Browsing Category

Geral

Geral, Paraná,

Participantes do Rally Transparaná chegam a Curitiba depois de três dias de competição saindo de Foz

Terminou neste sábado (20), com chegada no Palácio Iguaçu, em Curitiba, o 27º Rally Transparaná. A competição teve sua largada no último dia 17, em Foz do Iguaçu, e envolveu 110 veículos (número delimitado em razão da pandemia) com participantes de 13 estados e 45 municípios diferentes.

O percurso teve mais de mil quilômetros, passando por estradas de terra e regiões rurais, em quatro etapas cujas cidades de pernoites foram Cascavel, Guarapuava e Fernandes Pinheiro.

Os veículos estavam separados em quatro categorias: Máster, Graduado, Turismo e Turismo Light. A competição foi de regularidade, com premiação para todas as quatro categorias, mas contando também com cerca de 40 veículos que participaram sem caráter competitivo.

Para Gustavo Schimidt, de Itajaí/SC, campeão da principal categoria, a Master, “a parte técnica do evento foi bem completa e o nível dos participantes é o melhor do Brasil”. Ele conseguiu o título inédito, pois já tinha sido vice-campeão em outra edição”.

O diretor geral da competição, Vinicius Gunha, ressaltou que “o Rally Transparaná é a maior e mais tradicional competição do Brasil”. Ele também enfatizou os cuidados com os protocolos sanitários. “Mesmo no meio da pandemia conseguimos seguir todos os protocolos de saúde e realizamos um grande evento. Com o apoio do Governo do Estado faremos muito mais nas próximas edições”.

Turismo e esporte – O superintendente de Esporte do Paraná, Helio Wirbiski, destacou que “além do desenvolvimento esportivo, foi possível atrair o turismo por meio do esporte, movimentando a economia”. Ele ressaltou a alegria dos participantes e completou dizendo que no futuro será feito algo ainda maior, também englobando motociclismo e ciclismo. “Queremos fazer do Transparaná o maior evento de rally da América do Sul”, disse.

O coordenador geral dos Jogos de Aventura e Natureza do Paraná, Tiago Campos, salientou que “foi resgatada a essência do Rally Transparana, saindo de Foz do Iguaçu e chegando em Curitiba. Atravessamos o estado nesta retomada do esporte”.

A competição – O primeiro dia de prova foi entre Foz do Iguaçu e Cascavel, num roteiro de 240 quilômetros margeando o Parque Nacional do Iguaçu. Na segunda etapa, o percurso de 310 quilômetros passou por Laranjeiras do Sul, Goioxim e Palmeirinha, tendo fazendas de reflorestamento de pinus como cenário.

A terceira etapa aconteceu em mais 220 quilômetros entre Guarapuava e Fernandes Pinheiro, com início numa pista de motocross localizada ao lado do Rio Jordão. O quarto e último dia do Rally Transparaná seguiu rumo a Porto Amazonas e São Luiz do Purunã, com 205 quilômetros de trajeto. O destaque do trecho ficou por conta da Fazenda Santa Joana, que ofereceu uma vasta opção de trilhas técnicas. A chegada aconteceu no Palácio Iguaçu com os primeiros pilotos cruzando a linha final por volta das 13h30.

O evento fez parte do calendário dos Jogos de Aventura e Natureza e seguiu todos os protocolos de segurança sanitária estabelecidos para o combate a Covid-19.

Vencedores – Na categoria Master, os campeões (piloto e navegador) foram Leandro Moor (Ximura) e Gustavo Schmidt, de Itajaí/SC. Os vencedores da categoria Graduado foram José Andrade Junior e Bernardo Schafer Andrade, de Piratuba/PR. Na Turismo sagraram-se campeões Marcos Messias Cominesi e Lucas Messias Cominesi, de Ivaí/PR e na categoria Light venceram  Vinicius Parizotto Gustman e Felipe Tavares, de Castro/PR.

