Browsing Category

Sem categoria

Cultura, Destaques, Educação, Meio Ambiente, Sem categoria,

Começam os preparativos para a XIV Festa do Colono de Foz do Iguaçu

A Secretaria de Agricultura de Foz do Iguaçu em parceria com o Sindicato Rural e a Prefeitura de Santa Terezinha de Itaipu promovem no próximo domingo (28) a tradicional Festa do Colono, na Comunidade Rural de Aparecidinha.

O evento, que chega a sua 14ª edição, contará com a Caminhada da Natureza a partir das 8 horas e almoço com churrasco partir das 12 horas.

Os ingressos para o almoço estão sendo vendidos por membros da comunidade e também no Sindicato Rural a R$ 60 (2,5 kg de costela) e R$ 110 (5 kg de costela). Para o almoço, é necessário que os convidados levem pratos e talheres. Também serão servidos acompanhamentos, como saladas, mandioca e arroz.

A festa é realizada todos os anos em comemoração ao Dia do Colono, celebrado em 25 de julho, e ao Dia do Agricultor, comemorado em 28 de julho. De acordo com a Secretaria de Agricultura, a expectativa é que mais de mil pessoas participem da festa.

“Antes da caminhada, às 7 horas da manhã, será servido um café colonial, com pães, doces, cucas e produtos da agricultura familiar. Durante a festa, os visitantes também poderão adquirir produtos frescos, como queijos, mel, compotas e hortaliças na feira de produtos coloniais”, adiantou o secretário Michieu Platini de Oliveira.

Caminhada
Promovida em parceria com o Instituto Conhecer para Conservar, SOS Mata Atlântica e Secretaria de Esportes, a Caminhada da Natureza é aberta para adultos e crianças (desde que acompanhadas dos pais ou responsáveis).

O trajeto de quase 10 quilômetros na área rural contempla os municípios vizinhos de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu. A inscrição para a caminhada é gratuita e pode ser feita na hora.

A Festa do Colono é uma promoção do Governo do Município de Foz do Iguaçu, através da Secretaria de Agricultura e conta também com o apoio da Fundação Cultural e Guarda Municipal.

Economia, Estadual, Sem categoria,

Hussein Bakri comenta a negociação da data-base com os servidores. Ouça o áudio!

O deputado Hussein Bakri (PSD), Líder do Governo na Assembleia Legislativa o estágio atual da negociação com o Fórum das Entidades Sindicais do Paraná (FES) a respeito da reposição salarial aos servidores estaduais.

Nesta terça-feira pela manhã, o governador Ratinho Junior (PSD) recebeu no Palácio Iguaçu os deputados que integram a Bancada de Defesa do Serviço Público e dos Servidores do Estado para tratar do assunto.

Ouça abaixo o áudio do comentário de Bakri

Cultura, Economia, Geral, Sem categoria,

Coaafi contribui para a limpeza da Fartal, em Foz do Iguaçu

Todos os dias, pelo menos dois membros da Cooperativa de Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu intercalam trabalho no Charrua

A exemplo de outros anos, a organização desta coleta é da secretaria de Meio Ambiente, que visa atender a cada edição uma região diferente, onde estão instalados os 7 barracões.

“A ação é parte do programa municipal de gestão de resíduos recicláveis da SMMA e são catadores do centro de triagem Jardim das Palmeiras, o mais próximo do Charrua”, disse a secretária de Meio Ambiente, Angela Meira.

O trabalho de orientação para separação do resíduo reciclável está intensificado este ano com a motivação dos expositores a realizarem a ação.

SMMA e Coaafi fizeram uma reunião pré Fartal com os feirantes, e cada barraca foi identificada com um número em sacos de ráfia, que são recolhidos pelos agentes. Os resíduos orgânicos e rejeitos são colocados separadamente.

