Browsing Category

Destaques

Cultura, Destaques, Economia, Geral, Turismo,

Promoção do Dreamland para morador de Foz do Iguaçu termina na sexta, 31

Até lá, iguaçuenses podem aproveitar atrações com preços reduzidos

O desconto especial para moradores de Foz do Iguaçu oferecido pelo complexo Dreamland encerra dia 31.

Até lá, os iguaçuenses podem aproveitar as atrações com preços reduzidos.

Para conhecer o Museu de Cera, Maravilhas do Mundo ou Vale dos Dinossauros, o iguaçuense paga R$ 15 por atrativo.

Já para aproveitar os drinks artesanais e viver uma experiência gelada, a -15ºC, no maior bar de gelo do Brasil, o Dreams ice bar, o ingresso custará R$ 30.

A promoção tem como objetivo atender aos iguaçuenses que querem viver um dia de turista no parque temático.

Principalmente àqueles que ficaram sem aproveitar a promoção lançada em dezembro que oferecia entrada gratuita.

Para ganhar o desconto

Para receber o benefício, o turista deve apresentar um comprovante de residência oficial e físico no nome do visitante (se for maior de 18 anos) é um documento com foto.

Caso seja menor de 18 anos o documento deverá ser no nome dos pais, com apresentação de documento que confirme o parentesco.

Titulo de eleitor será aceito desde que impresso.

Carteira de trabalho será aceito apenas junto ao titulo de eleitor.

Brasil, Destaques, Justiça, Política,

Defesa de Moro, agronegócio, Solidariedade de olho. Veja estas e mais na CabezaNEWS

Defesa de Moro O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desistiu de recriar o Ministério da Segurança Pública, que hoje está junto com a Justiça, ambas as pastas sob comando do ex-juiz Sérgio Moro. Bolsonaro havia anunciado a possibilidade antes de embarcar para viagem à Índia, na chegada ao país, mudou de ideia. Mesmo assim, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), foi as redes sociais defender Moro no comando das duas pastas.

Moro II “Parabenizo a decisão do presidente de não dividir as pastas da Justiça e da Segurança Pública”, disse Ratinho no twitter. Segundo ele, o ministro “montou uma grande equipe de especialistas que tem trabalhado para diminuir a criminalidade no Brasil. Estamos no caminho certo!”.

Agronegócio O setor foi responsável por 77,6% das exportações do Paraná em 2019. Dos US$ 16,2 bilhões exportados, US$ 12,6 bilhões são dos produtos do agronegócio. Os dados são do Ministério da Agricultura e do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Agronegócio II O desempenho mantive o Estado na 3ª posição no ranking nacional das exportações, correspondendo a 13,02% do volume brasileiro, que foi de US$ 96,8 bilhões, atrás apenas do Mato Grosso (17,22%) e São Paulo (15,63%).

Escadinha Seguindo a tendência nacional, as principais commodities exportadas pelo Paraná foram a soja e as carnes, com destinos como China (soja e frango), Arábia Saudita e Emirados Árabes (frango).

SDD de olho O ex-primeiro secretário da Câmara de Curitiba na legislatura 2011/2012, Celso Torquato, pode voltar a política disputando a próxima eleição pelo Solidariedade. Adianta o Blog do Tupan que o convite foi feito pelo presidente municipal Paulo Rossi, antigo companheiro do período em que ele era filiado ao PSDB.

Torquato II Torquato de 2005 a 2012 foi um dos mais influentes políticos do período e disputou a eleição há oito anos ficando de fora da legislatura 2013/2016, mas assumiu uma secretaria na gestão de Gustavo Fruet (PDT), do qual é ligado politicamente.

Viaduto Começaram ontem (24) os serviços de manutenção da junta do viaduto da PR-445 sobre a Avenida Madre Leônia Milita, em Londrina. Inicialmente, será interditada uma das faixas de rolamento e o acostamento no sentido Londrina – Cambé, das 7h às 17h. A outra faixa permanece liberada.

Em alta O Paraná encerrou 2019 como um dos quatro Estados que mais geraram emprego, com saldo de 51.441 vagas abertas. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados ontem.

PSB Mulher A posse da Comissão do PSB Mulheres que terá como presidente a assistente social Maria Ezi Cheiran Neta, será neste sábado (25). O evento, a partir das 9h no Hotel Condor, marca o início da participação do partido nas eleições municipais de outubro.

