Browsing Category

Foz do Iguaçu

Leia as últimas notícias sobre Foz do Iguaçu no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Foz do Iguaçu, Política,

Vereadores de Foz do Iguaçu acompanham prestação de contas realizada pela Prefeitura

Os vereadores de Foz do Iguaçu participaram nesta terça-feira, (23), da audiência pública realizada pela Secretaria da Fazenda. O debate contou com a participação dos parlamentares que integram a Comissão Mista da Casa- órgão que analisa as Diretrizes e elaboração do orçamento do município- e outros edis. O evento foi realizado de maneira remota, em virtude da pandemia do novo coronavírus.

O diretor de Gestão Orçamentária, Darlei Finkler, apresentou o relatório de receitas, despesas, pagamentos e da situação financeira do município considerando as contas do último quadrimestre de 2020. A Secretária Municipal da Fazenda, Salete Horst, também participou. Foram apontadas dificuldades devido à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, que tiveram impacto na economia do município, com perda de arrecadação, aumento de despesa em saúde e outras dificuldades orçamentárias enfrentadas, como a da previdência municipal.

O vereador Rogério Quadros (PTB), presidente da Comissão Mista da Câmara Municipal destacou: “em 2019, a economia do município estava passando por um momento muito bom, o setor do turismo e o comércio estavam fortes, então as perspectivas para 2020 eram melhores. Mas, infelizmente veio a pandemia e dificultou muito o turismo, comércio, o fechamento das fronteiras, tudo isso impactou muito na economia e arrecadação”, afirmou.

As informações são de GDia

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Parque das Aves de Foz do Iguaçu volta a fechar para o público às segundas-feiras

Com a chegada da baixa temporada, o atrativo volta a abrir de terça a domingo, das 9h às 17h A partir de 1⁰ de março, o Parque das Aves voltará a fechar para o público às segundas-feiras. Assim, os turistas podem visitar o atrativo de terça a domingo, das 9h às 17h.

“Durante a alta temporada, estivemos abertos para o público todos os dias da semana. Agora podemos voltar a fechar às segundas por enquanto”, comenta Jurema Fernandes, diretora administrativa do Parque das Aves.

Alternativas seguras para os visitantes

Os protocolos de saúde, como a obrigatoriedade do uso de máscaras durante toda a visita, inclusive para tirar fotos, além da disponibilização de álcool 70% para os visitantes e funcionários continuam valendo no Parque das Aves.

Jurema destaca ainda que o Parque das Aves é um ambiente totalmente aberto e arejado em meio a um importante remanescente da Mata Atlântica.

“Vale lembrar que o contato com a natureza, de maneira segura e responsável, pode proporcionar saúde física e mental neste momento tão difícil que estamos vivendo. E o Parque das Aves proporciona um passeio muito seguro e prazeroso ao ar livre”, diz.

Foz do Iguaçu, Geral,

Foz do Iguaçu está entre as dez cidades do Paraná com maior número de startups

Centro Municipal de Inovação deverá ampliar os dados com novos projetos na área de tecnologia

Foz do Iguaçu está entre as dez cidades do estado consideradas polos de inovação, com 42 startups criadas no ano passado. O número é 180% maior na comparação com 2019, quando a cidade possuía apenas 15 startups. O dado faz parte do estudo “Mapeamento das Startups Paranaenses 2020/2021”, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Foz aparece na sétima posição, atrás de cidades como Curitiba (422), Londrina (180) e Pato Branco (126). As cidades consideradas “Top 10” no ranking concentram pouco mais de 80% de todas as startups do estado. As áreas de turismo, indústria e biotech/agrotech aparecem em destaque no município.

Até o segundo semestre deste ano, o número de startups criadas poderá aumentar ainda mais, com a abertura do Centro Municipal de Inovação (CMI). O espaço abrigará salas de coworking, startups, empresas, aceleradoras e laboratórios, favorecendo a colaboração e o networking; e será um novo polo de inovação e empreendedorismo tecnológico do município.

O centro, localizado na Avenida das Cataratas, está com 70% das obras concluídas. Quando estiver pronto também poderá receber projetos em parceria com instituições locais, como edificações com tecnologia sustentável, laboratórios e programas de iniciação ao empreendedorismo e à inovação.

