Browsing Category

Economia

Destaques, Economia, Educação, Estadual, Política,

Educação suspende aulas em primeiro dia de greve dos servidores em Foz do Iguaçu

Escolas estaduais em Foz do Iguaçu e região aderem à paralisação; educadores instalam acampamento na Praça da Paz

Servidores estaduais iniciaram greve por tempo indeterminado nesta terça-feira, 25, com ato público em frente ao Núcleo Regional de Educação (NRE) de Foz do Iguaçu. O protesto reuniu professores, pedagogos e funcionários de escolas, além de docentes e técnicos da Unioeste/Foz, profissionais do setor de saúde do estado e estudantes.

Organizado pela APP-Sindicato/Foz, entidade que representa educadores da rede estadual, o movimento concentrou-se desde cedo na frente da sede do NRE. Em seguida, os servidores seguiram em passeata pela Avenida JK até a Praça da Paz, onde foi instalado o “QG da Greve”. O espaço será o ponto de reunião e referência para a categoria durante a paralisação.

Conforme levantamento do sindicato, a partir de dados fornecidos pelas equipes dos estabelecimentos de ensino na manhã desta terça-feira, a paralisação parcial ou total atingiu escolas das cidades da região. Em Foz do Iguaçu, não teve aulas em seis instituições; em 16, as atividades letivas foram parciais; em seis houve aulas. Uma escola está interditada, e outra tem funcionamento somente à noite.

Nas cidades da região, Medianeira registrou paralisação total das escolas; estabelecimentos de ensino em Missal, Ramilândia e Serranópolis tiveram aulas; em escolas de Matelândia, Itaipulândia, São Miguel do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu as aulas foram parciais.

Com a greve unificada, que inclui educação, saúde, segurança pública e outros segmentos, os servidores do Paraná reivindicam o pagamento da data-base, que é a reposição equivalente ao percentual da inflação. Com mais de 17% de defasagem no salário, os funcionários do estado estão desde 2016 com a remuneração congelada.

“Estamos pedindo que o governo respeite um direito que está na lei e pague a reposição referente à inflação. Está demonstrado, com números oficiais, que há dinheiro e não existe nenhum impedimento para o pagamento da data-base”, disse a presidenta da APP-Sindicato/Foz, Cátia Castro. “Não podemos continuar perdendo dois salários todos os anos por causa desse calote”, completou.

A dirigente sindical explicou ainda que outra pauta exigida pelo conjunto de funcionários públicos é a retirada do Projeto de Lei Complementar nº 4/2019, que tramita na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (ALEP). “Com essa proposta, o governador Ratinho Junior quer congelar os salários dos servidores por 20 anos, assim como progressões, promoções, licenças e quinquênio, que são conquistas do plano de carreira dos servidores”, acentuou Cátia Castro.

Governo não apresentou proposta

Secretário de Finanças da APP-Sindicato/Foz, Silvio Borges relembrou que, depois da paralisação dos educadores em 29 de abril deste ano, foi instituída uma comissão de negociação com representantes do governo e dos sindicatos. Segundo ele, os membros indicados pelo estado não apresentaram nenhuma proposta sobre a pauta e se retiraram da mesa de diálogo.

“O governador diz que precisa mais tempo para a negociação. Isso não é verdade. Desde abril nos sentamos à mesa para chegar a um entendimento sobre nossos direitos, mas o governo não propôs absolutamente nada e desapareceu das negociações com os servidores”, frisou. “Nosso movimento nasceu forte, e com visitas a escolas e conversas com os servidores a adesão à greve irá aumentar ainda mais”, completou.

Fonte: APP-Sindicato/Foz

Fotos: Marcos Labanca

Destaques, Economia, Estadual, Política,

Paraná quer ampliar a política de atenção aos cidadãos bolivianos

O embaixador da Bolívia no Brasil, José Kinn Franco, em audiência com Fábio Aguayo (Abrabar) e Rubens Bueno II, secretário de Representação do Paraná

O embaixador da Bolívia no Brasil, José Kinn Franco, tratou na manhã desta segunda-feira (25), de políticas e assuntos de interesse da comunidade boliviana no Paraná.

Kinn Franco recebeu, em audiência na Embaixada da Bolívia, em Brasília, o secretário de Representação do Paraná, Rubens Bueno II e o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar/SindiAbrabar), Fábio Aguayo.

A intenção, segundo os paranaenses, é ampliar os investimentos e os incentivos para as transações comerciais de produtos entre o Estado e a Bolívia.