“Assim é possível saber a origem do resíduo. Os feirantes também assinaram um termo de compromisso com a Coaafi para entrega dos recicláveis separados”, explicou. Além disso lixeiras seletivas estão distribuídas pela feira.

Para Marilza Oliveira e Sandra da Silva, o trabalho é intenso, mas gratificante.

“Ainda precisa de mais educação das pessoas para poderem procurar as lixeiras e colaborar com a limpeza”, disse Sandra. Ao circularem uniformizadas pela Fartal porém ambas percebem o reconhecimento de quem visita o espaço.

“Basta olharem pra gente trabalhando que lembram de primeira que é preciso contribuir com a limpeza”. A Coaafi conta atualmente com 97 cooperados.

A média de material reciclável recolhido ainda não foi contabilizado, pois a coleta segue por mais dois dias de feira.

Destaques, Economia, Sem categoria,

Receita abre na segunda consulta ao primeiro lote de restituição

De acordo com a Receita Federal, o crédito bancário para 2.573.186 contribuintes será no dia 17 de junho, no valor total de R$5,1 bilhões. Adianta o Blog do Tupan que receberão nesse primeiro lote 245.552 contribuintes idosos acima de 80 anos, 2.174.038 contribuintes entre 60 e 79 anos e 153.596 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento.

Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Destaques, Educação, Geral, Política, Sem categoria,

Sessão na Câmara de Vereadores marca os 40 anos da Unioeste de Foz do Iguaçu

As quatro décadas do ensino superior em Foz do Iguaçu serão destaque na próxima quinta-feira (6), em sessão especial na Câmara de Vereadores.

A data será destacada pelo diretor-geral da Unioeste Campus de Foz do Iguaçu, Fernando José Martins, a partir das 9h. A abertura do espaço foi definida em reunião entre ele e o presidente Beni Rodrigues.

“Nós abrimos o espaço para a exposição do diretor da instituição, dada à importância da Unioeste para a história de Foz do Iguaçu, que sempre prezou por educação pública e de qualidade, já deu oportunidade de muitas pessoas da nossa cidade e região terem ensino superior, além de gerar emprego e renda para nossa cidade”, destacou Beni Rodrigues.

Atividades durante o ano

Aproveitando o espaço, o diretor-geral vai apresentar um cronograma de atividades alusivas à data. “Até o fim do ano planejamos diversas ações de reconhecimento às pessoas que ajudaram a construir o ensino superior em Foz do Iguaçu”, disse.

“Não vamos focar tanto na Unioeste em si, mas olhar para Foz do Iguaçu e entender como a cidade foi transformada por esse processo educacional”, antecipa o diretor-geral.

Foto: Alexandre Klock Ernzen/Pró-Reitoria de Extensão da Unioeste

Curitiba, Destaques, Economia, Internacional, Itaipu, Sem categoria,

Enxugamento de escritório em Curitiba trará economia de R$ 7 milhões para Itaipu

Plano de migração, que prevê a transferência de quase 150 empregados, começa em julho e deverá ser concluído até janeiro de 2020

Até 2024, ou seja, dentro de cinco anos, a usina de Itaipu deverá ter uma economia de aproximadamente R$ 7 milhões com o enxugamento do escritório de Curitiba e, por consequência, a transferência de quase 150 empregados da capital paranaense para Foz do Iguaçu.

Os dados foram apresentados nesta sexta-feira (30) pela secretária executiva da Diretoria-Geral Brasileira, Rosimeri Fauth Ramadas Martins, aos diretores brasileiros da Itaipu, durante reunião de Diretoria. Rosimeri é a coordenadora do plano de migração, que prevê, entre outras medidas, o estudo de realocação de atividades da Responsabilidade Social, Mobilidade Elétrica e Energias Renováveis.

