Browsing Category

Coronavírus em Foz do Iguaçu

Leia as últimas notícias sobre Coronavírus em Foz do Iguaçu no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Em novembro, Foz do Iguaçu chega a um índice de 74,4 na proporção de novos casos de Covid-19 por dia, a cada 100 mil habitantes

Uma curva ascendente no número de casos de Covid-19, neste mês de novembro, acende um sinal de alerta aos moradores de Foz do Iguaçu. Um gráfico comparativo do município em relação a algumas capitais brasileiras retrata que no último dia 17, por exemplo, na proporção de novos casos por dia a cada 100 mil habitantes, Foz do Iguaçu alcançou uma incidência de 74,4, enquanto duas das capitais mais populosas do Brasil – São Paulo e Rio de Janeiro – obtiveram índice de 19,7 e 9, respectivamente. Na mesma data, Curitiba apresentou uma taxa de 45,5 e Belo Horizonte chegou a 12 novos casos, a cada 100 mil habitantes.

A bióloga e professora da UNILA Elaine Soares, responsável pela elaboração desse primeiro gráfico, evidencia que, se neste mês de novembro o aumento do número de casos nas grandes cidades tem chamado atenção, em Foz do Iguaçu não é diferente. O município, com cerca de 258 mil habitantes, apresenta uma alta no índice de infectados, que também acompanha uma curva crescente na velocidade de transmissão, sobretudo em novembro. Com base no cálculo de dias que se leva para atingir mil casos, Foz do Iguaçu demorou 20 dias para passar de 7 para 8 mil casos, e apenas oito dias para, a partir de 10 mil casos, atingir o patamar de 11 mil – intervalos que podem ser vistos no gráfico 2.

Com relação ao aumento de casos ativos, que também pode ser visualizado no gráfico 2, vale uma ressalva de que houve uma mudança de metodologia de registro no dia 27 de julho. “Assim, o número de casos ativos também foi reduzido pela mudança de metodologia, e o cenário atual não pode ser imediatamente comparado com o do final de julho”, explica Soares.

Gráfico 1 – Novos casos dia/100 mil em 17/11

Ela aponta, também, para o fato de ter encontrado um padrão que sinaliza uma tendência de curva crescente de casos após feriados (ver gráfico 3). “Percebe-se que houve um aumento no número de casos após aproximadamente 10 dias do feriado”, analisa a docente. Ainda segundo Elaine Soares, esse padrão encontrado é correlativo. “Não dá para ser taxativo de que o aumento é efeito do feriado. Mas, pela comparação, parece [que sim]”, complementa.

Para a médica infectologista e professora da UNILA Flávia Trench, esse aumento é reflexo de um momento atual não só em Foz do Iguaçu, como também em outras cidades, onde há um retorno de aglomerações em decorrência do que ela chama de “exaustão da pandemia”. “Ninguém mais aguenta o atual estado das coisas, o isolamento e o distanciamento. Estão arriscando a saúde física por uma ilusão de normalidade. Por isso estão saindo”, aponta. E complementa: “minha dica é que cada um avalie seus riscos e dos que estão ao seu redor, e use medidas preventivas ao circular. E nós, da Saúde, devemos nos preparar para seguir trabalhando muito e majorar a capacidade de leitos instalados”, afirma.

A médica Flávia Trench chama atenção para dados que podem ajudar a avaliar os riscos, como a taxa de óbitos por faixa etária. Com base no dia 6 de novembro, quando Foz do Iguaçu atingiu 10 mil casos de infectados pelo novo coronavírus, dados compilados pela professora Elaine Soares mostram que a faixa etária com maior porcentagem de óbitos, até aquela data, era de pessoas com mais de 80 anos (26,22%) e entre 70 e 79 anos (19,32%). Na avaliação de riscos, vale reforçar que as medidas preventivas incluem um conjunto das propaladas ações, como uso correto de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social, evitando-se, principalmente, locais fechados e aglomerações.