Ronildo Pimentel
Editor

Destaques, Estadual, Internacional, Itaipu,

Começa fase de concretagem da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, em Foz do Iguaçu

Já começou a fase de concretagem dos alicerces de sustentação da cabeceira da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, a segunda unindo os dois países na região de Foz do Iguaçu.

Na manhã da última quinta-feira (23), o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, usou as mídias sociais, para mostrar o andamento das obras da Ponte da estrutura sobre o Rio Paraná.

A obra é financiada com recursos do lado brasileiro da Itaipu Binacional, destaca Ronildo Pimentel no GDia.

De acordo com o ministro, a nova ponte, que vai conectar a região do Porto Meira em Foz do Iguaçu ao município de Presidente Franco, no Paraguai, “começa a tomar corpo” no canteiro de obras da margem brasileira.

Os trabalhos, segundo ressaltou Tarcísio de Freitas, estão dentro do cronograma previsto.

Na postagem, o ministro destacou fotos atualizadas da construção. Em mensagem aos seguidores, lembrou que o investimento é um compromisso assumido pelo presidente Jair Bolsonaro, “sendo cumprido graças ao esforço conjunto entre o governo federal, Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), governo do Paraná e Itaipu Binacional”.

A nova ligação entre Brasil e Paraguai, na região de Foz do Iguaçu, começou a ser construída em agosto de 2019, com recursos da margem direita da Itaipu Binacional.

Serão investidos R$ 463 milhões no empreendimento. Deste montante, R$ 323 milhões para a ponte e R$ 140 milhões para a abertura da Perimetral Leste, que dará acesso aos motoristas à BR-277.

O prazo para conclusão, de acordo com o edital, é de três anos. Os recursos para a obra só foram possíveis graças à política de reestruturação da gestão da empresa binacional, comandada há onze meses pelo general Joaquim Silva e Luna, diretor-geral brasileiro de Itaipu.

Foto: Ministério da Infraestrutura

Cultura, Curitiba, Destaques, Economia, Internacional, Turismo,

Super Bowl ao vivo em bares de Curitiba; Abrabar quer incentivar mais promoções

Abrabar quer incentivar mais promoções com transmissão ao vivo de espetáculos esportivos em bares e restaurantes

A final da National Football League (NFL), o famoso Super Bowl, terá transmissão ao vivo com eventos paralelos em pelo menos 30 bares e restaurantes de Curitiba. Durante a decisão de uma das ligas mais populares dos Estados Unidos, no domingo (02 de fevereiro), os estabelecimentos terão promoções especiais com vinhos, drinks e cervejas artesanais a preço fixo.

A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) quer incentivar mais promoções em eventos esportivos de grande massa. “O Super Bowl é assistido por milhões nos Estados Unidos e aqui no Brasil tem muitos fãs e nós, como torcedores, temos que incentivar e dar espaço às transmissões”, diz o presidente Fábio Aguayo.

No ano passado, lembra Aguayo, os jogos com os times brasileiros na Copa Libertadores e da seleção na Copa América, garantiram movimento extra aos bares. “A Abrabar quer cada vez mais transmissões esportivas, dando oportunidade de confraternização entre amigos e movimentando nosso setor”.

As promoções programadas pelos bares e restaurantes de Curitiba vão garantir a animação em uma das transmissões mais esperadas do ano. A participa que vai apontar o campeão da temporada da NFL promete animar não só os torcedores dos Estados Unidos, também os brasileiros que adoram o esporte e torcem pelos finalistas.

Esporte conhecido
O esporte, também praticado no Brasil, cada vez ganha mais adeptos, inclusive na capital do Paraná com o Coritiba Crocodiles, fundado em 2008. O complexo gastronômico Souq é um dos locais que confirmou a transmissão do evento ao vivo, a partir das 20h30. A partida será exibida em todas as TV’s e no telão da casa.

O SOUQ preparou promoções especiais em gastronomia e bebidas para o dia, válidas a partir das 17h até o final da partida. Para comidas, todas as operações da casa (com comidas típicas de vários países do mundo) garantem ao menos uma opção do menu com valores entre R$ 12 e R$ 15. Para bebidas (selecionadas) os valores ficarão fixados em R$ 10: chopp de 500 ml ou vinho/drink em taça.

Sobre o Super Bowl
Essa é a 54ª edição do Super Bowl. O jogo será disputado no Hard Rock Stadium, em Miami Gardens, Flórida, entre o Kansas City Chiefs (campeão da AFC) e o San Francisco 49ers (campeão da NFC).

