Browsing Category

Geral

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu, Geral,

Caged aponta aumento na geração de empregos em Foz do Iguaçu

Cidade está entre os dez municípios que mais geraram empregos no Paraná em outubro

O levantamento mensal do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia, aponta que o mês de outubro teve o melhor saldo de geração de empregos de 2020 em Foz do Iguaçu. No mês, foram criadas 723 novas oportunidades de trabalho no município.

O saldo positivo foi resultado das contratações no setor de serviços, que abriu 465 novas vagas. O comércio também contratou mais, somando a criação de 214 oportunidades. Outro setor que empregou em Foz foi a construção civil, que ampliou em 48 o número de vagas. No total foram registradas 1.665 demissões e 2.388 contratações durante o mês.

De acordo com o ranking divulgado pelo Governo do Paraná, Foz está entre os dez municípios que mais criaram empregos no período. Também foram destaque as cidades de Curitiba (11.704), Ponta Grossa (1.771), Maringá (1.413), Londrina (1.256), Cascavel (929), Toledo (597), São José dos Pinhais (546), Pinhais (504) e Apucarana (502).

“É o segundo mês consecutivo de bons resultados. No acumulado do ano, o saldo ainda é negativo. Mas, aos poucos, com a retomada das atividades do turismo, vamos recuperando os empregos perdidos para a pandemia”, avaliou o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Em setembro foram criadas 211 novas vagas de emprego em Foz. No acumulado do ano, o Caged soma 17.499 contratações e 23.220 desligamentos.

Agência do Trabalhador

Na Agência do Trabalhador a oferta de empregos tem registrado um aumento de 20% em relação aos primeiros meses do ano. “Os dados do CAGED indicam uma melhora importante na geração de empregos em nossa cidade. As medidas tomadas pelo prefeito Chico Brasileiro para alavancar o desenvolvimento socioeconômico estão surtindo efeito, a expectativa para os próximos meses é de crescimento nas contratações das áreas de serviços e comércio”, avalia o diretor de Desenvolvimento Socioeconômico e Integração Regional, Pedro Rodrigues.

A Agência do Trabalhador está aberta para atendimento seguindo todos os protocolos de prevenção ao Coronavírus. O uso de máscara é obrigatório ao buscar atendimento. O serviço funciona de segunda a sexta, das 8h as 14h.

Mais informações pelo telefone (45) 3545-5450.

Curitiba, Destaques, Geral, Paraná, Sem categoria,

Polícia Civil do Paraná prende em Curitiba grupo de criminosos que criavam sites falsos para golpes

Vendiam eletroeletrônicos, desde banheiras jacuzzi até televisores de R$ 70 mil. As prisões ocorreram em Curitiba. A PCPR estima que mais de mil pessoas, de diversos lugares do país, já tenham sido vítimas.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu sete pessoas em operação contra empresários suspeitos de criar sites falsos para venda de eletroeletrônicos, desde banheiras jacuzzi até televisores de R$ 70 mil. As prisões ocorreram na manhã desta sexta-feira (27), em Curitiba. A PCPR estima que mais de mil pessoas, de diversos lugares do país, já tenham sido vítimas dos criminosos. 

Os policiais cumpriram três mandados de prisão temporária, dois de busca e apreensão e quatro bloqueios de contas bancárias. Quatro pessoas foram presas em flagrante durante a ação. Também foram apreendidos notebooks, celulares, máquinas de cartão, documentos e cartões de crédito. 

O grupo vai responder pelos crimes de estelionato tentado e consumados, associação criminosa, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos particulares.

Investigação

A PCPR apurou que os indivíduos estavam planejando um novo site para aplicar golpes na última sexta-feira do mês de novembro, a Black Friday, dia popular para realizar compras com desconto.

O trio estaria se dividindo para atender clientes por meio de chats, aplicativo de mensagens e e-mail. Além disso, estariam simulando envio de mercadorias em nome de uma transportadora conhecida através de um site possivelmente clonado. 