Gráfico 2 – Casos ativos (média móvel), novos e recuperados por dia

Com relação à ocupação de leitos em Foz do Iguaçu, a professora Elaine Soares destaca a tendência de aumento da taxa de ocupação dos leitos exclusivos para pacientes com Covid-19 que, em novembro, está próximo de 80%, mesmo com a adição de 14 novos leitos, o que é considerado estado de emergência. “É importante que a população mantenha-se informada sobre os dados da cidade, especialmente os relacionados à ocupação de leitos, e mantenha os cuidados para ajudar a reduzir a circulação do vírus”, alerta.

Testagem e mutação do vírus

O aumento no número de infectados pelo novo coronavírus em Foz do Iguaçu também pode estar relacionado ao alto índice de testagem que ocorre na cidade. Já foram quase 36 mil amostras submetidas ao exame RT-PCR, como aponta a professora da UNILA Maria Leandra Terencio, coordenadora da equipe que realiza os exames no Laboratório de Biologia Molecular, montado no Hospital Municipal, em parceria com a Universidade.

“Em outubro e novembro, as coletas aumentaram absurdamente, uma média de 400 até 500 amostras por dia. Muito do que temos visto, do aumento de casos positivos, também está relacionado a um número maior de coletas”, afirma Maria Leandra. Além de atuar na testagem, ela – junto com a também docente da UNILA Maria Cláudia Gross – está na fase de levantamento de dados orçamentários dos reagentes necessários, para realizar um projeto de sequenciamento de algumas amostras de pacientes de Foz do Iguaçu e, assim, identificar qual cepa viral está circulando no município.

“Esse dado é importante porque nos permite identificar a origem dessas cepas, de onde elas vieram, e também analisar a questão de virulência delas, do poder de infecção, se elas têm a mesma potência na infecção e no adoecimento dos pacientes. Seria um estudo populacional genético das cepas virais, para tentar entender e compreender não só a estrutura viral, mas também o impacto que ela causa na patogenicidade”, explica Maria Leandra.

Gráfico 3 – Projeção dos efeitos dos feriados

Dados iniciais

Segundo Kelvinson Viana, docente do curso de Biotecnologia da UNILA e pesquisador em Bioengenharia para o desenvolvimento de vacinas, é preciso analisar com cuidado a associação entre o aumento do número de casos de Covid-19 com as mutações virais. “Ainda não há evidências de que qualquer uma das mutações que foram observadas no Sars-Cov-2 tenha afetado a transmissibilidade viral ou a doença em humanos. Em algum momento isso poderá ocorrer, é uma probabilidade, mas, ao menos por enquanto, não é o que temos observado”, esclarece.

Para estudos vacinais, em parceria com o Centro de Medicina Tropical da Tríplice Fronteira, Viana solicitou o sequenciamento de amostras isoladas de pacientes do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, para saber as variantes do vírus presentes na cidade. “Ainda não temos conhecimento de quais são as variantes do novo coronavírus que circulam em Foz. Isso será respondido por diferentes grupos de pesquisa de instituições da cidade, inclusive por um trabalho mais amplo que será conduzido pelas professoras Maria Cláudia e Maria Leandra. No entanto, já sabemos que uma das cepas é a chamada B1.1, uma das mais prevalentes no Brasil e em outros países”, explica.

Kelvinson Viana, assim como os demais docentes ouvidos nesta reportagem, acredita que o aumento do número de casos em Foz do Iguaçu deve-se, sobretudo, ao não cumprimento, de forma correta, das medidas para evitar os contágios, a exemplo do distanciamento e isolamento social. “Seja por necessidade de trabalho, seja por questões de saúde mental ou outros fatores, mas a realidade é que não existe mais isolamento, então é mais que natural a ocorrência deste aumento do número de casos. Isso não é uma surpresa”, conclui.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Em domingo com mais dois óbitos, Foz do Iguaçu registra 80 novos casos de Coronavírus

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 22/11/2020, 80 casos de COVID-19, totalizando 12.189 casos da doença no município. Deste total, 11.497 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 45 são mulheres e 35 homens com idades entre 10 e 81 anos. Dos 80 novos casos, 78 encontram-se em isolamento domiciliar e 2 pessoas estão internadas.