Fábio Aguayo ficou incumbido de fazer a interlocução do embaixador Kinn Franco e a comunidade boliviana no Paraná.

De acordo com estatísticas dos órgãos ligados à migração dos dois países, existem aproximadamente 300 mil bolivianos residindo no Brasil – cerca de 50 mil estão no Paraná.

O embaixador Kinn Franco comunicou aos paranaenses que fará, em breve, fará uma viagem ao Estado.

“Ele vai visitar o governador Ratinho Júnior e participar da inauguração de uma área no Porto de Paranaguá, que será destinada aos produtos bolivianos”, comentou Fábio Aguayo.

Destaques, Economia, Geral, Política,

Prefeitura investe R$ 10,3 milhões em novo sistema de iluminação pública em Foz do Iguaçu

A Prefeitura de Foz do Iguaçu está investindo R$ 10,3 milhões no novo sistema de iluminação pública com lâmpadas de LED. Nesta etapa, 5.799 pontos de 66 ruas e avenidas de diversos bairros estão sendo contemplados com o sistema, que deve gerar uma economia de aproximadamente 18% na fatura mensal de iluminação. A instalação começou na semana passada.

AQUI para ver mais fotos

Na noite de ontem (24), o prefeito Chico Brasileiro esteve na Avenida das Cataratas vistoriando os serviços que estão em andamento. “Estamos trabalhando incansavelmente para melhorar a iluminação pública de Foz do Iguaçu.

A Prefeitura está investindo neste sistema moderno de LED que trará reflexos positivos no trânsito, na segurança pública, além de melhorar os aspectos estéticos de nossas ruas e avenidas. Com estes investimentos, estamos colocando Foz do Iguaçu entre as cidades do Brasil que mais investem em eficiência energética”, comentou.

Entre as principais vias que receberão o novo sistema de Led estão: Avenidas Paraná, JK, República Argentina, Brasil, Jorge Schimmelpfeng, Costa e Silva, Silvio Américo Sasdelli, General Meira, Mário Filho, Por do Sol, Beija Flor e João Ricieri Maran. O investimento total é de R$ 10.325.990,94 e a previsão é que os trabalhos desta etapa sejam concluídos em até 6 meses.

LUMINÁRIAS EM LED
O novo sistema adotado pela Prefeitura de Foz do Iguaçu busca reduzir o consumo de energia elétrica e consequente, diminuir a despesa com manutenção corretiva e reposição de equipamentos.

O sistema também promove a sustentabilidade e a eficiência no uso de recursos naturais (energia elétrica), com maior economicidade e segurança, além de atender os requisitos técnicos de iluminação pública previstos na ABNT NBR 5101 de 2012.

A substituição das luminárias atuais por luminárias com tecnologia de LED aperfeiçoará a qualidade da iluminação atual e, reduzirá o consumo no mínimo em 55% (cinquenta e cinco por cento) nos pontos em que houver a substituição, correspondendo à uma economia aproximada de 18% do total da fatura mensal de iluminação pública.

Fonte: Assessoria

Destaques, Economia, Estadual, Política,

Projeto restringe mídia em veículos ligados à família do Governador do Paraná

O Deputado Estadual Requião Filho (MDB) protocolou esta semana um Projeto de Lei que veda, no Paraná, a compra de mídia em veículos de divulgação que possuam em seus quadros diretores, parentes do Governador e de seu Vice, Secretários de Estado e Superintendentes.

A ideia é resguardar o interesse público e a moralidade administrativa, diante da atual possibilidade de veiculação de propagandas oficiais do Governo em empresas de rádio e televisão, nas quais integrem em seus quadros societários e acionários, os familiares dos membros do primeiro escalão do Poder Executivo.

“É preciso muito mais do que promessas, mas ações efetivas de combate aos privilégios. Não é de hoje que muitas verbas do poder público são direcionadas à publicidade, mas na atual conjuntura, é importante que se tenha todo o cuidado na hora de distribuir estes recursos, em empresas realmente independentes de interesses políticos”, justificou.

Assista ao vídeo

Destaques, Economia, Geral, Turismo,

Resort Recanto Cataratas investe em ampliação para atender até 1300 hóspedes

Com assinatura ‘Collection’ e abertura prevista para agosto, a nova estrutura terá 224 suítes em estilo contemporâneo compostas por recursos tecnológicos, design e modernidade

O Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, de Foz do Iguaçu (PR), anunciou recentemente a ampliação do empreendimento com a construção de um novo bloco de apartamentos, que começará a funcionar a partir de agosto.

