Browsing Category

Justiça

Destaques, Economia, Estadual, Justiça, Política,

Romanelli destaca redução do pedágio nas praças de pedágio de Jacarezinho, Jataizinho e Sertaneja

O deputado Romanelli (PSB) destacou nesta terça-feira, 21, a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre (RS), que determinou a redução das tarifas de pedágio em 25,77% nas praças de Jacarezinho, Jataizinho e Sertaneja exploradas pela Econorte na BR-369 no Norte Pioneiro. A decisão começa a valer a partir da 0h da próxima quarta-feira, dia 22.

“O ano de 2020 começou bem e espero que continue assim. No começo de janeiro, tivemos a decisão da Controladoria Geral do Estado que impede a Rodonorte, Ecocataratas e a Ecovia de participar das próximas licitações do pedágio. Agora, o TRF4 comunicou a Econorte da redução das tarifas praças de Jacarezinho, Jataizinho e Sertaneja. A cada passo, é mais uma vitoria do povo e de quem sempre lutou contra essas vergonhosas e escorchantes tarifas de pedágio cobradas no Paraná”, disse Romanelli.

Em vídeo, Romanelli fala sobre a decisão. ASSISTA!

Os valores voltam, em média, a ser cobrados em R$ 16,8 (Jacarezinho), R$ 18,20 (Jataizinho) e em R$ 15,60 (Sertaneja).

Na ação apresentada ao tribunal, a PGE (Procuradoria Geral do Estado) e DER (Departamento de Estradas de Rodagem) pede ainda a restituição de pelo menos R$ 4 bilhões aos usuários. “Esse dinheiro é referente ao que foi cobrado ilegalmente na praça de pedágio de Jacarezinho, no Norte Pioneiro, e que não estava previsto no contrato original”, adianta Romanelli.

Outra ação – A decisão do TRF4 atende uma ação do Estado através da PGE e DER. “Quero cumprimentar aqui a Procuradoria Geral do Estado pelo entendimento que vale a pena defender o bolso e o dinheiro suado conquistado pelo trabalho de cada paranaense que utiliza as rodovias do Anel da Integração”.

“Estão todos de parabéns. O povo do Norte Pioneiro, a PGE, o DER e todos aqueles que lutam contra as barbaridades cobradas pelos pedágios no Paraná”.

Romanelli entrou com uma ação na Justiça Federal solicitando o fechamento da praça e a suspensão da cobrança do pedágio pela concessionária Econorte na BR-369 entre Cambará e Andirá, no Norte Pioneiro. Assinada também pelo prefeito de Cambará, Neto Haggi (MDB), a ação está em análise pelo juiz Augusto César Gonçalves, da 6ª Vara Federal de Curitiba.

O deputado também questionou o acordo de leniência entre o Ministério Público Federal e a concessionária Rodonorte. “Eu luto contra esse modelo perverso de pedágio desde a sua implantação em 1997. O paranaense paga muito caro para trafegar pelas rodovias pedagiadas, muitas delas ainda em pista simples, o que é um escárnio e mais do que um deboche”, completou.

Brasil, Destaques, Economia, Internacional, Justiça,

Apreensões na fronteira ultrapassaram 100 milhões de dólares no ano de 2019

As apreensões de mercadorias e veículos realizadas no ano de 2019 pela Alfândega da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu somaram mais de US$ 108 milhões (aproximadamente R$ 465 milhões), valor que é 36% maior que o registrado no ano anterior, quando as apreensões foram de US$ 79,9 milhões. Operações de longa duração, como a Muralha, Fronteira Integrada e Hórus, tem papel importante nesse resultado.

O valor acima compreende as apreensões realizadas no âmbito de toda a jurisdição desta Alfândega, que se estende desde Foz do Iguaçu/PR até Guaíra/PR, abrangendo toda a região lindeira ao lago de Itaipu (fronteira do Estado do Paraná com o Paraguai).

Com relação à composição das apreensões, os cigarros, os celulares e os eletrônicos representaram, juntos, mais de 66% do total das apreensões registradas no ano de 2019. Em comparação ao ano anterior, as apreensões de celulares aumentaram 57%. O item que merece maior destaque, no entanto, é o cigarro, com aumento de 76% em relação ao ano de 2018.

O cigarro sempre aparece em evidência, porém, em 2019, teve um resultado ainda mais expressivo, o que se deve à participação das apreensões de Guaíra, que bateu recorde ano passado.

Outro item que merece destaque é a apreensão de veículos, com aumento de 83% em relação ao ano anterior.

Durante o ano de 2019 foram realizadas aproximadamente 1.400 operações de repressão aos ilícitos aduaneiros no âmbito da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu, em praticamente todos os municípios situados na área de sua atuação. Grande parte desses trabalhos foi realizado de forma conjunta com órgãos parceiros que atuam no combate aos crimes de contratando e descaminho e tráfico de drogas e armas.

Vale destacar que esses números englobam também as mercadorias recebidas de outras instituições parceiras que atuam no combate ao contrabando e descaminho nesta região fronteiriça, tais como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Forças Armadas.

Foram, ainda, realizadas, no ano de 2019, pelas equipes operacionais da Receita Federal que atuam na região de Foz do Iguaçu, 55 prisões em flagrante por contrabando, descaminho, tráfico de drogas, medicamentos, armas e munições.

Guaíra se destaca no cenário nacional no combate ao contrabando

No ano de 2019 a cidade de Guaíra se destacou pelo combate ao contrabando e descaminho, a Inspetoria da Receita Federal do Brasil já contabilizou mais de 200 milhões de reais em apreensões de mercadorias e veículos referentes ao período, representando um aumento de mais de 70% quando comparado ao ano anterior. O resultado de apreensões está entre os maiores do Brasil em cidades de fronteira.

O item mais apreendido é o cigarro produzido no Paraguai, produto que tem importação comercial proibida por não ser certificado pelos órgãos anuentes de produtos para consumo. A Inspetoria de Guaíra foi responsável por 67% de todo o cigarro apreendido pela jurisdição de Foz do Iguaçu em 2019.

Os resultados expressivos podem ser atribuídos ao trabalho conjunto de diversas instituições que atuam no combate aos crimes transfronteriços, com destaque às operações Muralha e Hórus. A integração promove sinergia, coordenação, orientação e aprimoramento dos agentes, além de troca de informações.

Destaques, Geral, Justiça,

Veículo levado após família ter sido feita refém em Foz do Iguaçu é encontrado em São Miguel do Iguaçu

A Polícia Militar (PM-PR) encontrou no domingo (19), em um terreno baldio no centro de São Miguel do Iguaçu, o Polo placas DRR 3224, que foi levado por um marginal que fez uma família de refém no final da manhã de sábado (18) em Foz do Iguaçu.

O veículo, na cor preta, teria sido usado para um assalto em uma residência em São Miguel do Iguaçu, ainda no final da tarde de sábado, poucas horas após ser roubado em Foz do Iguaçu.

AQUI para relembrar o caso

A vítima do roubo em São Miguel do Iguaçu reagiu jogando uma pedra que acertou o vidro traseiro do automóvel.

Na tarde desta segunda-feira (20), a proprietária do veículo foi informada de que o veículo estaria na delegacia da Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu.

Ela foi até a cidade, distante 40 quilômetros de Foz do Iguaçu, e constatou se tratar do seu veículo.

A mulher, que foi feita refém junto com o marido e o filho de seis anos, já acionou o seguro, que levou o automóvel para avaliar os estragos

O Polo, como mostram as fotos enviadas ao blog, está bastante danificado, com a suspensão quebrada, vidros quebrados, lataria com vários arranhões e sem os acessórios internos.

“O que eles não conseguiram arrancar, quebraram. Agora vamos esperar pela avaliação dos estragos”, contou a proprietária.

“Nosso carro estava tudo certinho, sem bater nada quando eles levaram”, concluiu.

Brasil, Destaques, Estadual, Internacional, Justiça,

Paraná entra em alerta após fuga de presos do PCC no Paraguai

O Governo do Paraná colocou as forças de segurança estaduais (Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Científica e Departamento Penitenciário) à disposição do Ministério da Justiça e Segurança Pública para reforçar os trabalhos de localização e captura dos fugitivos da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que fica na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul).

A fuga ocorreu na madrugada deste domingo. Entre 75 a 100 presos, a maioria ligada ao PCC, fugiram com apoio de funcionários do presídio de Pedro Juan Caballero (ver matéria completa na página 15) A ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, reconheceu essa fuga representa uma derrota do governo paraguaio contra o crime organizado.

