Browsing Category

Educação

Cultura, Educação, Estadual, Política,

Órgão de estudos do MDB abre 2020 com curso sobre mídias sociais

A Fundação Ulysses Guimarães, órgão de estudos do MDB paranaense, abre suas atividades em 2020, no Estado, com a realização de um curso sobre mídias sociais já com vistas às eleições municipais de outubro.

A capacitação, como adianta Roseli Abrão, será no próximo sábado, 31 de janeiro, no restaurante Madalosso,no bairro Santa Felicidade de Curitiba.

O curso promovido pela FUG, que tem à frente o ex-deputado Nereu Mora (foto), é dirigido a militantes do MDB de Curitiba e Região Metropolitana.

As vagas serão limitadas (50) e os interessados poderão se inscrever pelo e-mail fundaçãoulysesguimarãespr@gmail.com

Curitiba, Destaques, Educação, Estadual, Geral, Política,

Foz do Iguaçu terá duas escolas da rede estadual com tempo integral. Veja nas demais regiões do Paraná

O Governo do Paraná vai implantar, a partir do 10 de fevereiro, a Educação em Tempo Integral (ETI) em colégios da rede pública nas diferentes regiões do Estado.

Em Foz do Iguaçu, o programa será implantado nos colégios estaduais Monsenhor Guilherme na região central e Pioneiros, no Parque Residencial Italia.

O início diferenciado das aulas nas escolas com ETI (nas demais ocorre dia 5 de fevereiro) vai permitir a capacitação das equipes de ensino.

De 3 a 7 de fevereiro eles passarão por formação específica relativa aos novos modelos de gestão e também pedagógico.

Cronograma
A Agência Estadual de Notícias informa que os dias 15 de maio e 20 e 21 de julho, serão reservados ao Estudo e Planejamento no Calendário Escolar 2020 regular, com dias letivos normais aos alunos e equipes das escolas com ETI.

Nestas unidades esse trabalho está concentrado em fevereiro. Durante o ano, os profissionais desses colégios terão diversas formações para adaptação do novo modelo às suas realidades.

O calendário prevê oficinas relacionadas ao componente curricular Projeto de Vida, ações voltadas para o protagonismo juvenil e orientações relativas à gestão escolar.

Prática
As escolas em tempo integral funcionarão em turno único. São nove aulas por dia, com uma hora de almoço e dois intervalos de 15 minutos, totalizando nove horas diárias de atividades e 45 horas semanais.

O protagonismo juvenil e o Projeto de Vida dos estudantes compõem o eixo central do modelo pedagógico das escolas de ETI.

A intenção é orientar o adolescente para descobrir aonde ele quer chegar e, assim, ajudá-lo nessa jornada.

Colégios que serão ETI em 2020

Núcleo Regional de Educação de Assis Chateaubriand – Colégio Estadual Humberto de Alencar Castelo Branco, em Jesuítas e Colégio Estadual Padre Anchieta, em Assis Chateaubriand

Núcleo Regional de Educação de Campo Mourão – Colégio Estadual Machado de Assis de Barbosa Ferraz, em Barbosa Ferraz

Núcleo Regional de Educação de Curitiba – Colégio Estadual João Bettega, em Curitiba

Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu – Colégio Estadual Monsenhor Guilherme, em Foz do Iguaçu e Colégio Estadual Pioneiros, em Foz do Iguaçu

Núcleo Regional de Educação de Laranjeiras do Sul – Colégio Estadual José Marcondes Sobrinho, em Laranjeiras do Sul; Colégio Estadual Professora Elenir Linke, em Cantagalo e Colégio Estadual José de Anchieta, em Quedas do Iguaçu

Núcleo Regional de Educação de Loanda – Colégio Estadual Constantino Marochi, em Santa Cruz do Monte Castelo

Núcleo Regional de Educação de Londrina – Colégio Estadual Dário Vellozo, em Londrina

Núcleo Regional de Educação de Pato Branco – Colégio Estadual Professora Hercília França do Nascimento, em Mangueirinha

Núcleo Regional de Educação de Umuarama – Colégio Estadual Professora Hilda Trautwein Kamal, em Umuarama e Colégio Estadual Malba Tahan, em Altônia

Núcleo Regional de Educação de Pitanga – Colégio Estadual Professora Júlia H. de Souza, em Pitanga

Brasil, Cultura, Destaques, Educação, Internacional,

Mais de 3 mil celebram a passagem do Ano Novo Chinês no centro de Foz do Iguaçu. Veja fotos!

