolsa de valores onde suas ações são negociadas.

Veja mais na Agência Câmara