A Pepsi, patrocinadora do show do intervalo do Super Bowl, anunciou que o espetáculo do ano (momento muito aguardado pelos telespectadores) será comandado por duas latino americanas: Jennifer Lopez e Shakira.

Fotos: Arquivo/Google

Brasil, Curitiba, Destaques, Internacional, Saúde, Turismo,

Aeroportos de Foz do Iguaçu e Curitiba tem aviso sonoro sobre o coronavírus

Os aeroportos de Foz do Iguaçu e de São José dos Pinhais, que atende Curitiba, passaram a contar, a partir desta sexta-feira (24), com aviso sonoro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre o conoravírus.

A mensagem, de um minuto, alerta sobre os sintomas da doença e informa sobre medidas para evitar a transmissão da virose, informa em nota a Infraero.

O aviso sonoro inclui todos os aeroportos administrados pela estatal de aviação, o que inclui os terminais de Londrina e do Bacacheri, em Curitiba.

“A Anvisa informa, se você tiver febre, tosse, ou dificuldade para respirar, dentro de um período de até 14 dias a cidade de Wuhan, na China, deve procurar uma unidade de saúde mais próxima e informar a respeito da viagem”, diz o aviso.

AQUI para ouvir a íntegra do alerta

Outras orientações sobre questões relacionadas ao coronavírus podem ser obtidas no site da Anvisa, orienta a Infraero.

Destaques, Geral, Política,

ELEIÇÕES 2020: MDB projeta eleger bancada com três vereadores em Foz do Iguaçu

Partido quer retornar ao protagonismo no legislativo municipal; Prefeito Nilton Bobato descartou concorrer a novo mandato de vereador

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Foz do Iguaçu reuniu, na noite de quarta-feira (22), os pré-candidatos as eleições municipais de 4 de outubro deste ano, informa Ronildo Pimentel, no GDia.

O partido, que já elegeu quatro vezes o prefeito da cidade, projeta eleger três vereadores, segundo o prefeito em exercício Nilton Bobato. “Vamos trabalhar juntos e construir uma chapa para qualificar a Câmara”, disse.

Nas eleições de 2016, imprevistos afetaram o desempenho nas urnas e o MDB não elegeu nenhum representante na Câmara. O advogado Claudio Rorato desistiu da candidatura a prefeito no início da campanha e o partido só conseguiu registrar a chapa de vereadores as vésperas do pleito, não conseguindo votos para uma cadeira.

“Vamos começar hoje a formar uma comissão para dar suporte jurídico, planejamento estratégico e comunicação aos pré-candidatos”, anunciou o presidente do MDB, Licério Santos. “Na parte jurídica, queremos evitar aborrecimentos com pendências em cima da hora, principalmente com o Cartório Eleitoral”, frisou.

Licério ressaltou que a composição da chapa de vereadores está bem avançada, “haja visto o número expressivo de pessoas que estão hoje aqui para discutir política”, disse. De acordo com ele, é necessário buscar cada vez mais lideranças “sérias, corretas e que pensam no bem da nossa cidade”, completou o presidente.

Consolidar projeto
O prefeito Nilton Bobato, vice-presidente do MDB, destacou que é necessário consolidar o projeto que vem sendo desenvolvido em Foz do Iguaçu na gestão com o prefeito Chico Brasileiro (PSD). “Pegamos a cidade quebrada em 2017 e temos trabalhado muito para garantir as melhorias que ela merece”, disse.

Bobato, que é vice-prefeito, já foi vereador em dois mandatos. “Vamos construir juntos uma chapa para qualificar a Câmara. Todos que estão aqui é por que tem um trabalho já desenvolvido junto à sociedade ao longo de suas vidas”.

“Ninguém acorda pela manhã e diz que vai ser candidato”, frisou ele, descartando concorrer a novo mandato no legislativo. A eleição deste ano será a primeira sem as coligações proporcionais. Em Foz do Iguaçu, cada partido pode inscrever 23 candidatos, 30% das vagas devem de candidaturas femininas.

Para garantir bom desempenho, disse Bobato, é preciso unificar o discurso e as ações. “Com as nossas lideranças, que estão se apresentando, nosso partido tem as condições para eleger três vereadores”, projetou.

Nas próximas semana, o MDB vai promover oficinas para definir as estratégias eleitorais de cada um e do partido. “No entanto, o desempenho eleitoral de cada vai depender da ação individual. É preciso acreditar e trabalhar muito”, “completou.

