Browsing Category

Foz do Iguaçu

Leia as últimas notícias sobre Foz do Iguaçu no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

VÍDEO: Prédio em obra desaba e deixa pelo menos dois mortos e três feridos em Foz do Iguaçu

A laje de um prédio em construção desabou na manhã desta quinta-feira (22), na Rua Javaré, fundos do Bosque Guarani, na região central de Foz do Iguaçu.

O Corpo de Bombeiros, adianta a Rádio Cultura, confirmou que até o momento o acidente deixou dois mortos e três feridos.

No vídeo abaixo, integrante do Corpo de Bombeiros detalha como ocorreu o acidente e os procedimentos para resgatar os corpos debaixo dos escombros. Assista!

O tenente Rogério, da equipe de salvamento do Corpo de Bombeiros, informou que a estrutura está instável e corre o risco de cair. Os bombeiros estão em contato com os engenheiros para saber como agir sem colocar a equipe em risco.

A obra pré-moldada está em fase de concretagem e seria futuras instalações de uma clínica.

As informações são de Radio Cultura

Busão Foz, Coronavírus, Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde,

Foz do Iguaçu espera vacinar todos com mais 60 anos ainda em abril

A secretária de saúde, Rosa Jeronymo, disse nesta quarta-feira, 21, que a expectativa é vacinar contra a covid-19 todas as pessoas com 60 anos ou mais ainda neste mês de abril, mas para isso precisa receber mais doses que devem enviadas pelo Ministério da Saúde. Na última semana, segundo Rosa Jeronýmo, foram aplicadas 11 mil segundas doses.

Na próxima etapa, cumprida a vacinação dos idosos, serão vacinados outros grupos prioritários. “As estratégias da campanha de vacinação e o estabelecimento de grupos populacionais prioritários a serem vacinados são de definição do Ministério da Saúde. Segundo o que consta no Plano Estadual de vacinação, os próximos grupos serão as pessoas com comorbidades, trabalhadores da educação e continuar vacinando as equipes de segurança”, disse a secretária.

Sobre a compra de vacinas articulada pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Rosa Jeronymo reafirmou a adesão de Foz do Iguaçu ao consórcio da FNP e a previsão é da compra de 30 milhões de doses, “Foz aderiu ao consórcio da Frente Nacional de Prefeitos, o projeto de lei foi aprovado pela Câmara de Vereadores. Mais de 2.000 municípios aderiram e agora o consórcio está negociando com a Rússia, a compra de 30 milhões de doses”, disse.

Mais doses – “Está nas tratativas porque essa vacina precisa da liberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas o Ministério da Saúde está acompanhando e dando apoio para que haja a liberação da Anvisa e na ajuda da importação e na logística de distribuição para os estados, após isso os Estados farão as entregas aos municípios”, completou.

Rosa adianta que com as doses do consórcio, metade dos 250 mil moradores de Foz do Iguaçu será imunizada até o mês de agosto. “Se conseguirmos fazer essa compra (do consórcio da FNP), eu acredito que até agosto a gente consiga vacinar metade da nossa população”.

As informações são de GDia

Busão Foz, Destaques, Economia, Foz do Iguaçu,

Mototaxistas de Foz do Iguaçu criam aplicativo de transporte de passageiro

O serviço de mototáxi em Foz do Iguaçu precisou se adaptar para continuar atendendo os clientes, que hoje migraram para os serviços de transporte individual por aplicativo.

Adianta a Rádio Cultura que, com o passar do tempo, os mototaxistas se transformaram em motoboys, atendendo a nova demanda de delivery.

Na cidade, cerca de 100 motoqueiros estão aptos para prestar o serviço de transporte de passageiros e outros 328 com a permissão de concessão vencida, esperando a renovação pelo Instituto de Transporte e Transito de Foz do Iguaçu (Foztrans).

Pensando nisso, um grupo de mototaxistas criou o aplicativo Foz Mototáxi, onde o passageiro pode solicitar uma corrida pelo smartphone. O App também tem o serviço de entrega.

