Browsing Category

Saúde

Leia as últimas notícias sobre Saúde no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Saúde,

Foz do Iguaçu registra 55 novos casos de Coronavírus nas últimas 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 21/02/2021, 55 casos de COVID-19, totalizando 24.712 casos da doença no município. Deste total, 23.748 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 31 são mulheres e 24 homens, com idades entre 1 e 89 anos. Dos 55 novos casos, 52 encontram-se em isolamento e 3 internados.
Dos casos confirmados, 476 estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 108 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registra 380 óbitos pela doença no município.

Destaques, Saúde,

Oito albergados do Lar para Idosos de Puerto Iguazú, na Argentina, foram hospitalizados com Covid-19

Um surto de infecções pelo novo Coronavírus (Covid-19) obrigou o internamento no Hospital Samic de oito idosos que estavam albergados na Casa de Saúde San Ramón de Puerto Iguazú, na Argentina.

Ao todo, 28 pessoas foram hospitalizadas incluindo funcionários da instituição, informa o LaVozDeCataratas. Todos os positivados farão exames.

“Eles foram transferidos para o Samic Iguazú, para que fossem feitas tomografias e exames laboratoriais e depois receberam plasma convalescente”, informaram os responsáveis pela instituição.

“Toda a equipe de saúde está trabalhando. Não há necessidade de relaxar. Para não baixar os braços”, disse o diretor Oscar Alarcón. Por outro lado, aos avós que estão no Lar, foram adotadas as providências necessárias pela Diretoria da Samic Iguazú. 

“Os idosos eram isolados por grupos e uma equipe fazia o controle na Casa de cada um deles, três vezes ao dia”, informou o diretor.

Destaques, Paraná, Saúde,

Estado ativa 62 leitos clínicos exclusivos para Covid-19 no Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde anunciou nesta sexta-feira (19) a ativação de 62 leitos de enfermaria exclusivos para Covid-19. Destes, 52 foram disponibilizados nesta sexta-feira (19) e outros 10 poderão receber pacientes a partir de sábado. Eles serão ativados nas macrorregionais Leste e Oeste.

Dos leitos abertos nesta sexta 15 estão no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá; 15 no Instituto Nossa Vida, no município de Coronel Vivida; 12 no Hospital e Maternidade Jesuítas, no município de Jesuítas, e 10 leitos na Associação de Saúde, na cidade de Mangueirinha. Neste sábado (20), serão 10 leitos no Hospital Bom Samaritano, em Céu Azul.

A Secretaria de Estado da Saúde desenha e organiza a ampliação da rede de leitos para atender pacientes em todas as regiões. Para a próxima semana existe a previsão de ativação de leitos de UTI: 5 em Sarandi e 6 em Francisco Beltrão. Na sequência, a pasta prevê a ativação de 10 leitos UTI em Maringá.

“O esforço do Governo do Estado é permanente para que não faltem leitos tanto de enfermaria como de UTI. Conseguimos nos primeiros nove meses de pandemia habilitar 1.135 leitos UTI exclusivos para tratamento da Covid-19. Anteriormente, em 30 anos, o Paraná tinha 1.315 para todo SUS”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Hoje, quase um ano depois da organização da rede exclusiva Covid-19, e mesmo tendo passado por desativações em função da própria dinâmica da pandemia, o Paraná tem 1.216 leitos de UTI adulto, 22 UTI pediátrica; 1.779 leitos clínicos para adultos e 34 clínicos para crianças.

Desde o início da pandemia a Secretaria da Saúde movimentou cerca de R$ 484 milhões em recursos de custeio e investimentos relacionados exclusivamente à Covid-19. Aproximadamente R$ 320 milhões foram destinados à área de Gestão em Saúde, responsável pela habilitação e contratação de leitos.

“Lembrando que a habilitação implica em todo esquema de funcionamento de um leito, como equipamentos, estrutura, profissionais e medicamentos”, ressaltou o secretário.

Ocupação – O boletim da Secretaria de Estado da Saúde desta sexta-feira (19) registra 1.530 pacientes internados com diagnóstico confirmado de Covid-19. Destes, 1.284 estão em leitos SUS (653 UTI e 631 leitos clínicos/enfermaria) e 246 da rede particular (109 UTI e137 em leitos clínicos/enfermaria), o que representa 89% de ocupação geral no Estado.

“É a maior ocupação de leitos desde o início da Covid-19. Estamos no segundo dia seguido com números chegando ao limite ”, afirmou o diretor de Gestão em Saúde da secretaria estadual, Vinícius Filipak. “Há meses estamos alertando gestores, profissionais da saúde, e principalmente a população, que não basta a habilitação de mais leitos”.

Ele ressaltou que a Covid-19 tem alta transmissibilidade e também alta taxa de letalidade. “Cerca de 20% dos internados vão a óbito. Por isso, nosso alerta é para que todas as medidas preventivas sejam mantidas, como o uso da máscara de proteção, a higienização constante das mãos e o distanciamento social”, afirmou Filipak.