Nomeado como ala Collection, o prédio terá 224 UH’s, todas idênticas e com alto padrão de espaço e de conforto. “Serão suítes em estilo contemporâneo integradas à atual macroestrutura de experiências do nosso resort, tais como qualidade dos serviços de hospedagem, gastronomia, lazer, recursos tecnológicos, entre outros”, destaca o Diretor Comercial do Recanto Cataratas, Edilson Andrade.

Leia mais no site da Revista Hotéis

Brasil, Destaques, Economia, Internacional, Itaipu, Turismo,

Itaipu recebe visitação recorde no feriadão de Corpus Christi

Com mais de 11,5 mil visitantes, o movimento turístico de Itaipu durante o feriado prolongado de Corpus Christi foi o maior deste período e o segundo melhor resultado do ano, atrás somente do Carnaval, quando 15,9 mil pessoas visitaram a usina.

De quinta-feira (20) a domingo (23) passaram pelo Complexo Turístico Itaipu (CTI) 11.528 pessoas, 2,1% acima da expectativa (11.279 visitantes). O dia de maior movimento foi o sábado (22), com 4.321 turistas. Os números são do CTI, responsável pelas visitas turísticas com entrada pela margem brasileira da usina.

A visitação no feriado de Corpus Christi de 2019 foi 7,32% maior em comparação com o mesmo período de 2017. O ano de 2018 não foi considerado em função da greve dos caminhoneiros, que aconteceu na mesma época e comprometeu o fluxo de turistas.

Desta vez, os visitantes que aproveitaram os dias de folga para passear na usina puderam escolher entre os atrativos Itaipu Panorâmica, que possibilita uma visão externa de umas maiores obras da engenharia do mundo; Itaipu Iluminada; Refúgio Biológico; Ecomuseu; Polo Astronômico. O CTI também oferece a exposição Itaipu Natureza, instalada até julho no Shopping JL Cataratas, em Foz do Iguaçu.

O próximo feriado prolongado do ano será em 15 de novembro, mas terá um dia a menos – de sexta-feira (15) a domingo (17).

O resultado de agora aproxima ainda mais Itaipu de um novo recorde histórico anual de visitação. Nos cinco primeiros meses de 2019, Itaipu recebeu 263.409 turistas, diante dos 244.443 visitantes em 2018.

Ao longo do ano passado, a binacional recebeu 1.024.549 pessoas, todas as modalidades de visitação (turística e institucional) e nas duas margens (brasileira e paraguaia).

Brasil, Economia, Política,

Rodrigo Maia: Expectativa é que relatório da reforma da Previdência seja votada nesta semana

Semana decisiva para o governo, com a votação do relatório da reforma da Previdência (PEC 6/2019) na Câmara dos Deputados, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) começa a segunda-feira com uma tropa de choque em seu gabinete.

O relator da proposta, Samuel Moreira (PSDB-SP), pode apresentar nesta semana um voto complementar. Segundo a colunista do G1 Andréia Sadi, a expectativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é que a proposta seja votada na comissão especial também nesta semana. O presidente Jair Bolsonaro já disse que, se atrasar a votação em uma semana, “não tem problema”.

Destaques, Economia, Internacional, Turismo,

Cataratas do Iguaçu recebe a maior visitação turística no feriado de Corpus Christi

O Parque Nacional do Iguaçu registrou, este ano, a maior visitação turística no feriado de Corpus Christi da série histórica a partir de 2016.

Da quinta-feira (20), ao domingo (23), 31.572 pessoas cruzaram o portão da unidade de conservação, em direção às passarelas e mirantes de contemplação das Cataratas do Iguaçu.

O índice superou em mais de 19% o recorde de 2017 (25.639) e a projeção de visitas para o feriadão, que era de 25 mil ingressos

Em 2018, em função da greve dos caminhoneiros, o Parque do Iguaçu recebeu 17.087 nos quatro dias do feriado de Corpus Christi.

Abaixo a estatística enviada pela Cataratas SA, concessionária da área de visitação das Cataratas do Iguaçu:

Corpus Christi 2019 – Parque Nacional do Iguaçu
20/06 (Quinta-feira): 6.629 visitantes
21/06 (Sexta-feira): 9.613 visitantes
22/06 (Sábado): 10.147 visitantes
23/06 (Domingo): 5.138 visitantes

Histórico de visitação total – Corpus Christi
2016: 18.283 visitantes
2017: 25.639 visitantes
2018: 17.087 visitantes
2019: 31.572 visitantes

Brasil, Destaques, Economia, Turismo,

Passagens de Curitiba para Foz do Iguaçu a partir de R$ 239 nas férias de julho. Veja as datas disponíveis!

