Browsing Category

Turismo

Leia as últimas notícias sobre Turismo no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

TV alemã grava atrações turísticas de Foz do Iguaçu

Exibição das reportagens gravadas no Brasil ainda não tem data definida, mas veiculação deve ser até o segundo semestre deste ano

Uma equipe da Deutsche Welle está em Foz do Iguaçu gravando sobre as atrações turísticas como o Parque Nacional do Iguaçu, Parque das Aves, Marco das Três Fronteiras e Usina de Itaipu.

A emissora alemã, que transmite seu conteúdo para toda Europa, ainda não sabe quando vai exibir a reportagem “Meet a Local” no programa “Check-in”, ancorado pelos jornalistas Nicole Frölich e Lukas Stege.

O produtor Luciano Nagel afirmou que devido à pandemia mundial do coronavírus a exibição das reportagens gravadas no Brasil não tem ainda data definida, mas espera que a veiculação se dê até o segundo semestre deste ano. A emissora já gravou matérias nas cidades de Nova Petrópolis (RS) e Cambará do Sul (RS) – na divisa com Santa Catarina.

O “Meet a local” escolhe sempre um morador – no caso de Foz, o jornalista Garon Picelli – para mostrar em um vídeo de cinco minutos ou mais as atrações turísticas e a gastronomia da cidade.

Retomada

A gravação é mais um indicativo da premente retomada dos visitantes estrangeiros. Ainda no primeiro semestre, a Prefeitura, o Governo do Estado e a Itaipu Binacional farão campanha de divulgação do destino no mercado internacional de turismo.

O Ministério do Turismo aponta que Foz do Iguaçu é o terceiro destino na preferência dos estrangeiros que pretendem visitar o Brasil, em 2021, atrás apenas do Rio de Janeiro e Búzios.

Os dados são de pesquisa do site de viagens Decolar, com base em buscas de consumidores por produtos de sua plataforma até 30 de novembro de 2020, para check-in em janeiro de 2021.

Na pesquisa, Foz do Iguaçu é seguida de Florianópolis (SC), Salvador (BA), Porto de Galinhas (BA), Natal (RN), Porto Seguro (BA), Maceió (AL) e Balneário Camboriú (SC).

Sobre a DW

A Deutsche Welle (onda alemã) é uma empresa com sedes em Bonn e Berlim que transmite para o exterior programas de rádio, além de oferecer uma programação televisiva e um amplo portal de conteúdo online em 30 línguas. A Deutsche Welle é o equivalente alemão a redes de notícias como a BBC World, por exemplo.

A DW está no ar desde 3 de maio de 1953. Em 2003, passou os programas de rádio em Boon, enquanto a produção televisiva é, principalmente, feita em Berlim. A dw.com, o portal jornalístico da Deutsche Welle, é elaborado tanto em Bonn quanto em Berlim e oferece conteúdo em 30 línguas.

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Hotéis de Puerto Iguazú aguardam 53% de ocupação durante o final de semana prolongado de Carnaval

O final de semana prolongado do Carnaval, de sábado 13 e terça-feira, 16, promete ser uma trégua para o turismo de Puerto Iguazú, cidade Argentina vizinha a Foz do Iguaçu, no Brasil. 

Puerto Iguazú continua sendo um dos destinos mais escolhidos quando se trata de férias na Argentina, tendo em vista seus amplos espaços com a natureza, que permitem ao visitante respirar ar puro. 

“O carnaval é muito bom, embora tenhamos disponibilidade, acreditamos que atingimos 60% da ocupação”, disse Leopoldo Lucas, presidente da ITUREM.

De acordo com levantamento do portal LaVozDeCataratas, a indústria hoteleira habilitada na cidade tem até o momento 53% de reservas para o fim de semana longo de Carnaval. 

Quanto às opções de hotéis disponíveis, há hotéis a partir de P$ 3,2 mil por noite com café da manhã incluso a P$ 8,6 mil por noite, hotéis entre 3 e 4 estrelas.

Entre os hotéis de mais categoria estão disponíveis: Iguazú Jungle Lodge, Amerian Portal del Iguazú, Loi Suites, Iguazú Grand, Mercure, Gran Melia Iguazú, Panoramic Grand.