Apoio – O 27º Transparaná é patrocinado pelo Governo do Estado do Paraná, Sanepar, Copel Energia, Prati Donaduzzi, Dispauto Auto Peças, GS Performance, Mamute Off-Road, Acassius Centro Gráfico, Trilha Euro Car, Troller, Ekron Off-Road.

O evento conta com apoio de Estrada Distribuidora de Combustível, Guarapuava 4×4, Velho Madalosso, Bemajjy Bolsas, RL Cópias, Insam, Fábrica das Cópias, Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, Prefeitura Municipal de Cascavel, Prefeitura Municipal de Guarapuava.

As informações são de Agência de Notícias do Paraná

Destaques, Geral, Paraná,

Suspensas as provas do concurso da Polícia Civil do Paraná devido aos riscos da pandemia Covid-19

As provas objetivas do concurso da Polícia Civil do Paraná, que seriam realizadas neste domingo (21) foram. O comunicado foi divulgado pelo Núcleo de Concursos da FUNPAR/UFPR, banca organizadora responsável pelo processo.

A seleção, com mais de 106 mil inscritos, é para o preenchimento de 400 vagas nos cargos de Delegado, Papiloscopista e Investigador.

O motivo para a decisão foram questões relacionadas a falta de segurança para os candidatos devido aos riscos relacionados à pandemia pela Covid-19.

Abaixo o comunicado sobre a suspensão das provas:

Considerando que, na última checagem realizada na madrugada de 21 de fevereiro de 2021 em observância ao seu protocolo de integridade, o Núcleo de Concursos da UFPR denotou a ausência de requisitos indispensáveis de segurança para a aplicação das provas do Concurso Público em todos os locais previstos na capital e nas cidades da Região Metropolitana de Curitiba/PR, o que poderia colocar em risco a integridade das avaliações e o tratamento isonômico dos candidatos, bem como a saúde e a biossegurança de todos os envolvidos na realização das provas para o provimento de cargos públicos de Delegado de Polícia, Investigador de Polícia e Papiloscopista, comunica-se – por cautela e com urgência a suspenção da aplicação de todas as provas previstas para o dia 21 de fevereiro de 2021 e o seu adiamento para outra data a ser oportunamente informada.

Informações complementares serão disponibilizadas na página do Núcleo de Concursos da UFPR. Respeitosamente, Núcleo de Concursos da UFPR Curitiba, 21 de fevereiro de 2021.”

Nota pública divulgada no site da Polícia Civil do Paraná sobre a suspensão das provas:

“A Polícia Civil do Paraná (PCPR) informa que, assim como os candidatos, também foi surpreendida, na madrugada deste domingo (21), acerca da decisão tomada pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR) de suspender a aplicação das provas agendadas para esta data.

A PCPR informa, ainda, que imediatamente encaminhou ofício ao NC-UFPR requisitando os motivos ensejadores da medida adotada pela Banca contratada, pois, até então, era reportado por esta sobre a plena viabilidade de aplicação dessas provas. A retomada do andamento desse concurso é muito aguardada pela Instituição Policial Civil e pela sociedade paranaense, na medida em que visa a recomposição urgente do deficitário quadro de servidores para atender as demandas de área essencial, que é a segurança pública.”

Com informações do Gran Cursos Online

Curitiba, Destaques, Geral,

Fim de festa e balada clandestina! Aifu aplica R$ 711 mil em multas por aglomerações em Curitiba

Entre quarta-feira (10) e domingo (14), as equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu/Covid), aplicaram um total de R$ 711.550 em autos de infração pelo descumprimento da lei municipal 15.799/2021, que estabelece sanções a pessoas e empresas que não seguirem as medidas restritivas contra a covid-19. As equipes vistoriaram 49 estabelecimentos, em diferentes bairros, 23 tiveram a atividade paralisada e foram lavrados 47 autos de infração.

Segundo a prefeitura de Curitiba, entre os locais interditados cinco foram notificações por comércio irregular. No bairro Lamenha Pequena, uma casa de eventos promovia uma festa clandestina com aproximadamente 500 pessoas. Além da interdição do local, foram lavrados quatro autos de infração que somaram R$ 120 mil em multas.