A passagem pelo Ano Novo Chinês pela primeira vez foi celebrada com duas apresentações especiais da Companhia Artística da Província de Henan em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

A primeira no Parque Nacional do Iguaçu, na última sexta-feira (24), com entardecer nas Cataeratas do Iguaçu.

A segunda na noite de sábado (25), contou com mais de três mil pessoas na Praça da Paz, na região central de Foz do Iguaçu.]

As apresentações, acompanhadas pelo prefeito em exercício Nilton Bobato (MDB), mesclaram dança, música e artes marciais dos monges guerreiros de Shaolin.

“Obrigado a todos que colaboraram para o êxito dos dois eventos”, comemorou o secretário de Turimos, Comércio, Indústria e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla.

Os eventos, como destacou Piolla, contaram com ampla cobertura jornalística local e dos maiores veículos de comunicação chineses, como a CCTV e a agência de notícias Kinhua, dentre outros.

“Um agradecimento especial à Embaixada da China no Brasil pela parceria, na figura do amigo, ministro conselheiro de Cultura e Turismo, Shu Jianping”, ressaltou Piolla, em postagem no Facebook.

Que completou: “Ao povo chinês, sobretudo de Wuhan, cidade amiga de Foz do Iguaçu, nossa solidariedade por esse momento preocupante por conta do surgimento de um novo vírus que ameaça a saúde pública mundial”.

Fotos: Christian Rizzi

Destaques, Educação, Justiça,

Blitz na prainha de Três Lagoas fiscaliza 100 veículos e 10 são apreendidos. Ação continua!

A fiscalização seguirá durante todo o fim de semana. Agentes fazem vistorias nos escapamentos dos veículos e chassi e teste de etilômetro

A primeira parte das atividades de fiscalização na praia artificial de Três Lagoas foram concluídas. Na manhã deste sábado, 25, foram fiscalizados cerca de 100 veículos. Destes, uma carreta de barco, um automóvel e 8 motocicleta acabaram sendo apreendidas e removidas ao depósito por estarem irregulares. As informações são da Rádio Cultura.

A fiscalização segue no período da tarde. A Operação está sendo desenvolvida pela Guarda Municipal, Foztrans e Polícia Militar. Coordenada pela Secretaria Municipal de Segurança (SMSP), a ação visa inibir delitos e garantir a tranquilidade das famílias que passarem pelo local.

“A prainha de Três Lagoas é um espaço de lazer e convivência das famílias, infelizmente, no último fim de semana, recebemos relatos de direção perigosa, perturbação de sossego entre outros. Para garantir a tranquilidade das pessoas, juntamente com outros órgãos, vamos intensificar as ações de segurança e fiscalização”, disse o secretário municipal de segurança, Reginaldo da Silva.

AQUI para ver fotos e ler mais no site da Rádio Cultura

Cultura, Curitiba, Educação, Política,

Sem os diretores, nenhum dos avanços que conquistamos na Educação seria possível, diz Bakri

Líder do Governo participou de evento de preparação do ano letivo e garantiu apoio da Assembleia às demandas do setor para 2020

Às vésperas do início do ano letivo nas 2,1 mil escolas estaduais, o deputado Hussein Bakri (PSD) comemorou os avanços na educação do Paraná no primeiro ano da gestão Ratinho Junior (PSD).

