Browsing Category

Saúde

Leia as últimas notícias sobre Saúde no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu é a cidade brasileira que mais realiza testes de covid-19

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) reafirmou quinta-feira, 26, que Foz do Iguaçu é a cidade que mais realiza exames RT-PCR no Brasil, com base per capita.

“Os exames são essenciais para detectar cedo a doença e com isso evitar novos contágios. A parceria com as instituições de ensino e o apoio do governo do Estado possibilitou fazer  mais de 47 mil exames”, disse Brasileiro em transmissão pelo facebook.

Segundo a Diretora da Vigilância em Saúde, Carmensita Gaievski, Foz registra 12.895 casos confirmados de covid-19. Atualmente 12.120 já estão recuperados, o que equivale 93,99% dos casos positivados.  Dados da Vigilância mostram que o município realizou 47.095 exames de covid-19 incluindo RT-PCR, testes rápidos e clínico epidemiológicos, exames de laboratórios particulares

“Foz do Iguaçu é o município que mais tem leitos de UTI para tratamento de covid por habitante. Entre Costa Cavalcanti e Hospital Municipal temos 95 leitos de UTI, para uma regional que tem em 400 mil habitantes dá em torno de 25 leitos por 100 mil habitantes, nem o país mais desenvolvido do mundo conseguiu esse número de leitos disponível para tratar a covid-19”, destacou Brasileiro. 

Chico Brasileiro reconhece que o trabalho conjunto da Itaipu Binacional, Hospital Costa Cavalcanti, Unila, Uniamérica, Unioeste, Governo do Estado e Ministério da Saúde fizeram de Foz do Iguaçu uma cidade modelo de prevenção e combate ao coronavírus.

Destaques, Geral, Saúde,

2ª Onda de Covid-19: Balneário Jacutinga será fechado por 15 dias

Os municípios do Oeste do Estado têm registrado alta nos casos de Covid-19. Dados da 9ª Regional de Saúde apontam situação de emergência. Em Foz do Iguaçu, a capacidade dos leitos de UTI passou de 95%, sendo já decretada a suspensão de cirurgia eletivas em todo o Paraná.

A Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária de Itaipulândia vem agindo para evitar que isso também aconteça por aqui. Passa a valer a partir de 30 de novembro o Decreto nº 313/2020 que mantém fechado o Balneário de Jacutinga pelo período de 15 dias, ficando proibido o acampamento e a entrada de veículos. Ficará aberto o píer para embarcações e entrada de pedestres.

Paulo Carvalho, secretário de Saúde, orienta que é necessário retomar os cuidados para que a Covid-19 não cresça em Itaipulândia: “Nós vamos fazer de tudo para manter as pessoas salvas, nosso comércio aberto e a economia girando. Por isso estamos agindo em outras frentes de trabalho”.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

‘Não podemos mais fechar o comércio’, afirma o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro

Prefeito falou sobre o novo decreto que proíbe por 15 dias festas com contato entre as pessoas.

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) explicou nesta sexta-feira (27), em entrevista à Rádio Cultura, o decreto publicado no dia anterior que proíbe pelos próximos 15 dias, festas com contato entre as pessoas.

De acordo com Brasileiro, o objetivo é coibir festas onde as pessoas não cumprem as medidas sanitárias, resultando em uma cadeia de transmissão e que as ações de fiscalização serão pontuais. “Nós não podemos fechar mais o comércio, não podemos fechar o turismo, a atividade econômica da cidade depois de tanto sofrimento destes setores e toda a sociedade”, afirmou.

O decreto não proibe eventos onde há o comprimento do protocolo sanitário estabelecido e assinado pelos empresários. A música ao vivo segue permitida em bares e restaurantes. A proibição é apenas sobre pista de dança.

Brasil, Destaques, Geral, Saúde, Sem categoria,

Ponte Tancredo Neves: proposta de protocolo sanitário será entregue a autoridades da Argentina

Em reunião do Conselho de Desenvolvimento Trinacional (Codetri), nessa quarta-feira, 25, representantes da sociedade civil organizada das Três Fronteiras – Argentina, Brasil e Paraguai – concluíram a proposta de protocolo de segurança sanitária para a Ponte Internacional Tancredo Neves. A via está fechada desde março, devido à pandemia.  

O documento será encaminhado oficialmente ao governo estadual de Misiones – província da qual faz parte a cidade de Puerto Iguazú – e à Embaixada da Argentina no Brasil. Após a análise, esse regramento será concluído conjuntamente entre o poder público e a sociedade civil. 