As Aifus são realizadas em parceria com o Governo do Estado, pautadas pelo Decreto nº 1710/2020, 180/2021 e Resolução 1/2020, que reúnem medidas para evitar a transmissão do novo coronavírus. Formam a força tarefa fiscais das secretarias municipais do Urbanismo e do Meio Ambiente, guardas municipais, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, além de agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito. As equipes da Vigilância Sanitária também realizam inspeções.

“Pela grande quantidade de pessoas, em cada um desses locais, precisou ser feita uma ação de dispersão, mesmo com resistência inicial de parte dos indivíduos”, conta o coordenador do Centro de Operações da Guarda Municipal, inspetor Gilberto Ramos de Oliveira.

“Reforçamos a orientação quanto ao uso de máscaras e, aos proprietários e gerentes dos estabelecimentos comerciais sobre a possibilidade de aplicação de multa posterior, em caso de desobediência à legislação municipal vigente”, destacou.

Toque de recolher

Com a bandeira amarela vigente na cidade, continua proibido o funcionamento de bares e casas noturnas. Na capital. também está proibida a circulação de pessoas das 23h às 5h, em espaços e vias públicas, salvo em razão de atividades ou serviços essenciais e casos de urgência.

Continue lendo em TribunaPR

Destaques, Geral,

Puerto Iguazú, na Argentina, inicia vacinação contra a Covid-19 em idosos com mais de 75 anos

Município já imunizou todos os profissionais de saúde que trabalham no enfrentamento à Covid-19 com a segunda dose da vacina.

A Secretaria de Saúde de Puerto Iguazú, na Argentina, iniciou na manhã desta desta sexta-feira (19) a vacinação de idosos maiores de 75 anos, contra a Covid-19. A campanha acontece no Centro de Convenções de Iguazú e pretende vacinar cem idosos durante todo o dia.

A primeira dose da vacina Sputnik V, é destinada ao público da faixa dos 75 aos 93 anos, registrados pelo município. O idoso tem a opção de ser vacinado no veículo ou de entrar no prédio. Após ser imunizado recebe um cartão de vacinação.

A primeira idosa iguazuense a se vacinar foi Marines Llanes Emploniana, de 81 anos. “Estava esperando. A vacina é para eu ficar mais aqui, me sinto segura. Faz um ano que estou trancada, com a vacona vamos melhorar e poder sair outra vez”, disse.

Na semana anterior, o profissionais de saúde que trabalham no enfrentamento à pandemia na cidade receberam a segunda dose da vacina.

As informações são de Radio cultura

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Foz Cataratas Poker Futsal está na final da Taça Brasil de Futsal. Jogo será às 10h deste sábado, 20

O Foz Cataratas Poker Futsal venceu de virada o Juventude (MS) por 2 a 1, nesta sexta, 19 de fevereiro, e avançou para a grande final da Taça Brasil de Futsal, que está sendo disputada na cidade de Tubarão (SC).

O time das 3 Fronteiras saiu atrás do placar, e ainda no primeiro tempo, o artilheiro da competição Gugu Flores empatou a partida.

O segundo tempo começou movimentado com as equipes buscando o gol. Faltando 9 minutos do fim da partida, em mais uma oportunidade, Gugu Flores marcou o segundo gol para o Foz Cataratas, virando o placar naquele momento.

O Juventude correu atrás do placar colocando goleiro linha, mas a defesa do Azulão conseguiu segurar a pressão garantindo a vitória e carimbando a vaga inédita para a final da Taça Brasil de Futsal.

Final – A grande final será neste sábado, 20 de fevereiro, às 10 horas, contra o Minas Tênis Clube.

O clássico terá a transmissão ao vivo do canal aberto de televisão, o Band Sport. O jogo também terá a transmissão online da TV da Confederação Brasileira de Futsal (TVCBFS) – https://tvcbfs.tvnsports.com.br/.