O Paraná é sede do Centro Integrado de Operações de Fronteira (CIOF), programa pioneiro no Brasil para atuação integrada e combate ao crime organizado. Policiais da unidade estão em contato com o Ministério da Justiça desde as primeiras horas deste domingo (19) para reforçar o trabalho de inteligência das forças de segurança nacionais e paraguaias – o Acordo do Comando Tripartite, entre Brasil, Argentina e Paraguai, facilita esse intercâmbio.

A unidade atua desde dezembro de 2019 em três frentes: operações ostensivas, auxílio das investigações em curso e combate às facções criminosas. Estão à disposição das equipes federais e estaduais imagens de satélite e câmeras estratégicas dos municípios paranaenses e do Estado.

Brasil, Curitiba, Estadual, Justiça, Política,

Veja os bastidores da política em Cambé e Rolândia e mais, na CabezaNEWS

Política do Norte O jornalista Claudio Osti contou em seu blog, o Paçoca com Cebola, como andam os humores dos políticos em municípios do Norte do Paraná. Em Cambé City, na região de Londrina, os entendidos da política local dizem que a disputa eleitoral vai ser, digamos, divertida e que nem mãe Dinah consegue prever o desfecho. Os nomes que surgem Benê Filho, Conrado Scheller, Alexandrino, João Pavinato, Paulo Soares e Estela Camata, seriam fortes mas em regiões diferentes. Nenhum ainda teria conquistado a região do outro.

Profusão A temperatura está alta em Rolândia, informa Osti, quando o assunto é a sucessão do prefeito Luiz Francisconi. Vários personagens da política local já estão colocando seus nomes na mesa para tentar viabilizá-los. É a famosa sondagem do humor do povo.

Profusão II Entre os que estão de olho na conturbada cadeira de prefeito da cidade estão o atual vice Roberto Negrão (PR); o ex-prefeito Zé de Paula (MDB, foto), que também já foi presidente da Câmara; o atual presidente da Câmara, Alex Santana (PSD).

Profusão III E há os que estão morrendo de vontade mas ainda não bateram o martelo, como os vereadores João Ardigo (PSB); Edileine Grigio (PSC); Flávia de Paula (PDT) e o radialista Guilherme Spanguemberg; Renato Sartori e José Carlos Salgueiro, que preside o Conselho de Desenvolvimento da cidade.

Servidores Para 88% dos brasileiros, os servidores públicos que não fazem um bom trabalho deveriam ser demitidos. É o que mostra pesquisa do Datafolha divulgada ontem (19) pela Folha de S.Paulo. Por outro lado, 58% dizem acreditar que a garantia de estabilidade faz com que eles produzam melhor.

Zilda Arns O deputado Luiz Claudio Romanelli lembrou ontem, em artigo à imprensa, os 10 anos da morte da médica sanitarista durante um terremoto no Haiti, onde ela participava de sua última missa. “Me vêm a lembrança a sua ativa participação na Assembleia Legislativa, na aprovação da Lei estadual Antifumo em 2009”, anotou Romanelli.

Ataques em alta O relatório “Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil”, da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), demonstrou que os casos de ataques a jornalistas e veículos de comunicação cresceram 54% no último ano.

Ataques II No período, as agressões saltaram de 135 para 208. Segundo a federação, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi responsável por 58% desse total.

Ronildo Pimentel
Editor

Brasil, Destaques, Internacional, Justiça,

75 membros do PCC fogem de prisão no Paraguai; auxílio de agentes é apurado

Na madrugada de hoje, 75 homens presos em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, acusados de integrar ou colaborar com o PCC (Primeiro Comando da Capital), fugiram através de um túnel cavado. Apenas um deles, que seria o 76º a fugir, foi detido.

Segundo o Ministério da Justiça, dos 75 fugitivos, 40 são brasileiros.

Inicialmente, a imprensa paraguaia informou que haviam fugido 91 membros do PCC, o que o governo retificou no fim da manhã.

A Polícia Nacional do Paraguai foi acionada e faz buscas em toda a região durante este domingo (19).

