Browsing Category

Curitiba

Cultura, Curitiba, Destaques, Geral,

Em Curitiba, Fagner vai ao O Torto

O cantor Raimundo Fagner está em Curitiba onde se apresenta neste sábado (17) dentro do Sesi Música, projeto do Sesi Cultural do Paraná, em comemoração aos 45 anos de carreira.

Nesta sexta-feira (16), Fagner aceitou convite dos amigos e visitou o Arlindo Ventura, o Magrão, do O Torto Bar, boteco no entorno do tradicional Largo da Ordem da capital paranaense.

No bar temático, em homenagem ao eterno craque do futebol Garrincha, o Anjo de Pernas Tortas, Fagner foi recebido pelo proprietário Magrão.

Como mostra a foto, ele estava acompanhado do técnico de futebol Levir Culpi, o presidente da Abrabar, Fábio Aguayo e o advogado Carlos Zucolotto Junior.

Curta um clássico do compositor Raimundo Fagner

Cultura, Curitiba, Destaques, Economia, Geral, Justiça,

Assembleia conjunta debate parcerias, gestão e soluções para resíduos sólidos em empreendimentos de gastronomia

Reunião será na segunda-feira (19), a partir das 15h na antiga Mesbla da Boca Maldita de Curitiba

As técnicas de gestão com melhores resultados e soluções para lidar com resíduos sólidos em estabelecimentos estarão em destaque na assembleia mensal da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), SindiAbrabar e Federação das Empresas de Hospedagem, Gastronomia, Entretenimento, Lazer e Similares do Paraná (Feturismo).

A reunião conjunta, a partir das 15h da segunda-feira (19), será na sede do Centro Universitário Sociedade Educacional de Santa Catarina, a UniSociesc no Palácio Avenida, na antiga Mesbla da Boca Maldita no centro de Curitiba.

A pauta prevê três apresentações em formato de palestras que irão durar de 10 a 15 minutos. A intenção é repassar aos empreendedores, ações que melhorem o rendimento do estabelecimentos, reforçam Fábio Aguayo (presidente da Abrabar), Gustavo Grassi Severino (vice-presidente SindiAbrabar) e Claudio José Antunes (presidente da Feturismo).

Panorama
A primeira palestra vai tratar da condução do empreendimento tendo como aliado o Software Business ONE de Gestão, Gerência e Compra de Insumos. Serão abordadas também soluções para lidar com os resíduos sólidos, devido às exigências das Prefeituras Municipais, que podem resultar em multas e notificações pelo lixo em excesso e má destinação.

“Vamos também apresentar como andam as negociações salariais com os Sindicatos que representam os nossos trabalhadores”, adiantou Fábio Aguayo. “Para finalizar, o destaque serão as ações contra a Prefeitura sobre a nova cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) para eventos em nossos empreendimentos”, completam Gustavo Severino e Claudio Antunes.

SERVIÇO
Reunião conjunta Abrabar, SindiAbrabar e Feturismo
Dia e horário: 19 de agosto de 2019 às 15h
Onde: UniSociesc – Palácio Avenida – Rua Luiz Xavier, 40 – Centro – Curitiba
Mais informações e confirmações de presença no e-mail contato@sindiabrabar.com.br

Foto: Divulgação

Curitiba, Destaques, Estadual, Política,

MDB precisa conectar as ideias do partido com as pessoas, afirma João Arruda

Ex-deputado federal e atual presidente estadual do MDB fez análises das eleições 2018, do cenário político atual e falou sobre a possibilidade de disputar a prefeitura de Curitiba em 2020

Considerado uma peça importante na nova fase do MDB, o ex-deputado federal João Arruda assumiu a presidência estadual do partido em dezembro de 2018. Poucos meses antes, ele participara do pleito estadual como candidato a governador.

Na ocasião, Arruda contabilizou mais de 700 mil votos e saiu fortalecido, como promessa da política paranaense. Quase um ano após o pleito, Arruda agora é especulado como futuro candidato à prefeitura da capital paranaense.

Em entrevista ao Correio do Povo do Paraná, João Arruda falou que o
resultado das eleições de 2018 era necessário para o ‘momento’ vivenciado pelo país.

