Browsing Category

Geral

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Foz do Iguaçu promove operação para identificar veículos estrangeiros com irregularidades

As autoridades de trânsito de Foz do Iguaçu promoveram, nesta quarta-feira (25), uma operação para identificar veículos estrangeiros com irregularidades (multas a pagar).

A ação atendeu uma orientação do coordenador do Código de Trânsito da Guarda Municipal, Inspetor Evandro e contou com participação da Polícia Militar e Instituto de Transporte e Trânsito (Foztrans).

A blitz, que utilizou o OCR (equipamento que identifica a placa), abordou aproximadamente 350 veículos com placas estrangeiras, juntamente com seus condutores e acompanhantes.

No local, as equipes atuaram com base no artigo 232 do Código Brasileiro de Trânsito, que trata da falta de documentação obrigatória para se conduzir veículos estrangeiros em solo brasileiro.

A ação, que contou com apoio da equipe de Guincho Estrela, resultou no recolhimento ao pátio de um caminhão (brasileiro) pelo Artigo 230-XVIII e 32 veículos.

De acordo com o artigo 119 do CTB, após pagamentos das multas pendentes foram liberados.

Ao final, 19 veículos ficaram retidos conforme o artigo 270 do parágrafo 1° do CTB, explicou o diretotr de Trânsito do Foztrans, Ides Rogério.

Cascavel, Geral,

Ampliação do abastecimento de água de Cascavel entra na reta final

No domingo (29) será feita parada no sistema para execução de serviços elétricos, hidráulicos e de interligações para operação na nova unidade de tratamento

Um dos maiores empreendimentos do sistema de abastecimento de água de Cascavel entra na fase final. Neste domingo (29) serão executados serviços elétricos com a mudança do cabeamento para a nova unidade, serviços hidráulicos para operacionalização das novas estações elevatórias de água e de mais uma etapa de interligação da nova adutora que transporta a água do Rio São José. “Essa é uma parada necessária para que sejam interligadas as novas unidades de tratamento e bombeamento de água”, explica a gerente Rita Camana. Os sistemas de produção e distribuição de água ficarão inoperantes das 6h às 18h, podendo interromper o abastecimento em todas as regiões da cidade.

Com a entrada em operação da nova captação de água do São José, no mês passado, estão sendo concluídas agora as obras de ampliação do sistema de tratamento de água, nas margens do Rio Cascavel. A gerente destaca que os investimentos no sistema de abastecimento da cidade somam R$ 72 milhões e visam ampliar a oferta de água potável na cidade.

Esta etapa da obra envolve a reforma e ampliação da estação de tratamento de água – ETA 3, que passa a tratar 750 litros de água por segundo, com previsão de aumento de 25% na produção de água da cidade.

Nessa ampliação foram instalados filtros, floculadores, decantadores, sistemas de dosagem e controle dos produtos químicos essências para tornar a água potável. Na ampliação também estão inclusos reservatórios e elevatórias de água bruta e tratada, equipamentos elétricos, de automação e de tratamento. O sistema terá também duas lagoas para depósito do lodo resultante do tratamento da água.

Interligações

Durante a parada programada serão executadas ainda interligações de redes em alguns pontos da cidade. Uma delas será feita na Rua Rio Grande do Sul, na esquina com a Rua Souza Naves. As outras intervenções ocorrem na Rua Rio da Paz, nas esquinas com a Rua Antônio Leivas e com a entrada da Pedreira Rio Quati, e no pátio da estação de tratamento de água.

A Sanepar faz o alerta para os motoristas que passam pelos trechos em obras. Parte da pista de rolamento e parte das calçadas podem ser interditadas durante a execução das interligações.

Os trabalhos podem ser cancelados em caso de mau tempo, impossibilidade de execução com segurança, fatores externos que impeçam a realização dos serviços no prazo programado, problemas operacionais que impactem de forma crítica o sistema de abastecimento ou força maior.

Estiagem

Em agosto o Paraná passou a integrar o Monitor da Seca, criado devido à estiagem severa do Nordeste do País em 2012. Dados do observatório mostram que 62% do território paranaense estão afetados pela seca. Isto acendeu o alerta amarelo, mesmo com a entrada em operação da nova captação do São José. Este manancial e os demais, Cascavel, Peroba e Saltinho, apresentam redução de mais de 40% nas suas vazões.