Leia mais no UOL

Brasil, Curitiba, Destaques, Economia, Justiça,

Donos de bares e restaurantes de Curitiba recebem cartilha para não cair em golpes

Boa Noite Paraná da RPC destacou ação da Abrabar para conscientizar a categoria

No ano passado, muitos comerciantes foram alvos de golpes, tiveram prejuízos e resolveram dar um bastas nestes picaretas e caras de pau que agem por aí. A informação é do repórter Wilson Kirsche da RPC TV ao abordar a elaboração de uma cartilha pela Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), para alertar a categoria.

O documento lista os golpes e traz dicas de prevenção, destaca o reportagem, que foi ao ar no início da noite desta sexta-feira (17) pela Rede Globo. A equipe visitou bar de uma rede onde a malandragem andou fazendo a festa. Foram cinco golpes nos últimos meses, dois deles registrados pelo sistema de monitoramento de vídeo do estabelecimento.

AQUI para assistir a reportagem

“Neste, o golpista pagou com nota de R$ 100, depois ofereceu dinheiro mais trocado”, contou o repórter. O vendedor ficou confuso com o vai e vem de notas e acabou entregando mais dinheiro do que devia ao golpista.

Em outro vídeo, um homem bem vestido aparece se passou por gerente de um restaurante vizinho, que supostamente estaria no sufoco sem chopp para atender a clientela. Com a ajuda de outro rapaz, pegou dois barris emprestados, prometendo devolver logo depois e desapareceu.

A maquininha de cartão do bar também foi alvo dos marginais. Eles conseguiram enganar a caixa simulando o pagamento numa hora de casa cheia. “Como é um golpista, ele não vai digitar a senha, vai simplesmente digitar o botão de enter”, relata o gerente Marcelo de Siqueira.

Neste momento a máquina vai imprimir um comprovante. “Mas este comprovante, é na verdade um dizendo que a venda não foi autorizada. Só que ele daí tira o cartão fala que não precisa do comprovante dele e vai embora”, completa o gerente.

Alcance
A cartilha, elaborada em conjunto com a Câmara Setorial de Gastronomia da Associação Comercial do Paraná (ACP), está sendo distribuída para 16 mil bares, restaurantes e casas noturnas. O informativo lista 19 golpes aplicados recentemente no comércio”, informa o repórter da RPC.

Também dá algumas dicas para os empresários. Por exemplo, “desconfie de ofertas generosas”, “procure tratar pessoalmente de assuntos financeiros” e “não seja ingênuo, dinheiro fácil não existe”. “Nós estamos fazendo a nossa parte”, diz Fábio Aguayo, presidente da Abrabar.

“Agora vamos tentar qualificar os trabalhadores em áreas que são abordadas por estes golpistas, para que tenham uma prevenção e façam uma checagem antes de tomar qualquer iniciativa”, informa.

A Abrabar não tem uma estatística de casos só de Curitiba, mas cita um levantamento nacional sobre o assunto. A cada cinco segundos, tem alguém tentando aplicar um golpe no comércio. “Um alerta que vale para todo mundo”, completa o repórter da RCP.

Golpes
Entre os mais conhecidos estão o da passagem aérea, do empréstimo e financiamento em nome do falecido, do pecúlio, do falso sequestro, de parentes em dificuldades, consórcio, falso gerente de banco e do bilhete premiado.

Ainda a promoção de programa de TV, da mensagem premiada via celular, da empresa de telefonia, da pirâmide ou programa de ajuda mútua, da ação judicial, da cópia da carteira de identidade, da inspeção de saúde, bancário e renegociação de empréstimo.

A cartilha está disponível para baixar no site www.sindiabrabar.com.br

Na foto acima, golpista paga com nota maior e depois confunde o operador do caixa com notas menores para levar a mais no troco
Foto: Reprodução

Destaques, Geral, Justiça,

Marginal faz família de refém para roubar carro perto do viaduto da Costa e Silva em Foz do Iguaçu

Uma família passou momentos de tensão no final da manhã deste sábado (18), após ser abordada por um marginal próximo ao viaduto da Avenida Costa e Silva, no acesso principal de Foz do Iguaçu.

Ele se aproveitou do momento em que o condutor reduziu a velocidade no elevado de acesso a Avenida Costa e Silva e, de arma empunho, entrou no veículo obrigando o condutor a seguir em frente.