“Por mais que considere que os resultados não tenham sido os melhores, nem para o Paraná, nem para o Brasil, acredito que depois disso conseguiremos encontrar o equilíbrio. Foi uma eleição dos incendiários, da extrema-esquerda contra extrema-direita”, disse.

A influência da internet
João Arruda disse entender que “os populistas conseguiram se beneficiar com as tecnologias, principalmente pelas redes sociais”.

De acordo com ele, “apostaram em causar impacto, mesmo que com fake news, desde que a ideia rendesse comentários e curtidas. Algo que muitos políticos acreditavam que não teria retorno eleitoral, mas teve, porém, vendendo uma falsa ideia”.

O sobrinho de Roberto Requião disse esperar que na próxima eleição as pessoas sejam mais criteriosas na escolha de um candidato.

“Temos tempo para a próxima eleição e espero que as pessoas tenham uma escolha mais madura. A população anda revoltada e afastada dos políticos. A economia vai mal e existe uma avalanche de corrupção, então, o povo não busca num político as soluções que ele pode oferecer no exercício do mandato”.

A situação do MDB

Em uma fase de reestruturação e de uma tentativa de conquistar a credibilidade com o povo, o MBD, no entendimento de João Arruda, deve focar em “conectar as ideias do partido com as pessoas”.

“Precisamos convencer as pessoas que só através da política conseguiremos resolver os problemas do país”.

O presidente estadual do partido contou ao Correio que o MDB deve ter, em breve, um novo presidente nacional. Dentre alguns candidatos, ele menciona o nome de Pedro Simon, ex-governador e deputado estadual pelo Rio Grande do Sul.

“Seria bom para o partido. Ele tem um currículo e uma história de vida invejável. Além de quem, possui uma visão social interessante: é ético e, mesmo não sendo um nome novo, ajudaria a limpar a imagem do partido ligada à corrupção”, enfatizou Arruda.

Candidatura à prefeitura de Curitiba
Apontado como nome ideal para concorrer à prefeitura de Curitiba no ano que vem, João não nega a intenção. “Desde que sai do mandato como deputado federal, passei a ter uma nova visão do cenário da cidade”.

“Tenho conversado com a população e visto que a cidade tem muitos problemas. Os bairros afastados do centro têm problemas sérios, com índices de criminalidade e violência muito elevados se comparado às regiões centrais. Existem disparidades na qualidade de vida. A impressão ao percorrer essas localidades distintas é de que existem ‘várias curitibas’”.

“O transporte coletivo precisa ser mais barato. Precisamos investir em tecnologia. As pessoas saem de casa durante a madrugada e vão enfrentar filas nas Unidades de Saúde para serem atendidas após as 7 da manhã”.

“Não há tecnologia estabelecida no serviço público de Curitiba, mesmo com a cidade servindo de referência no assunto para o país. Com a internet, é possível reduzir as filhas tanto dos postos quanto das creches. Eu seria o candidato para fazer uma proposta a cidade. Para isso, é necessário haver um atendimento, uma harmonia dentro do partido”, finalizou.

Curitiba, Destaques, Economia, Estadual, Justiça,

Marginais se passam por hóspedes para furtar bolsas, malas e objetos em Curitiba

Bem vestidos e portando bolsas e malas, eles se valem desta condição para fugir levando pertences dos verdadeiros hóspedes

Nos últimos dias, uma quadrilha cujos integrantes se passam por hóspedes para furtar bolsas, malas e objetos, levando insegurança aos de Curitiba. Na manhã desta quarta-feira (14) eles voltaram à agir, denuncia a Federação das Empresas de Hospedagem, Gastronomia, Entretenimento e Similares do Paraná (Feturismo).

Bem vestidos e portando bolsas e malas, eles se valem desta condição para fugir levando pertences dos verdadeiros hóspedes. A forma de agir foi flagrado por circuitos internos dos estabelecimentos. As imagens com boa definição, já estão de posse da Feturismo, que irá encaminhar às autoridades competentes.

“Estaremos solicitando a Delegacia de Furtos e Roubos que investigue a ação dos marginais e se possível recupere os pertences”, adiantou Fabio Aguayo, vice-presidente de Relações Governamentais e Institucionais da Feturismo.