Dos casos confirmados ativos, 411 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 108 pessoas estão internadas.

Óbitos
Foz do Iguaçu registrou mais dois óbitos de pacientes vítimas da Covid-19, totalizando 174 mortes pela doença no município. As vítimas são uma mulher de 69 anos e um homem de 79 anos.

Ambos estavam internados no Hospital Municipal Padre Germano Lauck. Os dois casos evoluíram com sepse de foco pulmonar. Os óbitos ocorreram na noite de ontem (21).

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Governo do Estado entrega equipamentos para o Hospital Municipal de Foz do Iguaçu

Secretario de Estado da Saúde, Beto Preto, ressalta a parceria e elogia o trabalho do município no enfrentamenro à pandemia do novo Coronavírus

O Governo do Estado do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, entregou na manhã deste sábado (21), 20 monitores multiparâmetros para os leitos de expansão da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Padre Germano Lauck (HMPGL).

A instituição, que na última semana implantou quatro leitos de UTI Covid, trabalha agora para a ampliação de mais 20 leitos com a parceria dos governos federal, estadual e municipal. Serão ao todo, 10 novos leitos de UTI Covid e outros 10 de UTI Geral.

O secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, reafirmou seu compromisso com o município de Foz do Iguaçu, enaltecendo o trabalho que vem sendo realizado na gestão do prefeito Chico Brasileiro e do diretor-presidente do Hospital Municipal, Sergio Fabriz. “Parabenizo toda essa equipe que não esmoreceu desde o inicio do enfrentamento a Covid-19 e que agora vive outro momento, com a reabertura da Ponte Internacional da Amizade. É o nosso incansável trabalho, em conjunto com o município, Estado e Governo Federal, alinhados para fazer o melhor pela população, para que consigamos minimizar os danos  causados pelo novo Coronavírus”, relatou  o secretário.

A Diretora da 9° Regional de Saúde, Iélita Santos da Silva acompanhou a entrega dos equipamentos e ressaltou a cooperação do Estado e Governo Federal. “Novos equipamentos estão sendo encaminhados diretamente do Ministério da Saúde, saindo de São Paulo e chegando nos próximos dias ao nosso município”, enfatizou a diretora.

Para o prefeito Chico Brasileiro, o apoio dado pelo governo estadual vem reforçar as ações estratégicas de combate ao Coronavírus. “É uma luta diária, onde estamos reunindo todos os esforços, para que assim possamos continuar a atender com eficiência a população”.

Neste sábado (21), 229 novos casos de Coronavírus  foram confirmados em Foz do Iguaçu, totalizando 12.109 casos da doença no município. Já no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, a ocupação de leitos na UTI Covid, que passou a contar com 44 leitos, é de 70%.

“Poder contar com a parceria do município, Governo do Estado, e toda uma equipe engajada em nossa unidade hospitalar, é poder garantir eficiência no enfrentamento à pandemia, minimizando os efeitos e garantindo melhor assistência e eficiência”, pontuou o diretor-presidente do HMPGL, Sergio Fabriz.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu registra mais 229 novos casos e ultrapassa os 12 mil infectados pelo Coronavírus

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 21/11/2020, 229 casos de COVID-19, totalizando 12.109 casos da doença no município. Deste total, 11.302 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 121 são mulheres e 108 homens com idades entre 10 meses e 96 anos. Dos 229 novos casos, 225 encontram-se em isolamento domiciliar e 4 pessoas estão internadas.

Dos casos confirmados ativos, 531 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 104 pessoas estão internadas.

Óbito

Foz do Iguaçu registrou mais um óbito por Covid-19, totalizando 172 mortes pela doença. A vítima é uma mulher, de 56 anos, que estava internada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti desde o dia 09 de novembro. O quadro se agravou com pneumonia e síndrome respiratória aguda grave. O óbito ocorreu na noite de sexta feira (20).