Vítimas

Durante as diligências, a PCPR encontrou ainda mais de 200 reclamações registradas por vítimas sobre os sites em que os criminosos operavam. As reivindicações foram encontradas em uma rede própria para esse tipo de assunto. 

Até o momento, 50 vítimas foram ouvidas na delegacia especializada da PCPR. Com a divulgação desta operação, espera-se que outras compareçam até a unidade.

Destaques, Geral, Meio Ambiente, Paraná,

Halo solar no céu chama atenção de moradores no Paraná

Segundo o meteorologista, halo solar é um fenômeno óptico que se forma através dos cristais de gelo das nuvens mais altas e pode ser observado em dias com tempo firme.

Um halo solar fez com que os olhares de moradores do interior do Paraná se voltassem para o céu. O fenômeno chamou a atenção ao brilhar na sexta-feira (27) e neste sábado (28).

Os registros foram feitos em Palotina, Assis Chateaubriand, Cafelândia, Guaíra, no oeste do Paraná, Coronel Vivida, São João, no sudoeste, Ibiporã, Londrina, ambas no norte, Campina da Lagoa e Campo Mourão, no centro-oeste.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Halo-em-Cafelandia-Foto-Supili-Ili-Machinevska.jpg

Um deles foi do Edson Yokota. Ele contou que fez questão de fotografar porque nunca tinha visto nada parecido antes, como um arco-íris em torno do sol.

Edson Yokota disse nunca ter visto um halo solar antes (Foto: Edson Yokota)

Reflexo em cristais de gelo

De acordo com o meteorologista Paulo Hofacker, o halo solar é um fenômeno óptico que se forma através dos cristais de gelo das nuvens do tipo Cirrostratus, que são as mais altas da atmosfera.

Ele explica que a situação acontece quando a luz do sol incide sobre as nuvens de cristais de gelo, assim, ocorre uma refração que proporciona a dispersão da luz solar. Ao olho nu, esse processo aparece com cores semelhantes ao do arco-íris ao redor do sol.

O halo solar acontece em tempos mais firmes, geralmente, antes da chegada de uma frente fria sobre a região, conforme o meteorologista.

O fenômeno é comum, entretanto, pode não ser notado com tanta frequência por causa da claridade do dia.

Imagem feita em Assis Chateaubriand (Foto: Amanda Almeida)

Por: G1

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral, Paraná,

Miss Paraná Globo 2020 é de Verê

Maria Rita dos Santos, de Verê, foi a vencedora entre as 25 representantes de todo o estado, no concurso realizado no último dia 24, em Foz do Iguaçu.

Um verdadeiro desfile de beleza, elegância e desenvoltura foi o que Foz do Iguaçu recebeu na última terça, 24, com o concurso Miss Paraná Globo 2020. A grande vencedora da noite foi a miss Verê, do sudoeste do estado, a representante da beleza do nosso estado, que irá concorrer ao título de Miss Brasil Globo. A vencedora deste evento segue para a disputa do Miss Globo – The Miss Globe. Maria Rita dos Santos recebeu a coroa das mãos da então miss Paraná, Thawany Faria, que também é a atual Miss Brasil Globo e que ficou em quarto lugar no The Miss Globe, realizado no último dia 12, na Albania. Para Thawani as participantes estavam deslumbrantes e foi uma emoção entregar a coroa, “eu vi muitas garotas lindas que esbanjaram muita simpatia e força de vontade em uma competição acirrada! Sempre me recordo dos meus momento ali em cima da passarela e desejo à Maria Rita reinado cheio de alegrias e que continue levando o nome do nosso estado cada vez mais alto”, pontuou.