Tudo sobre o Foz Cataratas Futsal
www.fozcataratasfutsal.com.br
fozcataratasfutsal@gmail.com
Telefone: +55 (45) 3025-2141

Canais nas redes sociais
Facebook: @cataratas.futsal
lnstagram: @fozcataratas_futsal
Twitter: @Futsalcataratas

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Foz do Iguaçu Futebol Clube deve receber R$ 30 milhões com venda de Pepê ao Porto de Portugal

O Grêmio de Porto Alegre (RG) confirmou, nesta quinta-feira (18), a venda de Eduardo Gabriel Aquino Cossa, o Pepê, ao time do Porto, de Portugal. O atacante, revelado pelo Foz Futebol Clube, assinará contrato por cinco anos e deixará o tricolor apenas no segundo semestre de 2021. O valor do contrato é aproximadamente R$ 100 milhões – 30% é do clube de origem.

Pepê é nascido em Foz do Iguaçu e teve sua primeira oportunidade no futebol profissional em 2015, quando o Foz Futebol Clube disputou a Série D do Brasileiro. No ano seguinte disputou o Campeonato Paranaense e, no final da competição, foi vendido ao Tricolor Gaúcho, por onde passou nas categorias de base antes de chegar ao time principal, em 2017.

A negociação pelo passe de Pepê vem se desenrolando nos últimos meses. Nos primeiros dias de fevereiro, o atacante realizou exames médicos para ser jogador do clube português. O Porto irá pagar 15 milhões de euros  pelo atleta – 10 milhões para o Tricolor (aproximadamente R$ 70 milhões) e o restante, 5 milhões de euros, para o Foz do Iguaçu (cerca de R$ 30 milhões).

Procedimento
O pagamento ao Grêmio será parcelado em quatro vezes, de acordo com o contrato. Os vencimentos serão debitados em junho e agosto de 2021 e janeiro e junho de 2022. O Foz do Iguaçu embolsará sua parte em agosto de 2022.

Na parte que é destinada ao Foz estão incluídos os pagamentos acertados com empresários e a família de Pepê, segundo o  presidente Arif Osman. Isso por que pessoas físicas não podem ser donas de passes de jogadores, o pagamento deve ser feito pelo clube, conforme acertado entre as partes.

As informações são de GDia

Foto: Lucas Uebel-Grêmio

Foz do Iguaçu, Geral,

Prefeitura de Foz do Iguaçu avança na pavimentação de vias rurais

A Avenida Felipe Wanscheer está sendo contemplada com pavimentação nesta semana

A Prefeitura de Foz do Iguaçu segue promovendo melhorias nas estradas rurais da cidade, em paralelo com os trabalhos de pavimentação feitos em toda a cidade. Nesta semana, os trabalhos foram desenvolvidos na Avenida Felipe Wandscheer, trecho entre a Rua Argemiro Lemos e a divisa como o Município de Santa Terezinha de Itaipu.

Nos últimos anos, mais de 200 mil m² de vias rurais foram contempladas com os serviços de pavimentação, que há muito tempo eram esperados por produtores e moradores da área rural.

“A área rural foi uma das regiões que por muitos anos ficou no esquecimento do Poder Público. Buscando corrigir este erro, desde 2017 estamos trabalhando de diversas formas para melhorar a vida dos produtores e também das famílias que lá residem. A melhoria nas estradas se insere neste contexto”, disse o prefeito Chico Brasileiro.

O serviços estão sendo feitos pela Usina Municipal de Asfalto e já contemplaram trechos das avenidas República Argentina e Felipe Wandscheer; ruas Itaboraí, Argemiro Lemes e Vera Cruz (Aparecidinha), Irio Manganeli, Manoel Laurindo (Alto da Boa Vista) e Lote Grande; entre outras vias. Nessas áreas, foram utilizados o asfalto Pré-Misturado a Frio (PMF), Tratamento Superficial Triplo (TST) e pavimentação poliédrica.