Sérgio Lopes, um dos idealizadores do Foz Mototáxi, informou que a demanda aumentou após a paralização do transporte coletivo.

“Tivemos a ideia de criar esse aplicativo para melhorar o nosso movimento e de alguma forma conseguir competir, trabalhar e ter uma renda a mais no dia”, disse.

A corrida mínima é de R$ 5,50. Uma viagem da Avenida Brasil, no centro, até o Porto Meira, por exemplo, sairia em torno de R$ 7. O App está disponível para os sistemas Android e IOS.

Até agora 77 mototaxistas se cadastraram no aplicativo. Para se associar o mototaxista precisa estar cadastrados no Município, através do Foztrans, com motocicleta amarela numerada, placa vermelha e colete de identificação.

Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional,

Ponte da Integração Brasil-Paraguai: começa o empurrão da penúltima prancha em Presidente Franco

Técnicos da Itaipu Binacional informaram que na última segunda-feira foi iniciado o deslizamento do penúltimo trecho do deck da Ponte da Integração, em Presidente Franco.

Adianta a La Clave que se trata da terceira de um conjunto de quatro peças que vão constituir a faixa de rodagem da futura ligação rodoviária.

De acordo com o relatório, as obras da passagem de fronteira entre o Paraguai e o Brasil mostram avanço de 55%, no prazo de 20 meses após o início das obras.

Com o terceiro trecho concluído, o tabuleiro da ponte -em Presidente Franco- já tem 81 metros de extensão, sendo 110 a serem construídos.

Continue lendo na La Clave

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu,

Em meio a crise do novo Coronavírus, Henandárias, no Paraguai, recebe quatro grandes fábricas

Em meio a crise provocada pelo novo Coronavírus (Covid-19), a cidade paraguaia de Hernandárias acaba de receber quatro grandes fábricas, informa a rádio La Clave.

As empresas estão em processo de instalação na zona industrial de Hernandarias, o que permitirá a geração de centenas de empregos.

De acordo com Jaime Zorrilla, diretor de Indústria, Comércio e Agricultura do Município, as indústrias são de capital paraguaio e estrangeiro, e se somam aos grandes empreendimentos já estabelecidos no local.

A zona industrial de Hernandarias tem apresentado um crescimento rápido nos últimos anos. Está localizada em uma área de cinco mil hectares e possui subestação própria, por isso seduz investidores nacionais e estrangeiros, possibilitando a instalação de novos empreendimentos de grande porte.

Um dos casos é o da empresa Blink Bioscience SA, do ramo de ração animal, cuja construção começou no final do ano passado, em um terreno de cinco hectares.

O investimento é de cerca de 7 milhões de dólares, vindos de capitais brasileiros. No projeto, trabalham 80 trabalhadores, dos quais 80% são hernandarienses. Quando pronto, vai gerar 200 empregos diretos.

Da mesma forma, a indústria paraguaia de fertilizantes Nanofert SA instalou-se em uma propriedade de 16 hectares, com investimento de US $ 4 milhões.

Atualmente, a fábrica está em fase de construção e sua conclusão está prevista para o primeiro semestre de 2021.

Outra planta que está em processo de instalação na zona industrial é a Dongjing SA, de capital chinês, no segmento de baterias e painéis solares.

A este respeito, Jaime Zorrilla, disse que uma equipa de profissionais da China chegará a esta parte do país nas próximas semanas para montar as máquinas.

Da mesma forma, a empresa Soldaduras Alto Paraná, de origem brasileira, alugou um galpão para a fundação do empreendimento. A ideia é que essa empresa entre em operação em mais alguns meses.