Os jurados tiveram trabalho para escolher quem seria a mulher mais bonita do Paraná, mas a representante demonstrou ter as características e atributos necessários para receber o título, com uma pitada de atitude. Em segundo lugar ficou Raquel Azevedo, representante de Foz do Iguaçu e em terceiro lugar Laura Benites, de Curitiba.

A cerimônia foi realizada no Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention reuniu 25 misses, representantes de cidades do Paraná. Elas desfilaram com trajes de gala, trajes típicos de suas regiões e trajes de banho. 

Um momento especial do evento foi a participação da miss Paraná infantil, Pietra Pfifer, que veio de Assis Chateaubriand, e também desfilou na passarela do concurso. No concurso também foram coroadas as participantes Nathalia Frankhauser, de Manfrinópolis, como miss Elegância e Isabela Marteli, de Iporã, como miss Simpatia.

Thawany Faria, Miss Paraná e Brasil Globo 2019 e Finalista do Miss Globo 2020

Para eleger a vencedora e as finalistas, o júri foi composto por: Monica Gulin-Miss Paraná 1993, Dr.Sérgio Keinert-Cirurgião Plástico, Jaqueline Frantz-Miss Teen Nations 2006, Lucimara Toledo-Miss Paraná e Miss Brasil 1999, Altino Voltolini-Diretor do Grupo Recanto Cataratas de Hotéis e Resorts em Foz do Iguaçu, Bernadette Mehl-Diretora do Rede B.Well de Spas e Espaços de Bem Estar-Spa Java Jiwa do Recanto, Felipe Gonzalez-Sócio Fundador do Grupo Cassinotur de Turismo Receptivo, Edilson Andrade-Diretor Comercial do Grupo Recanto Cataratas de Hotéis e Resorts em Foz do Iguaçu, Luiza Porto Andrade-Diretora do Vivaz Cataratas Hotel Resort e do Aquamania Parque Aquático, Gilmar Piolla-Secretário Municipal de Turismo, e pela Miss Paraná Globo e Miss Brasil 2019, Thawany Faria, também Finalista do Miss Globe 2019.

O evento contou com a organização de Danilo D’Avila Eventos de Beleza, tradicional organizador em eventos de Miss desde 1978, pioneiro neste segmento no Brasil, e da empresa Certames de Beleza – Foz em Destaque, de Marco Freire, colunista social em Foz do Iguaçu. Danilo considerou que o concurso foi um sucesso! “As participantes estavam comprometidas e o público em geral participou com cuidado, já que estamos em um período de restrições que exige comportamentos de prevenção. Fizemos um evento em um local muito seguro, de acordo com as exigências da vigilância sanitária e tudo correu muito bem. O time foi muito bom, até porque foi uma disputa acirrada até o final”, comemorou.

O diretor geral-brasileiro da Itaipu Binacional, o general Joaquim Silva e Luna,  prestigiou o evento. Ele contou que eventos que chamem a atenção do público para o aparato que aqui existe, com segurança e cuidado como este que foi realizado, sempre são bem-vindos: “São fotos que as meninas divulgam, são matérias na imprensa, são boas impressões que elas e seus convidados levam de nossa cidade e tudo contribui para que lá fora a cidade seja divulgada, além de  ser um entretenimento também para a comunidade local”, complementou.

Organizadores do evento com o general Joaquim Silva e Luna, Diretor-geral da Itaipu Binacional e equipe

Para Altino Voltoline, sócio-proprietário do Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, local onde foi realizado o evento, “este concurso é um exemplo de como é possível se reorganizar para continuar realizando eventos para a sociedade”, pontuou.

Já o diretor comercial Edilson Andrade, afirmou que “É muito importante, muito interessante a criação dessa nova cultura de como fazer um evento de uma maneira diferente, para que as pessoas possam vir experimentar e ver como é seguro, é bacana, é possível e é saudável e ter medo passa a não ter sentido depois de viver essa experiência”, finalizou.