A entidade está alertando aos proprietários e colabores dos principais hotéis de Curitiba. “Principalmente aos restaurantes e bares, para redobrarem a atenção e o esquema de segurança, especialmente o posicionamento das câmeras para identificá-los”, informou.

Insegurança
O alvo da manhã desta quarta, segundo Aguayo, foi um tradicional hotel do Centro de Curitiba. “Conseguimos imagens nítidas e esclarecedoras, agora vamos pedir apoio dos veículos de comunicação para que propaguem as imagens e os rostos dos marginais e assim sejam denunciados no 190 ou 181, nos números da Segurança Pública”.

“Orientamos aos estabelecimentos da categoria e vítimas que façam o Boletim de Ocorrência para que o poder público tenha um mapeamento dos locais das ações e assim desbaratar as ações criminosas”, completou Aguayo.

Foto: Reprodução

Brasil, Curitiba, Destaques, Política,

Menino veste Rosa e menina veste azul

O maior líder do movimento LGBTI+, Toni Reis, prestigiou a ministra Damares Alves (Mulher e Direitos Humanos), durante entrega de veículos para o Conselho Tutelar em Curitiba.

Na capital do Paraná, Damares também recebeu o título de Cidadã Benemérita, concedido pelo deputado estadual Delegado Fernando Francischini.

Ela é natural de Paranaguá, no litoral do Estado.

Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press

Curitiba, Destaques, Economia, Estadual, Política,

Feturismo convida para a posse de Thais Milena Ribeiro no CCRF

Ato será às 16h da próxima segunda-feira (12), na Secretaria Estadual da Fazenda

A Federação das Empresas de Hospedagem , Gastronomia, Entretenimento e Similares do Paraná (Feturismo) convida empreendedores e amigos da categoria para a posse de sua representante, a advogada tributarista Thais Milena Ribeiro, como titular do Conselho de Contribuintes e Recursos Fiscais do Paraná (CCRF).

O ato, agendado pela presidente do CCRF, Maysa Cristina Prado, para segunda-feira (12), será as 16h no pleno do órgão, que fica no prédio da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefa), na Avenida Vicente Machado, 445 – 1º andar, no centro de Curitiba..

A inclusão de um membro da Feturismo no CCRF, definida no final do mês de julho, é uma demonstração de reconhecimento do governador Ratinho Júnior e do secretário da Fazenda, Renê Garcia, da força do setor na economia do Estado.

Legalidade
A entidade vem se destacando na defesa da legalidade e no combate a comercialização de produtos contrabandeados ou com origem duvidosa, através de notas fiscais falsas, que provocou evasão de divisas e geram concorrência desleal no comércio regularizado do Paraná.

“Aproveitamos a oportunidade para convidar, para participar da solenidade, as ONGs, OSCIPs e outras entidades de controle de gastos públicos e transparência na aplicação correta dos recursos do erário”, comentou o vice-presidente de Relações Governamentais e Institucionais da Feturismo, Fábio Aguayo.

Fotomontagem: Divulgação

Curitiba, Educação, Estadual,

Curitiba tem menor taxa de obesidade em 9 anos

Numa ação de exemplo para o país, Curitiba avança na redução dos índices de obesidade, excesso de peso e uso abusivo de álcool, diminuindo fatores de riscos para doenças cardiovasculares na população. É o que aponta a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2018, do Ministério da Saúde.

Enquanto o Brasil atinge a maior taxa de obesidade dos últimos 13 anos, com 19,8% da população, Curitiba apresenta queda.

Em 2016, o problema atingia 18,9% dos curitibanos. Em 2018 foi para 16%, o menor índice em nove anos na capital paranaense. A redução também é realidade no excesso de peso, que caiu de 54,2% para 50,9%, no mesmo período.

Entre os brasileiros, o consumo abusivo de álcool ficou estável em 17,9%, mas com preocupante aumento entre as mulheres – 42% nos últimos 13 anos (passando de 7,7 para 11%). Já em Curitiba, o consumo abusivo de álcool, depois de atingir 19,1% em 2017, baixou para 14,4% em 2018, abaixo da média nacional. Entre as curitibanas, o hábito também reduziu, de 11,1% para 7,9%, entre 2017 e 2018.

