Browsing Category

Destaques

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, testa novamente positivo para a covid-19

O prefeito Chico Brasileiro, que anunciou nesta semana o início da vacinação contra a covid-19 em Foz do Iguaçu, informou neste sábado, 16, que foi diagnosticado com infecção pelo novo coronavírus. Ele já teve covid em julho do ano passado.

Segundo a equipe médica que atendeu o prefeito, existe a possibilidade de ser um caso de reinfecção, uma vez que houve um intervalo superior a três meses em relação à primeira infecção e foram apresentados sintomas da doença novamente. Neste período, ele realizou outros exames que deram negativo para o vírus. Para a confirmação da reeinfecção, é necessário fazer o sequenciamento genético a fim de definir se a contaminação foi pela mesma cepa do coronavírus.

O prefeito está com sintomas como dores de cabeça, na garganta e no corpo. Ele está em casa, onde seguirá trabalhando, e cumprirá isolamento domiciliar conforme os protocolos de orientação dos órgãos de saúde.

Destaques, Paraná,

Calendário de vencimento do IPVA 2021 começa nesta segunda-feira, 18. Veja como fica do seu veículo!

Data varia de acordo com a placa do veículo. Quitação pode ser feita em 5 parcelas mensais ou à vista, com 3% de desconto.

Os paranaenses proprietários de veículos devem ficar atentos: o calendário de vencimento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) começa nesta segunda-feira (18/01). O vencimento varia de acordo com a placa do veículo.

Em 2021 a novidade é que o pagamento pode ser feito em 5 parcelas mensais com vencimentos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio. Além disso, o contribuinte pode pagar à vista, com 3% de desconto.

Assim como em 2020, os contribuintes não receberão boleto em casa, nem qualquer outro tipo de correspondência. Para emitir a guia de pagamento, basta acessar o site www.fazenda.pr.gov.br/ipva. É preciso ter em mãos o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Apenas com o número do Renavam também é possível pagar o imposto diretamente nos caixas ou canais de atendimento de sete bancos credenciados: Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Bancoop.

A quitação do IPVA é requisito obrigatório para emissão certificado de licenciamento de veículo pelo Detran/PR.

PRAZOS DE PAGAMENTO

À VISTA (bonificação de 3%)

FINAL DE PLACA / VENCIMENTO
1 e 2 / 18/01
3 e 4 / 19/01
5 e 6 / 20/01
7 e 8 / 21/01
9 e 0 / 22/01

PARCELADO (sem bonificação)

FINAL DE PLACA / VENCIMENTO
1 e 2 / 18/01 – 18/02 – 18/03 – 19/04 -18/05
3 e 4 / 19/01 – 19/02 – 19/03 – 20/04 – 19/05
5 e 6 / 20/01 – 22/02 – 22/03 – 22/04 – 20/05
7 e 8 / 21/01 – 23/02 – 23/03 – 23/04 – 21/05
9 e 0 / 22/01 – 24/02 – 24/03 – 26/04 – 24/05

Destaques, Educação, Foz do Iguaçu,

Últimos dias para inscrição no processo seletivo de vagas remanescentes da UNILA

Termina no próximo domingo (17) o prazo para a inscrição no processo seletivo de vagas remanescentes, relativo ao ano de 2020. Podem participar da seleção candidatos que tenham concluído o Ensino Médio até o ano de 2019 e que tenham participado de, pelo menos, uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre 2015 e 2019. No total, estão sendo ofertadas 457 vagas não preenchidas pelo processo SiSU/2020, em 26 cursos de graduação. As normas para a inscrição podem ser consultadas no edital PROGRAD 001/2021 (https://bit.ly/unila_vagas).

As aulas, relativas ao primeiro semestre do ano passado, serão ofertadas de maneira remota, com início em 18 de fevereiro. Para concorrer a uma vaga, o candidato deve ter obtido, no mínimo, 300 pontos na prova de redação e não pode ter zerado em nenhuma das demais provas do Exame. Os candidatos serão classificados de acordo com a média aritmética simples da pontuação obtida nas provas objetivas e na redação do Enem.