“Ele gritava o tempo todo e colocava a arma em direção ao meu marido e ao meu filho, de seis anos”, contou a esposa, que não disfarçava o pânico pelos momentos vividos.

A criança, segundo ela, ficou muito assustada e chorava o tempo todo. “Precisei puxar ele no meu colo e tampar o rosto por que o bandido gritava e falava para não olhar para a cara dele”, relatou.

O bandido, que aparentava ter pouco mais de 20 anos, era magro e de pele branca, obrigou a família a descer próximo a um posto de gasolina e fugiu levando o veículo Volkswagen Polo preto placas DRR-3224 de Foz do Iguaçu.

Quem tiver informações, a família pede para entrar em contado com o 190 da Polícia Militar ou ligar no (45) 99984-9867.

Cultura, Destaques, Educação, Justiça, Política, Saúde,

Foz do Iguaçu quer acelerar as multas e restringir direito de quem não combate a dengue

Prefeito Nilton Bobato falou das mudanças que estão sendo estudadas no decreto que permite a limpeza de terrenos baldios

A Prefeitura de Foz do Iguaçu quer modificar o decreto que permite a limpeza de terrenos baldios, para acelerar a aplicação de multas e restringir direitos dos proprietários que não cuidam do patrimônio. A informação é do prefeito em exercício Nilton Bobato, ao falar sobre as ações para evitar uma epidemia da doença. Neste sábado (18), será realizada uma grande ação nos bairros próximos à fronteira do Paraguai, adianta Ronildo Pimentel, no GDia.

“A primeira iniciativa que vamos fazer, a partir da semana que vem, é modificar o decreto que possibilita a limpeza de terrenos baldios, para acelerar o processo”, disse Bobato, em conversa com a imprensa na manhã desta sexta-feira (17). “Em caso de terreno baldio, que o município possa fazer a limpeza imediatamente e cobrar a multa posterior. Não perder tempo com burocracia”, disse.

O prefeito lembrou que, no ano passado, foram emitidas 344 multas e 449 notificações, significando que 344 não cumpriram o processo. “Então, temos que acelerar este processo, fazendo a notificação, dar um prazo e se não for limpo, o município vai assumir isto e cobrar por isto também”.

“(Vamos) tentar criar alguns impedimentos para que este cidadão não tenha alguns benefícios que outros cidadãos tem”, adiantou Bobato. A intenção, ainda de acordo com o prefeito, é que o proprietário “seja punido por não cuidar do seu patrimônio”, frisou ele, sem antecipar quais seriam as punições.

Contexto
Em 2019 foram feitas pelos agentes de saúde 365 mil vistorias em imóveis em Foz do Iguaçu. No último trimestre do ano, foram recolhidos 7.700 toneladas de entulho e lixo de pontos de bota-fora. No primeiro mês de 2020, 378 toneladas já foram encaminhadas ao Aterro Sanitário.

Na avaliação de Bobato, a situação preocupa e sem a participação da população não há combate ao Aedes aegypti e a dengue. “Não é possível combater o inseto e a doença somente com o poder público agindo. É preciso que cada um faça sua parte na sua casa, na sua comunidade, no seu bairro”, destacou.

O prefeito falou ainda em relação aos imóveis da Prefeitura que também necessitam de limpeza. “Nós estamos organizando nossas equipes para que rapidamente qualquer situação de mato em terreno público seja resolvido também rapidamente”, disse.

Bobato lembrou que, se o município tem que cuidar de terreno particular, diminui as equipes para cuidar de terreno público. “Então, temos que tentar fazer as duas coisas”. As denúncias, segundo ele, também podem ser feitas pelos telefones: 0800 450 156 ou pelo whatsapp do CCZ: (45) 99997-4448.

Panorama
Na reunião, também foram apresentados dados das regiões mais preocupantes devido a maior presença do mosquito. “Não há bairros que os cuidados devam ser menores, pois todos devem cuidar de suas casas”, orientou o chefe do CCZ, Carlos Santi.

Um dos sinais de alerta também está nas cidades vizinhas. “Lidamos com subnotificações tanto no Paraguai quanto na Argentina e isso vai se refletir diretamente aqui, por isso todos devem estar em alerta”, comentou Santi.