Segundo a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, os bons resultados estão conectados à implantação e fortalecimento de políticas de promoção a saúde e prevenção de doenças do coração, como o Programa Escute o seu Coração.

“O programa Escute o Seu Coração foi pensado para promover saúde e qualidade de vida aos curitibanos, e os resultados começam a aparecer agora”, afirma.

“Tivemos uma redução de 7,1% na mortalidade prematura (30 a 69 anos) por doenças do aparelho circulatório em Curitiba, entre 2016 a 2018”, comemora.

Ainda de acordo com o Vigitel 2018, a mudança de hábitos refletiu também na redução da frequência de adultos com diagnóstico médico de hipertensão arterial e diabetes. Em 2016, a média de hipertensos adultos foi de 25,9% na capital. O percentual caiu para 21,6% em 2018 – um impacto de 64.500 pessoas a menos. Quanto a diabetes, o índice foi de 9,6% para 6,8%, no mesmo período, uma redução 42.000 curitibanos acometidos pela doença.

Não ao tabagismo
Outra boa notícia trazida pelo Vigitel 2018 é que Curitiba deixou pra trás o título de “Capital do Fumo”, após dois anos seguidos. Com 11,4% da população fumante, a cidade caiu do primeiro para o terceiro lugar do ranking das capitais com o maior número de fumantes, atrás de Porto Alegre (14,4%) e São Paulo (12,5%).

A prática de atividades também vem, aos poucos, conquistando os curitibanos. Em 2016, 39,3% em 2016 afirmou praticar ao menos 150 minutos de atividade de intensidade moderada por semana. Em 2018, esse percentual subiu para 41,3%. Além disso, a pesquisa mostrou que houve ainda a redução no índice de inatividade física, que caiu de 14,0% para 10,8%, no mesmo período.

Escute o Seu Coração
O Escute o Seu Coração é um programa da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, que estimula estilos de vida saudáveis e a promoção da saúde, a prevenção de doenças cardiovasculares, a melhoria de protocolos na atenção ambulatorial básica e especializada e da assistência na urgência e emergência, garantindo que o paciente esteja no local certo, no momento correto.

No Portal do Escute o Seu Coração, os visitantes podem testar comportamentos e identificar o que precisa ou não ser mudado, informar-se sobre um estilo de vida mais saudável e os serviços oferecidos pela Prefeitura de Curitiba.

Curitiba, Destaques, Educação, Estadual, Política,

Trânsito Mais Seguro da Abrabar terá ações nas principais cidades do Paraná

Iniciativa envolve poder público, indústria de bebidas, empresas de tecnologia e mobilidade de trânsito e de gastronomia e entretenimento

As ações de conscientização para um Trânsito Mais Seguro da Associação de Bares e Casas Noturnas (Abrabar/SindiAbrabar), na semana do Dia Nacional de Trânsito (25 de setembro), serão desenvolvidas nas principais cidades-pólos do Paraná. Nesta quarta-feira (7), o prefeito de Cezar Silvestri Filho confirmou apoio a iniciativa em Guarapuava.

“Nós estamos incentivando parcerias do poder público com o nosso setor, para prevenção e ações para a Semana Nacional de Trânsito”, disse o presidente da Abrabar, Fábio Aguayo.

“Na reunião, o prefeito Cezinha garantiu que Guarapuava é mais uma cidade que nos apóia e vamos apoiar em ações preventivas e de conscientização”, afirmou.

A Abrabar vai levar este ano a campanha Trânsito Mais Seguro, antes mais reservada para Curitiba e região metropolitana, para as principais cidades do Paraná. Aguayo lembra que na última semana foi recebido pelo prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos.

“Além de apoiar nossa campanha, vamos fazer parcerias para melhorar e aprimorar o setor em Cascavel”, disse o presidente após encontro com o prefeito Leonaldo Paranhos.

Trânsito seguro
Na primeira metade de julho, Aguayo se reuniu com os prefeitos Marcelo Belinati e Marcelo Rangel – Londrina e Ponta Grossa, respectivamente. As tratativas com Prefeitura de Foz do Iguaçu, em especial com o secretário de Turismo, Gilmar Piolla, estão bem encaminhadas, adianta o presidente da Abrabar.

O projeto da Abrabar envolve poder público, indústria de bebidas, empresas de tecnologia e mobilidade de trânsito e empreendedores de gastronomia e entretenimento.