Área Industrial

Lá operam 23 indústrias, a maioria delas nacionais. A capital da energia é a única cidade da região que possui zona industrial própria. As fábricas instaladas geram diretamente cerca de 2.500 empregos.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional,

Aplicativo que auxilia gestão de núcleos de ostomizados é desenvolvido em parceria do PTI-BR

A fim de colocar em prática uma antiga ideia, o Núcleo de Inovação Ciência e Tecnologia (NICT) da Gastroclínica Cascavel, no Paraná, inscreveu-se na segunda edição do Desafio Inova Oeste, promovido pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), e o resultado dessa parceria foi a criação de uma plataforma de gestão de núcleos de ostomizados. O sistema é em formato de aplicativo para smartphone.

Os núcleos de ostomizados são locais físicos compostos por profissionais voluntários ou profissionais de órgãos públicos, que juntos têm o propósito de orientar e apoiar pacientes ostomizados. Geralmente o espaço é composto pela equipe de enfermagem, assistente social, fonoaudiólogos, psicólogos, médicos e demais profissionais que abraçam a temática. Junto com a Gastroclínica Cascavel, à frente deste projeto, está o Núcleo Regional dos Ostomizados do Oeste do Paraná, referência nacional em modelo de gestão.

O aplicativo Ostomiza foi criado com o objetivo de automatizar a gestão de núcleos de ostomizados, por meio de um sistema criado em formato de aplicativo de celular. Seu público-alvo são os núcleos que cuidam de pacientes que passaram pelo processo de ostomia ── intervenção cirúrgica que permite criar uma comunicação entre um órgão interno do corpo humano e o exterior. Este procedimento tem salvado vidas e melhorado a saúde de milhares de brasileiros.

Todo brasileiro tem o direito de receber os materiais do ostoma, após a cirurgia, fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas isso não garante que as pessoas vão receber o material ideal, ou muito menos informações sobre como manipulá-los. Assim, surge o Ostomiza, um aplicativo voltado aos administradores dos núcleos de ostomizados, que dispõe de informações técnicas, jurídicas, entre outras, sobre o assunto. A ideia é que o modelo do Núcleo do Paraná seja replicado por todo o país.
 

Com o apoio técnico do PTI-BR, o aplicativo foi desenvolvido para facilitar e apoiar municípios que estão construindo seus núcleos e buscam um norte a seguir na fase de implementação. Ao montar o núcleo, o gestor adquire o Ostomiza, e recebe ali todas as informações de como deve funcionar o espaço: recursos humanos, estratégias de marketing, administração do núcleo e demais questões sobre o trato com os pacientes. Todas as informações são baseadas na experiência do case de sucesso de Cascavel, o Núcleo Regional dos Ostomizados do Oeste do Paraná. A partir da existência física do núcleo, este adquire o Ostomiza para aprender a efetivamente colocar o espaço em funcionamento.
 

O Ostomiza não é diretamente ligado ao usuário final, ou seja, o paciente ostomizado, mas sim, seus núcleos: prefeituras, hospitais, e demais instituições interessadas. Após a aquisição do aplicativo por parte do núcleo, os usuários serão vinculados a ele e poderão baixá-lo para sua utilização. Portando um smartphone, é possível acessar informações sobre o assunto, dicas com cuidados adequados no período pós-cirúrgico, contato de profissionais da saúde, orientações com foco na melhoria da qualidade de vida do paciente e familiares no que condiz à reintegração social, econômica e o exercício de seus direitos, além de uma galeria de vídeos que demonstram como executar a manutenção do ostoma.
 

Para o diretor de negócios e inovação do PTI, Rodrigo Regis, é de extrema importância o desenvolvimento de projetos inovadores com o foco na qualidade de vida da sociedade. “A inovação deve ser focada no usuário e em clientes finais, levando sempre a possibilidades de novas experiências. E neste caso, quanto maior o impacto positivo para a qualidade de vida do cliente, maior a possibilidade de escalabilidade e sucesso dessa solução.”.

A gerente de projetos do NICT da Gastroclínica, Aline Ducatti, comenta sobre o foco do projeto. “Nossa meta com o Ostomiza é fornecer um sistema de gestão ágil e específico para esta área de atendimento da saúde, além de gerar receitas oriundas da comercialização da solução, possibilitando a manutenção da qualificação das pessoas que realizam as atividades de atendimento a ostomizados, e fazer com que diversas famílias tenham suas vidas melhoradas e seu retorno às atividades diárias normais, buscando reintegrar essas pessoas à sociedade”.
 

Com a participação do Parque Tecnológico, os profissionais à frente do app receberam treinamentos, mentorias, auxílio em planos de negócios e de marketing, além de todo apoio no desenvolvimento do aplicativo.

Atualmente o Ostomiza está nas etapas finais de validação e ajustes de formatação. O aplicativo será disponibilizado para sistemas Android e iOs, mediante aquisição dos núcleos.

As informações são de Parque Tecnológico Itaipu

Coronavírus, Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Equipes da Prefeitura de Foz do Iguaçu mantêm fiscalização para garantir cumprimento das medidas restritivas

Servidores fazem plantões diários em atenção ao descumprimento do decreto vigente no município

A Prefeitura de Foz do Iguaçu publicou na última segunda-feira (19) um novo decreto flexibilizando as medidas restritivas para evitar a disseminação do coronavírus, devido à estabilização do número de casos da doença no município. Contudo, apesar das novas liberações, as ações de fiscalização para coibir o descumprimento das normas seguem em vigor pela Secretaria Municipal da Fazenda.

O diretor de fiscalização, Nilton Zambotto, destaca que as equipes de fiscalização seguem em plantões diários para atender chamados e realizar inspeções em locais que não seguem as restrições vigentes. No último fim de semana, foram 172 vistorias, 38 multas aplicadas e 3 estabelecimentos interditados.

Zambotto alerta ainda que estabelecimentos comerciais, bares e atividades gastronômicas devem permanecer funcionando com 30% da capacidade, mantendo o distanciamento social e as medidas sanitárias exigidas.

“A liberação não significa que aglomerações estão permitidas. É preciso ficar atento ao que está previsto no decreto e seguir respeitando para que não tenhamos uma nova onda de casos no município. A responsabilidade de todos é essencial para que possam manter as flexibilizações”, afirmou.

Novo decreto

Entre as novas medidas anunciadas, está a liberação de eventos corporativos, como encontros, treinamentos, workshops, congresso e convenções, para até 100 pessoas, mediante o cumprimento dos protocolos sanitários.

Atividades esportivas em locais privados que tenham como atividade econômica a realização de jogos, seguindo regras como o envio com 72h de antecedência de uma lista com os participantes e o local do jogo, interdição dos vestiários, bebedouros e chuveiros e intervalo mínimo de uma hora entre uma partida. Atividades gastronômicas poderão passar a funcionar até às 23h.

Denúncias relativas ao descumprimento das medidas restritivas podem ser feitas pelo telefone 199.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Paraná,

Mais de 5,5 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe em Foz

Primeira fase da campanha, que engloba crianças de 6 meses a menores de 6 anos, trabalhadores da saúde, gestantes e puérperas, segue até o dia 10 de maio

Em Foz do Iguaçu, 3.261 crianças de 6 meses a menores de 6 anos receberam a vacinação contra a Influenza desde o início da campanha, em 12 de abril. O número, apesar de expressivo, representa apenas 16% deste público, formado por 22.022 crianças. Neste período também foram imunizados 1.711 profissionais da saúde (19%), 465 gestantes (14%) e 88 mulheres em período pós parto – puérperas (16%).

O agendamento on-line segue disponível no site da Prefeitura de Foz do Iguaçu. As 20 unidades de saúde também ofertam a vacinação para a busca espontânea, ou seja, sem a obrigatoriedade do cadastramento. A meta da Secretaria de Saúde é vacinar 90% dos grupos prioritários.

“A vacinação acontece nas 20 unidades de saúde que não estão atendendo casos covid, então é importante que a população busque o serviço. A vacina é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença. Adotamos todas as medidas de segurança para evitar outros contágios e realizar uma vacinação segura para a população e as equipes de saúde”, afirma a secretária de saúde, Rosa Maria Jeronymo.

Na segunda fase, de 11 de maio a 8 de junho, a vacinação abrangerá idosos a partir de 60 anos e professores das escolas públicas e privadas. Na terceira etapa, de 9 de junho e 9 de julho, estão: pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privadas de liberdade e adolescentes e jovens em medias socioeducativas.

Conforme lembrou a coordenadora do Programa de Imunização, Adriana Izuka, a influenza também leva a hospitalização em grupos mais vulneráveis. “Temos casos da Influenza todos os anos, que leva a hospitalização e até o óbito em grupos de maior risco para complicações. Com a oportunidade de se proteger, é importante que esta população busque a unidade de saúde e garanta a imunização”.

Vacinação

Fazem parte do público-alvo da campanha, nesta primeira etapa, 22 mil crianças de 6 meses a menores de 6 anos; 3.317 gestantes; 545 puérperas e 8. 838 trabalhadores da saúde. Para receber a vacinação, será necessário levar a carteira de vacinação (se tiver) e documento com foto. Para trabalhadores da saúde é necessário comprovar vínculo trabalhista. Trabalhadores da saúde de hospitais de Foz serão vacinados no local de trabalho.

Busão Foz, Coronavírus no Paraná, Destaques, Foz do Iguaçu,

Foz do Iguaçu avança na vacinação de idosos contra a Covid-19

Nesta terça-feira (20), 1.470 idosos com 62 anos receberão a primeira dose na sede da Vigilância e no Shopping Catuaí. Mais de 3 mil pessoas receberam a segunda dose nesta segunda-feira (19)

A campanha de vacinação contra a Covid-19 segue avançando em Foz do Iguaçu. Somente nesta segunda-feira (19) 3.120 pessoas receberam a segunda dose e completaram a imunização. Nesta terça (20) receberão a primeira dose 1.470 idosos com 62 anos ou mais na sede da Vigilância em Saúde e no Shopping Catuaí Palladium, em formato drive-thru.

Ao todo, Foz do Iguaçu recebeu 59.151 doses dos imunizantes e aplicou até segunda-feira (19) 45.589. Foram 32.827 de primeira dose e 12.762 de segunda dose.

“Estamos com a vacinação contra a Covid e a Influenza em andamento, além de todos os atendimentos que estão mantidos nas unidades de saúde, por isso, eventualmente podemos ter algum problema, mas que rapidamente é resolvido”, afirmou a secretária de saúde, Rosa Maria Jeronymo.

“Hoje vamos vacinar quase 1.500 pessoas de primeira dose e o atendimento está bem mais tranquilo. Fizemos parceria com o Exército, que nos auxiliará em caso de filas e estamos a cada dia nos reorganizando para garantir a imunização dos iguaçuenses”, completou.

A meta da Secretaria da Saúde é completar ainda este mês a vacinação dos idosos com 60 anos ou mais, para dar continuidade ao cronograma dos demais grupos prioritários. “Dependemos do envio de novas doses pelo Governo do Estado. A medida em que chegarem, vamos reduzindo a idade até os 60 anos”, afirmou Rosa.

A estimativa populacional deste grupo (60 a 64 anos) é 10.400 pessoas, com base na campanha de imunização contra a Influenza do ano passado. Essa é a maior população entre os grupos de idosos no município. Em todo o Paraná, foram vacinadas mais de 39 mil pessoas entre 60 e 64 anos.

Agendamento on-line

Com o agendamento online da vacinação – tanto para a primeira, quanto para a segunda dose – o município conseguiu otimizar o serviço, facilitando a vida do morador e organizando os pontos de vacinação. As pessoas que não tiverem acesso à internet ou tiverem dificuldade em acessar o sistema devem procurar uma unidade de saúde para fazer o agendamento.

Através do site http://vacinacao.pmfi.pr.gov.br, além de agendar a vacinação, é possível ter acesso a informações sobre a campanha, tirar dúvidas sobre a imunização, acompanhar o vacinômetro e ainda enviar elogios ou sugestões sobre o atendimento.

Enquanto o município aguarda o envio de novas remessas dos imunizantes, o agendamento para a primeira dose está temporariamente suspenso.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional,

Em Foz do Iguaçu, visita à Itaipu é opção de entretenimento seguro neste feriado de Tiradentes

O feriado desta quarta-feira (21), Dia de Tiradentes, oferece a oportunidade de explorar atrativos turísticos de Foz do Iguaçu, com segurança e menos movimento do que aos fins de semana. Quem visitar os atrativos de Itaipu nesta data terá à disposição três opções de passeios seguros e com a vantagem da gratuidade para moradores lindeiros ao lago de Itaipu (mediante comprovação de endereço).

O Complexo Turístico Itaipu (CTI) está preparado para receber visitantes neste feriado que, mesmo breve, pode ser muito proveitoso. É possível reservar a ocasião para passar o dia todo na usina para relaxar, aprender e se deslumbrar com a magnitude de Itaipu. No Refúgio Biológico Bela Vista, é possível conhecer mais sobre essa reserva ambiental e os programas de reprodução de espécies ameaçadas de extinção, como a harpia e a onça-pintada, ambos reconhecidos pelos bons resultados. Além de educativo, o lugar é cheio de belezas, uma chance de contato com a natureza.

Foto: Kiko Sierich

O passeio tem 2h15 de duração. Depois, o visitante pode fazer o roteiro panorâmico, que permite uma visão geral da usina, incluindo a barragem e o Edifício da Produção. No trajeto, você verá o lago da Itaipu e o Mirante Central, onde pode garantir sua selfie no principal cartão-postal da maior usina em geração acumulada de energia, uma das maravilhas da engenharia moderna. A duração média é de 1h10.

Para fechar o roteiro, a sugestão é aprender mais sobre a história da região e da Itaipu, no Ecomuseu. O espaço oferece, ainda, uma experiência inesquecível a partir do Ciência na Esfera. Na sala, o visitante verá a projeção de dados oceanográficos, atmosféricos, geológicos, ecológicos, entre outros, diretamente em uma esfera gigante. As sessões são realizadas das 10h20 às 17h, a cada 20 minutos, com lotação máxima de nove pessoas. O tour pelo Ecomuseu tem duração livre, mas a média de permanência é de duas horas. Se quiser fazer uma pausa entre os passeios, o bistrô instalado no Centro de Recepção de Visitantes oferece refeições e bebidas (custo separado do valor dos passeios). O almoço no sistema de buffet é servido das 11h às 14h.

Quem gosta de suvenirs pode dar uma passadinha na loja cheia de artesanatos locais e lembrancinhas da hidrelétrica, um orgulho de brasileiros e paraguaios. O CRV também tem opção de guarda-volumes. Ficou interessado(a)? Venha passar o Dia de Tiradentes na Itaipu. Confira os serviços e horários de atendimento e planeje-se. Lembrando que o uso de máscara é obrigatório em todos os passeios e que o CTI possui a certificação de responsabilidade sanitária e selo de ambiente protegido contra a covid-19. 

Serviço 

•Itaipu Panorâmica: saídas a cada uma hora, entre 9h e 16h;

•Itaipu Refúgio Biológico: saídas 9h30, 10h30, 13h30 (saída extra), 14h30 e 15h30, esses passeios precisam ser agendados por meio do telefone (45) 3576-7000 ou pelo WhatsApp 991319119; e

•Itaipu Ecomuseu: das 10h às 17h com entrada livre, sem necessidade de agendamento. 

Para informações detalhadas e compra de ingressos, acesse: https://www.turismoitaipu.com.br/pt