O protocolo foi elaborado pelo Codespi, Codefoz e Codeleste, que são os conselhos de desenvolvimento de Puerto Iguazú, Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. A Câmara de Comércio, Indústria e Comércio Exterior (CCI) e a Câmara de Turismo, da cidade argentina vizinha, também assinam a proposta. 

Estão previstas medidas sanitárias para turistas e moradores da região trinacional durante o acesso à ponte, quando a via for reaberta. O protocolo sugere duas etapas para a retomada da circulação, com regras e exigências distintas em cada fase, submetidas ao controle e monitoramento das autoridades em saúde da Argentina e Brasil. 

“É uma proposta que estamos apresentando ao governo do nosso país, para debate e avaliação”, frisa Pablo Bauzá, presidente do Codespi. “Fazemos parte de uma fronteira única, formada pelos três países e cidades da região. Estamos pensando principalmente nos moradores da região, que tem uma vida cotidiana compartilhada”, expõe.

No texto, o protocolo enfatiza que a meta é fazer uma abertura segura e controlada da Ponte Tancredo Neves. “O objetivo é impulsionar toda a cadeia de serviços, incluindo hotéis, agências de turismo, táxis, remises, guias, atrativos, comércio, gastronomia e serviços em geral.”

Três Fronteiras 

De acordo com o presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Mario Camargo, as instituições que atuam nas Três Fronteiras trabalham em parceria. A intenção é restabelecer o fluxo fronteiriço, intercambiando experiências e definindo normas sanitárias seguras. 

“Com mais de oito meses, o fechamento da Ponte Tancredo Neves provoca efeitos econômicos e sociais gravíssimos”, reflete Mario. “Quem mais sofre somos nós, moradores da fronteira. Por isso, entendemos que juntos podemos estabelecer medidas responsáveis e seguras para retomarmos a conexão entre as três cidades vizinhas”, pondera. 

Por: GDia

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Fiscalização fecha mais um estabelecimento por falta de alvará e termo de responsabilidade

46 estabelecimentos foram fiscalizados, 22 estavam sem o termo de responsabilidade sanitária e sete foram readequados.

A Defesa Civil realizou mais uma ação de fiscalização a estabelecimentos de Foz do Iguaçu na noite de quinta-feira, 27. Foram fiscalizados estabelecimentos das Avenidas República Argentina e Mario Filho. Ao todo, 46 estabelecimentos receberam visitas.

Entre os estabelecimentos fiscalizados, 22 estavam sem o termo de responsabilidade sanitária, obrigatório para o funcionamento desde a reabertura do comércio. Sete passaram por readequações e um foi fechado por falta de alvará e termo de responsabilidade sanitária.

RELATÓRIO DE ABORDAGEM / DEFESA CIVIL (26/11/2020)

Av. República Argentina + Av. Mario Filho
– 46 estabelecimento visitados;
– 22 Sem o Termo de responsabilidade sanitária;
– 07 receberam readequações;
– 01 Fechado com o apoio da Fiscalização (motivo: falta de alvará + falta do termo de responsabilidade sanitária).

Por: Rádio Cultura

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Nas últimas 24 horas, Foz do Iguaçu confirma mais um óbito e registra 207 novos casos de Coronavírus

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 27/11/2020, 207 casos de COVID-19, totalizando 13.102 casos da doença no município. Deste total, 12.161 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 115 são mulheres e 92 homens com idades entre 8 meses e 86 anos. Dos 207 novos casos, 200 encontram-se em isolamento domiciliar e 07 pessoas estão internadas.

Dos casos confirmados ativos, 630 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 129 pessoas estão internadas.

Óbito

Foz do Iguaçu registrou mais um óbito de paciente vítima da COVID-19, totalizando 182 mortes pela doença no município. A vítima é uma mulher, de 51 anos, que estava internada no Hospital Municipal Padre Germano Lauck desde o dia 28 de outubro.

Destaques, Geral, Saúde,

Máscaras se tornam obrigatórias no Paraguai a partir desta sexta

Proteção deverá ser utilizada em todos os locais fechados públicos ou privados.

A partir desta sexta-feira (27) todos os paraguaios maiores de seis anos ficam obrigados a utilizar máscaras de proteção em locais fechados públicos ou provados, em todo o território nacional.