“Nos últimos meses, devido à pandemia, houve atrasos na entrega de insumos. Por conta das condições climáticas, nosso cronograma de serviços também precisou ser reajustado, mas tanto na área urbana como na rural, os trabalhos foram retomados e estão acontecendo em ritmo acelerado”, comentou o secretário de Obras, Cézar Furlan.

Convênio

Os trabalhos na área rural contam com o apoio da Itaipu Binacional por meio de um convênio firmado com a Prefeitura. Pelo acordo, a Itaipu adquiriu maquinários avaliados em R$ 1,7 milhão e coube à Prefeitura fornecer mão de obra e insumos, e executar os trabalhos.

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Moradores do Paraguai provocam colapso no setor de saúde ao buscar tratar casos de Covid-19 em Foz

O prefeito Chico Brasileiro solicitou a ação das autoridades federais para evitar o grande fluxo de pessoas que residem no Paraguai e procuram Foz do Iguaçu a partir da Ponte Internacional da Amizade para tratar de possíveis casos de Covid-19. O encontro realizado na quarta-feira (17) contou com as presenças de autoridades da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

A grande procura pelas unidades hospitalares na cidade pode colapsar no sistema de saúde do município. As autoridades paraguaias já adiantaram que iniciam a vacinação contra o coronavírus no país vizinho ainda nesta semana, mas que ainda dispõe de poucas doses do imunizante.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade registrou um aumento exponencial de casos do novo coronavírus após a reabertura da fronteira, em 15 de outubro de 2020. Segundo o prefeito, 30% dos atendimentos de triagem relacionados ao vírus no Hospital Municipal Padre Germano Lauck são provenientes de moradores do Paraguai.

Suporte federal
A prefeitura encaminhou aos ministérios da Saúde e das Relações Exteriores a solicitação de suporte do governo federal para atender o aumento da demanda de residentes no Paraguai nas unidades de saúde do município– o que já está no Plano de Contingência elaborado para autorizar a reabertura da fronteira.

Na reunião, cada representante expôs os argumentos e medidas para o controle de tráfego imigratório sem prejudicar a economia e os transeuntes que dependem do país vizinho para trabalhar ou estudar. 

Outra questão levantada foi o atendimento que o Hospital Municipal concede tanto a brasileiros residentes no Paraguai, como a paraguaios que buscam o Sistema Único de Saúde (SUS) para internamentos, além de pacientes dos demais municípios de abrangência da 9ª Regional de Saúde.  

No limite
“Foz do Iguaçu já está no limite da capacidade de atendimento, tanto em leitos de UTI como em leitos de enfermaria. Estamos detectando um aumento significativo na procura de internamentos pós-reabertura da ponte. Por ser uma área federal, pedimos para que os ministérios nos ajudem a buscar uma solução, pois já estamos em situação grave. Precisamos de mais leitos, mais profissionais e mais insumos”, alertou Chico Brasileiro.

O delegado da Receita Federal, Paulo Bini, afirmou que todas as decisões sobre o fluxo migratório precisam passar por uma análise do governo federal, contudo, a reunião para tratar sobre esse assunto é fundamental porque demonstra “como todas as autoridades municipais” trabalham para coibir o avanço da covid-19 em Foz do Iguaçu. “Estamos muito preocupados com a saúde pública que atende a nossa população e buscaremos formas de resolver esse problema”.

Além do prefeito, também participaram da reunião a secretária de Saúde, Rosa Maria Jeronymo; o diretor da Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu, Roberto Doldan; o diretor do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, Sérgio Fabriz; o auditor fiscal Hipólito Caplan; o delegado-chefe da Polícia Federal de Foz, Roberto Biasoli; o delegado Fábio Seiji Tamura; o chefe da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Luiz Antônio Gênova; e o chefe da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), José Rodrigues de Matos.

As informações são de GDia

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

A fumaça do contrabando nas fronteiras

Quatro veículos de passeio correm pela BR-277, saindo de Foz do Iguaçu, no Paraná, em direção à Curitiba, e depois São Paulo.