As temperaturas altas têm mantido também o consumo elevado.  A Sanepar aguardava a entrada em operação desse grande empreendimento para oferecer tranquilidade ao sistema de abastecimento da cidade.

Geral, Paraná,

Foz do Iguaçu é campeã de vôlei feminino no Paraná

A equipe de vôlei feminino de Foz do Iguaçu comemora a conquista de campeão estadual. No último fim de semana, as meninas comandadas pelo técnico Marcos Vinícius Dias Antunes (Marcão) conquistou o Campeonato Paranaense Adulto Feminino. A fase decisiva, que foi realizada no Ginásio Sebastião Flor, em Foz, terminou no domingo (22) com a vitória das iguaçuenses sobre a Amavôlei/Maringá por 3 sets a 1, com parciais de 18/25, 29/27, 25/21 e 25/19.

Na semifinal, Foz havia superado o Vôlei Marechal por 3 a 1, com parciais de 25/15, 25/15, 23/25 e 25/14. Na classificação final, Foz do Iguaçu ficou em primeiro lugar, Maringá terminou em segundo, Vôlei Marechal em terceiro e a AABB/Cascavel foi a quarta colocada no certame organizado pela Federação Paranaense de Voleibol (FPV).

“Terminamos a temporada com nosso objetivo alcançado, dias de luta, dores e cansaço, mas nunca perdemos o foco e sempre buscamos o melhor. Parabéns meninas, grupo excelente e tenham certeza que voltaremos com força total na próxima temporada. Muito obrigado”, escreveu o técnico Marcão em suas redes sociais.

Por: GDia

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Padre Clodoaldo Frassetto recebe Título de Cidadão Benemérito nesta quinta-feira (26/11)

Nesta quinta-feira, 26 de novembro, o Padre Clodoaldo Frassetto receberá Título de Cidadão Benemérito de Foz do Iguaçu. A autoria da proposição foi do Vereador Darci Siqueira -DRM (PL). A Cerimônia acontece, às 10h, mas é privativa em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Padre Clodoaldo é natural de Foz do Iguaçu. Em 1989 ele ingressou no Seminário São José, em Canela (RS). Em Foz do Iguaçu ele foi ordenado diácono em 2001 da Paróquia Nossa Senha do Perpétuo Socorro, Na Vila Yolanda. Depois foi ordenado presbítero na Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Santa Terezinha de Itaipu. Como Presbítero exerceu o Ministério na Paróquia Espírito Santo e Nossa Senhora Aparecida no Porto Meira, em 2001, onde ficou durante cinco anos e meio. Em 2007 assumiu a Paróquia Anunciação do Senhor e depois assumiu como Pároco da Paróquia Menino Jesus.

Na área social ele atuou na Casa Família Maria Porta do Céu; Comunidade Sagrada Família Dom Olívio Fazza; Grupo Escoteiro Católico Nicãn Mopõhua. Pela história de trabalho, dedicação e doação a Câmara reconhece o trabalho de Padre Clodoaldo e concede a ele o título de Cidadão Benemérito.

Moção de Aplauso

Também nesta quinta-feira, às 09h30, haverá a entrega da moção de aplauso ao Colégio Estadual Monsenhor Guilherme, de autoria do vereador Jeferson Brayner (PSD), em reconhecimento ao trabalho na área da educação no município.

Destaques, Geral,

Morre o ex-jogador de futebol argentino Diego Maradona aos 60 anos, após parada cardiorrespiratória

O ex-jogador argentino Diego Maradona morreu nesta manhã, aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele estava em sua casa, em Tigre, cidade vizinha de Buenos Aires.

Maradona foi operado no início do mês de um hematoma subdural e depois, por decisão familiar e médica, permaneceu hospitalizado devido a uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool, segundo os primeiros informes médicos.

“Sempre é preciso cuidar dele, agora ainda mais”, disse Leopoldo Luque, médico particular do ex-jogador, após anunciar a alta hospitalar de Maradona no dia 11.