As informações são do La Voz De Cataratas

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Carnaval nas Cataratas: parque abre mais cedo de sábado a terça-feira

O Parque Nacional do Iguaçu abrirá uma hora mais cedo, às 8 horas, durante todo o feriadão de carnaval. A ampliação do funcionamento busca garantir mais qualidade e segurança no passeio.

Começando no sábado, 13 de fevereiro, até terça-feira, 16, a unidade de conservação, que abriga as Cataratas do Iguaçu, atenderá os visitantes das 8h às 16h. É o programa perfeito para recarregar as energias no feriadão.

Com essa ampliação, o visitante terá mais tempo, segurança e conforto para contemplar as belezas e atrações do parque. A medida também visa a colaborar para distribuir melhor o fluxo de pessoas dentro da unidade de conservação.

Os ingressos para visitar o Parque Nacional do Iguaçu continuarão limitados, com capacidade máxima de 525 pessoas por hora, e vendidos exclusivamente on-line, com agendamento de data e horário para a visita, no site www.cataratasdoiguacu.com.br

Proteção ao visitante – É importante ressaltar que, diariamente, o parque passa por um minucioso trabalho de sanitização de todo o circuito turístico, oferecendo ainda mais proteção aos visitantes.

O PNI faz o controle individual de acesso de todas as pessoas que visitam a unidade de conservação com uma barreira sanitária instalada no Centro de Visitantes.

Passeio gastronômico – O Restaurante Porto Canoas, localizado no final da Trilha das Cataratas, está aberto para o público com seu tradicional bufê da gastronomia brasileira, que encanta visitantes do mundo todo. O restaurante atende de terça a domingo, das 12h às 16h. www.instagram.com/porto.canoas

Banho para lavar a alma – Mais uma boa dica para estes dias quentes é o Macuco Safari, passeio de barco pelo Rio Iguaçu, no qual o visitante tem a oportunidade de tomar “aquele banho” debaixo das quedas d’água das Cataratas do Iguaçu. O passeio, opcional, é liberado para todas as idades. www.macucosafari.com.br

O parque visto do alto – O voo de helicóptero sobre as quedas é um dos passeios mais eletrizantes em Foz do Iguaçu. A bordo das aeronaves da Helisul, concessionária do parque, você poderá apreciar uma das vistas mais raras do planeta.

Há a opção de voo de dez minutos sobre o Parque Nacional do Iguaçu e as Cataratas do Iguaçu, e também a opção de 35 minutos sobrevoando o PNI, a Itaipu Binacional e o Marco das Três Fronteiras. https://passeiodehelicoptero.com.br/

Quer receber mais informações sobre o feriadão de carnaval no Parque Nacional do Iguaçu? Entre em contato com a Central de Atendimento ao Visitante: +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444).

Créditos das fotografias
Cataratas do Iguaçu:
Nilton Rolin
Parque Nacional do Iguaçu: Bruno Bimbato
Porto Canoas: Marcos Labanca
Banho para lavar a alma: Macuco Safari
O parque visto do alto: Helisul

Serviço
Atendimento no Parque Nacional do Iguaçu – carnaval
De 13 de fevereiro (sábado) a 16 de fevereiro (terça-feira): das 8h às 16h

Informações e ingresso on-line
www.cataratasdoiguacu.com.br
contato@catarataspni.com.br
(45) 3521-4400

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Ministro do Turismo de Misiones não descarta abertura da fronteira da Argentina antes da Páscoa

O ministro do Turismo da província de Misiones (Argentina), José María Arrúa, não descarta a possibilidade de reabertura de fronteiras antes da Páscoa.

Em entrevista a Rádio Iguazú, Arrúa condicionou a a medida se as condições epidemiológicas permitirem.

A Argentina está com as fronteiras fechadas desde meados de março do ano passado, quando começou a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

“Saímos do fechamento total de todas as atividades e as pessoas estão se mudando, sem dúvida que em particular em Puerto Iguazú quando a fronteira for habilitada será uma mudança de paradigma”, disse o ministro.

Puerto Iguazú, com aproximadamente 105 mil habitantes, tem no turismo sua principal fonte de renda e depende da reabertura a Ponte Internacional Tancredo Neves (com Foz do Iguaçu, no Brasil), para a retomada das atividades econômicas do setor.

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Hotéis de Foz do Iguaçu tem mais de 43% dos leitos vendidos no Carnaval

A rede hoteleira de Foz do Iguaçu espera uma ocupação de 43,4% nos dias do Carnaval 2021 – de sábado a terça-feira (13 a 16 de fevereiro, respectivamente), indica pesquisa do Sindicato de Hotéis (Sindihotéis).

Este ano, devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), muitas prefeituras e estados suspenderam as festas e cancelaram os pontos facultativos, para evitar que que os trabalhadores possam viajar no período. 

De acordo com o levantamento do Sindhotéis, a previsão de ocupação para o Carnaval deste ano é de pouco mais da metade do projetado para o período no ano passado, quando mais de 85% dos leitos disponíveis foram vendidos antecipadamente. O feriado no ano passado, foi o último prolongado antes da pandemia, em meados de março.

Foz do Iguaçu dispõe de uma rede com aproximadamente 30 mil leitos distribuídos entre mais de 180 estabelecimentos como hotéis, pousadas, hostals e albergues da juventude. De acordo com a pesquisa do Sindhotéis, os estabelecimentos classificados como 5 estrelas estão com 56,5% dos leitos comercializados.

Em segundo no levantamento aparecem os hotéis com 4 estrelas, com 50,9% das vagas reservadas. Os estabelecimentos com menor classificação – de 3 e 2 estrelas – estão com 33,6% e 32,5% das camas para o período vendidas antecipadamente. A maioria das reservas foi feita por turistas brasileiros.

Desempenho preocupa

A ocupação na casa de 40% no Carnaval, é uma ocupação média nos meios de hospedagens pesquisados, diz o presidente do Sindhotéis Neuso Rafagnin. “Temos hotel de luxo, de 4 a 5 estrelas com boa ocupação, mas os hotéis menores, com qualificação de 2 e 3 estrelas continua sofrendo com baixa ocupação”, avaliou.

Mas o que é importante ressaltar, afirma Neuso, é que o índice está muito abaixo daquilo que a tinha historicamente. “É lógico que em outros carnavais a gente tinha uma média de 80%, mas este ano, como o feriado está sendo cancelado em várias capitais e cidades do país, isto impactou um pouco”. 

Ele lembra que a pesquisa foi feita antes das grandes cidades cancelarem seus feriados. “Então, a gente continua mergulhado num baixo índice. E mais importante que isto, a gente percebe que este movimento é apenas para o feriado, ao longo do mês, os hotéis continuam tendo baixa ocupação, efeitos ainda da pandemia, da Covid, do receio das pessoas viajarem”. 

As informações são do GDia

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Foz do Iguaçu é destino para investimentos em turismo e entretenimento

Atrativos turísticos e loja franca somam investimentos milionários e geram novas oportunidades de emprego na cidade

De olho na retomada do turismo, investidores estão escolhendo Foz do Iguaçu para construir novos empreendimentos em 2021. É o caso do parque temático Movie Cars, inaugurado no final de janeiro.

Somente a estrutura do complexo, que conta com 24 diferentes cenários para a exibição de 40 réplicas de modelos clássicos de carros famosos, além de um restaurante, soma investimentos de R$ 60 milhões de capital privado.

A inauguração do atrativo também garantiu a criação de aproximadamente 70 novos postos de trabalho. “O prefeito foi uma das pessoas que visitamos há dois anos para apresentar o projeto e, agora, o nosso sonho foi realizado. A Prefeitura foi uma grande parceira, nos atendeu com muita agilidade.

Então, gostaríamos de deixar o nosso agradecimento ao prefeito. Agora é só trabalhar”, afirma o diretor executivo, Fernando Coutinho.

O Movie Cars é apenas a primeira etapa do complexo chamado Wonder Park, que será construído no terreno de 88 mil metros quadrados adquirido pelo grupo de empresários, informa o diretor Jin Bruno Petrycoski.

Antes de escolher o município paranaense para receber as instalações do Wonder, o empresário paranaense Cláudio Petrycoski, responsável pelo investimento inicial, considerou outros locais como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Florianópolis (SC) e Gramado (RS).

“Ele escolheu Foz do Iguaçu, principalmente por ser do Paraná e, claro, houve um mapeamento de mercado que identificou uma demanda por atrativos turísticos”, conta Petrycoski.

Ainda no mês de fevereiro, deve ter início a construção do segundo atrativo do complexo: o Sport Action. Em abril, será a vez da execução da terceira etapa – o Dark Castle, um castelo mal assombrado que tem como objetivo transformar o Destino Iguaçu na capital nacional do Halloween.

Outro projeto que deve complementar o atrativo em breve é o Show das Águas Dançantes, que terá um espetáculo gratuito para os moradores da cidade. O valor total dos investimentos ainda está sendo avaliado, mas deve ultrapassar a faixa dos R$ 100 milhões.

Os impactos na geração de emprego e renda começam ainda antes da inauguração, com a criação de oportunidades na construção civil.

“Demos prioridade para a contratação de empresas locais, ou seja, todo o tipo de execução que foi possível fazer com empresas de Foz do Iguaçu ou da região contratamos por aqui”, lembra o diretor.

Já após a inauguração, os novos atrativos ajudam a aumentar o tempo de permanência dos visitantes na cidade, ampliando a geração de renda em toda a rede de turismo, que inclui hotéis, serviços de transporte e de guias de turismo.

Para o prefeito Chico Brasileiro, 2021 realmente deve representar uma grande virada para a cidade. “Com as novas obras estruturantes, em parceria com os governos federal e estadual, os empresários estão percebendo em Foz do Iguaçu a oportunidade de investir e consolidar seus negócios. E o iguaçuense pode ter uma certeza: vem mais coisa por aí”.

Lojas francas

Outro empreendimento que deve ser inaugurado em Foz até o final de fevereiro é a Cell Shop Duty Free. A estrutura montada em um shopping da cidade já soma investimentos de R$ 30 milhões.

Foram contratados 60 profissionais para atuar no local, mas a estimativa é que, ao todo, mais de 200 empregos diretos e indiretos foram criados com a loja.

“Escolhemos Foz do Iguaçu como a sede da nossa primeira loja, porque acreditamos muito no potencial da Tríplice Fronteira. Das 34 cidades contempladas pelo Regime de Lojas Francas, Foz é sem dúvidas a melhor escolha para este grande início”, avaliou o CEO Jorbel Griebeler.

Ampliação

No Dreams Park Show, complexo já existente em Foz, o período de suspensão de visitas durante a pandemia em 2020 serviu para promover melhorias nos espaços. A estrutura do Vale dos Dinossauros foi renovada e o Bar de Gelo passou por uma ampliação para ampliar a capacidade de visitantes.

Outra grande novidade no local foi a inauguração do Dreams Motor Show, o primeiro museu de motos com espaço para shows e um restaurante temático. Foram contratados 21 novos colaboradores na estrutura.

Em 2021, o espaço promete contar com ainda mais novidades. Estão previstas as construções de um museu de carros, uma loja franca e uma casa do terror. “Foz do Iguaçu é um destino muito procurado e estava em plena expansão até o início de 2020. Fechamos 2019 com mais de 963 mil visitas nos seis atrativos”, aponta nota encaminhada pela assessoria de imprensa.

Potencial do Destino Iguaçu

Com a demanda represada em 2020, a estimativa é que o número de viajantes aumente com o avanço da imunização contra o coronavírus no Brasil e no mundo.

“As expectativas são as melhores possíveis! Acreditamos que o segundo semestre será uma grande guinada para a retomada do turismo em Foz do Iguaçu”, avalia o CEO da Cell Shop Duty Free, Jorbel Griebeler.

Para o secretário municipal de Turismo, Paulo Angeli, a vocação natural da cidade será potencializada. “Foz do Iguaçu sempre foi atrativa para investimentos, principalmente para o setor do turismo. Daqui para frente só vamos desenvolver mais demandas, mais investimentos e mais atividades”, disse.

Destaques, Turismo,

Fly Park: Atrativo de Puerto Iguazú reabre com muitas novidades

Já estão abertas as visitas ao renovado Fly Park, um parque de diversões que oferece uma experiência única e se soma aos atrativos de Puerto Iguazú, no lado argentino da Tríplice Fronteira que inclui ainda Brasil e Paraguai.

O parque possui uma trilha de caminhada com cinco níveis de dificuldade, com 12 jogos em cada nível, incluindo tirolesas e pontes suspensas. 

Além disso, existe a opção de uma queda livre de 12 metros, segundo o chefe do projeto Candelaria Naredo explicou ao LaVozDeCataratas. “Esta é uma queda livre controlada, com sistema americano”, disse.

Para dar tranquilidade a quem visita o local, todas as normas de segurança são cumpridas dentro de um padrão internacional.

“Começamos a construir esse parque há três anos, estava em construção há dois anos e abrimos no dia 1º de março do ano passado, mas tivemos que fechar no dia 15 de março devido a a pandemia”, adiantou Candelaria. 

“Portanto, a espera foi longa. Queremos oferecer algo mais aos turistas que vêm à cidade e temos que apostar juntos para levar o destino adiante”, ressaltou.

Continue lendo no LaVozdeCataratas

Destaques, Turismo,

Com cancelamento do Carnaval Brasil deixará de movimentar R$ 8,1 bilhões

O cancelamento do Carnaval para conter aglomerações e o contágio da Covid-19 não suspenderá apenas a folia nacional. Haverá impacto sobre a geração de riqueza e de postos de trabalho.

Dados reunidos pela Folha com base nos festejos de 2020 indicam que pelo menos R$ 8 bilhões deixarão de circular na economia. Cerca de 25 mil empregos temporários também não serão criados, segundo estimativa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Carnaval demanda fantasias, lantejoulas, maquiagens, trio elétricos, além de muita comida, bebida e movimento de vai e vem –para chegar na folia ou fugir dela. Por isso, mobiliza uma extensa cadeia de fornecedores de diferentes áreas de indústrias, comércios e serviços. Incluem-se aí desde o ambulante que vende cerveja no isopor à área de marketing de grandes multinacionais.

De acordo com Fábio Bentes, economista da CNC, por causa de sua capilaridade, é até complicado dimensionar a suspensão do Carnaval. Pesquisa realizada anualmente pela entidade com 3.800 municípios mostra que a arrecadação da festa em 2020 cresceu 20% em relação a 2019, e a projeção antes da pandemia era de ascensão desse mercado.

Lembrando: no ano passado, a data ocorreu antes de o coronavírus ser oficialmente registrado no país. Na sequência, o turismo afundou. Foi um dos segmentos da economia que mais sofreu. No ano passado, encolheu 13% e levou ao fechamento de 397,4 mil vagas formais, segundo cálculos da CNC.

“O Carnaval é considerado o Natal do setor de turismo. Mesmo com cancelamentos de pontos facultativos em alguns municípios, onde alguma receita ainda poderá ser gerada, a perda neste ano é drástica”, afirma Bentes. Segundo o economista, o Rio de Janeiro e as capitais do Nordeste devem ser mais impactadas economicamente.

No Rio, 10 milhões de turistas movimentaram R$ 4 bilhões no ano passado. Como a festa carioca é mais longeva e tradicional, a sua suspensão é um baque, especialmente para o turismo de estrangeiros. “Historicamente, o Rio recebe mais turistas internacionais, que tem gasto médio maior”, diz Bentes.​

Em 2020, a ocupação de hotéis na capital fluminense foi de 98%, durante o Carnaval. Neste ano, a expectativa é que seja de pouco mais de 50%, conta Alfredo Lopes, presidente do Sindicato dos Meios de Hospedagem do município. “É o feriado mais importante para o nosso setor, em número de reservas e consumo”.

Segundo ele, em tempos sem pandemia, a hotelaria contrata trabalhadores extras para o período, em torno de 5% a mais que o efetivo normal. Na pandemia, não haverá contratação adicional. “Não temos como compensar a ausência desse evento, mas não tem o que fazer diante da pandemia”, afirma.

A segunda-feira de Carnaval será dia normal de trabalho no Rio, já que, na tentativa de deter carnavalescos rebeldes e dar algum fôlego à economia, a prefeitura suspendeu o ponto facultativo.

“Não abríamos lojas na segunda-feira de Carnaval desde os tempos de desfiles na Presidente Vargas, quando não existia a Sapucaí”, diz Eduardo Blumberg, presidente do Polo Saara (Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega), organização que reúne 800 lojas populares no centro do Rio, que empregam 7 mil pessoas.

Em tempos normais, a região fatura bem vendendo adereços e fantasias para o feriadão. Sem essa renda, o desânimo por lá é grande. “Mesmo abrindo na segunda, não vai compensar o prejuízo”, diz Blumberg.

O coordenador de economia da FGV, Joelson Sampaio, ressalta que profissionais responsáveis pela viabilidade do evento já estão sofrendo antes do evento.

informações retiradas de Boca maldita .

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Site especializado em viagens lista 10 curiosidades sobre as Cataratas do Iguaçu e o Parque Nacional do Iguaçu

O site Embarque na Viagem, especialista em dicas e destinous listou 10 curiosidades sobre as Cataras do Iguaçu e o Parque Nacional do Iguaçu, atrativos em “um dos destinos mais procurados pelos brasileiros”, afirma.

O contato com a natureza, beleza, paisagens e a energia, faz desse lugar ser essencial e obrigatório para colocar naquela listinha de lugares para conhecer.

“E nós, que somos apaixonados por este destino brasileiro incrível, separamos alguns fatos interessantes para compartilhar com você”, diz a postagem que orienta os leitores a conferirem as curiodades

1– O Parque Nacional do Iguaçu tem ao todo 185 mil hectares, sendo hoje a maior área do Brasil destinada à preservação da mata atlântica.

2– O Parque Nacional do Iguaçu é a maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo.

3– O primeiro homem branco a ver as Cataratas do Iguaçu foi o desbravador espanhol Alvar Nuñes Cabeza de Vaca, no ano de 1542. Encantado com a beleza das águas, as batizou de “Cachoeiras de Santa Maria”.

4– Em 11 de novembro de 2011, as Cataratas do Iguaçu foram escolhidas como uma das Sete Maravilhas Naturais do mundo.

5– O #CataratasDay é um dia para conscientização da conservação do Parque Nacional do Iguaçu e toda região. Acontece sempre em 11 de novembro, no mesmo dia em que as Cataratas do Iguaçu foram escolhidas como uma das 7 Maravilhas da Natureza.

6– O Parque Nacional do Iguaçu é o parque nacional mais visitado no Brasil depois do Parque Nacional da Tijuca, onde está o Cristo Redentor. Recebe aproximadamente dois milhões de pessoas por ano!

7– As Cataratas do Iguaçu são formadas por 275 quedas d’água de até 80 metros de altura. Entretanto, o número das quedas é variável de 150 a 300, dependendo da vazão do rio.

8– As Cataratas do Iguaçu têm o maior sistema de quedas d’água do mundo depois das Cataratas do Niágara.

9– No lado brasileiro, é possível visitar as cataratas pelo Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no Paraná. Já pelo lado argentino, onde se situa 80% das quedas d’água, a visitação se dá pela cidade de Puerto Iguazú, na província de Missiones.

10– O Rio Iguaçu nasce no Brasil, na serra do mar, estado do Paraná. Percorre muitos quilômetros de planície, pouco antes da sua foz, enfrenta um grande desnível, uma ruptura originada por uma falha geológica, esta fratura dá origem a um gigantesco sistema de quedas de água conhecido como as Cataratas do Iguaçu.

“Curtiu saber mais desse destino fantástico? Agora você pode viajar para Foz já sabendo de algumas curiosidades interessantes sobre o destino”, conclui a postagem do site.

Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Grupo Dreams, com atividades em Foz do Iguaçu, contrata Rogério Siqueira (ex-Beto Carrero) como CEO

Atrações de Gramado, Foz do Iguaçu e São Paulo, antes geridas individualmente, agora são parte de uma mesma estrutura, o Grupo Dreams, que contratou como CEO o ex-diretor presidente do Beto Carrero World, Rogério Siqueira.

Adianta o Panrotas que, entre as atrações do grupo estão o Museu do Automóvel Dreamland (em Gramado e Foz do Iguaçu), o bar de gelo Dreams, em Foz, e o Museu do Automóvel e o Hollywood Dream Cars, e ainda o Museu da Devoção, em Aparecida do Norte (SP) e o American Old Trucks, em Canela (RS).

O grupo foi criado há 24 anos, no Rio Grande do Sul e já está também no Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. Para 2021, a meta é ainda levar o encantamento do Grupo Dreams a outros destinos no Brasil, já sob o comando de Rogério Siqueira, que por 11 anos esteve à frente das operações do Beto Carrero World, em Penha (SC).

AQUI para saber do Grupo Dreams