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Hospital Municipal de Foz do Iguaçu implanta mais quatro leitos de UTI para pacientes da Covid-19

Com apoio do Governo do Estado e Ministério da Saúde, município deverá ampliar leitos gradativamente nas próximas semanas

O Hospital Municipal Padre Germano Lauck (HMPGL), em Foz do Iguaçu, implantou, esta semana, mais quatro leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), destinados a pacientes graves com o novo Coronavírus.

Agora, a unidade possui 44 leitos exclusivos de UTI COVID. Somados aos do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, Foz do Iguaçu conta com 89 leitos de UTI COVID, além de 74 de enfermaria.

A ampliação deve-se ao aumento do número de casos da Covid-19 no município, e especialmente a ocupação de leitos, que chegou nesta sexta-feira (20) a 79,78%.

“Chegaremos nos próximos dias a dez leitos de UTI COVID, e na sequência queremos restabelecer mais dez leitos de UTI geral para a população”, explica o diretor-presidente do HMPGL, Sergio Fabriz. A ampliação será possível com o apoio do Governo do Estado e Ministério da Saúde, que repassarão 20 monitores e 20 respiradores.

Nesta semana o Hospital Municipal contratou, via processo seletivo, mais 25 colaboradores, entre técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. O credenciamento de médicos também segue aberto, o que contribuiu para a ampliação de leitos.

Prevenção

O diretor do Hospital Municipal ressalta a importância de a população manter os cuidados e as medidas de prevenção ao Coronavírus.

Infelizmente as pessoas perderam o medo da doença, e estão com dificuldades de cumprirem as medidas sanitárias, dificultando nosso dia a dia. Precisamos retomar a participação popular na conscientização, para podermos frear esse avanço”, pontua Fabriz.

Altas

O Hospital Municipal, referência no tratamento da Covid no Estado do Paraná, já registrou 420 altas de pacientes desde o mês de maio.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu confirma mais dois óbitos e registra 149 novos casos de Coronavírus nas últimas 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 20/11/2020, 149 casos de COVID-19, totalizando 11.880 casos da doença no município. Deste total, 11.162 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 75 são mulheres e 74 homens com idades entre 11 e 77 anos. Dos 149 novos casos, 145 encontram-se em isolamento domiciliar e 4 pessoas estão internadas.

Dos casos confirmados ativos, 441 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 106 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais dois óbitos em consequência da COVID-19, totalizando 171 mortes pela doença no município. As vítimas são homens, com 67 e 84 anos. O homem de 67 estava internado no Hospital Ministro Costa Cavalcanti desde o dia 11 de novembro. O quadro se agravou com choque séptico e síndrome respiratória aguda grave. O óbito ocorreu na madrugada de hoje (20). O paciente de 84 anos estava internado no Hospital Municipal Padre Germano Lauck desde o dia 10 de novembro. O quadro evoluiu com pneumonia e septicemia. O óbito ocorreu na noite de ontem (19).

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu mantém aberta a contratação de 20 médicos para o enfrentamento a Covid-19

Diante do cenário enfrentado pelo município em decorrência da pandemia do Novo Coronavírus, uma Fundação Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu (FMSFI) segue com o credenciamento aberto para um contrato de médicos. Os profissionais atuarão no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, referência no tratamento à doença na região Oeste do Paraná. O chamamento é válido para pessoas jurídicas, prestadoras de serviços médicos, que tenham interesse e que a documentos se enquadre nas exigências legais.

Para ampliar os leitos, a expectativa é contratar mais 20 profissionais, sendo 10 para atuação em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 10 para o Pronto Socorro Respiratório, conforme informa o diretor do Hospital Municipal, Sergio Fabriz. Um ofício solicitando um contratação desses profissionais foi enviado na última terça-feira (17) ao Ministério da Saúde, reforçando o pedido feito no Plano de Contingência de Reabertura da Ponte da Amizade no mês passado.

O diretor técnico do Hospital Municipal, Fábio Marques, disse que está sendo avaliada uma possibilidade de oferecer temporariamente aos profissionais de outras localidades. “Essa proposta está sendo debatida pelo município a fim de garantir a permanência destes profissionais no município”, comentou. “Estamos ampliando os leitos e temos que pressionar em aumentarmos os quadros profissionais, não há sentido de garantir a assistência e o reforço no atendimento para uma população iguaçuense”, destaca o diretor.

O edital, que prevê o pagamento de R $ 140,00 por hora de plantão, pode ser consultado no site https://transparencia.hmpgl.com.br/portal-da-transparencia/licitacoes/ . O documento também pode ser solicitado pelo e-mail licitaçãofmsfi@gmail.com nos seguintes horários: das 08h00min às 12h00min e das 13h00min às 17h00min.

Informações a respeito do edital também fornecido junto ao Setor de Licitações, por meio do telefone (45) 3521 1776.

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu se aproxima dos 170 óbitos e registra 149 novos casos de Coronavírus nas últimas 24 hoas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 19/11/2020, 149 casos de COVID-19, totalizando 11.731 casos da doença no município. Deste total, 11.043 pessoas já estão recuperadas.
Dos novos casos, 76 são mulheres e 73 homens com idades entre 11 e 87 anos. Dos 149 novos casos, 146 encontram-se em isolamento domiciliar e 3 pessoas estão internadas.

Dos casos confirmados ativos, 416 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 103 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais dois óbitos em consequência da COVID-19, totalizando 169 mortes pela doença no município. As vítimas são um homem de 57 anos e uma mulher de 63 anos.

O homem estava internado no Hospital Municipal Padre Germano Lauck desde o dia 13 de novembro. O quadro evoluiu com doença respiratória aguda. O óbito ocorreu na manhã de ontem (18).

A mulher estava internada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti desde o dia 11 de novembro. O quadro se agravou com pneumonia, síndrome respiratória e choque séptico. O óbito ocorreu na noite de ontem (18).

Brasil, Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques,

Brasil recebe primeiro lote da Coronavac, a vacina chinesa contra o novo Coronavírus

O primeiro lote com aproximadamente 120 mil doses da Coronavac, a vacina desenvolvida na China para imunizar contra o novo Coronavírus (Covid-19).

O medicamento desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan desembarcou nesta manhã no aeroporto de Guarulhos (SP).

Antes mesmo da conclusão dos testes, a Coronavac se tornou centro de uma polêmica entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, Jorge Dória (PSDB), virtuais adversários nas eleições presidenciais de 2022.

A discussão é sobre se a vacina será obrigatória, como sugere Dória, ou não, como tem defendido Bolsonaro.

O procedimento também divide a população, entre os que querem e os que não querem tomar a vacina, que ainda depende de reconhecimento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Coronavírus em Foz do Iguaçu, Destaques, Saúde,

Foz do Iguaçu registra mais três óbitos e contabiliza 151 novos casos de Coronavírus nas últimas 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 18/11/2020, 151 casos de COVID-19, totalizando 11.582 casos da doença no município. Deste total, 10.900 pessoas já estão recuperadas.

Dos novos casos, 77 são mulheres e 74 homens com idades entre 2 e 89 anos. Dos 151 novos casos, 150 encontram-se em isolamento domiciliar e 1 internado.

Dos casos confirmados ativos, 419 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 96 pessoas estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou mais três óbitos em consequência da COVID-19, totalizando 167 mortes pela doença no município. As vítimas são duas mulheres, de 82 e 97 anos e um homem de 55 anos.

A mulher de 82 anos estava internada desde o dia 04 de novembro no Hospital Municipal Padre Germano Lauck. O quadro se agravou com síndrome respiratória aguda grave e choque séptico.

O óbito ocorreu na noite de ontem (17). A idosa de 97 anos estava internada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti desde o dia 12 de novembro. O quadro evoluiu com choque séptico, sepse de foco pulmonar e síndrome respiratória. O óbito ocorreu na manhã de hoje (18).

O homem de 55 anos estava internado desde o dia 20 de julho no Hospital Municipal. O quadro evoluiu com choque séptico e sepse de foco respiratório. O óbito ocorreu na manhã de hoje (18).