Excelente oportunidade de visitar as incríveis Cataratas do Iguaçu! Encontramos passagens aéreas para Foz do Iguaçu a partir de apenas R$ 239 ida e volta, com as taxas inclusas saindo de várias cidades brasileiras! O melhor é que há muitas datas nas férias de julho, quando é raro ter esse tipo de tarifa.

O menor valor é de voos saindo de Curitiba, mas tem passagens com origem em São Paulo por R$ 299 nas férias de julho, ou do Rio de Janeiro e mais cidades a partir de apenas R$ 303 ida e volta, taxas incluídas! As informações são do Melhores Destinos.

Agende sua viagem no Site

Brasil, Destaques, Economia, Geral, Turismo,

Veto a gratuidade de bagagem traz boa perspectiva de novos voos no aeroporto de Foz do Iguaçu

Companhia área de baixo custo, que inicia em julho operações em Puerto Iguazú, tem interesse em operar voos em Foz do Iguaçu

O veto do presidente Jair Bolsonaro, a gratuidade de bagagem em voos domésticos prevista na Medida Provisória 863/18 aprovada pela Câmara e Senado, animou o trade turístico de Foz do Iguaçu. A liberação para transporte de bagagens até 23 quilos, era visto com temor pelas companhias aéreas de baixo custo, as low cost.

O texto com ajuste, divulgado na segunda-feira (17), autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiros em empresas do setor com sede no país. As informações são de Ronildo Pimentel, no Gazeta Diário.

A medida, na avaliação do vice-presidente da Associação Brasileiras das Agências de Viagens do Paraná (Abav-PR), Felipe Gonzalez, será muito boa para todo o Brasil.

Foz do Iguaçu, como destino turístico, irá sentir de “imediato”, um impacto positivo. “Tem que considerar que somos trinacional onde três aeroportos servem a região”, analisou.

Na avaliação de Gonzalez (foto acima), os incentivos as companhias aéreas é a “solução” para destinos como o nosso.

“Destinos que ainda não estão caracterizados operacionalmente como ‘hub’ (qu recebe muitos voos). As companhias Low Cost auxiliam grandemente para reduzir o preço do bilhete aéreo para o destino”, afirma o agente de viagem.

“Também estimula a concorrência como foi o caso da Web Jet, que em 2008/2009, operou com seis voos diretos desde os principais aeroportos, estimulando a concorrência e ampliando o número de voos para o destino”, lembrou.

De acordo com Gonzalez, a liberação do capital estrangeiro para companhia aérea em solo brasileiro, também será benéfica para o setor. “Isso estimulará investimentos e capacitará as companhias brasileiras e o mercado poderá ser mais competitivo”, completou.

Incentivo
O diretor de Promoção, Marketing e Eventos do Turismo da Secretaria de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Washington Sena, também afirma que as medidas adotadas pelo governo federal irão impactar positivamente no setor do turismo em Foz do Iguaçu.

“Isso porque já temos negociações em andamento e, se mantivesse a gratuidade, as low costs perderiam o interesse”, disse.

Sena informou que o secretário Gilmar Piolla esteve no Chile esta semana, negociando com as companhias aéreas Latam e JetSmart. A segunda atua no segmento de baixo custo e anunciou para julho operações de voos de Puerto Iguazú até Buenos Aires e Salta, na Argentina, com tarifas a partir de R$ 50,00.

“A JetSmart tem interesse em montar uma operação em Foz do Iguaçu. Se não caísse a gratuidade das bagagens, poderia perder o interesse”, completou.

Procedimento
O veto de Bolsonaro à volta do despacho gratuito de bagagens nas aeronaves gerou controvérsia durante o debate no Congresso Nacional. Pela regra vetada, a gratuidade valeria para bagagem de até 23 quilos em aviões com capacidade acima de 31 lugares, nos voos domésticos.

Com o veto, as empresas aéreas poderão voltar a cobrar pelas bagagens despachadas, ficando os passageiros isentos apenas de bagagens de mão até 10 quilos. O Congresso Nacional, em sessão conjunta de Câmara e Senado, poderá manter ou derrubar o veto presidencial quando vier a analisá-lo. Ainda não há previsão de quando essa matéria será votada.