As informações são de Agência de Notícias do Paraná

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Saúde,

Foz do Iguaçu tem mais dois óbitos e registra 151 novos casos de Coronavírus nas últimas 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 20/02/2021, 151 casos de COVID-19, totalizando 24.657 casos da doença no município. Deste total, 23.687 pessoas já estão recuperadas.


Dos novos casos, 90 são mulheres e 61 homens, com idades entre 10 e 93 anos. Dos 151 novos casos, 143 encontram-se em isolamento e 8 internados.
Dos casos confirmados, 482 estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 108 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais 2 óbitos em consequência da COVID-19, totalizando 380 mortes pela doença no município. As vítimas são 1 mulher de 96 anos e 1 homem de 85 anos, que estavam internados no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde,

Foz do Iguaçu terá toque de recolher das 23h às 5h e outras medidas restritivas a partir de domingo, 21

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) editou o decreto 28980, com toque de recolher e outras medidas restritivas de controle e prevenção para enfrentamento da emergência em saúde pública devido a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

As novas regras, a partir do dia 21 de fevereiro (domingo), valem ppor um período de 14 dias e incuem toque de recolher das 23h às 5h, com encerramento neste período das atividades comerciais, gastronômicas, de serviços e atividades religiosas coletivas.

Fica proibida a circulação de pessoas, salvo por motivo de força maior, justificada em uma série de casos como aquisição de medicamentos, produtos médicos hospitalares e produtos veterinários, além de outros disponíveis no decreto disponível para baixar no PDF abaixo.

Ficam suspensas as atividades esportivas coletivas recreativas em quadras e campos públicos e privados, pesque-pagues e balneários, piscinas em condomínios, clubes e associações, competições esportivas entre outros.

Foz do Iguaçu, Saúde,

CCZ inicia encoleiramento de cães para a prevenção contra a Leishmaniose

Mais de 700 animais deverão receber a coleira antiparasitária para evitar a contaminação pela doença em seis dias

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Foz do Iguaçu iniciou nesta semana uma nova etapa de encoleiramento de cães para a prevenção da Leishmaniose Visceral Canina, na região do Bubas. O cronograma de ação prevê a proteção de 720 animais, em uma força-tarefa que vai durar seis dias – até o momento mais de 240 animais já foram protegidos pelas quatro equipes que estão atuando no local.

As coleiras antiparasitárias ajudam a reduzir a transmissão da doença entre os animais e, por consequência, o contágio entre os humanos. Para os cães sadios, o acessório serve como repelente contra o mosquito-palha, transmissor do vetor. Já nos animais doentes, ela serve para evitar que o inseto pique, interrompendo a propagação da doença. Em 2020, Foz do Iguaçu registrou quase 400 casos em 1.536 animais testados.

A escolha do Bubas, de acordo com o CCZ, se deu por conta da alta vulnerabilidade do local e pelo grande número de demandas recebidas com relação a animais doentes e que apresentam sinais clínicos de leishmaniose.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu confirma mais dois óbitos e registra 115 novos casos de Coronavírus nas últimas 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 19/02/2021, 115 casos de COVID-19, totalizando 24.506 casos da doença no município. Deste total, 23.553 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 55 são mulheres e 60 homens, com idades entre 5 e 83 anos. Dos 115 novos casos, 113 encontram-se em isolamento e 2 internados.
Dos casos confirmados, 474 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 101 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais 3 óbitos em consequência da COVID-19, totalizando 378 mortes pela doença no município. As vítima são 2 mulheres, uma de 85 e outra de 79 anos, e 1 homem de 62 anos, que estavam internados no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Idosos com mais de 87 anos já podem se vacinar contra a Covid-19 em Foz

A Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu iniciou nesta quinta-feira, 18, a vacinação contra a covid-19 em pessoas com mais de 87 anos. “Há pouco mais de uma semana iniciamos a vacinação em idosos com mais de 90 anos, logo reduzimos a idade de corte para 89 anos e agora todos com mais de 87 anos poderão ser vacinados. Enquanto tivermos vacinas para esse público seguiremos reduzindo a idade”, disse Rosa Jeronymo, secretária de Saúd

Até o momento foram imunizadas 8.517 pessoas – dessas 7.674 receberam a primeira dose e 843 pessoas já receberam a segunda dose da vacina. “As equipes de saúde já vacinaram 327 idosos acamados nas suas casas. Pessoas com mais de 89 anos, foram 399 imunizados. Queremos vacinar ao máximo os idosos com mais idade porque sabemos que os casos letais da doença são predominantes neste grupo”, destacou a coordenadora de Imunização, Adriana Izuka. 

Os idosos com mais de 87 anos que queiram ser imunizados ainda podem procurar o posto de vacinação que fica na Vigilância em Saúde na Vila Yolanda. “As equipes de saúde estão atendendo também por drive-thru, sistema que permite ao idoso ser vacinado sem sair do carro. O idoso dessa faixa etária deve ir direto no posto de vacinação portando documento com foto, CPF e comprovante de residência”, lembra Izuka.

Segundo a Secretaria de Saúde, haverá uma interrupção na aplicação de vacinas contra a covid-19 em trabalhadores da área da saúde. “Vamos fazer uma pausa na vacinação desse grupo, grande parte dos trabalhadores da saúde já foi imunizado e agora aguardamos mais vacinas para retomar a aplicação do imunizante naqueles que ainda não receberam a primeira dose. Não temos uma previsão exata de quando receberemos mais vacinas, esperamos receber logo”, reitera Rosa Jeronymo.

Idosos acamados

Adriana Izuka reforça que o formulário para inscrição dos idosos acamados que desejam receber a vacina contra a covid-19 continua disponível no site da prefeitura. “É preciso acessar o portal Idosos Acamados Foz e preencher a ficha disponível com os dados do idoso. Lembrando que só os acamados com mais de 60 anos receberão a vacina em casa”.

Busca ativa

A Secretaria de Saúde junto às Unidades Básicas de Saúde (UBS) de cada distrito está realizando a busca ativa dos idosos com mais de 89 anos. A medida visa acelerar o processo de vacinação desta faixa etária.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu registra 98 novos casos e mais dois óbitos em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 18/02/2021, 98 casos de COVID-19, totalizando 24.391 casos da doença no município. Deste total, 23.465 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 51 são mulheres e 47 homens, com idades entre 2 e 84 anos. Dos 98 novos casos, 97 encontram-se em isolamento e 1 internado.
Dos casos confirmados, 449 estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 102 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais 2 óbitos em consequência da COVID-19, totalizando 375 mortes pela doença no município. As vítima são 1 mulher de 65 anos e 1 homem de 72 anos, que estavam internados no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde,

CCZ de Foz reforça importância dos cuidados para evitar proliferação do mosquito causador da dengue

Calor e dias chuvosos criam ambiente ainda propício para a procriação do mosquito

O coordenador do Programa de Vetores do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Foz do Iguaçu, Jean Rios, faz um alerta para a população sobre a chegada do período de maior proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Entre março e maio, o clima se torna propício para o desenvolvimento das larvas por conta das altas temperaturas, aliadas às fortes chuvas, e os índices de casos tendem a aumentar. Jean Rios ressaltou a importância de toda a população manter os cuidados de prevenção e eliminar os possíveis criadouros do mosquito.

De acordo com os dados divulgados pelo boletim da dengue na terça-feira, 16, houve um aumento de 6,88% de notificações com relação aos dados da semana anterior. O total é de 5.729 casos da doença – ante 5.360 – sendo 218 já confirmados. Até o momento, Foz do Iguaçu registrou dois óbitos em decorrência da doença no ano epidemiológico. Segundo o Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRAa), divulgado em janeiro, a cidade está em alto risco para epidemia de doenças transmitidas pelo mosquito.

“Este clima favorece um aumento natural na infestação dos mosquitos e, com isso, é maior a probabilidade dele se alimentar de alguém contaminado e propagar a doença. Os números já apontam para uma situação preocupante, mas sem os cuidados necessários, os casos irão aumentar ainda mais nos próximos meses”, conta Rios.

O CCZ segue realizando vistorias diárias em casas e terrenos da cidade, além de instalar as armadilhas entomológicas, que capturam a fêmea viva do mosquito para o exame de biologia molecular que irá identificar o vírus presente, seja zika, chikungunya ou um dos quatro tipos diferentes de dengue.

O coordenador ressalta ainda o papel primordial da população no combate à epidemia. Além da limpeza, os moradores podem também denunciar os locais irregulares, onde há criadouros, como terrenos baldios ou quintais vizinhos que não são limpos. Tudo isso pode ser feito pelo aplicativo 156Foz, na área “Combate à Dengue”, ou pelo telefone 156.

“Por mais que seja claro, ainda precisamos reforçar que a população não deve deixar água parada, não jogar lixo em locais inapropriados, limpar terrenos e também denunciar os espaços que não cumprem esses requisitos. Se todos cumprirem esse papel, teremos números cada vez menores da doença”, afirma Jean.

Todos contra a dengue

Em 2020, a Itaipu Binacional promoveu nos bairros a gincana “Todos contra a dengue”. Em 2021, ela está prevista para acontecer em duas edições – a primeira delas deve ser lançada no final de março. O objetivo é mobilizar os moradores a conter a circulação do vírus e realizar limpezas em casas e terrenos.

Os três bairros vencedores no ano passado foram o Ouro Verde, Jardim Veraneio e AKLP. Cada um recebeu R$ 55 mil para realizar projetos de melhorias na infraestrutura. A edição passada envolveu quase 100 mil habitantes e mais de 440 residências foram vistoriadas pelo CCZ.