Por: UOL

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Solidariedade: ACDD arrecada alimentos para o Natal de famílias carentes em Foz do Iguaçu

A Associação Cristã de Deficientes Físicos (ACDD) de Foz do Iguaçu está promovendo uma campanha solidária para arrecadar alimentos para o Natal de famílias carentes assistidas pela instituição. Os donativos ajudarão a compor a ceia natalina para cerca de 115 alunos com necessidades especiais e seus familiares, que vivem em situação de vulnerabilidade social. 

“Nós temos algumas famílias que estão praticamente abaixo da linha da pobreza no município. São pessoas que deixam os filhos na entidade para poderem trabalhar e, mesmo assim, ganham muito pouco. Queremos levar uma pouco de conforto e de esperança para essas pessoas”, disse o presidente da ACDD, Josias Florêncio.

A ideia da ACDD é montar kits com produtos diversos, que serão entregues diretamente nas casas das famílias. Entre os alimentos que podem ser doados estão panetone, frutas em calda e conserva, biscoitos, chocolates, balas e outros doces para as crianças, azeitona, azeite de oliva, suco e refrigerante, mistura para bolo e pudim, gelatina, uva passa e frutas cristalizadas, leite condensado, creme de leite, geléia, castanha e outros grãos, maionese, amendoim, goiabada e outras guloseimas. 

Todos os itens selecionados são típicos da Ceia de Natal, produtos simples, mas que farão uma grande diferença para aqueles que não têm condições financeiras de presentear os filhos ou comprar um agrado diferente além da alimentação básica para a família no dia a dia. 

Quem se dispor a contribuir com a campanha também pode doar itens da cesta básica, como arroz, feijão, óleo de soja, café, açúcar e outros produtos. Tudo é bem-vindo e ajudará a levar alegria e um pouco de tranquilidade a quem mais precisa neste final de ano, especialmente em tempos de pandemia. 

As doações podem ser entregues até o dia 7 de dezembro na sede da ACDD, localizada na Rua Mandaguari, n° 18, no Jardim Santa Rosa. Informações podem ser solicitadas pelos telefones: (45) 3524-1388 e (45) 99128-1318. “Faça parte dessa campanha e faça a diferença no Natal de um aluno. Contamos com a solidariedade da população”, destacou o presidente da associação, Josias Florêncio. 

Sobre a ACDD

Fundada em julho de 1984, a ACDD é uma entidade sem fins lucrativos mantenedora da Escola Cristian Eduardo Hack Cardozo voltada a Educação Infantil e Ensino Fundamental, na modalidade Educação Especial. Atualmente, a associação atende 115 adultos e crianças com idade entre 1 e 46 anos. Para manter o funcionamento, o local conta com a ajuda da população através de doações mensais e promoções organizadas com a ajuda de amigos e parceiros. 

Atualmente a instituição passa por obras de ampliação e reforma para melhor atender os alunos e seus familiares, e a comunidade local. A 1ª fase do projeto foi inaugurada no dia 24 de outubro durante a celebração de aniversário da ACDD. 

Dentre as melhorias previstas está a construção de 30 novas salas para atender melhor os alunos que já fazem parte da ACDD, e abrir espaço para novos estudantes. Também será realizada a troca de telhados e coberturas. Depois que a nova sede estiver pronta será possível atender até 200 alunos com necessidades especiais diversas.
 
Para finalizar a construção e continuar o atendimento, a ACDD precisa de patrocinadores e voluntários. Para ajudar a instituição, entre em contato pelo site: http://www.acdd.com.br/ e faça sua doação online. Também é possível fazer um depósito bancário no Banco do Brasil: Agência 8179, conta-corrente 202-X, CNPJ 75.429.605/0001-00.

Por: GDia

Geral, Paraná,

Festa de final de ano da firma será digital ?

