Browsing Category

Curitiba

Brasil, Curitiba, Estadual, Política,

Mulheres do PSB vão qualificar políticas públicas, afirma Severino Araújo

O presidente do PSB do Paraná, Severino Araújo, disse nesta segunda-feira, 20, que a participação das mulheres nas eleições de outubro vai qualificar as políticas públicas executadas pelas prefeituras no Paraná. “Já temos mulheres em postos chaves na política”.

“São prefeitas, vice-prefeitas, vereadoras, deputadas, secretárias estaduais e secretárias municipais em áreas estratégicas como educação e saúde. No Congresso Nacional, temos uma senadora (Leila Barros-DF) e três deputadas federais”.

“Temos ainda 12 deputadas estaduais e mais de 500 vereadoras, das quais 17 no Paraná. Vamos ampliar a participação das mulheres na política pelo PSB”, disse Araújo.

Com vistas às eleições deste ano, Severino Araújo dará posse a nova diretoria da Comissão das Mulheres do PSB, durante o encontro que acontece nesse sábado (25), em Curitiba, com a presença da secretária nacional, Dora Pires e de deputados estadual e federal que integram a sigla. A assistente social Maria Ezi Cheiran Neta vai comandar o PSB Mulher no Paraná.

O encontro vai reunir também lideranças partidárias de diversos estados para debater temas relacionados a criação de políticas públicas voltadas às mulheres e a importância da participação no processo eleitoral.

“Estamos convidando a sociedade, representantes de todos os segmentos e mulheres de todas as agremiações para prestigiar esse grande encontro e participar do processo de renovação da política”, ressaltou. Severino Araújo enfatizou que as mudanças necessárias só acontecerão quando mais mulheres colocarem seus nomes nas disputas eleitorais e ocuparem seus espaços nesse cenário.

Projetos – Segundo o presidente do PSB do Paraná, a Fundação João Mangabeira (FJM) está mapeando políticas públicas exitosas das gestões do partido em estados e municípios de todo o país. A pesquisa vai resultar em uma cartilha para que gestores possam se informar sobre as ações de sucesso empreendidas nos governos do PSB.

Na primeira fase do levantamento foram identificadas 390 cidades administradas pelo PSB. Após a análise de indicadores e de mapeamento geográfico, a equipe da FJM fez uma seleção e chegou ao número de 200 municípios.

Na terceira fase, pesquisadores fizeram mais uma filtragem e chegaram a 30 cidades. Agora, eles estão visitando cada um desses municípios para fazer relatórios sobre as experiências. Das 30 cidades, 22 já passaram pela análise.

Serviço
Encontro Estadual das Mulheres do PSB do Paraná
Data: 25 de Janeiro (sábado)
Horário: das 9h às 13h
Abertura: Dora Pires, presidente da Secretaria Nacional das Mulheres do PSB
Local: Condor Hotel
Endereço: Avenida Sete de Setembro, 1866 – Centro Curitiba
Inscrições
www.sympla.com.br/mulhernapolitica-encontro-de-mulheres-do-psb-parana__761325

Curitiba, Estadual, Política,

Coragem dos deputados vai garantir um ano mais tranquilo, diz Traiano

Em 2020 o Paraná vai enfrentar um cenário mais tranquilo e conseguirá deslanchar ainda mais seu desenvolvimento sob o comando do governador Ratinho Junior. A previsão é do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), que atribuiu essa perspectiva positiva, em grande medida, a ação do Legislativo.

“Os deputados tiveram a coragem para enfrentar questões polêmicas e aprovar matérias controversas que desafogaram e reorganizaram o Estado”.

“A Assembleia aprovou a reforma administrativa, que era algo que a sociedade esperava do governante e, principalmente, dos legisladores, com a redução do número de secretarias. A mesma atitude firme, ao encontro dos anseios dos paranaenses, foi tomada quando se extinguiu a aposentadoria dos ex-governadores”, lembrou Traiano.

“Também aprovamos a reforma da Previdência, fundamental para equilibrar as finanças do governo e garantir a capacidade de investimento do Estado em infraestrutura, saúde, educação e segurança. O governo precisava desafogar valores que passava mensalmente para o Fundo de Previdência e a reforma proporcionou isso. Foram medidas que miraram o longo prazo. Viabilizaram o futuro”, prosseguiu.