A proposta, segundo o secretário de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, é estimular novos negócios no setor, movimentando a economia, mas também incentivando a vocação empreendedora da cidade, com soluções que contribuam para avanços em diversas áreas.

“Estamos em um momento de canalizar esforços para diversificação econômica e de negócios e a expectativa da Prefeitura é consolidar o Centro Municipal de Inovação como um componente importante na política pública municipal de fomento à inovação, tecnologia e pesquisa científica”, disse.

O secretário ainda pontuou outros objetivos da gestão municipal relacionados ao fortalecimento ao empreendedorismo e à inovação, como a atração de novas empresas; criação de um plano municipal com a participação de todos os ativos locais; o alinhamento com as políticas estaduais e federais; a implantação de incubadoras e aceleradoras de negócios; e o fortalecimento da legislação e operacionalização do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social, também dedicado ao ensino e pesquisa.

Futuro

O CMI deverá ocupar a parte superior do prédio e na parte inferior será sediada a Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos. Quando estiver pronto, a seleção das startups se dará por meio de chamamento público. “Estamos trabalhando na regulamentação do espaço e na definição de algumas diretrizes de gestão e operação. Entre as possibilidades, está a operacionalização do Centro por uma entidade parceira, com experiência no desenvolvimento e aplicação de metodologias voltadas à prospecção, captação, assessoria e aceleração de startups”, adiantou o diretor de Captação de Investimentos, Projetos Estratégicos e Inovação, Edinardo Aguiar.

A princípio, serão eleitos alguns temas prioritários como Energia, Turismo, Logística e Mobilidade, Serviços Públicos, sem excluir iniciativas de outros setores ou segmentos.

Outra proposta é desenvolver parcerias com instituições de ensino para programas e ações que estimulem a cultura da inovação desde os primeiros anos escolares, com a realização de eventos dedicados à criação de soluções para problemas do dia a dia e a criatividade, bem como o incentivo ao capital para inovação, com a criação de um Fundo Privado de Investimentos em negócios empresariais. Cerca de R$ 3 milhões estão sendo investidos na reforma de toda a estrutura.

Cultura, Foz do Iguaçu,

Maria Cheung traz NuiToy em exposição virtual

O vídeo está disponível nas redes sociais e no canal de Youtube da artista

A artista visual Maria Cheung estreia nova exposição virtual nesta terça- feira, 23 de fevereiro. Maria foi uma das contempladas do Edital de Credenciamento nº01/2020, relativo ao “Corredor Cultural de Foz do Iguaçu”, promovido pela Prefeitura, por meio da Fundação Cultural.

A artista inscreveu-se com a proposta da exposição virtual NuiToy aprovada no credenciamento de artistas, profissionais e fazedores de Cultura.
A mostra foi exposta originalmente em 2008, no Museu de Arte de Santa Catarina, em Florianópolis. O vídeo traz uma compilação de imagens produzidas pelos fotógrafos Alexandre Marchettti, Danísio Silva e pela própria artista.

Privilégio de nascimento

NuiToy (menina em cantonês), traz para o centro de discussão a preferência das famílias chinesas pelos meninos, característica levada às últimas consequências a partir da política do filho único, de controle de natalidade, imposta pelo governo em 1979 e só extinta em 2015.

Para além da crítica ao controle de natalidade, Maria Cheung destaca neste trabalho a desvalorização da mulher, em direção oposta à extrema valorização do varão, aquele que, via de regra, traria consigo a missão de perpetuar o nome da família.

“Em NuiToy eu falo de direitos básicos negados à mulher. Falo do direito de viver com dignidade, como cidadãs. Reflito sobre o direito negado de nascer – já que era altíssimo o número de abortos-, o direito de sonhar, brincar, estudar, celebrar aniversários…”, salienta a artista que deixou seu país aos sete anos de idade e, anos mais tarde, por meio da arte conceitual resgatou suas origens e passou a refletir sobre a sua própria condição de mulher.