Embora a utilização de máscaras já fosse determinada por estabelecimentos e algumas regiões, a lei nacional só foi promulgada após sete meses do início da pandemia, através da Lei 6655, com validade temporária.

A exceção vale apenas para atletas profissionais ou amadores, durante a atividade esportiva.

Em caso de locas abertos, como parques, por exemplo, o uso da proteção é obrigatória quando não for possível manter distância de 1,5 metro entre uma pessoa e outra.

O cidadão que desobedecer poderá ser multado, assim como estabelecimentos que ainda poderão ser fechados. A fiscalização caberá aos municípios, em cooperação com a Polícia Nacional do Paraguai.

Por: Rádio Cultura

Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde,

Em Foz do Iguaçu, novo LIRAa aponta alta histórica de infestação do mosquito adulto da dengue

A cada 100 armadilhas vistoriadas, em 18 foram capturados mosquitos, colocando o município em alto risco para epidemias

O sexto Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) de 2020, realizado pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mostra uma alta histórica no índice de infestação da forma adulta do mosquito, atingindo a marca de 17,6%. Esse indicador demonstra que a cada 100 armadilhas lidas, em aproximadamente 18 foram capturados mosquitos, colocando o município em alto risco para epidemias e doenças transmitidas pelo Aedes. O levantamento também aponta a circulação do sorotipos DENV-1, DENV-2, DENV-3, DENV-4 e Zika.

O alto índice de infestação e a circulação de diferentes sorotipos preocupam as autoridades em saúde, que vem ao longo do ano vem desenvolvendo uma série de atividades e adequações. Dentro da Atenção Básica, a porta de entrada para casos leves de dengue continua sendo as unidades de saúde, enquanto, as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) atendem aos tipos mais graves.

Números

O município de Foz do Iguaçu iniciou o ano epidemiológico 2020/2021 acima do limite superior esperado para o período (linha vermelha). Já são 2.186 casos notificados da doença e 172 confirmados (dados preliminares, até 24/11). Assim como registrado no estado do Paraná, o município deverá repetir o padrão de circulação simultânea de três sorotipos virais. A incidência hoje é de 6,72 por 100 mil habitantes.

LIRAa

O levantamento, realizado entre os dias 16 a 20 de novembro, foram amostrados 4.893 imóveis do município e realizada a leitura de 2.598 armadilhas. A presença das formas imaturas (larvas e pupas) nas armadilhas  sofreu aumento desde o último levantamento do índice Infestação Predial (IIP%) e foi de 0,95 para 2,5%. Já o Índice Predial de Armadilhas (IPA%), que analisa a forma adulta, mostrou uma infestação de 16,60% em setembro e subiu para 17,6% em novembro.

Combate

As ações de enfrentamento realizadas pelo Comitê de Combate a Dengue seguem de forma ininterrupta, mas ainda necessitam do apoio da comunidade, especialmente na eliminação de criadouros formados em lixos domésticos. O CCZ já realizou diversos ciclos de aplicação do fumacê com novo inseticida. Mutirões de limpeza e verificação de terrenos são ações constantes das equipes do CCZ e fiscalização da Secretaria da Fazenda.  Com apoio da Itaipu Binacional, a Gincana Todos contra a Dengue pretende envolver diferentes comunidades para criar uma grande corrente de combate ao mosquito, com ações comunitárias e premiação em dinheiro.

Destaques, Paraná, Saúde,

Saúde suspende cirurgias eletivas por 30 dias em todo o Paraná

Medida passa a valer a partir do dia 1º de dezembro e vale para a rede Sistema Único de Saúde e também particular. Medida considera crescimento agudo de casos confirmados de Covid-19 no Estado.

A Secretaria de Estado da Saúde suspende por 30 dias a realização de cirurgias eletivas no Paraná. A determinação, publicada por meio da Resolução Sesa nº 1412/2020, tem validade a partir do dia 1º de dezembro de 2020 e poderá ser estendida ou reduzida de acordo com a situação epidemiológica e a taxa de ocupação de leitos de UTI e enfermaria no Estado.

A nova Resolução não se aplica aos procedimentos de cardiologia, oncologia e nefrologia. Como também não suspende os exames considerados necessários, em caráter de urgência, pelo médico prescritor, procedimentos realizados em âmbito ambulatorial e outros procedimentos os quais, a critério médico, sejam considerados de urgência ou emergência.

A norma regra foi imposta considerando o crescimento agudo de casos confirmados de Covi-19 no Estado e a elevada ocupação dos leitos de UTI e enfermaria, conforme boletim diário vinculado ao Ministério da Saúde.