Finalistas do Miss Paraná Globo 2020 Laura Benites de Curitiba, Maria Rita de Verê e Raquel Azevedo de Foz do Iguaçu

Parceiros

O Miss Paraná Globo 2020 conta com o apoio de empresas parceiras em Foz do Iguaçu e Tríplice Fronteira: Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention; Vivaz Cataratas Hotel Resort; Ortoplan Especialidades Odontológicas; Dreams Park Show; B.Well Espaços de Ser e Bem Estar; Java Jiwa Spa; Rafain Churrascaria; Salto Alto Moda & Calçados;  Sonia Camargo Ateliê; Império Pizzaria; Capitão Bar; Marco das Três Fronteiras; Clinica Capobianco de Cirurgia Plástica; Cataratas do Iguaçu S.A; Cassinotur Receptivo; Salão Mulinari; Secretaria de Turismo de Foz do Iguaçu; Instituto Visit Iguassu; Shopping Terra Nova; Kerasys; Yes Models; Meeting Eventos; Vision Art Produções e Aquamania Parque Aquático.

Assessoria de Imprensa: Daniela Pereira – 45 99980-2170

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral, Política,

Bolsonaro volta a Foz do Iguaçu na terça-feira (1º/12). Agenda prevê um encontro com presidente do Paraguai

Detalhes da agenda ainda não foram divulgados

O presidente Jair Bolsonaro tem agenda no Paraná na próxima terça-feira, 1º de dezembro.

Está prevista a visita a Foz do Iguaçu, onde haverá um ato público no Marco das Três Fronteiras. Também é aguardada a presença do presidente Mario Abdo Benitez, do Paraguai.

Detalhes da agenda ainda não foram divulgados.

Em Cascavel

No mesmo dia haverá a inauguração do Terminal do Aeroporto de Cascavel. A informação, no entanto, é que Bolsonaro não deve vir à cidade de Cascavel. Apenas um representante do Ministro da Infraestrutura, que participará da inauguração aqui, usará o mesmo voo. O ministro viria mas foi confirmado com Covid-19.

Por: CGN

Brasil, Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Operação Escudo: Receita Federal retém 145 volumes de remessas postais irregulares

Estima-se que as mercadorias somam aproximadamente R$ 150 mil. Os volumes seguiriam para vários destinos no país.

A Receita Federal do Brasil de Foz do Iguaçu realizou, no âmbito da Operação Escudo, operações no centro de distribuição de remessas postais em Matelândia-PR, no dia 25/11, e Foz do Iguaçu-PR, no dia 26/11, que resultaram na retenção de 145 volumes irregulares.

As ações foram motivadas pela não comprovação de importação regular das mercadorias, seja pela falta de nota fiscal ou outro documento comprovatório de regularidade fiscal, como pela apresentação de documentos comprobatórios suspeitos de serem falsos ou inidôneos.

Após fiscalização, todas as mercadorias irregulares foram trazidas para a sede da Alfândega da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu/PR para verificação minuciosa tanto do conteúdo quanto da documentação referente à postagem. Dentre as mercadorias havia toxina botulínica, remédios abortivos, celulares, suplementos alimentares e outros eletrônicos.

Estima-se que as mercadorias somem aproximadamente R$ 150 mil. Os volumes seguiriam para vários destinos no país.

A Receita Federal disponibiliza telefones de contato para denúncias, de forma anônima, por meio dos números (45) 9 9152-2036 e (45) 9 9134-0100.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Assessoria

Economia, Geral, Paraná,

Produtor de cevada comemora produção, qualidade e preço

Documento publicado semanalmente pelo Deral mostra que, apesar da quebra de 10% em razão da estiagem, a cevada está com qualidade excelente e preço 37% acima da média alcançada em 2019.

A colheita da cevada terminou no Paraná e, apesar da estiagem, o volume e a qualidade da produção são considerados excelentes. Da mesma forma, o preço agrada os produtores. Esse é um dos assuntos do Boletim Semanal de Conjuntura Agropecuária, produzido por técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, referente à semana de 22 a 27 de novembro.