Serviço
Para ver a exposição:
facebook.com/maria.cheung.315
mariacheung57

Educação, Foz do Iguaçu,

Perspectiva de futuro: Prefeitura inicia novas turmas de cursos profissionalizantes

Nesta nova etapa serão quatro cursos oferecidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com o SENAI

O 2020 de Lucas Glasser, 22, foi de reinvenção: enquanto se adaptava ao home office, planejava também uma nova carreira. Decidiu, então, se especializar em áreas que o deixassem mais próximo do mercado de trabalho formal – foi isso que o levou a fazer parte da nova da turma do curso de Assistente de Recursos Humanos, qualificação profissional gratuita oferecida pela Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

As aulas começaram nesta semana e devem seguir até junho. “Durante a quarentena eu despertei para essa necessidade de uma formação mais ampla e, por sorte, encontrei essas opções de curso aqui. Pretendo crescer nesse ramo comercial e sei que isso vai me ajudar muito”, comemora Lucas.

O projeto também oferta os cursos de Assistente Administrativo, Assistente de Contabilidade e Eletricista Instalador Predial, que começará em março. Ao todo, serão 80 alunos. Esta é a quarta edição do trabalho social que já formou cerca de 450 pessoas em cursos profissionalizantes, tanto em áreas administrativas, como em culinária, pintura, mecânica, entre outras capacitações.

O diretor de gestão do Sistema Único de Assistência Social (Suas), André dos Santos, conta que o grupo prioritário de inscritos era formado por beneficiários do Programa Bolsa Família ou de outros programas sociais. A ideia foi possibilitar uma nova formação para essa população, gerando mais autonomia com novas fontes de renda.

“Queremos ajudar a população em situação de vulnerabilidade a ter mais opções quando forem enfrentar o mercado de trabalho. A qualificação para tal é de suma importância e estamos aqui para facilitar esse acesso”, afirma o diretor.

Ter mais opções no mercado de trabalho foi exatamente o que motivou Cláudia Lopes a buscar essa especialização. Aos 48 anos, ela matriculou-se no curso de Assistente de Recursos Humanos e se diz ansiosa para os desafios que irão surgir. “Parei de trabalhar assim que o meu filho nasceu. Mas, em 2021, eu decidi que iria buscar algo diferente e voltar a ter um emprego. Vai ser um grande desafio, mas quero aprender tudo o que for possível”, diz Cláudia.

Regras de segurança contra a covid-19

Em 2020 os cursos foram interrompidos devido à pandemia do novo coronavírus. Para que as aulas voltassem normalmente neste ano, os organizadores buscaram espaços amplos para seguir as medidas de distanciamento, com turmas de até 20 pessoas. Também é obrigatório o uso de máscaras.

As aulas para Assistente de Contabilidade acontecem na Paróquia Espírito Santo, no Porto Meira; as de Assistente de Recursos Humanos, são na Fundação Cultural. Já as turmas de Eletricista Instalador Predial e Assistente Administrativo serão na sede do Senai.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Saúde,

Hospital municipal de Foz do Iguaçu terá mais 10 leitos de UTI para Covid-19

Em reunião nesta terça-feira, 23, com o secretário estadual de saúde, Beto Preto, o prefeito Chico Brasileiro garantiu a ampliação

A partir desta quarta-feira, 24, o Hospital Municipal Padre Germano Lauck, em Foz do Iguaçu, vai contar com mais 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atendimento aos casos de Covid-19. A ampliação foi garantida pelo prefeito Chico Brasileiro em reunião com o secretário de saúde do Paraná, Beto Preto, nesta terça-feira, 23, em Curitiba.

Além dos novos leitos, o município vai receber novos equipamentos – como monitores e respiradores – por meio do Governo do Estado e do Ministério da Saúde. O apoio dos governos estadual e federal é fundamental no momento em que Foz vive o pior cenário da pandemia – com a ocupação na UTI do hospital municipal superior a 100% e 401 casos confirmados nesta terça.

“A partir de amanhã estes novos leitos já estarão em funcionamento. Em paralelo, o hospital também está buscando contratar mais equipes para que outros leitos possam ser abertos”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro. O hospital municipal possui atualmente 102 leitos exclusivos para pacientes com coronavírus, sendo 50 de UTI.