HISTÓRICO
MDB já foi o maior partido de Foz do Iguaçu e garantiu, desde a retomada do regime democrático em 1985 (até então os chefes do Executivo eram nomeados), a eleição de quatro prefeitos. O primeiro representante eleito foi Dobrandino Gustavo da Silva, para um mandato de três anos (1986-1988).

Em 1988 o MDB elegeu Álvaro Apolloni Neumann que, no decorrer do mandato (1989-1992) acabou migrando para o recém-formado PSDB. Em 1992, Dobrandino se elegeu novamente. O último prefeito do partido foi Celso Sâmis da Silva eleito para o mandato 2001-2004.

Pré-candidatos do MDB confiantes

A reunião, que contou com mais de 70 militantes e simpatizantes, contou com a participação de 15 pré-candidatos à Câmara de Foz do Iguaçu. Na apresentação, coordenada pelo primeiro secretário José Roberto de Assunção, todos demonstraram confiança e boa expectativa com a campanha que se aproxima.

A lista dos participantes inclui Almir Santos, Paulo Puig, Edvaldo Alcântara, Luciano Castilha, Fellipe Barreto, Neusa Assunção, Cristiane (Crica), Jairo Cardoso, Paulinho da Saúde, Daniel Durce, André dos Santos, Carla Conrad, Michimim, Aldair Fagundes e Nivaldo Donato.

Destaques, Economia, Estadual, Política,

Foz do Iguaçu deve receber mais de R$ 17 milhões em ICMS. Veja quanto cada município vai receber

O Governo do Estado deverá transferir R$ 8 bilhões aos municípios paranaenses neste ano. O montante é relativo à cota parte das cidades sobre a arrecadação total de ICMS. Foz do Iguaçu deverá receber mais de R$ 17 milhões.

Neste mês os municípios já receberam cerca de R$ 554 milhões. Nesta semana, a Secretaria de Estado da Fazenda fez o terceiro repasse do ano aos 399 municípios do Estado.

O valor depositado nos cofres das prefeituras na terça-feira (21) foi de R$ 276,9 milhões, incluindo os 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A previsão para 2020 é que as prefeituras disponham de um total de R$ 8 bilhões distribuídos pelos 12 meses, sempre em depósitos semanais, todas as terças-feiras. No ano passado, as administrações municipais dispuseram de R$ 7,7 bilhões e em 2018 de 7,5 bilhões.

Foz do Iguaçu

Para Foz do Iguaçu, o total de repasse líquido de ICMS é de R$ 17.390.510,82, acumulados até 23 de janeiro de 2020.
Repasse Bruto: R$ 12.656.449,53
Repasse Líquido: R$ 10.125.159,64
Fundo de Exportação: R$ 139.305,36
Royalties Petróleo: R$ 2.586,72
IPVA: R$ 47.123.459,10

1 – ICMS – valor referente a cota-parte do ICMS aplicada sobre o Índice de Participação do Município. Valor Líquido já deduzidos 20,00% para o FUNDEB – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização aos Profissionais da Educação, e eventuais valores dados como garantia.
2 – Fundo de Exportação – cota parte do imposto (ICMS) sobre produtos industrializados de Estados exportadores. Valor divulgado corresponde ao valor líquido, já descontados FUNDEB e PASEP.
3 – Royalties Petróleo – cota parte dos royalties – compensação financeira pela produção de petróleo. Lei 7.990/89.
4 – IPVA – Repasse correspondente aos veículos licenciados no Município (50%) sem a dedução do FUNDEB. Não se fundamenta no Índice do FPM.

CÁLCULO – Como previsto nas Transferências Constitucionais, toda semana o Governo do Estado repassa a parcela das receitas estaduais que cabe aos municípios. Dentre essas receitas, a mais importante é a do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cujo valor destinado aos municípios corresponde a 25% do valor arrecadado pelo Estado. O repasse é efetuado com base no Índice de Participação dos Municípios (IPM), calculado pela Secretaria da Fazenda.

A composição desses 25% do ICMS distribuídos aos municípios é formada por 75% do Valor Adicionado Fiscal (VAF); 8% pela produção agropecuária; 6% pelo número de habitantes da zona rural do município em relação à população rural do Estado; 2% pelo número de propriedades rurais cadastradas; 2%, como fator de distribuição igualitária; 2% pelo fator área; e, por fim, 5% pelo fator ambiental, ou seja, aos municípios que tenham parte de seu território integrando unidades de conservação ambiental ou tenham mananciais de abastecimento público.