“A nossa ideia, de procurar os municípios, é que o cidadão, o turista, o que ele ver de campanha em Curitiba ou nas redes sociais, vai ver em Foz do Iguaçu, Maringá, Londrina, Cascavel, Ponta Grossa … Será um padrão”, disse Aguayo. “A intenção é ter um esboço para que possamos fazer uma grande ação na temporada, quando temos muitos turistas no litoral, ou na Costa Oeste do Estado”, completou.

Em Curitiba, a campanha está sendo discutida com o secretário de Defesa Social, Guilherme Rangel; a Superintendente de Trânsito, Rosângela Maria Battistella; e o diretor da Escola Pública de Trânsito, Claudionor Agibert.

Na foto do alto da nota, Adriano Maier representante da Realmobi e Cidatec, pefeito César Silvestri e Fábio Aguayo, presidente da Abrabar

Brasil, Cultura, Curitiba, Destaques, Estadual, Geral,

Plá, artista de rua famoso de Curitiba, ganha filme, que estreia no dia 14 de agosto

Por Henrique Romanine, especial para Barulho Curitiba

Curitiba possui muitas figuras icônicas e que já são parte integrante do folclore da cidade. De Paulo Leminski ao Oil Man, o que não falta são personas que ajudaram a construir a história cultural da capital paranaense.

Uma delas é o Plá, disparado o artista de rua mais famoso da nossa região. Nascido em Santa Catarina, mais especificamente em Campo Belo do Sul, Ademir Antunes (o Plá) se mudou para Curitiba em 1976, e começou a fazer o seu caminho por aqui, desde então.

Acima, Plá apresenta A Invasão das Bicicletas, uma das composições mais conhecidas do artista em seu tradicional palco, o calçadão da Rua das Flores

Eleito cidadão honorário de Curitiba no ano passado, Plá agora virou filme. Isso mesmo! ‘Plá Rock o Filme’ estreia na Cinemateca, no dia 14 de agosto. Dirigido por GG Valentino, o documentário pretende mostrar ao público um outro lado do músico, que apenas os mais próximos conhecem.

Plá é conhecido por conta de suas mensagens acerca da liberdade e da vida auto-sustentável. Muitos o consideram um profeta da cidade. E ele, como encara o alcance de suas ideias?

“Acredito que exista uma pequena parte de pessoas dispostas a transcender a sociedade. Através do que faço, procuro passar a ideia de desprendimento, de nos focarmos no momento presente. Existem muitas pessoas dispostas a isso, a essa nova concepção de vida”.

Para ele, o lema do “faça você mesmo”, é o caminho da verdadeira felicidade e sabedoria. “Temos que acreditar em nós mesmos, trazer para o externo o que habita no interno, o que temos de bom, de positivo”.

Conhecida por alguns por ser uma cidade fria, não apenas no sentido da temperatura, Curitiba ganha nova definição através da visão de Plá, que revela o motivo de ter escolhido o local para viver.

“Considero uma cidade muito simpática, sempre gostei daqui. Como eu já compunha, decidi me mudar para cá, com o intuito de me aperfeiçoar profissionalmente”.

E ser homenageado com um filme sobre a sua obra, é um motivo de muito orgulho. para ele. “Fico muito contente, muito feliz mesmo. O mundo precisa de vibração, de novas possibilidades. O filme, para mim, representa isso muito bem”.

Produção do filme
GG Valentino, o responsável por levar a obra de Plá para as telas, revela que o processo de filmagem foi bastante tranquilo.

“Eu já conhecia o Plá de vista, e nos aproximamos para valer em 2018. Percebemos uma energia diferente entre nós e decidimos apresentar isso de alguma forma. Acompanhamos ele por um ano, por vários festivais e apresentações, e tudo fluiu de forma muito legal, sem atropelos”.

Segundo GG, um dos maiores destaques foi conseguir realizar uma obra cinematográfica sem apoio de ninguém. “O dinheiro saiu do meu próprio bolso, não contamos com apoio de ninguém, nem da Fundação Cultural de Curitiba. Queríamos mostrar que é possível fazer cinema com a própria grana”.