Ainda segundo o prefeito, a previsão é que os novos equipamentos cheguem ainda nesta semana. “O secretário Beto Preto tem acompanhado, juntamente com toda a equipe da secretaria, a situação de Foz e de todo o Estado. Foz tem uma atenção especial, devido à questão da fronteira, e estamos criando um conjunto para que possamos fazer esse enfrentamento, com resposta principalmente na assistência”, ressaltou Chico Brasileiro.

O prefeito fez um apelo à população de Foz do Iguaçu para que sejam mantidos os cuidados para evitar a disseminação do coronavírus. “Só quem pode combater esta doença é a própria população. Abrir leitos é uma medida assistencial, mas um recurso que se esgota. A única forma de vencer mesmo é evitar aglomeração e circulação de pessoas, usar máscaras e fazer a higienização das mãos”, complementou.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Saúde,

Em dia com a confirmação de mais quatro óbitos, Foz do Iguaçu registra 225 novos casos de Coronavírus

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 24/02/2021, 225 casos de COVID-19, totalizando 25472 casos da doença no município. Deste total, 24273 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 112 são mulheres e 113 homens, com idades entre 1 meses e 85 anos. Dos 225 novos casos, 222 encontram-se em isolamento domiciliar e 4 internados.

Dos casos confirmados, 691 estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 121 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais 4 óbitos em consequência da COVID-19, totalizando 387 mortes pela doença no município. As vítimas são duas mulheres e dois homens. Uma mulher de 55 anos estava internada no Hospital Municipal Padre Germano Lauck e outra, de 71 anos, estava internada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti. Um dos homens tinha 67 anos e faleceu em Londrina; o outro, de 75, estava internado no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Educação,

Em Foz do Iguaçu, já chega a 17 o número de educadores municipais contaminados pela covid-19

Do total, pelo menos 3 estão internados; sindicato da categoria pede aulas remotas e cancelamento do retorno presencial dos alunos previsto para a próxima segunda-feira (01)

“Ninguém quer parar de trabalhar, nós apenas queremos preservar vidas e evitar o colapso do sistema de saúde do município.” A fala de Marli Maraschin de Queiroz, presidente do Sindicato dos Professores e Profissionais da Educação da Rede Pública Municipal de Foz do Iguaçu (SINPREFI) tem se repetido numa sequência de reuniões realizadas desde o início do mês de fevereiro com representantes do executivo municipal.

Desde que as reuniões pedagógicas presenciais iniciaram nas unidades escolares, o SINPREFI já foi informado da contaminação de, pelo menos, 17 educadores municipais: 12 atuam em escolas municipais (4 deles na mesma escola) e 5 em Centros de Educação Infantil (CMEI´s) do município. Desse total, 3 profissionais estão internados, sendo que, de acordo com informações recebidas pelo SINPREFI, um deles aguardava vaga na UTI, em Foz.

SINPREFI defende que sejam mantidas aulas remotas para preservar vidas e evitar colapso no sistema de saúde. (Foto Assessoria)

“A situação dessa professora que não conseguiu vaga na UTI em Foz comprova que o sistema de saúde do município já não consegue mais dar suporte ao número de casos,” defende a diretora de políticas sindicais do SINPREFI, Viviane Jara Benitez.

Segundo ela, a movimentação nas escolas põe em risco não só os profissionais da educação, mas toda a comunidade escolar, incluindo os alunos, os pais e os demais familiares. O boletim divulgado ontem (23) pela Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu, aponta 401 novos casos de COVID-19 em 24h.

Para as diretoras sindicais, retomar as aulas na próxima segunda-feira (01) no modelo híbrido (remoto + presencial) apresentado pela Secretaria Municipal de Educação (SMED) cria um perigo de contaminação que pode ser evitado.

O SINPREFI defende que as aulas sigam no modelo adotado no ano passado, com atendimento remoto. A presidente do sindicato reitera que os profissionais da educação não pararam de trabalhar, pelo contrário: tiveram que se reinventar, usar equipamentos próprios, internet de casa, avançar além do horário de trabalho para dar conta dessa demanda que foi uma novidade para todos.