AQUI para consultar os valores dos repasses

Destaques, Economia, Política,

Em Foz, pagamento em parcela única do IPTU 2020 terá desconto de 10%

Já está disponível no site da prefeitura de Foz do Iguaçu, a consulta do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Os contribuintes poderão pagar o tributo em parcela única com desconto de 10% ou em até 9 parcelas. A cota única e a primeira parcela do imposto serão entregues pelos Correios a partir de fevereiro, as demais parcelas deverão ser impressas no site da prefeitura (clicando AQUI). 

“Conforme prevê a legislação, publicamos ontem (22) no Diário Oficial do Município, o edital do IPTU 2020. Os contribuintes podem pagar o imposto de uma vez só com o desconto de 10%. Já os que preferirem pela opção parcelada podem dividir o valor em até nove vezes. Vale ressaltar também que aquelas pessoas que quitaram o IPTU  à vista nos anos anteriores,  terão o direito ao desconto progressivo”, explicou o secretário da fazenda Ney Patrício.

Pagamento

O pagamento poderá ser realizado nas Casas Lotéricas para valores até R$ 2.000,00 , nos guichês da Caixa Econômica Federal para valores até R$10.000,00 e nos demais bancos credenciados somente pagamento via meio eletrônico para qualquer valor, conforme determinação do BACEN – Banco Central do Brasil.

Parcelamento automático

A opção pelo parcelamento se da pelo pagamento da primeira parcela, que poderá ser feito em até 9 vezes, desde que o valor de cada parcela não seja inferior a uma Unidade Fiscal de Foz do Iguaçu (UFFI), que é de R$ 87,08.  

Desconto progressivo

Os contribuintes que efetuaram o recolhimento integral da parcela única do IPTU nos exercícios anteriores serão beneficiados com a bonificação de desconto progressivo previsto pela legislação municipal. O desconto varia de 2,5% – para um ano – até 15% para até – seis anos consecutivos.

Investimentos

A expectativa em 2020 é arrecadar cerca de R$ 80 milhões. Os recursos serão investidos em diversas obras de pavimentação, drenagem, construções e reformas de escolas, além da implantação de áreas de lazer conforme solicitado pela população durante as edições do Orçamento Participativo em 2019.

Curitiba, Destaques, Economia, Estadual, Geral, Justiça, Política,

Os 4 mil invisíveis nas demissões em Araucária

Artigo de Requião Filho

Poderia começar este texto em homenagem ao dia de Martin Luther King, comemorado na última segunda-feira, 20 de janeiro, e parafraseando-o: “O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”. Qualquer semelhança com o Paraná, não seria mera coincidência.

Afinal, por aqui, ultimamente, os bons falam, enquanto os maus, sorrateiramente, agem nas sombras. Com o anúncio do fechamento da Fábrica de Fertilizantes de Araucária, a FAFEN, a situação ficou ainda mais evidente. Serão 4 mil empregos diretos e indiretos exterminados, em poucos dias.

Não estamos falando de privatização, o que na visão de alguns poderia ser benéfico, mas sim do encerramento das atividades de uma indústria que poderia gerar imensos lucros para o país, se os dados não fossem mascarados. São 4 mil famílias à beira do desemprego e prestes a ser excluídas do mercado de consumo.

Na cidade que recebeu o nome do símbolo de nosso estado, a Araucária, parece também ser simbólica a existência do Governador, dos Senadores e de vários Deputados. Não se escuta um pronunciamento sequer, nem favorável e nem contrário. Mas o que poderíamos esperar?

Para os que foram eleitos e permanecem em silêncio, estas 4 mil pessoas são invisíveis, não há porque se importar com seus empregos, ou se amanhã já não terão como levar comida aos seus filhos ou se não poderão pagar suas contas. Para a turma dos palácios, vale apenas o Estado mínimo e a contenção de gastos.

O que eles não percebem, já que tal informação não deve chegar em suas redes sociais (e também não pode ser encontrada em seus próprios umbigos), é que o aumento do desemprego certamente se refletirá em mais gastos para o Estado, uma vez que os trabalhadores passarão a utilizar tão somente os postos de saúde, as escolas públicas, farmácias populares e todos os serviços públicos.

Quem pagará a conta, no final, será o Paraná e os paranaenses.