E Plá não interferiu na produção, muito pelo contrário. Com entendimento entre ambas as partes, tudo fluiu positivamente.

“Havia o risco de acontecer alguns problemas, devido aos nossos costumes serem diferentes dos costumes dele, mas como nos entendemos desde o começo, foi uma tranquilidade total. Foi uma transformação de ambas as partes. Não cortamos nada, tudo que ele falou, está no filme”.

E, em meio a toda a polêmica envolvendo o cinema nacional, como GG avalia o futuro da produção cinematográfica?

“Essa polêmica da Ancine (Agência Nacional do Cinema) é algo complicado. Precisamos de dinheiro do governo, mas conseguimos mostrar que podemos fazer as coisas do próprio bolso. Acho que a dificuldade que possa vir a partir das próximas políticas, pode ajudar a erguer a produção nacional. Temos que, assim como o Plá mesmo diz, pensar positivamente”, finaliza.

Serviço
Lançamento do filme ‘Plá Rock o Filme’
Quando: 14 de agosto, às 20 horas
Onde: Cinemateca Curitiba – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174
Quanto: Gratuito

Curitiba, Estadual, Justiça, Política,

A pedido de Richa, Gilmar suspende audiências da Rádio Patrulha

da Gazeta do Povo

A pedido da defesa do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou suspender as audiências instrutórias da Operação Rádio Patrulha, que estavam marcadas para semana que vem – dias 5, 6, 7 e 8 de agosto. A decisão é desta sexta-feira (2).

“Considerando que o acesso aos atos de colaboração premiada, nos limites da Súmula Vinculante 14 deste STF, é essencial ao exercício da ampla defesa e do contraditório, defiro parcialmente o pedido liminar para suspender as audiências instrutórias (…) até o julgamento do mérito desta Reclamação, o que se dará logo após o retorno das informações solicitadas”, escreve Gilmar Mendes. A Reclamação (Rcl 36177) foi proposta na quinta-feira (1).

A ação penal derivada da Operação Rádio Patrulha tramita na 13ª Vara Criminal de Curitiba, da Justiça Estadual, desde outubro do ano passado. No processo, o tucano responde pelos crimes de corrupção passiva e fraude à licitação. Ele nega. Há outros 12 réus na mesma ação penal.

A defesa de Beto Richa havia pedido acesso aos elementos da colaboração premiada de três delatores – o empresário Tony Garcia, principal delator da Operação Rádio Patrulha; o ex-diretor-geral do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) Nelson Leal; e o ex-diretor de Engenharia, Projetos e Orçamentos da Secretaria da Educação Maurício Fanini. Mas, no último dia 31, o juiz Fernando Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, negou o pedido, daí o recurso ao STF.

De acordo com o juiz, a legislação “garante o sigilo dos elementos de prova relativos a fatos que ainda estão sendo investigados”. “É justamente o caso dos movimentos que permanecem com restrição na visualização, citados pela defesa. Ademais, os movimentos em sigilo citados pela defesa são estranhos à presente ação penal”, pontua Fischer.

“Desse modo, não há que se falar em violação ao direito à ampla defesa se os movimentos sigilosos não dizem respeito a este processo, pois o réu não precisa se defender de algo que não foi objeto da imputação contida na denúncia. Tampouco há que se falar em violação ao contraditório, pois se o conteúdo dos movimentos sigilosos não integra a acusação, não são objeto de discussão e consequentemente não são passíveis de serem contraditados neste processo”, continua Fischer.

Não é a única Reclamação da defesa de Beto Richa no STF. Recentemente, o advogado do tucano, Walter Bittar, já havia questionado o fato de a ação penal derivada da Operação Rádio Patrulha tramitar na Justiça Comum, e não na Justiça Eleitoral. Relator da Rádio Patrulha no STF, Gilmar Mendes ainda não se debruçou sobre a questão.

O caso
Deflagrada em setembro do ano passado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), a Operação Rádio Patrulha apura direcionamento da licitação feita no âmbito do programa Patrulha do Campo e desvio de dinheiro, a partir dos contratos firmados pelo governo do Paraná com três empresas.

O Patrulha do Campo foi lançado em 2011 pelo governo do Paraná. O programa consistia basicamente no aluguel de maquinários das empresas, para utilizá-los em melhorias de estradas rurais.