Dirigentes do SINPREFI participam de reunião com sec. de adm., Nilton Bobato e com sec. de educação, Maria Justina, para debater modelo de volta às aulas no município de Foz do Iguaçu. (Foto Assessoria)

“Estamos dispostos a seguir nos sacrificando para preservar vidas. Sabemos que muitos pais nos apoiam nesta decisão e farão o sacrifício junto conosco, como já fizeram!”, defende ela.

O SINPREFI encaminhou ofício à SMED na segunda-feira (22) solicitando atualização diária do número de casos de educadores municipais infectados, mas ainda não foi respondido. Além disso, o sindicato irá buscar, junto aos órgãos de saúde, a possibilidade de fechamento de uma das escolas municipais onde 4 profissionais estão contaminados pela COVID-19.

No dia 10 de fevereiro, em Assembleia Geral, os educadores sinalizaram estado de greve como alerta contra a retomada das aulas presenciais. Além disso, 1.029 profissionais da educação responderam um formulário digital elaborado pelo sindicato e 73,9% do total registraram que são contrários à volta às aulas presenciais. Na próxima sexta-feira (26) haverá nova Assembleia Geral para deliberar sobre indicação de paralisação por prazo determinado ou indeterminado caso o município insista em manter o retorno às aulas de forma presencial.

Quem são os profissionais representados pelo SINPREFI?
O SINPREFI representa cerca de 2.000 profissionais que atuam na área da educação municipal, entre eles: professores, secretários de escola, coordenadores, diretores, agentes de apoio, auxiliares de serviços gerais e merendeiras. Esses profissionais trabalham na Educação Infantil (CMEI´s) e nos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano), portanto são responsáveis por crianças de 6 meses a 10 anos (aproximadamente). A Secretaria Municipal de Educação anunciou o retorno às aulas em formato híbrido (presencial + remoto) para crianças a partir de 4 anos, iniciando no dia 1º de março.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Política,

Em Foz do Iguaçu, vereador Adnan El Sayed indica à prefeitura compra direta de vacinas contra a Covid-19

O vereador Adnan El Sayed (PSD) protocolou, nesta quarta-feira (24), na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu uma indicação ao prefeito Chico Brasileiro (PSD) para atuar na compra direta de doses de vacinas contra a Covid-19.

O ato legislativo foi encaminhado, segundo o vereador, com base na decisão tomada nesta terça-feira (23) pelo Supremo Tribunal Federal que autorizou estados e municípios a efetuarem a compra direta de vacinas contra a Covid-19 em caso de o Plano Nacional de Vacinação não cumprir as metas de imunização em massa.

“A vacina é vital e essencial para que Foz retome sua vida social e econômica, mas quantidade de doses que chegaram a nossa cidade é pequeno para atingirmos número mais expressivo de pessoas vacinadas.”, explicou.

Adnan protocolou, ainda, um requerimento solicitando informações da Prefeitura sobre o planejamento municipal de imunização e seu andamento.

“O número de internados é alarmante e somente a vacinação em massa poderá conter a proliferação do vírus”, completou Adnan.

Economia, Foz do Iguaçu,

Crise histórica: ocupação média de hotéis de Foz do Iguaçu despencou para 38% em 2020

Levantamento realizado pelo Sindhotéis confirma a grave crise enfrentada pela hotelaria e gastronomia do Destino Iguaçu desde o ano passado e que se arrastada em 2021

Levantamento realizado pelo Sindhotéis confirma a grave crise enfrentada pela hotelaria e gastronomia do Destino Iguaçu desde o ano passado e que se arrastada em 2021. O movimento consolidado nos meios de hospedagem de Foz do Iguaçu caiu terrivelmente em 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus.

Entre 2017, 2018 e 2019, Foz estava na casa de 60% de ocupação dos apartamentos. Um bom índice considerando que são cerca de 180 meios de hospedagens na cidade, entre hotéis, resorts, pousadas, motéis, albergues etc, num total de cerca de 30 mil leitos.

A queda para 38,7% em 2020 confirma aquilo que vem sendo alertado pelo sindicato desde o começo da pandemia: a categoria está numa crise financeira profunda, fazendo empréstimos e fazendo malabarismos para não demitir funcionários e fechar as portas em definitivo.