Líder do Governo e Presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, o parlamentar parabenizou o trabalho do secretário Renato Feder e, principalmente, dos diretores, a quem chamou de “alma e coração” das escolas.

Com os ajustes feitos no ano passado, Bakri projeta um 2020 com ainda mais avanços no setor, pavimentando o caminho para que o Paraná chegue ao primeiro lugar no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

Na manhã desta quinta-feira (23), Bakri e Feder participaram do ‘Seminário Foco na Aprendizagem 2020′ na Unibrasil, em Curitiba, que reúne os diretores das escolas estaduais do Paraná para um momento de diálogo, formação e planejamento pedagógico.

Durante a abertura do evento, o deputado afirmou que é importante reconhecer a excelência do trabalho dos diretores e manter um canal de diálogo permanente com todos eles, que conhecem de perto as necessidades do dia a dia das instituições.

“Sem os diretores, nenhum dos avanços seria possível. Vocês têm grandes ideias, mas muitas vezes não sabem como colocar isso em prática. Por isso, precisamos fortalecer nosso diálogo, escutar e entender vocês e os professores”, disse o Líder do Governo.

A prova do bom trabalho que vem sendo desenvolvido pela Secretaria da Educação é o recente desempenho dos estudantes no vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Seis em cada dez aprovados (59,79%) no último concurso são oriundos de escolas públicas.

“Esse resultado mostra como precisamos investir e acreditar no ensino público e em nossos jovens, e como a educação básica gratuita pode e deve ser de qualidade, garantindo aos alunos oportunidades de um futuro melhor”, comemorou Renato Feder.

Para 2020, o planejamento a fim de que boas notícias como essa sejam uma constante inclui a implantação de educação exclusiva em tempo integral em 15 escolas espalhadas por todo o estado. Serão nove aulas por dia, com uma hora de almoço e dois intervalos de 15 minutos, totalizando nove horas diárias de atividades e 45 horas semanais.

Além disso, foi assinada durante o evento a liberação de R$ 20 milhões de cota extra do Fundo Rotativo para todas as escolas estaduais. O valor faz parte do programa ‘Escola Bonita’ e será aplicado em diversas melhorias nas instituições conforme a necessidade de cada uma (pintura, reforma, rede elétrica, etc), para garantir uma recepção de qualidade aos mais de um milhão de alunos a partir do dia 5 de fevereiro.

“Esse reforço financeiro é mais uma demonstração de que, apesar das dificuldades, fizemos um belo trabalho ao longo deste primeiro ano. Estou muito animado para os próximos três e manteremos a mesma relação aberta, franca e sempre na base do diálogo”.

“Seguiremos alinhados com a Secretaria da Educação para aprovarmos os projetos importantes na Assembleia e também garantir recursos no orçamento, que permitam um ambiente cada vez melhor para diretores, professores, funcionários, alunos e pais”, finalizou Hussein Bakri.

Economia, Educação, Política, Saúde,

Vereador Narizão destina verbas para saúde, esporte e educação de Foz do Iguaçu

Emendas orçamentárias impositivas, assinadas pelo vereador, contemplam setores que mais necessitam de assistência

Entre as 19 emendas impositivas assinadas pelo vereador Edson Narizão (PTB) constam verbas destinadas ao CMEI Lindoia, Escola Municipal João XXIII, implantação de unidades de saúde e equipamentos para o Hospital Municipal além de recursos para entidades como o Centro de Atenção Integral ao Adolescente – CAIA, Associação Fraternidade e Aliança e a Associação Um Chute Para o Futuro.

As verbas passaram a constar no orçamento do Município e por força de lei o prefeito é obrigado, no decorrer deste ano, a realizar todas as obras e serviços previstas pelo vereador.

Nas emendas coletivas, aquelas assinadas conjuntamente com outros vereadores, Edson Narizão definiu recursos para a saúde como a destinação de verba para a construção de uma Unidade Básica de Saúde entre os bairros 1º de Maio e Cohapar III; e o custeio da aquisição de equipamentos para as unidades do centro cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva, pronto socorro e enfermarias do Hospital Municipal Padre Germano Lauck. Entre os contemplados no esporte estão a associação JUDOFOZ e o Ginásio Costa Cavalcanti.