O Paraná é o maior produtor nacional de cevada. Em 2019, foi responsável por 60% do volume. Na atual safra, os produtores paranaenses semearam 63.058 hectares e colheram 261.912 toneladas. O volume poderia ser pelo menos 10% superior não fosse a estiagem em julho e agosto, que afetou as fases de floração e frutificação, quando a exigência pelos recursos hídricos é maior.

Apesar disso, os grãos tiveram germinação acima de 95%, classe 1, que é o melhor padrão para a cevada. Junto com a excelência de qualidade, os preços alcançaram os melhores patamares dos últimos anos. A saca é comercializada por R$ 82,00, valor 37% acima da média de 2019. Cerca de 82% da produção já está vendida.

Para ver mais: AEN

Destaques, Educação, Geral,

UNILA abre licitação para construção de dois edifícios no campus Integração

 A UNILA abriu licitação para a construção de dois edifícios no campus Integração: um destinado a salas de aula e outro para o almoxarifado e arquivo institucional. O campus Integração, localizado na Avenida Tancredo Neves, já abriga três edifícios de dois pavimentos destinados ao alojamento estudantil, o Centro de Convivência e o primeiro bloco de salas de aula, que deve ser concluído até março de 2021.

As licitações serão realizadas na modalidade Regime Diferenciado de Contratações. Os editais, com os projetos básicos e executivos, estão disponíveis no Portal de Editais da UNILA: RDC 01/2020 (bloco de salas) [https://documentos.unila.edu.br/licitacao/1/2020-1], com abertura do pregão no dia 16 de dezembro, e RDC 02/2020 (almoxarifado e arquivo) [https://documentos.unila.edu.br/licitacao/2/2020-1], com abertura do pregão no dia 17 de dezembro, ambos, às 9h01.

A busca da autonomia de infraestrutura é uma das prioridades da Universidade, que, para desenvolver suas atividades administrativas e acadêmicas, aluga imóveis em diferentes áreas da cidade. Com o almoxarifado e os blocos de aulas (1 e 2), será possível transferir atividades dos atuais locais, reduzindo a área de espaços locados. “Esse é o passo inicial. O foco é proporcionar a independência infraestrutural. Com isso, vamos conseguir desmobilizar uma parte dos aluguéis. Um valor significativo que pode, no futuro, ser revertido em novas obras ou investimentos para outras áreas dentro da Universidade, principalmente as finalísticas: ensino, pesquisa e extensão, motivo de a Universidade existir”, argumenta o secretário de Implantação do Campus, Aref Kzam.

Bloco de Aulas

A construção do Bloco de Aulas 2 está orçada em R$ 6.230.337,79, para uma área total de 2.439,88 metros quadrados, divididos em dois pavimentos.

O Bloco 2 será espelhado ao que já está em construção e vai abrigar 10 salas de aula para 50 alunos, 3 salas para 25 alunos, 11 salas para até 3 professores e 3 salas para atendimento individualizado, espaços voltados às atividades administrativas, Protocolo Central, cantina e copa, além das instalações básicas sanitárias e de serviços.

Os dois blocos serão interligados por uma passarela, localizada nos pavimentos superiores, e uma única rampa que dá acesso a ambos. Juntos, os edifícios terão capacidade para receber mais de 2,5 mil pessoas por turno.

Almoxarifado

O Edifício do Almoxarifado e Arquivo terá área total 2.838,19 metros quadrados. O prédio será do tipo barracão, em estrutura pré-fabricada, e fechamento em blocos de concreto, contendo áreas administrativas e de armazenamento de materiais e produtos.

Haverá, ainda, espaço para o arquivo de documentos institucionais, que atualmente se encontram armazenados nos diversos setores da Universidade, ocupando espaços nas unidades administrativas.