O levantamento aponta que 63% dos criadouros pertencem aos grupos B e D2, ou seja, objetos de fácil remoção (garrafas, vidros, latas, embalagens plásticas) dispostos de forma irregular pela população o que possibilita o acúmulo de água, e aumentando ainda mais os índices do mosquito.

Município acelera combate no distrito oeste neste sábado, 18

A Prefeitura de Foz do Iguaçu preparou para este sábado (18), a partir das 8h, uma grande mobilização de combate à dengue. A ação terá como foco o distrito oeste que abrange o Jardim América, Jardim Central, Vila Paraguaia e Vila Portes, todos próximos a Ponte da Amizade, na fronteira do Brasil com o Paraguai.

A concentração será no Parque Monjolo. No local estarão 250 agentes de endemias e voluntários que irão visitar às casas dos bairros e promover a distribuição de sacos de lixo e desobstrução de galerias e bocas de lobo.

A ação tem como base os números de casos de dengue divulgados durante a semana. São 158 casos confirmados desde o início do ano epidemiológico em agosto de 2019, e também do LIRAa (Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti), apontando a presença quatro larvas do mosquito a cada 100 residências.

Do total de casos confirmados de dengue, 135 são dos grupos A e B (dengue comum). O grupo C (dengue com sinais de alarme), registrou 21 casos, e o D (dengue grave), apenas dois casos. Circulam na cidade os sorotipos DENV-2 e DENV-4.

No primeiro LIRAa do ano, realizado de 6 a 10 de janeiro de 2020, o índice geral foi de 3,21% . O número mantém o município em médio risco para epidemias das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, de acordo com a classificação do Ministério da Saúde.

Cultura, Curitiba, Justiça, Política,

Ney Patrício projeta candidatura à Câmara de Foz do Iguaçu; MDB articula filiações. Na CabezaNEWS

Nas urnas O secretário da Fazenda de Foz do Iguaçu, Ney Patrício, disse à coluna que está muito próximo da definição para concorrer a um novo mandato na Câmara de Vereadores. “Estamos avaliando todas as variantes, a oportunidade é boa em função do nosso trabalho no governo Chico Brasileiro (PSD). Para o eleitor, será mais uma opção de quem tem algo a ofertar (no legislativo)”, ressaltou.

Urnas II Ney Patrício (PSD) é contador e advogado e já foi vereador, ocupando a presidência da Câmara de Foz na período de 2003 a 2004. Se quiser disputar um novo mandato, terá que se desligar da administração municipal até o final de março.

Ao MDB O presidente estadual do MDB, João Arruda, está convocando os eleitores a se filiar ao partido e participar das eleições municipais de outubro, onde serão eleitos os prefeitos, vices-prefeitos e vereadores dos 399 municípios paranaenses.

MDB II “Eu sei que o momento talvez não seja adequado para isso. Afinal de contas, as pessoas querem se afastar de político, partidos e de candidatos. Mas, dá para fazer diferente de um jeito novo, com propostas novas e ideias que melhoram a vida do povo”, disse Arruda em vídeo postado nas redes sociais.

Prefeitura João Arruda é pré-candidato a prefeito de Curitiba. Os outros três pré-candidatos são o arquiteto Luiz Forte Netto, o advogado Pedro Henrique Xavier e o deputado Requião Filho.

Chapa forte Aliás, o MDB filiou em apenas um dia desta semana, cinco mulheres, todas com a intenção de fazerem parte do grupo do “novo MDB de guerra”. Os organizadores da chapa, José Carlos Chicarelli e Luciano Cajuru, comemoraram, pois estão com 95% da cota feminina completa.

Nazista Um dos pupilos do ideólogo de direita Olavo de Carvalho, Roberto Alvim, foi demitido ontem (17) da Secretaria Especial de Cultura pelo presidente Jair Bolsonaro, após mencionar em vídeo os ensinamentos de Joseph Goebbles, o marqueteiro de Hitler e do nazismo.

Nazista II A declaração de Alvim provocou reações dos presidentes da Câmara, do Senado, do STF e da imprensa internacional. Bolsonaro pediu desculpas a comunidade judaica, principal alvo do nazismo nas décadas de 1930 e 1940.

Edital também Além das críticas às declarações de Alvim, muitas lideranças foram às redes sociais para pedir a anulação do edital anunciado pelo até então secretário de Cultura.

Ronildo Pimentel
Editor