AQUI para ver as emendas de Edson Narizão no site da Câmara

Brasil, Destaques, Educação, Geral,

Marinha de Foz do Iguaçu recebe inscrição para o concurso da Escola Aprendizes-Marinheiros

Curso começa em janeiro de 2021. Após o estágio probatório, já como militar, candidato terá remuneração bruta de R$ 2.294,50

A Capitania Fluvial do Rio Paraná (CFRP), a Marinha de Foz do Iguaçu, já está com as inscrições para o concurso da Escola Aprendizes-Marinheiros. O procedimento, que prevê a abertura de 900 vagas, vai até o dia 3 de fevereiro e tem um custo previsto de R$ 25,00. O futuro candidato também poderá realizar a inscrição no site Ingresso na Marinha, informa Ronildo Pimentel no GDia.

A Marinha de Foz do Iguaçu, localizada na Rua Barão do Rio Branco, 170, é um dos locais selecionados para a aplicação de prova escrita, prevista para a primeira quinzena de abril. O teste ocorre ainda em Macaé (RJ), Belo Horizonte (MG), Ilhéus (BA), Aracaju (SE), Maceió (AL), João Pessoa (PB), São Francisco do Sul (SC), Uruguaiana (RS), Cuiabá (MT), Palmas (TO), Barra Bonita (SP) e Porto Velho (RO).

Os 900 aprovados participarão de um curso de formação de marinheiros para a ativa com duração de um ano. O concurso, de acordo com o edital, é aberto apenas para homens brasileiros solteiros (sem união estável) que tenham entre 18 e 22 anos completados até 1º de janeiro de 2021. Também é preciso ter concluído o ensino médio e ter altura mínima de 1,54 metro e máxima de 2 metros.

Os resultados do concurso da Marinha serão divulgados na primeira quinzena de dezembro de 2020. O curso de formação começa em 18 de janeiro de 2021. Após a conclusão e finalização do estágio probatório, já como militar, o candidato receberá remuneração bruta de R$ 2.294,50.

Programação
A partir de junho, serão realizadas as etapas de verificação de documentos, avaliação psicológica, inspeção de saúde e teste de aptidão física dos candidatos. O edital, publicado em 5 de dezembro do ano passado, foi retificado, para a inclusão de novos postos de inscrição e a atualização dos valores recebidos pelos aprendizes, grumetes e marinheiros na formação.

A Marinha também exige que o candidato tenha idoneidade moral a ser averiguada. Ainda será preciso estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, não ser réu em ação penal nem ter sido nos últimos cinco anos responsabilizado por ato lesivo ao patrimônio público ou condenado em processo criminal com sentença transitada em julgado (quando não cabe mais recurso).

Capacitação
A formação inicial segundo a Marinha, será sob regime de internato, inteiramente gratuita, com duração de um ano letivo (48 semanas), com disciplinas do ensino básico e do ensino militar-naval. As aulas acontecerão em uma das quatro unidades da Marinha em Fortaleza (Ceará), Recife (Pernambuco), Vila Velha (Espírito Santo) e Florianópolis (Santa Catarina).

No ato da inscrição, o candidato poderá escolher a unidade de sua preferência e a ordem de sua preferência para a formação profissional: Eletroeletrônica, Apoio e Mecânica. Durante o curso, os alunos receberão alimentação, uniforme e assistências médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.

Brasil, Destaques, Educação, Meio Ambiente, Turismo,

Mata Atlântica é escolhida como destino a ser visitado em 2020

Publicação do jornal The New York Times fala sobre o potencial turístico do bioma brasileiro e cita trilhas como a do Parque das Aves como atividade para se conectar com a natureza

A Mata Atlântica foi selecionada pelo jornal “The New York Times”, uma das publicações mais importantes do mundo, em um especial anual com 52 lugares para visitar em 2020. O objetivo é indicar locais para “inspirar, encantar e motivar a explorar o mundo”.

O bioma foi o único destino brasileiro escolhido pelo jornal norte-americano justamente por ser um dos mais ricos ecossistemas do planeta, oferecendo diversas possibilidades de conexão com a natureza. E ele também abriga mais de 3.400 cidades, entre elas Foz do Iguaçu, casa do maior remanescente de Mata Atlântica de interior do Brasil, onde o Parque das Aves está localizado.

A seleção dos destinos é feita a partir de uma pesquisa inicial com os colaboradores da publicação e também correspondentes estrangeiros que sugerem lugares “novos e atraentes”, além de profissionais do setor de viagens.

Jurema Fernandes, diretora administrativa do Parque das Aves, lembra que a publicação sugere atividades na região, como trilhas e escaladas, para aumentar a conscientização das pessoas sobre a importância da floresta e os riscos que corre, criando mais interesse em sua preservação.

“O que o ‘The New York Times’ sugere é que o visitante pode encontrar essa conexão com a natureza em trilhas como a do Parque das Aves. Além de se encantar com sua beleza, ele pode aprender mais sobre a conservação de espécies da Mata Atlântica”, diz.

Cerca de 45% das espécies de aves do Brasil ocorrem na Mata Atlântica, e 213 ocorrem apenas nessa região. Além de ser um dos ecossistemas mais ricos em biodiversidade do mundo, é também o domínio que possui um grande número de espécies ameaçadas de extinção.

Proteção ambiental
Com as questões ambientais ganhando cada vez mais destaque na mídia internacional, o jornal destaca a importância de proteger a Mata Atlântica.

O bioma é um dos mais biodiversos do planeta, com mais de 15 mil espécies de plantas, 298 de mamíferos, 350 de peixes, 200 de répteis e 370 de anfíbios (fonte: SOS Mata Atlântica), porém hoje resta pouco mais de 8% da floresta original, sendo que dois terços da população brasileira vive e depende da região da Mata Atlântica.

“É muito importante que todos conheçam a Mata Atlântica, mas principalmente quem vive nela, ou seja, a maioria da população brasileira. No Parque das Aves trabalhamos para que nossos quase 1 milhão de visitantes por ano aprendam um pouco sobre ela e suas espécies, e saiam do Parque inspirados para mudar algo em suas rotinas que beneficie as florestas”, reforça Jurema.

O Parque das Aves é um Centro de Conservação Integrada de Aves da Mata Atlântica, o único focado nesse bioma no mundo. Seus esforços são guiados principalmente para a conservação das 120 espécies e subespécies de aves da Mata Atlântica em algum grau de ameaça de extinção.

Incentivos para estrangeiros
A publicação lembrou ainda a facilidade para cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão visitarem a região, já que desde junho de 2019, o Brasil não cobra mais vistos para visitantes desses países por um período de até 90 dias.

Sobre o Parque das Aves
Com 25 anos de atuação e 260 colaboradores, o Parque das Aves é a única instituição do mundo focada na conservação de aves da Mata Atlântica. Possui 16 hectares de mata restaurada, 1.300 aves de 130 espécies diferentes, com três viveiros de imersão e um borboletário.

O objetivo do Parque das Aves é atuar investindo significativamente para criar um impacto positivo para as aves da Mata Atlântica, principalmente as 120 espécies e subespécies em risco de extinção.

O Parque das Aves recebe mais de 930 mil visitantes por ano, sendo um dos atrativos mais visitados de Foz do Iguaçu.

Brasil, Destaques, Educação, Internacional,

10 motivos para escolher a UNILA no Sisu 2020

Biblioteca da UNILA tem duas unidades e um acervo de 80 mil volumes

Começou nesta terça-feira (21) o período de inscrições do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). O SiSU é a porta de entrada para ingresso em várias instituições de ensino superior, entre elas a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), a universidade federal de Foz do Iguaçu que tem vocação internacional.

Até sexta-feira (24), às 23h59, estudantes que fizeram o Enem em 2019 podem inscrever-se diretamente no site do SiSU, https://sisu.mec.gov.br. E se você ainda está na dúvida sobre qual Universidade escolher, apresentamos aqui 10 motivos para você concorrer a uma das 823 vagas da UNILA no SiSU 2020.

  1. Cursos de graduação de qualidade
    Ao optar pela UNILA no SiSU você pode escolher entre 28 cursos de graduação, de várias áreas do conhecimento. E embora a UNILA seja considerada uma instituição nova – completou 10 anos em 2020 – seus cursos de graduação já são reconhecidos pela qualidade. Dos 25 cursos já avaliados pelo Ministério da Educação, 24 receberam notas 4 e 5 (muito bom e excelente). O resultado das avaliações institucionais mostram o compromisso da UNILA com o ensino público, gratuito e de qualidade.
  2. Localização privilegiada
    A UNILA é a universidade federal de Foz do Iguaçu, cidade localizada na Tríplice Fronteira entre o Brasil, o Paraguai e a Argentina, a fronteira mais movimentada do Brasil. Uma das unidades da UNILA é o Parque Tecnológico Itaipu (PTI), que fica ao lado da Usina de Itaipu, uma gigante da engenharia, considerada a maior hidrelétrica do mundo em produção de energia. A UNILA também é vizinha de um dos últimos locais de conservação da Mata Atlântica: o Parque Nacional do Iguaçu, um dos trechos de vegetação original da ecorregião da Floresta do Alto Paraná, hoje reduzida a menos de 5% de sua área original. Toda essa região é um grande laboratório a céu aberto para projetos de pesquisa e de extensão desenvolvidos por docentes e estudantes.
  3. Vocação internacional
    A UNILA é uma universidade com os pés fincados em Foz do Iguaçu e a mente voltada para a América Latina. Nesse sentido, os cursos são formatados para que os alunos aprofundem seus conhecimentos sobre a história e a realidade latino-americana. Ao formarem-se, o objetivo é que os egressos sejam capazes de contribuir para solucionar os problemas da região em suas áreas de atuação.
  4. Uma Universidade bilíngue onde circulam várias línguas
    Todo estudante da UNILA tem a possibilidade de aprender (pelo menos) um idioma estrangeiro. Durante os primeiros três semestres, os alunos fazem aulas de Espanhol no Ciclo Comum de Estudos, módulo curricular comum a todos os cursos da UNILA. O estudo do idioma Espanhol é obrigatório, porque a Universidade tem a proposta de ser bilíngue e muitas disciplinas são ministradas por docentes hispanofalantes. Mas, além do espanhol, a UNILA possibilita o acesso a vários outros cursos de línguas gratuitamente. O Programa Permanente de Línguas oferta, anualmente, oportunidades de capacitação de idiomas como guarani, inglês, alemão, grego, italiano, entre outras. As vagas são abertas para a comunidade interna (alunos e servidores) e também para a comunidade externa.
  5. Convivência com a diversidade
    A formação na UNILA acontece em um ambiente universitário culturalmente diverso, com a presença de estudantes de mais de 29 países. Atualmente, a instituição tem alunos de todos os países da América Latina e de países como Síria, Rússia, Angola e Congo. A convivência entre várias culturas e nacionalidades enriquece a formação acadêmica e é apontada como um dos principais diferenciais da UNILA.
  6. Mobilidade internacional
    O intercâmbio com outras culturas também acontece por meio da Mobilidade Internacional, que proporciona uma experiência acadêmica enriquecedora para os estudantes da UNILA. A instituição já firmou convênios de intercâmbio com 36 universidades, do continente americano e europeu. A UNILA também integra o Programa Académico de Movilidad Educativa da Unión de Universidades de América Latina y el Caribe (PAME-UDUAL), que dá acesso a mais 80 universidades da América Latina e do Caribe.
  7. Iniciação Científica
    Durante o período do curso de graduação, os estudantes podem participar de programas da UNILA voltados para o aprimoramento científico-acadêmico e o desenvolvimento de novas competências. A Iniciação Científica (IC), por exemplo, tem o objetivo de despertar a vocação científica e tecnológica, descobrindo talentos potenciais entre estudantes de graduação. Ao ser selecionado pelo programa de IC, seja como voluntário ou bolsista, os alunos têm a oportunidade de acompanhar as pesquisas desenvolvidas por professores – muitos deles considerados referência em suas áreas -, escrever artigos e apresentar os resultados das investigações em eventos científicos dentro e fora da Universidade.
  8. Projetos de extensão
    Os alunos também se envolvem nos projetos de extensão, ações destinadas a integrar a UNILA e os diversos segmentos da sociedade de Foz do Iguaçu e da região. Além de contribuírem para o desenvolvimento da comunidade, a extensão é uma forma dos estudantes colocarem em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula.
  9. Biblioteca latino-americana
    Para promover a difusão do conhecimento e contribuir no ensino, na pesquisa e na extensão, a Universidade conta com a Biblioteca Latino-Americana da UNILA. São duas unidades (PTI e Jardim Universitário), que no total dispõem de um acervo de, aproximadamente, 80 mil volumes entre livros, CDs, DVDs e periódicos. Por meio da Biblioteca, os alunos também têm acesso a várias plataformas online para consulta a livros digitais e normas técnicas.
  10. Pós-graduação
    Desde a graduação, os alunos da UNILA estão em contato com pesquisas e discussões avançadas. Isso permite que, logo após a conclusão do curso, eles continuem a trajetória acadêmica na pós-graduação. Em Foz do Iguaçu, a UNILA é a instituição que concentra o maior número de programas de pós-graduação. São 12 cursos de mestrado e um curso de doutorado, permitindo formação continuada e pesquisas de ponta nas diversas áreas do conhecimento.
Destaques, Educação, Saúde,

Mobilização de Combate à Dengue retira 17 toneladas de lixo em Foz do Iguaçu

Força tarefa com mais de 200 pessoas percorreu mais de 3,2 mil imóveis para orientar moradores na região oeste

Nas primeiras horas do último sábado (18), mais de 200 pessoas, entre agentes de saúde, servidores do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Fazenda, Meio Ambiente e soldados do Exército, além de maquinário, integraram uma força tarefa e percorreram quatro bairros da região oeste, na primeira Mobilização de Combate à Dengue do ano.

“A meta é fazer as visitas não somente para fiscalizar, mas também orientar, esclarecer e tirar dúvidas para que o combate por parte da comunidade possa ser mais efetiva”, disse Jean Rios, Coordenador do Comitê da Dengue.

Durante a visita foram feitas ações como distribuição de sacos de lixos, entrega de cartazes e panfletos nos comércios, notificações e autuações, além de limpeza de bota foras.

A ação espalhou-se ao longo de 100 quarteirões, visitando um total de 3.258 imóveis, dos quais 445 estavam fechados e em outros 66 imóveis foram encontrados foco de mosquitos. Outros 10 imóveis foram notificados e outros 9 foram multados.

Além da distribuição de sacos de lixo e vistoria, agentes e Exército trabalharam em conjunto na orientação dos moradores da Vila Portes, Vila Paraguaia, Jardim América e Jardim Central.

Dessa região também foram removidos ao aterro sanitário, 17 toneladas de lixos que estavam jogados em terrenos baldios da região.

A visita dos agentes foi reforçada com a presença do Exército. “Sem dúvida, quando temos a companhia do Exército, as pessoas ficam mais atentas e menos desconfiadas, a receptividade é muito boa”, disse a agente Alexandra Prestes.

AQUI para ler mais no site da AMN