Os edifícios estão previstos no Plano Inicial de Edificações, aprovado no segundo semestre de 2019.

Destaques, Geral, Saúde,

2ª Onda de Covid-19: Balneário Jacutinga será fechado por 15 dias

Os municípios do Oeste do Estado têm registrado alta nos casos de Covid-19. Dados da 9ª Regional de Saúde apontam situação de emergência. Em Foz do Iguaçu, a capacidade dos leitos de UTI passou de 95%, sendo já decretada a suspensão de cirurgia eletivas em todo o Paraná.

A Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária de Itaipulândia vem agindo para evitar que isso também aconteça por aqui. Passa a valer a partir de 30 de novembro o Decreto nº 313/2020 que mantém fechado o Balneário de Jacutinga pelo período de 15 dias, ficando proibido o acampamento e a entrada de veículos. Ficará aberto o píer para embarcações e entrada de pedestres.

Paulo Carvalho, secretário de Saúde, orienta que é necessário retomar os cuidados para que a Covid-19 não cresça em Itaipulândia: “Nós vamos fazer de tudo para manter as pessoas salvas, nosso comércio aberto e a economia girando. Por isso estamos agindo em outras frentes de trabalho”.

Brasil, Destaques, Geral, Saúde, Sem categoria,

Ponte Tancredo Neves: proposta de protocolo sanitário será entregue a autoridades da Argentina

Em reunião do Conselho de Desenvolvimento Trinacional (Codetri), nessa quarta-feira, 25, representantes da sociedade civil organizada das Três Fronteiras – Argentina, Brasil e Paraguai – concluíram a proposta de protocolo de segurança sanitária para a Ponte Internacional Tancredo Neves. A via está fechada desde março, devido à pandemia.  

O documento será encaminhado oficialmente ao governo estadual de Misiones – província da qual faz parte a cidade de Puerto Iguazú – e à Embaixada da Argentina no Brasil. Após a análise, esse regramento será concluído conjuntamente entre o poder público e a sociedade civil. 

O protocolo foi elaborado pelo Codespi, Codefoz e Codeleste, que são os conselhos de desenvolvimento de Puerto Iguazú, Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. A Câmara de Comércio, Indústria e Comércio Exterior (CCI) e a Câmara de Turismo, da cidade argentina vizinha, também assinam a proposta. 

Estão previstas medidas sanitárias para turistas e moradores da região trinacional durante o acesso à ponte, quando a via for reaberta. O protocolo sugere duas etapas para a retomada da circulação, com regras e exigências distintas em cada fase, submetidas ao controle e monitoramento das autoridades em saúde da Argentina e Brasil. 

“É uma proposta que estamos apresentando ao governo do nosso país, para debate e avaliação”, frisa Pablo Bauzá, presidente do Codespi. “Fazemos parte de uma fronteira única, formada pelos três países e cidades da região. Estamos pensando principalmente nos moradores da região, que tem uma vida cotidiana compartilhada”, expõe.

No texto, o protocolo enfatiza que a meta é fazer uma abertura segura e controlada da Ponte Tancredo Neves. “O objetivo é impulsionar toda a cadeia de serviços, incluindo hotéis, agências de turismo, táxis, remises, guias, atrativos, comércio, gastronomia e serviços em geral.”

Três Fronteiras 

De acordo com o presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Mario Camargo, as instituições que atuam nas Três Fronteiras trabalham em parceria. A intenção é restabelecer o fluxo fronteiriço, intercambiando experiências e definindo normas sanitárias seguras. 

“Com mais de oito meses, o fechamento da Ponte Tancredo Neves provoca efeitos econômicos e sociais gravíssimos”, reflete Mario. “Quem mais sofre somos nós, moradores da fronteira. Por isso, entendemos que juntos podemos estabelecer medidas responsáveis e seguras para retomarmos a conexão entre as três cidades vizinhas”, pondera. 

Por: GDia