“Algumas matérias aprovadas foram duras e polêmicas, mas não se admite que o Parlamento se acovarde nem fuja de suas responsabilidades. Os interesses imediatos, localizados, nunca devem se sobrepor ao interesse coletivo. No ano que passou Assembleia deu exemplos de responsabilidade e equilíbrio. Graças a essa coragem dos nossos deputados, que tiveram o desassombro de aprovar matérias do interesse do Paraná, esperamos um ano de 2020 mais tranquilo e com grandes conquistas para os paranaenses”, concluiu.

Brasil, Curitiba, Economia, Estadual, Turismo,

Grupo Taj prepara nova unidade em Curitiba

O Grupo Taj iniciou, na noite desta segunda-feira (20), os preparativos para a inauguração de sua nova unidade em Curitiba, prevista para a próxima semana.

O estabelecimento, no Shopping Müller, irá se soma ao tradicional bar temático no bairro Batel e as unidades de Foz do Iguaçu e Balneário Camboriú (SC) e Assunção, no Paraguai.

Na foto acima, o sócio do Taj, Gustavo Ferreira e o diretor do grupo Gustavo Todeschini, ladeando o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Fábio Aguayo. À direita o vice-presidente financeiro da entidade, Gustavo Grassi.

Brasil, Curitiba, Estadual, Justiça, Política,

Veja os bastidores da política em Cambé e Rolândia e mais, na CabezaNEWS

Política do Norte O jornalista Claudio Osti contou em seu blog, o Paçoca com Cebola, como andam os humores dos políticos em municípios do Norte do Paraná. Em Cambé City, na região de Londrina, os entendidos da política local dizem que a disputa eleitoral vai ser, digamos, divertida e que nem mãe Dinah consegue prever o desfecho. Os nomes que surgem Benê Filho, Conrado Scheller, Alexandrino, João Pavinato, Paulo Soares e Estela Camata, seriam fortes mas em regiões diferentes. Nenhum ainda teria conquistado a região do outro.

Profusão A temperatura está alta em Rolândia, informa Osti, quando o assunto é a sucessão do prefeito Luiz Francisconi. Vários personagens da política local já estão colocando seus nomes na mesa para tentar viabilizá-los. É a famosa sondagem do humor do povo.

Profusão II Entre os que estão de olho na conturbada cadeira de prefeito da cidade estão o atual vice Roberto Negrão (PR); o ex-prefeito Zé de Paula (MDB, foto), que também já foi presidente da Câmara; o atual presidente da Câmara, Alex Santana (PSD).

Profusão III E há os que estão morrendo de vontade mas ainda não bateram o martelo, como os vereadores João Ardigo (PSB); Edileine Grigio (PSC); Flávia de Paula (PDT) e o radialista Guilherme Spanguemberg; Renato Sartori e José Carlos Salgueiro, que preside o Conselho de Desenvolvimento da cidade.

Servidores Para 88% dos brasileiros, os servidores públicos que não fazem um bom trabalho deveriam ser demitidos. É o que mostra pesquisa do Datafolha divulgada ontem (19) pela Folha de S.Paulo. Por outro lado, 58% dizem acreditar que a garantia de estabilidade faz com que eles produzam melhor.

Zilda Arns O deputado Luiz Claudio Romanelli lembrou ontem, em artigo à imprensa, os 10 anos da morte da médica sanitarista durante um terremoto no Haiti, onde ela participava de sua última missa. “Me vêm a lembrança a sua ativa participação na Assembleia Legislativa, na aprovação da Lei estadual Antifumo em 2009”, anotou Romanelli.

Ataques em alta O relatório “Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil”, da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), demonstrou que os casos de ataques a jornalistas e veículos de comunicação cresceram 54% no último ano.

Ataques II No período, as agressões saltaram de 135 para 208. Segundo a federação, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi responsável por 58% desse total.

Ronildo Pimentel
Editor

Brasil, Curitiba, Destaques, Economia, Justiça,

Donos de bares e restaurantes de Curitiba recebem cartilha para não cair em golpes

Boa Noite Paraná da RPC destacou ação da Abrabar para conscientizar a categoria

No ano passado, muitos comerciantes foram alvos de golpes, tiveram prejuízos e resolveram dar um bastas nestes picaretas e caras de pau que agem por aí. A informação é do repórter Wilson Kirsche da RPC TV ao abordar a elaboração de uma cartilha pela Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), para alertar a categoria.