Em caso de dúvidas é possível verificar a Resolução 1412/2020 que revoga a Resolução Sesa número 1026/2020.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Itaipu Binacional, Saúde,

Covid-19: Hospital Costa Cavalcanti já analisou mais de 30 mil testes para diagnóstico da doença em Foz e região

A média de exames diários chega hoje a 450. O suporte do HMCC tem sido fundamental para dar um panorama geral do número de casos registrados da doença no município e em parte do Oeste do Estado.

Em sete meses, o laboratório do Centro de Medicina Tropical (CMT) do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mantido pela Itaipu Binacional, fez um total de 30.939 testes para diagnóstico da covid-19, número registrado nessa quinta-feira (26). A média de exames diários hoje chega a 450.

O CMT tem analisado os testes de RT-PCR aplicados em Foz do Iguaçu e nos municípios que compõem a 9ª Regional de Saúde desde março, quando foi habilitado pelo Laboratório Central do Paraná (Lacen). O suporte do HMCC tem sido fundamental para dar um panorama geral em relação ao número de casos registrados da doença no município e em parte do Oeste do Estado.

Para o diretor assistencial do HMCC, Sandro Scarpetta, toda essa quantidade de exames realizados (comparativamente à população de Foz de 260 mil, atingiria 12%) representa o compromisso da instituição e da Itaipu com o cuidado de toda a região.

“Somos um centro hospitalar que conta com uma estrutura completa, inclusive alas destinadas ao atendimento de pacientes graves com a covid-19”, disse Scarpetta. “E poder realizar esse trabalho de testagem juntamente com toda a regional, reforça esse atendimento humanizado e de qualidade”, completou o diretor.

Antes do laboratório obter autorização do Lacen, os exames para detecção do novo coronavírus eram enviados para Curitiba. Os resultados demoravam cerca de uma semana para sair, por causa de toda a logística envolvida.

Com o aumento significativo de casos de covid-19 nas últimas semanas, em toda a área de abrangência, o laboratório tem readequado as rondas de exames, para entrega dos resultados em tempo mais curto e também aumentou a equipe de colaboradores para esse trabalho.

“Alguns pacientes precisam ser internados e, para saber o local correto para que ele não infecte outras pessoas ou venha a ser infectado, é preciso agilidade. Isso tem sido prioridade em nosso laboratório”, explicou a gerente de apoio técnico, Carla Basile. Para ela, “esta resposta rápida para os municípios é extremamente relevante para que possam adotar a melhor estratégia de atendimento”.

Para casos urgentes do HMCC, o Centro de Medicina tem conseguido entregar resultados em até três horas. Já para casos ambulatoriais, a média é de quatro horas. “Nossos processos têm melhorado a cada dia. Essa agilidade é fruto da experiência que temos obtido”, observou o gerente do CMT, Robson Delai.

Foz e 9ª regional

Dos mais de 30 mil exames realizados, 54% correspondem a testes coletados em Foz e, os outros 46%, em municípios da 9ª regional, composta por Itaipulândia, Matelândia, Medianeira, Missal, Ramilândia, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Serranópolis e Foz do Iguaçu.

Reforço na prevenção

Com novos casos sendo confirmados diariamente, o Hospital Costa Cavalcanti e a Itaipu, empresa que montou uma frente para atuar diretamente nos casos da doença, tanto na prevenção quanto no tratamento, com aportes de mais de R$ 30 milhões, reforçam o alerta.

“As pessoas precisam continuar com as medidas de prevenção, como o uso de máscara em ambientes coletivos, e especialmente a higienização das mãos e o distanciamento social”, diz o coordenador do Grupo de Trabalho Covid-19, da margem brasileira da Itaipu, coronel Aureo Ferreira. O investimento na saúde da população de Foz e região atende diretriz do general Joaquim Silva e Luna, direror-geral brasileiro de Itaipu.

O HMCC ainda tem oferecido um serviço de teleorientação aos beneficiários do Plano de Saúde Itamed e colaboradores do centro hospitalar e da Itaipu Binacional. O contato pode ser feito pelo telefone (45) 3576-8300.

Uma equipe liderada por médicos está disponível para tirar dúvidas e orientar pessoas com casos suspeitos. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Nos sábados, domingo e feriados, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Assessorias de Comunicação do HMCC e Itaipu
Fotos: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional