Browsing Category

Curitiba

Leia as últimas notícias sobre Curitiba no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Curitiba, Política,

Presidente nacional do PTB Roberto Jefferson estará em Curitiba na sexta, 26

Nesta sexta-feira (26), o Presidente Nacional do PTB Roberto Jefferson, estará em Curitiba para dar posse nova comissão executiva do PTB no Paraná, presidida pelo empresário Edenilso Rossi.

Às 11H, ele concede entrevista coletiva na Assembleia Legislativa do Paraná sobre temas estaduais e nacionais. O momento com a imprensa ocorre após reunião com o presidente do legislativo estadual, deputado Ademar Traiano.

Curitiba, Destaques, Saúde,

Greca comemora decisão do STF e diz que o exército de Curitiba está pronto para enfrentar o novo Coronavírus

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, comentou nesta quarta-feira (24), a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em relação a aquisição de vacinas contra o novo Coronavírus (Covid-19), por estados e municípios, sem o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“VemVacinaVem Recebo com verdadeira alegria humanitária a feliz ideia do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir que as cidades, governos estaduais e empresas comprem vacinas, em complemento ao Plano Nacional de Imunização (PNI) realizado pelo Ministério da Saúde”, ressaltou Greca, em vídeo nas redes sociais (AQUI para assistir).

“Se nós pudermos comprar vacinas e nós temos recursos do nosso fundo de emergência para imunizar a cidade inteira com o suprimento de 15 mil doses por dia, de maneira que em três meses Curitiba fica livre do vírus. Com a saúde já, virá a retomada econômica e a libertação”, afirmou o prefeito.

Que completou: “Uma guerra não se ganha com um exército só, o exército de Curitiba está pronto para dar combate ao coronavírus. Saúde já”.

Curitiba, Destaques, Economia,

Setores do Turismo promovem nesta quarta a ‘Caminhada pela Reparação’

Em Curitiba, a mobilização começa às 15h na Praça 19 de Dezembro (Homem Nú) com caminhada até Praça Nossa Senhora da Salete

Representantes de entidades e trabalhadores dos 54 segmentos econômicos envolvidos no Turismo promovem, nesta quarta-feira (24), a “Caminhada pela Reparação”. A intenção é mostrar à sociedade e aos governos, a crise que atinge o setor desde o início da pandemia Covid-19. Em Curitiba, a concentração terá início às 15h na Praça 19 de Dezembro (Praça do Homem Nú), no Centro Cívico.

A mobilização é organizada por várias entidades e terá atos nas principais cidades do Paraná. “Nossa caminhada não é pela reabertura, é pela justa reparação”, afirmam os coordenadores da convocatória. Os últimos ajustes do evento foram definidos na segunda-feira (22).

Alguns setores estão há 11 meses sem poder trabalhar, outros enfrentam restrições tão severas que inviabilizam sua operação. As demissões em eventos, hotéis, agências de viagem, restaurantes e bares, ultrapassam milhares de pessoas que estão desamparadas na capital e cidades do interior.

“Sempre que solicitamos operar dentro das regras de prevenção, nos foi negado trabalhar alegando-se o princípio do bem comum e da precaução”, dizem as entidades. “Acolhemos resignadamente estes argumentos e nos amparamos no momento no judiciário”, ressaltam em carta aberta à sociedade.

De acordo com os setores, já que não pode haver justa igualdade na distribuição do ônus da grande crise ocasionada pela Covid-19, que haja reparação pois, mesmo proibidos por decreto de funcionar, continuaram as faturas de aluguel, de impostos como IPTU, de luz, de condomínio, de folha de pagamento dos funcionários, etc.

“Se essa proibição ou severa restrição de funcionamento é do interesse da coletividade, que seja assim, a coletividade representada pelo poder público, que editou a norma que nos proíbe de trabalhar, de ganhar o pão, a nos fazer a justa reparação”.

Contexto
Desde o início da pandemia, as medidas adotadas pelos governos provocaram a falência de 40% dos bares, 30% dos restaurantes, 75% das casas noturnas e 80% das empresas de eventos, resultando no fechamento de milhares de empregos em todo o Estado, especialmente na capital e cidades turísticas que existem grande concentração de empresas do ramo.

“O endividamento é superior a 90% da categoria, com expectativa de retomada e normalização somente em 2023”, afirmam. Nesse caso, ressaltam, “deve-se obedecer. Entretanto não podemos negar que resistir é um direito reconhecido aos cidadãos em certas condições. A resistência é legítima em nossa condição quando a ordem que o poder impõe está divorciada da justiça”, completam.

Participam e apoiam o ato ABAV-PR, ABEOC-PR, ABIH-PR, ABRABAR, ABRASEL, ACP, SINDABRABAR, SINDHOTEIS, SINDIPROM, CURITIBA CONVENTION & VISITORS BUREAU, LIGA DAS HAMBURGUERIAS DE CURITIBA, CENTRO EUROPEU, INSPIRAR GOURMET, FAMÍLIA CAMISA PRETA, PROFISSIONAIS DO SETOR DE EVENTOS SOCIAIS, INFANTIS E CORRELATOS.

SERVIÇO:
Em Curitiba, a concentração começa às 15h na Praça 19 de Dezembro, a famosa Praça do Homem Nú, no Centro Cívico da capital e caminhada até Praça Nossa Senhora do Salete que concentra os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Curitiba, Destaques, Política,

Governo do Estado não compactua desrespeito aos inscritos no concurso da PC-PR, afirma Ratinho Junior

“É inaceitável que mais de 100 mil candidatos tomem conhecimento horas antes do concurso. Concursandos de todo o país se deslocaram para Curitiba e região para realizarem o concurso”.

A manifestação é do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), ao comentar em post agora pouco em post nas redes sociais, sobre a suspensão das provas objetivas do concurso da Polícia Civil do Paraná, que seriam realizadas neste domingo (21) em Curitiba.

Mais de 106 mil inscritos de todas as regiões do Paraná e outros estados estão na capital para a prova, suspensa às 5h da madrugada pelo Núcleo de Concursos da FUNPAR/UFPR, organizador da seleção (AQUI para relembrar).

“Não compactuamos com esse desrespeito. Nossa Policia Civil já cobrou os devidos esclarecimento dos fatos e os culpados serão responsabilizados”, completou o governador.

O concurso da PC-PR, cancelado devido a pandemia Covid-19, é para o preenchimento de 400 vagas nos cargos de Delegado, Papiloscopista e Investigador.

Abaixo a nota da Polícia Civil:

Curitiba, Destaques, Geral,

Fim de festa e balada clandestina! Aifu aplica R$ 711 mil em multas por aglomerações em Curitiba

Entre quarta-feira (10) e domingo (14), as equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu/Covid), aplicaram um total de R$ 711.550 em autos de infração pelo descumprimento da lei municipal 15.799/2021, que estabelece sanções a pessoas e empresas que não seguirem as medidas restritivas contra a covid-19. As equipes vistoriaram 49 estabelecimentos, em diferentes bairros, 23 tiveram a atividade paralisada e foram lavrados 47 autos de infração.

Segundo a prefeitura de Curitiba, entre os locais interditados cinco foram notificações por comércio irregular. No bairro Lamenha Pequena, uma casa de eventos promovia uma festa clandestina com aproximadamente 500 pessoas. Além da interdição do local, foram lavrados quatro autos de infração que somaram R$ 120 mil em multas.

As Aifus são realizadas em parceria com o Governo do Estado, pautadas pelo Decreto nº 1710/2020, 180/2021 e Resolução 1/2020, que reúnem medidas para evitar a transmissão do novo coronavírus. Formam a força tarefa fiscais das secretarias municipais do Urbanismo e do Meio Ambiente, guardas municipais, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, além de agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito. As equipes da Vigilância Sanitária também realizam inspeções.

“Pela grande quantidade de pessoas, em cada um desses locais, precisou ser feita uma ação de dispersão, mesmo com resistência inicial de parte dos indivíduos”, conta o coordenador do Centro de Operações da Guarda Municipal, inspetor Gilberto Ramos de Oliveira.

“Reforçamos a orientação quanto ao uso de máscaras e, aos proprietários e gerentes dos estabelecimentos comerciais sobre a possibilidade de aplicação de multa posterior, em caso de desobediência à legislação municipal vigente”, destacou.

Toque de recolher

Com a bandeira amarela vigente na cidade, continua proibido o funcionamento de bares e casas noturnas. Na capital. também está proibida a circulação de pessoas das 23h às 5h, em espaços e vias públicas, salvo em razão de atividades ou serviços essenciais e casos de urgência.

Continue lendo em TribunaPR

Curitiba, Destaques, Economia,

Abrabar vence mais uma batalha e anula na Justiça multas e notificações genéricas no Paraná

Entidade representativa da gastronomia e entretenimento derrubou penalizações; Setor se prepara para a Caminhada da Reparação dia 24

A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) garantiu na Justiça uma importante vitória contra as notificações genéricas que prejudicam o funcionamento dos estabelecimentos associados. As medidas, adotadas em virtude da nova lei municipal de punição e enfrentamento à Covid-19, foram derrubadas.

As situações, de acordo com o presidente Fábio Aguayo, em muitas das vezes são arbitrárias e subjetivas, com a completa falta de bom senso. Este tipo de atitude, na maioria dos casos, é um claro abuso de autoridade dos fiscais municipais contra o setor, disse.

“Sorte que temos a Justiça para nos defender e salvar das barbaridades da fiscalização”, ressaltou o presidente da Abrabar. Em novembro de 2020, o Juízo da 2ª Vara da Fazenda de Curitiba concedeu à entidade liminar para suspender algumas notificações lavradas pela municipalidade de forma genérica.

Na decisão, ficou determinando que os fiscais da Prefeitura descrevessem os fatos de forma pormenorizada, nas autuações que fossem lavradas a partir daquela data. De acordo com a advogada da entidade, Vanessa Grassi, alguns autos de infração – agora com imposição de multas, em virtude da Lei 15799/21 – continuam sendo aplicados com descrição absolutamente genérica.

Como exemplo, a causídica cita anotações do tipo “EXERCÍCIO DE ATIVIDADE DE BAR”, sem descrever o que entendem os fiscais ser atividade de bar e o que se difere tal atividade de lanchonetes e restaurantes, por exemplo. Nesse sentido, novas autuações impostas aos associados da Abreabar têm sido suspensas pelo Magistrado, por estarem em desconformidade com a liminar concedida.

Reação
O presidente conclama os empresários do setor a se associarem e utilizarem nosso jurídico da entidade, capitaneado nesta ação pela advogada Vanessa Grassi. A intenção é garantir aos associados um instrumento de defesa contra injustiças que estão sendo causadas em algumas fiscalizações.

“Nosso intuito é preservar os empregos e a empresa que vive momento delicado pela sobrevivência do negócio”, ressaltou Aguayo.

Sem entraves
De acordo com o presidente, é importante deixar claro às autoridades que o intuito da Abrabar não é impor entraves à fiscalização e mesmo à punição dos estabelecimentos que realmente estiverem descumprindo as normas sanitárias de combate ao Covid-19.

“Mas sim garantir aos associados o entendimento dos motivos das autuações, as correções das condutas e, acima de tudo, o contraditório e a ampla defesa, direitos constitucionalmente garantidos”, explicou. A intenção é “preservar os empregos e as empresas que vivem momento delicado, pela sobrevivência do negócio”.

Caminhada da Reparação do Setor
Desde o início da pandemia, as medidas adotadas pelos governos provocou a falência de 40% dos bares, 30% dos restaurantes, 75% das casas noturnas e de 70% a 80% das empresas de eventos, resultando no fechamento de milhares de empregos em todo o Estado.

A situação grave que atinge os estabelecimentos de gastronomia e entretenimento e empresas de eventos motivou os empresários a organizar, para o próximo dia 24 de fevereiro (quarta-feira), uma “Caminhada da Reparação do Setor”. O ato, organizado por várias entidades, terá mobilizações simultâneas nas principais cidades do Paraná.

Em Curitiba, a concentração começa às 15h na Praça 19 de Dezembro, a famosa Praça do Homem Nú, no Centro Cívico da capital. Os últimos ajustes do evento serão definidos na segunda-feira (22), a partir das 10h em reunião com representantes no Babilônia.

Curitiba, Geral,

Sanepar divulga rodízio na Grande Curitiba até 28 de fevereiro

A Sanepar divulga a tabela do rodízio para Curitiba e Região Metropolitana até 28 de fevereiro. A empresa executa na próxima terça-feira (23) a substituição de duas válvulas na captação do Rio Iguaçu.

Com a obra, o abastecimento dos bairros atendidos pelo sistema será afetado por até 36 horas. O trabalho ocorrerá das 6h às 18h do dia 23 e a normalização do abastecimento deve ocorrer até as 18 horas do dia 24.

O rodízio será suspenso nessas regiões do dia 20 até o dia 26.

A obra – Esta é uma etapa da obra de substituição de uma das adutoras que levam água da captação até a Estação de Tratamento de Água (ETA) Iguaçu. Atualmente, o transporte da água é feito por duas adutoras, tubulações de grande diâmetro (1,10 metro), com extensão de 1,5 quilômetro e que margeiam a BR 277.

A nova tubulação melhorará a segurança operacional de produção de água da ETA Iguaçu, com redução de rompimentos e vazamentos. Com capacidade de produção de 3.600 litros de água por segundo, a ETA Iguaçu é a maior do Paraná.

É uma obra de grande complexidade, prevista no planejamento da companhia para a modernização dos seus equipamentos e estrutura. A obra vem sendo executada desde janeiro de 2020, com investimentos de R$ 6,2 milhões, e tem previsão de ser concluída daqui a seis meses.

Bairros afetados no dia 23, das 6h às 18h, com normalização prevista até as 18h do dia 24.

São José dos Pinhais: Guatupê, Ipê, Academia, Cristal, Jardim Cristal, Cidade Jardim.

Curitiba: Água Verde, Fanny, Guaíra, Parolin, Prado Velho, Rebouças, Santa Quitéria, Seminário, Portão, Vila Izabel, Novo Mundo, Capão Raso, CIC, Pinheirinho, Sítio Cercado, Tatuquara, Jardim Botânico, Centro, Cristo Rei, Hugo Lange, Bacacheri, Boa Vista, Ahú, Atuba, Barrerinha, Cabral, Centro Cívico, Santa Cândida, São Lourenço, Tingui, Juvevê, Alto Boqueirão, Boqueirão, Hauer, Uberaba, Guabirotuba, Jardim das Américas, Ganchinho e Xaxim.

Curitiba, Destaques, Saúde,

Hospital do Trabalhador de Curitiba realiza neurocirurgia com equipamento inédito no País

Foi realizada nesta sexta-feira (12) no Complexo do Hospital do Trabalhador, em Curitiba, a primeira cirurgia computadorizada do País utilizando um equipamento de última geração adquirido com recursos da Secretaria de Estado da Saúde, repassados pelo Ministério Público do Trabalho.

“O HT é o primeiro hospital do País a adquirir este equipamento que apresenta o que há de mais avançado em termos de tecnologia. Para se ter uma ideia, apenas o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, tem um equipamento parecido com este, mas não tão moderno em termos de sistemas tecnológicos como o do Paraná”, explica o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A cirurgia foi realizada pelo presidente da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Luis Alencar Borba, e transmitida online para profissionais da área. O secretário Beto Preto, que está internado para tratamento e acompanhamento da Covid-19 no Hospital de Reabilitação (parte do complexo HT) acompanhou a cirurgia online e reforçou a importância desta aquisição para o Estado.

“Esta cirurgia é um marco para a implantação do Centro de Excelência em Neurocirurgia do Paraná, que funcionará no Hospital de Reabilitação. Hoje o atendimento do Reabilitação está voltado exclusivamente para pacientes com Covid-19, mas em breve estaremos com o centro operando aqui na instituição. A cirurgia de hoje marca um grande avanço para a Saúde do Paraná”, destacou o secretário.

Equipamento – O equipamento, no valor de R$ 2,5 milhões, utiliza imagens de ressonância magnética, tomografias e outros exames complementares, e monta um modelo computadorizado tridimensional do crânio do paciente que permite o planejamento e a execução da cirurgia de forma computadorizada.

O software deste neuronavegador permite que o médico projete previamente todos os passos da cirurgia, sabendo o melhor caminho para chegar a tumores cerebrais, desviando de vasos, artérias e nervos, e minimizando danos e sequelas aos pacientes, explicou o diretor-superintendente do Complexo Hospital do Trabalhador (CHT), Geci Labres de Souza.

A cirurgia desta sexta-feira foi de um tumor craniofaringioma, na base do crânio, com acesso nasal. Segundo o médico e presidente da SBN, que fez a cirurgia, o procedimento deve ser considerado um grande sucesso em termos de cirurgia guiada. “O equipamento é fantástico, com uma capacidade impressionante”, salientou.

Cirurgia Guiada – De maneira semelhante a um dispositivo de GPS, os sistemas de cirurgia guiada por imagens (ou navegação cirúrgica) mostram a anatomia interna do paciente em tempo real para o cirurgião, que pode então decidir como melhor atingir o alvo planejado.

Os sistemas de navegação usam dispositivos de rastreamento por infravermelho ou campos eletromagnéticos, marcadores fixados próximos ao paciente e instrumentos cirúrgicos adaptados para navegar o “mapa” da anatomia do paciente criado com auxílio dos exames de imagens.

As primeiras cirurgias usando sistemas de navegação computadorizada aconteceram em meados da década de 1990.

As informações são de Agência de Notícias Estado do Paraná

Curitiba, Destaques, Economia,

Donos de bares, casas noturnas e restaurantes lançam mobilização da ‘Caminhada pela Reparação’ dia 24

Bares, restaurantes, casas noturnas, empresas e autônomos de eventos e buffet infantil pedem apoio para superar os prejuízos causados pela pandemia

Representantes de entidades representativas dos setores de gastronomia, hospedagem e entretenimento se reuniram nesta quinta-feira (11) para definir um plano de mobilização e apoio à “Caminhada pela Reparação” dia 24 nas principais cidades do Paraná. Em Curitiba a concentração começa às 15h na Praça 19 de Dezembro, a famosa Praça do Homem Nú no Centro Cívico.

Integram a mobilização os setores de bares, restaurantes, casas noturnas, empresas e profissionais autônomos de eventos (técnicos de som, luz, led, roadies e carregadores) e buffet infantil que buscam a reparação dos gastos que tiveram nos últimos 10 meses, com as restrições de atendimento devido a pandemia do coronavírus. No Estado, cerca de 90 mil vagas de empregos formais e informais foram encerradas – 30 mil delas só na capital e região metropolitana.

Os setores querem mostrar à sociedade que os decretos sanitários, que fecharam ou limitaram as atividades, provocaram a falência de 40% dos bares, 30% dos restaurantes, 75% das casas noturnas e de 70% a 80% das empresas de eventos no estado.

Procedimento
Na reunião desta quinta, foram alinhados esforços para buscar mais lideranças e aumentar os multiplicadores da convocatória. As ações serão intensificadas pelas redes sociais, especialmente em grupos de Whatsapp, e também nos veículos de comunicação social – emissoras de rádio e TV, jornais impressos, sites e boletins.

Os estabelecimentos dos setores terão expostos cartazes para ampliar o envolvimento com a caminhada. Um dos motes, em Curitiba, é mostrar que a Prefeitura destinou, as empresas de transporte coletivo, R$ 300 milhões, enquanto os setores afetados tiveram reparação zero.

Os ajustes finais da “Caminhada pela Reparação” serão definidos na próxima reunião presencial do comitê organizador, dia 22 de fevereiro (segunda-feira), a partir das 11h na sede da Abrasel.

Participam da mobilização a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PR), Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar/SindiAbrabar), Sindicato dos Empregados do Comércio Hoteleiro, Gastronomia e Similares de Curitiba e Região Metropolitana (Sindehotéis), Família Camisa Preta, empresas e autônomos de eventos e buffet infantil.


Foto: Divulgação

Coronavírus, Curitiba, Saúde,

Guitarrista da Banda Motorocker morre aos 44 anos nesta sexta-feira, 12, por complicações da covid-19 em Curitiba

O guitarrista da Banda Motorocker, Eduardo Calegari, de 44 anos, morreu por complicações da covid-19 nesta sexta-feira (12) em Curitiba.

O falecimento, informa a Banda B, gerou grande comoção nas redes sociais.

“Hoje o dia amanheceu mais triste… Estamos em luto pela perda de um grande amigo e músico do bar. Nossos sinceros sentimentos à todos familiares e amigos de um dos melhores guitarristas que ja tocou nesse palco. Sentiremos sua falta! Edu, que Deus te receba de braços abertos. Deixará muitas saudades por aqui. R.I.P EDUARDO CALEGARI”, postou o Clay Highway Bar, bar temático para amantes de Motos e Rock and Roll.

O fã clube oficial da banda também postou nota de pesar. “É com grande pesar que informamos o falecimento de nosso guitarrista Eduardo Calegari, vítima da Covid. Nossos sentimentos á família, amigos e fãs. Rock in Peace“, afirmou o perfil.

Ainda não há informações sobre o sepultamento de Eduardo. Até o momento, Curitiba tem 2.723 mortes pela covid-19, de um total de 132.462 casos confirmados da doença.