O documento lista os golpes e traz dicas de prevenção, destaca o reportagem, que foi ao ar no início da noite desta sexta-feira (17) pela Rede Globo. A equipe visitou bar de uma rede onde a malandragem andou fazendo a festa. Foram cinco golpes nos últimos meses, dois deles registrados pelo sistema de monitoramento de vídeo do estabelecimento.

AQUI para assistir a reportagem

“Neste, o golpista pagou com nota de R$ 100, depois ofereceu dinheiro mais trocado”, contou o repórter. O vendedor ficou confuso com o vai e vem de notas e acabou entregando mais dinheiro do que devia ao golpista.

Em outro vídeo, um homem bem vestido aparece se passou por gerente de um restaurante vizinho, que supostamente estaria no sufoco sem chopp para atender a clientela. Com a ajuda de outro rapaz, pegou dois barris emprestados, prometendo devolver logo depois e desapareceu.

A maquininha de cartão do bar também foi alvo dos marginais. Eles conseguiram enganar a caixa simulando o pagamento numa hora de casa cheia. “Como é um golpista, ele não vai digitar a senha, vai simplesmente digitar o botão de enter”, relata o gerente Marcelo de Siqueira.

Neste momento a máquina vai imprimir um comprovante. “Mas este comprovante, é na verdade um dizendo que a venda não foi autorizada. Só que ele daí tira o cartão fala que não precisa do comprovante dele e vai embora”, completa o gerente.

Alcance
A cartilha, elaborada em conjunto com a Câmara Setorial de Gastronomia da Associação Comercial do Paraná (ACP), está sendo distribuída para 16 mil bares, restaurantes e casas noturnas. O informativo lista 19 golpes aplicados recentemente no comércio”, informa o repórter da RPC.

Também dá algumas dicas para os empresários. Por exemplo, “desconfie de ofertas generosas”, “procure tratar pessoalmente de assuntos financeiros” e “não seja ingênuo, dinheiro fácil não existe”. “Nós estamos fazendo a nossa parte”, diz Fábio Aguayo, presidente da Abrabar.

“Agora vamos tentar qualificar os trabalhadores em áreas que são abordadas por estes golpistas, para que tenham uma prevenção e façam uma checagem antes de tomar qualquer iniciativa”, informa.

A Abrabar não tem uma estatística de casos só de Curitiba, mas cita um levantamento nacional sobre o assunto. A cada cinco segundos, tem alguém tentando aplicar um golpe no comércio. “Um alerta que vale para todo mundo”, completa o repórter da RCP.

Golpes
Entre os mais conhecidos estão o da passagem aérea, do empréstimo e financiamento em nome do falecido, do pecúlio, do falso sequestro, de parentes em dificuldades, consórcio, falso gerente de banco e do bilhete premiado.

Ainda a promoção de programa de TV, da mensagem premiada via celular, da empresa de telefonia, da pirâmide ou programa de ajuda mútua, da ação judicial, da cópia da carteira de identidade, da inspeção de saúde, bancário e renegociação de empréstimo.

A cartilha está disponível para baixar no site www.sindiabrabar.com.br

Na foto acima, golpista paga com nota maior e depois confunde o operador do caixa com notas menores para levar a mais no troco
Foto: Reprodução

Brasil, Curitiba, Destaques, Economia, Internacional, Meio Ambiente, Turismo,

Foz do Iguaçu no topo da lista de líder mundial em viagens online

Ecoturismo do Parque Nacional do Iguaçu, hospedagem e gastronomia garantem destaque ao Destino Iguaçu no serviço

Foz do Iguaçu, a “sede da Maravilha Mundial da Natureza – as Cataratas do Iguaçu”, aparece no topo da lista da EXPEDIA Group, líder mundial de viagens online, informa Ronildo Pimentel no GDia.

O levantamento da plataforma destaca o Destino Iguaçu como um lugar especial que envolve turismo cultural, ecoturismo e gastronomia, junto com capitais brasileiras.

O Ministério do Turismo lembra que Foz do Iguaçu, com aproximadamente 260 mil habitantes, tem no turismo a base de sua economia.

“Com destaque para a Hidrelétrica de Itaipu, que atrai milhões de visitantes e o Marco das 3 Fronteiras, espaço internacional que simboliza o encontro das Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina”, afirma.

Nem só de sol e praia vivem os turistas que visitam os destinos brasileiros, lembra o portal do Ministério.

No país, além de Foz do Iguaçu, outras cinco cidades que não estão no litoral aparecem em destaque entre os dez lugares da plataforma mais procurados pelos viajantes internacionais e domésticos no período de dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

Curitiba
Do Paraná, também aparece em destaque a capital Curitiba, que tem diversas atrações para o lazer dos visitantes. A cidade possui 20 parques, sendo o Jardim Botânico, com estufa de vidro e metal que lembra o antigo Palácio de Cristal de Londres, um dos mais visitados.

Outro atrativo imperdível é a Ópera de Arame, que possui estrutura tubular metálica e o teto transparente, e foi construída na cratera de uma antiga pedreira.

O Centro Cívico é a sede dos três poderes do estado (Executivo Legislativo e Judiciário), ao lado do Museu Oscar Niemeyer, com acervo de mais de 2.200 obras de artistas renomados.

Foto: Roger Meireles

Curitiba, Destaques, Economia, Política,

Ippuc empurra Linha Verde com a barriga, diz MDB

O MDB diz que o Ippuc (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba) está empurrando os problemas da Linha Verde “com a barriga”. A via de 22 quilômetros corta Curitiba de Norte a Sul (do Atuba ao Pinheirinho) e sofre com engarrafamentos, passagem de pedestres e isola os 23 bairros que a circundam.

“De concreto, o presidente do Ippuc (Fernando Jamur), em artigo publicado hoje na imprensa, não oferece nada para resolver os gargalos da Linha Verde. Nós, do MDB, sim: queremos eliminar os semáforos, construir nove intervenções, entre trincheiras e viadutos, e diminuir o seu percusso para o motorista de 60 minutos para 25 anos. Essa proposta é factível”,diz João Arruda, presidente estadual do MDB e pré-candidato a prefeito de Curitiba.

João Arruda considera importante que a Linha Verde antecipe as discussões da pré-campanha. “Os pré-candidatos e até o prefeito, através do presidente do Ippuc, voltaram com o assunto à baila. O mais importante é que precisamos resolver o que se tornou um transtorno ao curitibano: cruzar a Linha Verde em qualquer horário do dia. O MDB tem uma proposta e vamos discuti-la com a população”, disse.

Dinheiro tem – O arquiteto Luiz Forte Netto que elaborou o plano de recuperação da Linha Verde para o MDB também questiona a falta de propostas do Ippuc. “Afinal o Ippuc quer ou não resolver o problema de mobilidade na Linha Verde? A média de obras para transposições tem sido de uma a cada gestão, como ainda serão necessárias nove, no ritmo atual serão necessários 36 anos para realizá-las!”, questiona

Forte Netto argumenta que Curitiba sempre foi um exemplo de rapidez na implantação de obras importantes e citou como exemplo a Rua XV (Rua das Flores) e as canaletas exclusivas para ônibus. “É evidente que demais ações complementares deverão ser implementadas simultaneamente. O orçamento da prefeitura pode direcionar os recursos necessários para a obra ser realizada em quatro anos, sem necessidade de financiamento. Só depende de vontade política”, defende o urbanista.

“Já fui presidente do Ippuc em uma época de afirmação do órgão é sei como as coisa funcionam! Perguntaram à população se ela quer a Linha Verde livre de semáforos em quatro anos ou 36 anos? Tal obra realizada irá ,com certeza, acelerar as demais ações previstas para essa importante via da cidade. Não concorda Ippuc?”, questiona Forte Netto.

Cultura, Curitiba, Justiça, Política,

Ney Patrício projeta candidatura à Câmara de Foz do Iguaçu; MDB articula filiações. Na CabezaNEWS

Nas urnas O secretário da Fazenda de Foz do Iguaçu, Ney Patrício, disse à coluna que está muito próximo da definição para concorrer a um novo mandato na Câmara de Vereadores. “Estamos avaliando todas as variantes, a oportunidade é boa em função do nosso trabalho no governo Chico Brasileiro (PSD). Para o eleitor, será mais uma opção de quem tem algo a ofertar (no legislativo)”, ressaltou.

Urnas II Ney Patrício (PSD) é contador e advogado e já foi vereador, ocupando a presidência da Câmara de Foz na período de 2003 a 2004. Se quiser disputar um novo mandato, terá que se desligar da administração municipal até o final de março.

Ao MDB O presidente estadual do MDB, João Arruda, está convocando os eleitores a se filiar ao partido e participar das eleições municipais de outubro, onde serão eleitos os prefeitos, vices-prefeitos e vereadores dos 399 municípios paranaenses.

MDB II “Eu sei que o momento talvez não seja adequado para isso. Afinal de contas, as pessoas querem se afastar de político, partidos e de candidatos. Mas, dá para fazer diferente de um jeito novo, com propostas novas e ideias que melhoram a vida do povo”, disse Arruda em vídeo postado nas redes sociais.

Prefeitura João Arruda é pré-candidato a prefeito de Curitiba. Os outros três pré-candidatos são o arquiteto Luiz Forte Netto, o advogado Pedro Henrique Xavier e o deputado Requião Filho.

Chapa forte Aliás, o MDB filiou em apenas um dia desta semana, cinco mulheres, todas com a intenção de fazerem parte do grupo do “novo MDB de guerra”. Os organizadores da chapa, José Carlos Chicarelli e Luciano Cajuru, comemoraram, pois estão com 95% da cota feminina completa.

Nazista Um dos pupilos do ideólogo de direita Olavo de Carvalho, Roberto Alvim, foi demitido ontem (17) da Secretaria Especial de Cultura pelo presidente Jair Bolsonaro, após mencionar em vídeo os ensinamentos de Joseph Goebbles, o marqueteiro de Hitler e do nazismo.

Nazista II A declaração de Alvim provocou reações dos presidentes da Câmara, do Senado, do STF e da imprensa internacional. Bolsonaro pediu desculpas a comunidade judaica, principal alvo do nazismo nas décadas de 1930 e 1940.

Edital também Além das críticas às declarações de Alvim, muitas lideranças foram às redes sociais para pedir a anulação do edital anunciado pelo até então secretário de Cultura.

Ronildo Pimentel
Editor

Curitiba, Estadual, Política,

Encontro Estadual do PSB Mulher será dia 25 em Curitiba

A Secretaria Estadual de Mulheres do PSB do Paraná realiza no próximo dia 25, em Curitiba, o encontro “Mulheres na Política” e empossa a nova comissão executiva, com metas às eleições municipais deste ano. A assistente social Maria Ezi Cheiran Neta é a nova presidente do setor no Paraná.

O evento que será realizado das 9 às 13 horas no Condor Hotel e contará com a presença de lideranças nacionais, estaduais e da Secretária Nacional de Mulheres do PSB, Dora Pires, marca o início do processo de renovação da sigla no Paraná que, na próxima eleição, pretende elevar o número de mulheres que ocupam as cadeiras do legislativo e das prefeituras.

O presidente estadual do PSB, Severino Araújo está confiante nas mudanças do cenário político. “O PSB segue pautado para a construção de uma sociedade mais justa que contemple a igualdade entre os gêneros e o fim da discriminação contra as mulheres”, disse.

“Para isso precisamos que participem do processo eleitoral e, assim, das tomadas de decisões nos setores que afetam a classe. A evolução das políticas públicas brasileiras e, por consequência, o desenvolvimento das cidades, dos estados e do país passa pela ampliação da participação da mulher na política”, concluiu.

Dora Pires afirma que o desafio para 2020 é grande. Porém, acredita que a unidade no partido e o fortalecimento de setores como o das mulheres e da juventude podem mudar o quadro atual na conjuntura política do estado e país. “Juntas, temos a força, garra e nome para travarmos a disputa eleitoral, com o objetivo de aumentarmos a representação (nas câmaras de vereadores e prefeituras) e construirmos uma sociedade menos machista e mais mulher”.

A Secretária Nacional disse que ainda há muito que avançar e o compromisso das mulheres do PSB é o de fortalecer a presença em todos os espaços da sociedade, reforçando o compromisso com a igualdade de oportunidades para todas e todos.

“Durante o encontro serão abordados temas para impulsionar a ocupação da mulher em espaços de poder, o fim da violência contra a mulher, a atenção e cuidado com a sua saúde, a luta pela igualdade de gênero no campo do trabalho e o reconhecimento da importância do papel da mulher na sociedade”, disse Maria Ezi Cheiran Neta.

As organizadoras estarão arrecadando alimentos maternos infantis e produtos de higiene do gênero que serão destinados às mulheres em situação de vulnerabilidade. Os participantes podem levar desde latas de leite, papinhas, farinhas e absorventes.

Serviço
Encontro Estadual das Mulheres do PSB do Paraná
Data: 25 de Janeiro (sábado)
Horário: das 9h às 13h
Abertura: Dora Pires, presidente da Secretaria Nacional das Mulheres do PSB
Local: Condor Hotel
Endereço: Avenida Sete de Setembro, 1866 – Centro Curitiba

AQUI para fazer a inscrição gratuita

Foto: Eduardo Matysiak

Curitiba, Destaques, Economia, Internacional, Itaipu, Política,

Escritório fechado em Curitiba; Itaipu unifica atividades em Foz do Iguaçu.

Na capital do Estado, usina usará estrutura cedida pelo Governo do Estado e Copel, quando houver necessidade

A partir desta sexta-feira (17), a usina de Itaipu volta à sua concepção prevista em tratado binacional: manterá sedes somente nas capitais dos dois países, Brasília (Brasil) e Assunção (Paraguai), além das estruturas administrativas nos dois municípios que abrigam a usina, Foz do Iguaçu e Hernandárias.

O escritório de Curitiba já não existe mais. As atividades da binacional, até então mantidas na capital paranaense, agora estão todas concentradas em Foz do Iguaçu, para onde foram transferidos 97 empregados. O Paraguai também analisa a possibilidade de reduzir o fluxo de trabalho em Assunção e passar a atuar mais em Hernandárias.

O escritório na capital paranaense, que inicialmente funcionava apenas em algumas salas, estava abrigado num edifício alugado de 12 andares. Quando foi criado, há mais de 40 anos, o objetivo era facilitar o desembaraço de peças, equipamentos e materiais adquiridos pela usina, no mercado nacional e internacional. Também havia escritórios no Rio de Janeiro e São Paulo, desativados na década de 1990.

Com a modernização dos processos e a abertura de mercado, o cenário mudou. Hoje, com as novas tecnologias digitais, já não é necessário manter estruturas caras fora da cidade que abriga a usina. Por isso, o diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, no cargo desde fevereiro de 2019, determinou o fechamento da estrutura na capital do Estado, em junho do ano passado, o que foi concluído agora em janeiro.

Em termos de custos, até 2023 Itaipu terá economizado R$ 7 milhões com a desmobilização do escritório de Curitiba. Se houver necessidade, como reuniões presenciais na capital, a binacional contará com o apoio do Governo do Estado e da Copel, com a cessão de salas. As relações institucionais com a capital paranaense, pela sua grande importância em todas as esferas, serão mantidas no mesmo nível.

Para o general Joaquim Silva e Luna, a concentração dos empregados no centro de comando da usina possibilitará uma melhor governança. “Nossos empregados terão as diretrizes, em tempo real, de como Itaipu chegará pronta para os desafios pós-2023, quando o Anexo C do Tratado será revisado e a dívida da usina estará totalmente quitada”, explica.

Adaptação
Para a maioria dos empregados transferidos de Curitiba para Foz, a mudança foi tranquila. A empregada Lílian Paparella, por exemplo, diz que se adaptou rapidamente. Ela já tinha experiência nesse tipo de transição, prevista inclusive nos contratos de trabalho – o empregado admitido concorda que poderá atuar no local onde foi contratado ou na cidade para a qual for designado. Lílian entrou na Itaipu para trabalhar no antigo escritório de São Paulo, em 1988. Em 1992, o escritório fechou, a exemplo do que funcionava no Rio de Janeiro, e ela foi transferida para Curitiba.

No processo da atual migração, iniciado em julho, ela fez parte da primeira turma a ser transferida para Foz do Iguaçu, já que cada empregado tinha a opção de escolher a data da mudança. “Eu já morei em Foz e vinha com bastante frequência para a cidade, então conheço bem os processos, as áreas, a usina. Gosto muito daqui”, diz. Lilian atuava na Responsabilidade Social e, por afinidade da função que exercia, foi lotada no Recursos Humanos.

Fotos: Romeu de Bruns