Acontece que, no momento em que estes quatro mil desempregados e suas famílias começarem a se valer de seus direitos sociais, estes que hoje não os enxergam e que nada fazem para manter a fábrica de fertilizantes ativa, começarão a sentir o peso de suas más escolhas e de sua omissão.

Talvez, tarde demais, comecem a enxergar a verdadeira crueldade cometida por eles, ao criar um país que não mantém seus trabalhadores dignamente.

Que os “maus”, àqueles mesmos que citei no começo do texto, tenham no mínimo a coragem de defender suas ideias publicamente. Que passem a gritar aos quatro ventos, para quem quiser ouvir, que não se importam com os pobres, com o desemprego, com a desigualdade social. Ou que, ao menos, criem consciência dessa maldade e passem a defender o que importa: emprego, saúde, segurança e educação.

A indiferença, o ficar em cima do muro, tem destino bíblico: “Conheço a tua obra, não é frio nem quente; quem dera fosse frio ou quente. Assim, porque é morno, te vomitarei da minha boca.” (Apocalipse 3:15,16)

Portanto, caros amigos, se confirmado o encerramento das atividades da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados – FAFEN, em Araucária, o custo social, sem dúvida, será imenso! Da mesma forma, o custo nas urnas deve ser ainda maior. Se os Deputados e Senadores do Paraná não querem olhar para estes funcionários ou que os trabalhadores permaneçam invisíveis, espero que tenham ao menos a coragem de assumir seu posicionamento, se pronunciem e digam que só se interessam pelos trabalhadores em época de eleição!

(*) Requião Filho é deputado estadual pelo MDB Paraná.

Foto: @bkzphoto – Igor Barrankievcz

Curitiba, Destaques, Estadual, Política,

Delegado Francischini busca identificar demandas da população de Curitiba. Veja na CabezaNEWS

No trecho O deputado Delegado Francischini, pré-candidato do PSL a prefeito de Curitiba, continua percorrendo os bairros da capitais, “buscando subsídios para o futuro plano de governo”, segundo adianta o Blog do Tupan.

Trecho II Na quarta (22), Francischini percorreu ruas do bairro Cajuru para conhecer a realidade e necessidade dos moradores. Problemas na saúde, segurança e educação estão entre as principais demandas levantadas por ele.

Restaurante Alep O restaurante da Assembleia Legislativa será inaugurado dia 5 de fevereiro. A estrutura, no antigo restaurante dos deputados, será aberto não só a servidores, mas ao público geral que visita a casa do povo diariamente.

Cerveja artesanal “A gravidade envolvendo os fatos é indiscutível. Porém, é preciso estar atento aos exageros midiáticos de alguns setores, que colocam em xeque os procedimentos na indústria, especialmente da nossa categoria, nas vendas no varejo”. Do presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Fábio Aguayo, analisando a repercussão do caso envolvendo a Belorizontina de Minas Gerais.

Armação O ex-vereador de Foz do Iguaçu, Paulo Rocha, participou na quarta (22) da reunião de pré-candidatos do MDB, partido ao qual está filiado. Em 2016, ele chegou a ser preso em um dos desdobramentos da Operação Pecúlio. Sobre o caso, Rocha disse que foi vítima de uma armação.

Armação II “Fui envolvido por uma ligação interceptada, mas não cometi nenhum crime”, disse. Paulo Rocha também reclamou da última eleição, quando o MDB ficou sem candidato a prefeito no início da campanha e a chapa de vereadores só foi registrada na véspera do pleito, quando fez pouco mais de 500 votos.

Projeto O ex-vereador não descartou a possibilidade de concorrer a um novo mandato. “Mas isto só vou anunciar no último instante”, avisou Paulo Rocha.

Jurídico social A reunião do MDB de Foz contou com presença do advogado Almir Santos, que está empenhado em disputar sua primeira eleição. “Já venho fazendo uns trabalhos sociais, com entidades e também no jurídico, que pretendo ampliar para toda cidade se eleito”, disse à coluna.

Sarampo A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população que continue se vacinando contra o sarampo. O novo boletim epidemiológico da doença, divulgado nesta quinta-feira (23), registra 34 novos casos no Paraná em uma semana.

Fazenda Rio Grande O programa Paraná Cidadão, da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, já está com o cronograma do primeiro semestre fechado. A primeira cidade que receberá a feira de serviços, de 12 a 14 de fevereiro, será Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba.

Ronildo Pimentel
Editor