A lista de classificados será divulgada no dia 20 de janeiro, dia em que também tem início o prazo para a apresentação dos documentos necessários para a matrícula. No dia 1º de fevereiro, será divulgada a lista com os candidatos que tiveram a matrícula deferida, após análise da documentação. Aqueles que estiverem na lista de espera e desejarem continuar na disputa também deverão encaminhar a documentação. Após a retomada das atividades presenciais, todos os candidatos matriculados deverão apresentar os documentos originais para validação.

Os candidatos que já fizeram a inscrição em março de 2020 não precisam realizar outra – somente os que desejarem alterar o curso escolhido. Para verificar sua inscrição, o candidato deve acessar o Portal Inscreva da UNILA, e clicar na aba “Minhas Inscrições”.

O processo seletivo de vagas remanescentes havia sido suspenso em março do ano passado, em razão da pandemia de Covid-19, que afetou todo o calendário acadêmico da Universidade.

Coronavírus, Destaques, Paraná, Saúde,

Meta do Paraná é vacinar 4 milhões de pessoas do grupo de risco até maio

A vacinação começará por profissionais da saúde que estão linha de frente do combate ao vírus, formado por 272.817 pessoas; população indígena (10.565 pessoas); idosos que moram em asilos e casas de repouso com 60 anos ou mais (12.224 pessoas), além de quilombolas e comunidades tradicionais ribeirinhas.

O planejamento do Governo do Estado aponta para a vacinação contra a Covid-19 de aproximadamente 4 milhões de pessoas no Paraná até o fim de maio. Como o processo estadual vai seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI) elaborado pelo Governo Federal, a tendência é de que a aplicação das doses comece já na próxima semana, abrindo os trabalhos pelos grupos considerados prioritários.

De acordo com o Plano Estadual de Imunização (PEI), a vacinação começará por profissionais da saúde que estão linha de frente do combate ao vírus, formado por 272.817 pessoas; população indígena mapeada em 30 municípios paranaenses (10.565 pessoas); idosos institucionalizados (moradores de asilos e casas de repouso) com 60 anos ou mais (12.224 pessoas), além de quilombolas e comunidades tradicionais ribeirinhas, quantidade que ainda está sendo contabilizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Essa fatia da população será atendida logo na primeira remessa de vacinas que chegar ao Paraná. A estimativa da Sesa é que o Estado receba 100 mil dos 2 milhões de doses do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e pelo Laboratório AstraZeneca. As vacinas serão importadas do Instituto Serum, um dos centros da AstraZeneca para a produção da vacina na Índia, pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto destacou que outras 300 mil doses do imunizante Coronavac, do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo, completarão o conjunto inicial de 400 mil doses. Mas, antes disso, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai se reunir no domingo (17) para discutir os pedidos de autorização para uso emergencial dos imunizantes.

“A orientação do governador Carlos Massa Ratinho Junior é para imunizar o Paraná por inteiro, sem deixar nenhum dos 399 municípios para trás. O nosso lema é Imuniza Paraná”, afirmou o secretário. “Porém, será um processo escalonado que deve durar um ano, que vai andando conforme as doses forem desembarcando no Estado”, acrescentou.

Grupos de risco

Na sequência, logo após o início da campanha e conforme os imunizantes forem chegando ao Paraná, a Sesa planeja vacinar as pessoas que integram o chamado grupo de risco, formado por idosos e pessoas com comorbidades, por exemplo. Os idosos serão divididos por faixa etária. Acima de 80 anos (250.630 pessoas), entre 75 a 79 anos (215.843 pessoas), de 70 a 74 anos (321.432 pessoas), de 65 a 69 anos (439.203 pessoas) e de 60 a 64 anos (554.705 pessoas).

O contingente de moradores do Estado com comorbidades soma 1.172.812. Outros grupos vêm na sequência, totalizando pouco mais de 4 milhões de pessoas. “A ideia é conseguir imunizar o grupo de risco em até 90 dias e aproximadamente quatro milhões de paranaenses até o fim de maio”, ressaltou Beto Preto.

Destaques, Educação, Paraná,

Justiça nega pedido de suspensão do Enem no Paraná

Decisão foi publicada na madrugada deste sábado (16). Pedido tinha sido feito pela Defensoria Pública da União (DPU).

Uma decisão da 20ª Vara Federal de Curitiba negou o pedido da Defensoria Pública da União (DPU) para suspender a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 no estado do Paraná. As provas acontecem a partir deste domingo (17).

A decisão foi publicada por volta das 4h30 deste sábado (16).

Conforme texto, o juiz reconhece o momento vivido em meio à pandemia do novo coronavírus e o direito de todos à saúde, mas afirma que a decisão busca não “prejudicar o direito dos estudantes à realização do Enem, enquanto via de acesso a um conjunto de políticas educacionais”.

Inicialmente, as provas presenciais do Enem estavam marcadas para 1º e 8 de novembro do último ano, mas foram adiadas após demandas de estudantes e parlamentares.

Na decisão, o juiz questionou o critério para a escolha das novas datas do exame. Segundo Flávio Antônio da Cruz, que assina o despacho, a decisão do adiamento “não teria sido escorada, contudo, em critérios científicos, que atestassem a segurança da realização do exame”.

O magistrado ainda fez menção à atual situação da pandemia no Paraná, que, segundo ele, é mais alarmante que a registrada em novembro, data inicial do exame.

Continue lendo em: G1 Paraná

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu,

Com Duty Free, Foz do Iguaçu será “Miami brasileira”

As famílias brasileiras, em viagens de turismo, têm uma verdadeira obsessão por compras. É comum ouvir mais o português do que o inglês nas lojas de Miami (EUA). Agora, porque se deslocar ao território americano, gastar mais dinheiro (passagens, hospedagens e tals) se em Foz do Iguaçu, as compras das mesmas marcas internacionais podem ser feitas com mais segurança, conforto e com os preços (em reais) tão competitivos quanto os de Miami.

De quebra, estão garantidos os passeios às Cataratas do Iguaçu, a Itaipu Binacional, ao Paraguai e à Argentina, entre outros atrativos turísticos da fronteira trinacional.

“Miami é aqui”, reagiu um diretor de uma loja de Duty Free (livre de taxas) que recentemente se instalou num shopping de Foz do Iguaçu. Há ainda a previsão da abertura de mais quatro “lojas francas” na cidade com o mesmo objetivo: venda de produtos de marcas famosas – Lacoste, Apple, Lancôme, Carolina Herrera, além de vinhos do mundo inteiro – em território nacional.

Competitivos – As lojas francas podem ser instaladas nas “cidades gêmeas”. Assim definidas as cidades brasileiras localizadas na fronteira que façam divisa com cidades de um país vizinho, no caso de Foz do Iguaçu, cidades trigêmeas e em breve quadrigêmeas, com a abertura da segunda ponte sobre o rio Paraná ligando a cidade paraguaia de Presidente Franco.

Além de Miami, os preços são competitivos com Paraguai e Argentina. Os produtos – vendidos em reais, parcelados no cartão de crédito em até seis vezes – são tabelados com a cotação oficial do dólar comercial.

Por enquanto a opção é o Liberty Duty Free, instalada no final do ano no Cataratas JL Shopping. A loja vem recebendo um grande volume de turistas, em busca de produtos importados, incluindo bebidas, perfumes e vestuário.

Shopping – O perfil dos compristas brasileiros é familiar e não quer o desgaste de enfrentar uma situação desconhecida. “Vemos um movimento bem grande de turistas de outras regiões, nas redes sociais, as pessoas perguntando querendo saber como funciona, tentando entender a dinâmica do negócio”.

A Cellshop, conhecida do brasileiro pela loja gigante em Ciudad del Este, será instalada no shopping Catuaí Palladium. “Estamos na expectativa. Eu acredito que no início da próxima semana já consigamos passar uma data”, adianta o marketing do shopping.

“Alguns pontos são bem interessantes, entre eles, a facilidade de um shopping com estacionamento, praça de alimentação. As pessoas estão num ambiente climatizado, os preços são interessantes, realmente competitivos, têm a vantagem de pagar suas compras em seis vezes sem acréscimo. Temos a previsão e o interesse de expandir isso a curtíssimo prazo na região”, completou.

Destaques, Foz do Iguaçu, Justiça,

Prefeito de Ciudad del Este, Miguel Prieto, tem recebido ameaças de morte, denuncia família ao MP

O prefeito de Ciudad del Este, Miguel Prieto, tem sido vítima constante de ameaças de morte. A denúncia foi registrada pelo seu pai, Vicente Prieto, junto ao Ministério Público do Paraguai.

De acordo com o registro, as ameaças estariam sendo feitas por desconhecidos se passando pelo vereador Celso “Kelembu” Miranda, informou a rádio La Clave.

O alerta é para exigir que Prieto retire a denúncia feita contra Denis Arsenio Chávez Silva (40), preso na última quarta-feira (13) após supostamente tentar esfaquear o denunciante, em um confuso episódio que teria como pano de fundo um triângulo amoroso.

Ciudad del Este é a capital do departamento do Alto Paraná, na fronteira do Paraguai com o Brasil – região de Foz do Iguaçu e Lago Itaipu.

SEXTORÇÃO

De acordo com as investigações, o agora réu exigiu da família Prieto a quantia de US $ 50 mil em troca da não divulgação de um suposto vídeo com conteúdo sexual, no qual a esposa de Vicente Prieto supostamente aparece com o extorsionário.

Na quarta-feira à noite, uma comitiva de promotores-policiais fez uma batida no imóvel do sujeito e apreendeu várias evidências relacionadas à extorsão de Chávez, que agora aparentemente conta com a ajuda de um desconhecido para obrigar a família Prieto a retirar a reclamação ou pelo menos negar o fato.

De acordo com a denúncia, a ameaça vem de um número que aparece na companhia telefônica pessoal (0972-757-708).

Destaques, Paraná,

Pedágio: Oeste não aceita tributo disfarçado de outorga

O Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) reiterou a decisão contrária a qualquer modelo que inclua outorga onerosa no processo de concessão das rodovias do Paraná, que vai ocorrer neste ano. “Essa deliberação do conselho de administração reflete o anseio da sociedade paranaense pela redução das exorbitantes tarifas de pedágio”.

O POD reafirma seu posicionamento devido a informações veiculadas na imprensa que fazem alusão à eventual admissão, por parte de deputados da bancada federal do Paraná, do chamado modelo híbrido na licitação para empresas e consórcios à administração das rodovias do estado.

“Não há ilusão: outorga mista, ou não, representa repasse desse custo aos usuários das vias na forma de pedágio mais caro. É um novo tributo”, afirmam representantes do conselho de desenvolvimento.

Outorga é aplicada quando o poder público entrega uma obra pronta para determinada concessionária explorar e realizar a manutenção. Não é o caso das rodovias, que não estão prontas. “Nos últimos 20 anos, os paranaenses pagam pedágio para custear um cronograma de obras que não foi executado. Ou seja, a população e o setor produtivo poderão ser penalizados duplamente pelo governo”.

Há mais de 30 dias, a diretoria do POD enviou ofício a todos os deputados estaduais e federais do Paraná, aos três senadores e ao governo estadual. Até o momento, não houve resposta ao pleito.

Assim, as lideranças do Oeste recolherão adesão a um documento que deixa explícito que a região somente aceita a modelagem de menor tarifa, com diminuição de pelo menos 50% da tarifa do pedágio e investimentos já.

As informações são de Cris Loose.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Paraguai aprova uso emergencial da vacina russa

A Sputnik já está registrada assim em dois países do Mercosul, pois a Argentina também deu a autorização emergencial. Outros países que tomaram a mesma medida foram Bolívia, Venezuela, Argélia, Sérvia e Palestina

Adianta o Valor Investe que o Fundo Soberano da Federação da Rússia anunciou hoje a aprovação da vacina russa Sputnik V pelo Ministério de Saúde do Paraguai para uso emergencial. Isso significa que a autorização foi dada sem testes clínicos adicionais no país, segundo o Fundo.

A Sputnik já está registrada assim em dois países do Mercosul, pois a Argentina também deu a autorização emergencial. Outros países que tomaram a mesma medida foram Bolívia, Venezuela, Argélia, Sérvia e Palestina.

Nesta semana, o CEO do Fundo, Kirill Dmitriev, anunciou que o fundo pediria com a companhia brasileira União Química autorização de emergência à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a Sputnik V.

Alem disso, ele anunciou que acertou com a empresa brasileira para fornecer 150 milhões de doses da vacina — primeiro fornecimento de 10 milhões de doses para o Brasil neste primeiro trimestre.

O preço da dose da Sputnik V é de menos de US$ 10, o que a torna abordável para países em desenvolvimento, na avaliação em Moscou.

A Sputnik tem eficácia de mais de 90% com proteção contra casos severos da covid-19, segundo os russos. Já foi aprovada para uso de emergência em países como Argentina, Bolívia, Argélia, Sérvia e Palestina.

Continue lendo no Valor Investe

Coronavírus, Destaques, Paraná, Saúde,

Estado disponibiliza leitos de UTI para recém-nascidos vindos de Manaus

Pedido foi feito pelo Ministério da Saúde à Secretaria Estadual da Saúde. Já estão disponibilizados 25 Leitos de UTI neonatal – 10 nos Hospitais Monastier e 15 do Rocio, em Campo Largo.

O Governo do Paraná se colocou à disposição para prestar assistência em saúde para 25 recém-nascidos que estão em Unidades de Terapia Intensiva em Manaus. Foram disponibilizados 10 leitos no Hospital Infantil Waldemar Monastier e 15 no Hospital do Rocio, ambos de Campo Largo.

O pedido de ajuda foi feito pelo Ministério da Saúde para a Secretaria da Saúde do Paraná na manhã desta sexta-feira (15), para leitos de UTI neonatal para 61 pacientes recém-nascidos. Do total solicitado, 25 estão disponíveis já a partir desta sexta-feira.

De acordo com o secretário da Saúde, Beto Preto, o Estado está se organizando para acolher esses pacientes. “Recebemos com muita sensibilidade esse pedido para UTI para os bebês. Nos mobilizamos de forma a ajudar humanitariamente esses pacientes com todas as condições que temos aqui”, disse o secretário Beto Preto.  O deslocamento dos pacientes recém-nascidos será de responsabilidade da prefeitura de Manaus. 

HOSPITAL INFANTIL WALDEMAR MONASTIER

A unidade hospitalar voltada para o público infantil é própria do Estado e referência em cirurgia pediátrica de alta complexidade. Fica localizada em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. O hospital tem 84 leitos, sendo 30 de UTI neonatal, 10 UTI pediátrico e 54 de enfermaria.

O Hospital possui atendimento humanizado, exemplo disso é que todas as crianças são acompanhadas o tempo todo por seu familiar ou responsável, incluindo os pacientes em UTI. Cada leito tem uma poltrona confortável para que a pessoa permaneça bem acomodada. Desde que iniciou a pandemia, todos os pacientes e seus acompanhantes passam por um período de isolamento até que fique pronto o resultado do exame para diagnóstico da Covid realizado logo no acolhimento à internação. Esta é uma medida para evitar a transmissão da doença dentro do Hospital.