Produto “Festa da Firma DIGIclowd” oferece transmissão e streaming para eventos de até duas horas com 300 participantes. Empresa visa fechar 20 eventos este ano e busca nova abordagem junto ao mercado

A pandemia separou as pessoas e incomodou negócios, sobretudo os pequenos e médios. Os que sobreviveram ao 2020 atípico precisaram cortar gastos, e aí, para evitar aglomerações e riscos de contágio pelo novo coronavírus, e também de olho no caixa, as organizações foram obrigadas a repensar o modelo das tradicionais festas de fim de ano. Foi nessa realidade que a DIGIclowd, plataforma especializada em streaming e transmissão de eventos digitais, criou o pacote “Festa DIGItal da Firma”.

Por R$ 5.490, o pacote básico (que não inclui estúdio e câmeras de filmagem) é a possibilidade de pequenas e médias empresas reunirem, cada um em sua casa, diretoria e colaboradores para comemorar algumas vitórias conquistadas em um período tão pesado como o enfrentado em 2020 e pensar em dias melhores para 2021. “Este ano foi difícil para as empresas. Vai ser difícil para elas não comemorarem alguma coisa, alguma vitória conquistada”, entende Fhabyo Matesick, co-fundador e CMO da DIGIclowd. A decisão de criar o produto surgiu a partir da demanda; a plataforma passou a ser procurada por empresas para a realização desse tipo de evento.

“É uma forma diferente de abordar o mercado”, explica Fhabyo. “O produto é pontual, mas pode vir a se estabelecer no futuro caso tenha adesão e demanda. Pode se transformar em um pacote de convenção de vendas, ou seminários, workshops. As possibilidades são enormes”, acrescenta.

Distantes, mas não separados

O pacote oferece portal de transmissão, streaming de até duas horas para até 300 participantes. A DIGIclowd trabalha na roteirização, realiza usa o design para customizar a plataforma e a tela de transmissão, além de disponibilizar um editor de vídeo para fazer a edição do evento ao vivo. “A ideia é deixar o evento mais próximo de um programa de TV”, informa. O pacote básico não envolve estúdio, locação, equipamentos de filmagem, áudio e iluminação, porém a DIGIclowd é parceira de produtoras em todo o país, possibilitando o upgrade de produção (com orçamento sob demanda) em qualquer estado brasileiro.

Para oferecer o produto, a DIGIclowd iniciou, neste mês, campanha pelas redes sociais Facebook, Instagram, LinkedIn e WhatsApp. A expectativa da empresa é fechar 20 eventos para este fim de ano. Ainda que seja básico, devido a elasticidade da plataforma da DIGIclowd, a “festa digital” pode ser customizada para empresas de qualquer porte, e está habilitada a ser utilizada em qualquer parte do país ou do mundo.

Sobre a DIGIclowd

A DIGIclowd foi criada no segundo semestre de 2019 com o objetivo de oferecer a pequenos e médios varejistas soluções de comunicação visual digitalizada, ou digital signage. Porém, com a pandemia, os sócios Fhabyo Matesick, Andreas Wiemer e Helber William transformaram a DIGIclowd em uma plataforma especializada em streaming e transmissão de eventos digitais de qualquer formato e tamanho de forma simples, segura e transparente. Desde a roteirização do evento ao pós-venda, a DIGIclowd desenvolve o conceito da programação, cria ambientes digitais de acordo com a necessidade do contratante, faz análise do comportamento da audiência e garante a entrega de uma transmissão de alta qualidade.

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

EPP semeia terror no Paraguai após a morte de três guerrilheiros

O Exército do Povo Paraguaio (EPP), grupo criminoso que age na região norte do país, iniciou uma série de ameaças e escaramuças depois que as forças de segurança do governo mataram três de seus integrantes.
As ações da Força Tarefa Comum (FTC) foram intensificadas depois que o EPP sequestrou o fazendeiro e ex-presidente do Paraguai, Oscar Denis, que ainda encontra-se em poder dos sequestradores. A FTC é formada pelo Exército, Polícia Nacional e outras forças policiais do país vizinho.  

Os três guerrilheiros abatidos durante confronto são Lucio Silva, Esteban Martin Lopez e Rodrigo Arguello. O chefe da Polícia Nacional, Nimio Cardozo, disse que os três são “peças chaves” do grupo, especialmente Lucio Silva, que seria um dos chefes.

“Lucio Silva fazia treinamento dos criminosos e chegava a recrutar crianças e indígenas para lutar contra o governo. Em 1997 ele assaltou o Banco Nacional de Fomento e se tornou um mito entre os integrantes do grupo”, explicou Cardozo.

“Nós sabemos que o grupo não ficará de braços cruzados após essas três mortes. Eles vão intensificar suas ações após esse golpe recebido”, acrescentou o chefe da Polícia Nacional.

De fato, algumas ações praticadas nos últimos dias possuem as “digitais” do EPP. Veículos e máquinas agrícolas foram incendiadas na região de Amambai, agricultores foram ameaçados e lideranças temem novos sequestros.

Brutalidade

Em extensa reportagem publicada nesta terça (24) o jornal Última Hora destacou algumas das brutalidades praticadas nos últimos anos pelo EPP. De acordo com o periódico, o grupo age “com extrema crueldade” para se impor e espalhar medo na região.

Ainda este mês, o EPP teria morto o trabalhador rural Danile Benitez Acosta, de 51 anos. Seu corpo foi encontrado em um descampado próximo a estância onde trabalhava. “Ele morreu de forma cruel, com golpes na cabeça”, informou o Última Hora.

Por: GDia

Destaques, Geral, Paraná,

Sabe como acessar a indenização do seguro DPVAT? O advogado e colaborador Gilmar Cardoso explica

Se você sofreu um acidente de trânsito e teve lesões ou se teve gastos médicos hospitalares e farmacêuticos. Não importa se você é motorista, passageiro ou pedestre, se teve culpa ou não, você tem direito a solicitar o DPVAT (Cobre Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

​Gilmar Cardoso explica que o DPVAT é um seguro obrigatório criado através da Lei nº 6.194 de 1974, que protege todos os brasileiros em casos de acidentes de trânsito é é  um direito de todo e qualquer cidadão acidentado em território nacional.

O advogado destaca que o DPVAT oferece coberturas para três naturezas de danos: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares (DAMS).

O advogado esclarece que não são cobertos acidentes em que não há vítimas, danos causados aos veículos, colisões envolvendo automóveis estrangeiros ou brasileiros fora do território nacional, nem ferimentos que não tenham sido causados por veículo automotor ou sua carga.

As solicitações podem ser feitas diretamente à Seguradora Líder-DPVAT, não sendo necessário a contratação de nenhum serviço de terceiros. É preciso apenas entregar a documentação correta, afirma./

O pagamento da indenização é feito em conta corrente ou poupança da vítima ou de seus beneficiários, em até 30 dias após a apresentação da documentação necessária. O valor da indenização é de R$ 13.500 no caso de morte e de até R$ 13.500 nos casos de invalidez permanente, variando conforme o grau da invalidez, e de até R$ 2.700 em reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas.

O prazo para solicitar a indenização por Morte ou Reembolso de Despesas Medicas e Hospitalares é de 3 anos a contar da data do acidente. No caso de indenização por Invalidez Permanente este prazo é de 3 anos a contar da ciência da Invalidez Permanente pela vítima, esclarece o advogado Gilmar Cardoso.

Ainda que a quantia possa ser irrisória perto da gravidade de uma morte, ou de um acidente que tenha tornado sua vítima inválida, o advogado Gilmar Cardoso avalia que a indenização é justa diante da taxa paga pelos proprietários de veículos, que antes era de R$ 105,65 no caso de automóveis e agora, a partir de 2020, o custo para proprietários de carros passou a ser de apenas R$ 5,23. O novo valor representa uma queda de 67,7% em relação ao cobrado em 2019. No caso das motos, a redução é ainda maior. O preço do seguro de R$ 12,30 é 85,4% menor do que o praticado no ano anterior.

O DPVAT indeniza quaisquer vítimas de acidentes de trânsito em território nacional, seja motorista, passageiro ou pedestre. O motorista inadimplente perde o direito à indenização em caso de acidente de trânsito, sendo ele o condutor do veículo no momento do sinistro. Todas as outras vítimas envolvidas são cobertas pelo Seguro DPVAT, esclarece o advogado.