Destaca o UOL que há somente o banco do motorista: o restante do espaço foi preenchido por caixas de papelão abarrotadas de cigarros contrabandeados do Paraguai.

Com modificações tecnológicas, os carros conseguem atingir velocidades absurdas, mais de 200km/h, mas o comboio dos “cavalos-doidos” -como são chamados os contrabandistas que atuam na fronteira do Brasil com o Paraguai – é liderado por um batedor, que vasculha o caminho em busca de qualquer sinal de policiais ou fiscalização.

Os carros emitem uma quantidade de fumaça que impede a visão clara do redor, e alguns até deixam pregos para trás, na estrada, como forma de despistar agentes da lei.

Ao atravessar a fronteira em uma elaborada operação de contrabando, sem pagar impostos e para serem comercializados por valores muito abaixo do mercado nacional, os cigarros se tornam um verdadeiro problema para o País – deixando um rastro de corrupção e violência pelo caminho.

O problema do contrabando de cigarros é sistêmico e prejudica toda a sociedade brasileira, uma vez que a venda do produto ilegal sustenta o crime organizado, especialmente na compra de armas e de drogas, aumentando a violência nas cidades.

Além disso, o Estado deixa de arrecadar bilhões em impostos com a ilegalidade. Em 2019, o mercado ilegal de cigarros correspondeu a 57% de todos os cigarros consumidos no Brasil, segundo levantamento realizado pelo Ibope Inteligência. Estima-se que o crime organizado movimente cerca de R$ 10,9 bilhões por ano com o cigarro ilegal.

Para jogar luz nesta questão e discutir soluções, acaba de ser lançada a série documental Cigarro do Crime, produzida pela Vice Brasil em parceria com o Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP) e com direção de João Wainer. A produção dá continuidade ao filme homônimo lançado em maio de 2020.

Continue lendo em Noticias Uol

Destaques, Geral,

Foz Cataratas vence de goleada e está na semifinal na Taça Brasil

O Foz Cataratas Poker Futsal venceu a Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (DF) por 8 a 2, nesta quinta-feira, 18 de fevereiro, e avançou para a semifinal da Taça Brasil de Futsal. O Time das 3 Fronteiras impôs um ritmo intenso do começo ao fim do jogo. Gugu Flores, artilheiro do time, abriu o placar e ainda marcou mais dois gols, Neto marcou duas vezes, goleiro Henrique balançou a rede e Juninho também escreveu seu nome na partida com um golaço.

A noite da quinta-feira de 18 de fevereiro foi do elenco do Foz Cataratas, que fez uma grande partida, com destaque para Welinton, menino da base do Foz Cataratas, que entrou em quadra pela primeira vez, e registrou seu gol mais importante na carreira, ajudando o Azulão das 3 Fronteiras a carimbar sua passagem para a semifinal da Taça Brasil de Futsal. Atento a tudo e com sede de gol, Weliton aproveitou o rebote do goleiro e mandou a bola para rede, para alegria da torcida do Porto Meira, bairro de Foz do Iguaçu onde nasceu o atleta e reside a família, que torcia emocionadamente.

Semifinal – O Foz Cataratas volta à quadra nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, às 15h30, contra a equipe do Juventude (MS), na cidade de Tubarão, onde está sendo realizada a 47º Edição da Taça Brasil de Futsal. O Foz Cataratas precisa vencer para garantir vaga para a grande final da Taça Brasil de Futsal.

O jogo terá transmissão online da TV da Confederação Brasileira de Futsal tvnsports

Crédito fotografias: Leonardo Hübbe / Taça Brasil de Futsal

Tudo sobre o Foz Cataratas Futsal
www.fozcataratasfutsal.com.br
fozcataratasfutsal@gmail.com
Telefone: +55 (45) 3025-2141

Canais nas redes sociais
Facebook: @cataratas.futsal
lnstagram: @fozcataratas_futsal
Twitter: @Futsalcataratas