Gilmar Cardoso frisa que a proteção é assegurada por um período de até 3 anos dentro das três coberturas previstas em lei: morte, com indenização de R$ 13.500; invalidez permanente, com indenização de até R$ 13.500, sendo o valor estabelecido de acordo com o local e intensidade da sequela; e reembolso de despesas médicas e suplementares (DAMS), com valor que pode chegar a R$ 2.700.

Gilmar Cardoso explica que Qualquer pessoa vítima de um acidente com veículos terrestres pode pedir a indenização, mesmo que ela nunca tenha tido um carro e pago o DPVAT, ou seja, vale para pedestres também. O pedido pode ser feito em até três anos a contar da data do acidente.

O advogado destaca que a cobertura vale para pessoas atingidas por carros (ou outros veículos), bem como pela sua carga (caminhões que transportam cargas, carros com reboques etc), sejam as vítimas pedestre, ou a bordo do veículo (motorista, passageiro, carona, passageiro de táxi, lotação ou ônibus). A única pessoa que não pode requerer a indenização é a pessoa causadora do acidente já que o seguro cobre apenas terceiros (vítimas).

A atual responsável pela administração do Seguro DPVAT é a Seguradora Líder-DPVAT, que tem o objetivo de assegurar à população, em todo o território nacional, o acesso aos benefícios do Seguro DPVAT. As secretarias estaduais da Fazenda arrecadam os valores do DPVAT e os repassam à Seguradora Líder.

O seguro obrigatório é pago, uma única vez ao ano, junto com o vencimento da cota única ou da primeira parcela do IPVA, acompanhando os calendários estaduais. O dono de veículo é obrigado a pagar o DPVAT ou não consegue fazer o licenciamento nem transferir a propriedade do veículo. O DPVAT garante indenizações para acidentes ocorridos entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano de exercício, então, mantenha o seu pagamento em dia, adverte Gilmar Cardoso.

Dos recursos arrecadados pelo seguro obrigatório, 50% vão para a União, sendo 45% para o Sistema Único de Saúde (SUS) para custeio da assistência médico-hospitalar às vítimas de acidentes de trânsito, e 5% são direcionados para o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), para investimento em programas de educação e prevenção de acidentes de trânsito. Os outros 50% são direcionados para despesas, reservas e pagamento de indenizações, descreve o advogado.

A Seguradora Líder-DPVAT oferece mais de 7 mil pontos de atendimento autorizados para que você mesmo possa dar entrada no pedido de indenização do Seguro DPVAT, inclusive, nas agências dos Correios, afirma Gilmar Cardoso.

Qualquer pessoa vítima de um acidente com veículo terrestre no Brasil pode ter direito à indenização, inclusive sendo pedestre, acionando o DPVAT. Em dezembro de 2018, foi lançado também o aplicativo do Seguro DPVAT para facilitar ainda mais a solicitação dos pedidos de indenização, que já foi baixado mais de 100 mil vezes. Cerca de 7 mil pedidos de indenização já foram enviados via plataforma. A ferramenta possibilita que os beneficiários solicitem o Seguro DPVAT diretamente pelo celular. 

Como pagar o DPVAT?

Você percebeu que todo proprietário de automóvel em circulação no Brasil tem a obrigação de pagar o DPVAT? Essa é uma responsabilidade que traz consequências para quem a descumpre. A principal delas é a não emissão do CRLV.

Assim, o veículo que não estiver em dia com o pagamento do seguro não pode renovar seu documento e, portanto, fica proibido de circular, tanto em vias públicas como em locais privados.

Como solicitar:

A indenização deve ser solicitada pela própria vítima no caso de invalidez permanente e despesas médico-hospitalares e pelos herdeiros legais no caso de morte.

Para obter a indenização, o solicitante deve apenas comparecer a um posto autorizado e levar os documentos solicitados. A lista varia de acordo com o tipo de dano. Depois, você pode entregar os documentos em um ponto de atendimento ou dar entrada sem sair de casa: pela Central de Atendimento, nos telefones 4020-1596 (capitais e Regiões Metropolitanas), e 0800 022 12 04 (outras regiões), de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, exceto feriados nacionais; ou diretamente pelo aplicativo do Seguro DPVAT.

Se toda a documentação estiver completa e correta, a análise do pedido é feita em até 30 dias e o pagamento, quando devido, é depositado na conta corrente ou poupança do beneficiário, destaca Gilmar Cardoso.A indenização é liberada em até 30 dias, se toda a documentação estiver correta e for entregue nos postos de atendimento autorizados.Caso a pessoa entre na Justiça, o prazo para receber normalmente é maior.

Para dar entrada no pedido do Seguro DPVAT é preciso reunir a documentação de acordo com a cobertura desejada:

Despesas médicas

É preciso ser a própria vítima, o beneficiário, o representante legal ou a pessoa habilitada por instrumento de procuração para entregar os documentos. São necessários, basicamente:

  • boletim de ocorrência (original ou cópia autenticada);
  • declaração do proprietário do veículo conforme modelo no site da seguradora;
  • RG, ou outro documento oficial com foto, da vítima com cópia simples;
  • CPF da vítima com cópia simples;
  • comprovante de residência;
  • boletim do primeiro atendimento médico ou relatório do dentista atestando as lesões sofridas;
  • comprovante das despesas;
  • autorização de pagamento conforme modelo no site da Líder-DPVAT.

Ainda, é preciso levar os documentos pessoais do portador da procuração ou, no caso de a vítima ser uma criança ou estar completamente incapaz, de seu representante legal.

Invalidez permanente

As condições para a apresentação da documentação para indenização por invalidez permanente são as mesmas que as para o reembolso de despesas médicas. Já a listagem tem algumas modificações. São exigidos:

  • boletim de ocorrência (original ou cópia autenticada);
  • declaração do proprietário do veículo, conforme modelo no site da seguradora;
  • documento oficial com foto da vítima e uma cópia simples;
  • CPF da vítima com cópia simples;
  • laudo da invalidez emitido pelo Instituto Médico Legal (IML) ou declaração de ausência de laudo conforme modelo no site;
  • boletim do atendimento médico;
  • comprovante de residência;
  • autorização de pagamento.

Morte

A entrega dos documentos para pedido de indenização por morte no trânsito só pode ser feita pelos beneficiários, seus representantes legais ou terceiros, munidos de procuração e devidamente identificados.

No caso da indenização por óbito, várias questões devem ser analisadas para saber quem são os beneficiários ou não. Por isso, para cada caso, hpa um rol diferente de documentos. Assim, o ideal é conferir bem a situação para poder juntar os itens exigidos.

As listas são, basicamente, as mesmas das outras coberturas, mas incluem a certidão de óbito, o laudo do IML e os documentos pessoais dos beneficiários.

Mais informações

Todos os detalhes de como emitir a guia e efetuar o pagamento do Seguro DPVAT estão disponíveis no site da Seguradora Líder. Em caso de dúvidas, é possível entrar em contato com a Central de Atendimento, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, pelos telefones: 4020-1596 (regiões metropolitanas) ou 0800 022 12 04 (outras regiões). Para reclamações e sugestões, o contato é o SAC no 0800 022 8189, disponível 24 horas por dia.

Geral,

Fernando Vannucci, jornalista e apresentador, morre aos 69 anos em São Paulo

Famoso pelo bordão ‘Alô, você!’, jornalista foi âncora de telejornais da Rede Globo, como o Globo Esporte. No ano passado, sofreu um infarto.

Famoso pelo bordão “Alô, você!”, o apresentador e jornalista Fernando Vannucci morreu aos 69 anos, em Barueri, na Grande São Paulo, na tarde desta terça-feira (24). Vannucci deixa quatro filhos — Fernandinho, Frederico, Júlia e Antônio Henrique.

Segundo Fernandinho Vannucci, filho do apresentador, na manhã desta terça, ele passou mal em casa, em Alphaville, e foi levado para o hospital.

De acordo com informações da Guarda Civil Municipal de Barueri, Vannucci foi levado ao Pronto-Socorro central da cidade, onde morreu. A causa da morte ainda não foi divulgada.

No ano passado, Vannucci sofreu um infarto e ficou internado no Hospital Oswaldo Cruz, onde passou por uma angioplastia coronária. Ele chegou a colocar um marcapasso. Em 2001, foi operado do coração e, em 2004, colocou um stent.

Continue lendo em G1.