Itaipu manterá em Curitiba apenas uma unidade de representação, a exemplo do que ocorre em Brasília (DF). A medida de austeridade adotada pelo general Joaquim Silva e Luna dá um recado importante à sociedade, já que o comando da usina está em Foz do Iguaçu, onde os próprios diretores estão lotados. Silva e Luna é o primeiro diretor-geral brasileiro no cargo a fixar residência na cidade.

Otimização de estruturas
Mesmo com o impacto inicial de 13% na folha para os empregados transferidos a Foz, previstos como adicional de fronteira, já no primeiro ano da transferência Itaipu fará uma economia de R$ 500 mil. No segundo ano, em 2021, a economia acumulada subirá para 2,5 milhões. Em 2022, esse valor irá para R$ 4,2 milhões; em 2023, salta para R$ 5,7 milhões; e, em 2024, a economia acumulada em todos esses anos chegará a R$ 7 milhões.

De acordo com o plano de migração, as atividades de sombreamento e duplicidade, isto é, que existem em Foz do Iguaçu e em Curitiba, serão revistas, para otimizar estruturas e processos e propiciar melhor aproveitamento das equipes.

Os empregados atualmente lotados em Curitiba e suas respectivas funções deverão ser realocados em Foz do Iguaçu, preferencialmente, pela diretoria de origem.

Premissas
De acordo com a Resolução da Diretoria Executiva, a transferência de pessoal entre áreas, quando necessária, será facilitada, em proveito do interesse empresarial e profissional, considerando-se a formação e as competências dos empregados.

O apoio para as transferências será dado pela Superintendência de Serviços Gerais, que buscará instalações, mesmo que provisórias, a cada empregado ou equipe, à medida que forem transferidos para os escritórios de Foz do Iguaçu. Os casos excepcionais que envolvam o Programa Permanente de Desligamento Voluntário (PPDV) serão analisados individualmente pelo Grupo de Trabalho responsável pelo processo de migração.

Até janeiro
A migração começa em julho e será concluída em 31 de janeiro de 2020. Ela poderá ser gradual, atendendo às necessidades dos empregados, mas sempre condicionada à preservação dos processos e atividades, tendo em vista o interesse empresarial.

Fotos: Kiko Sierich/Itaipu Binacional

A Itaipu
Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,6 bilhões de MWh.

Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh.

Em 2018, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.

Sem categoria,

Avianca cancela mais de 1.300 voos até dia 28. Foz do Iguaçu e Curitiba são afetadas

A Avianca atualizou a lista de rotas afetadas com a devolução de aviões em meio à crise financeira da companhia aérea.

Já são mais de 1.300 voos cancelados entre ontem (19) e o domingo da próxima semana, 28 de abril.

A relação de cancelamentos alcança os aeroportos paranaenses de Foz do Iguaçu e Curitiba com perda de … e .. voos, respectivamente.

Os aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, Brasília e Galeão, no Rio de Janeiro, são os mais prejudicados.

Leia sobre o tema no UOL Economia
https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2019/04/20/avianca-cancela-mais-de-1300-voos-ate-dia-28.htm

Destaques, Economia, Geral, Sem categoria,

Prefeitura quer investir R$ 15 milhões em dois terminais de transporte coletivo de Foz do Iguaçu

Informação foi confirmada pelo prefeito Chico Brasileiro; 80 mil usam o sistema diariamente

As reformas que a Prefeitura irá executar nos terminais de transporte coletivo do Centro e da Vila Portes vão demandar investimento de aproximadamente R$ 15 milhões.

Os projetos já estão concluídos e dependem agora de avaliação técnica do Ministério da Infraestrutura. A informação é do prefeito Chico Brasileiro, que esta semana participa, em Brasília, da 22ª Marcha dos Prefeitos.

Os terminais da Vila Portes e do centro, também conhecido como TTU (Terminal de Transporte Urbano), são os principais do sistema de transporte coletivo de Foz do Iguaçu.

“São projetos que estão prontos, porém, dependemos do financiamento via Ministério da Infraestrutura para fazer uma grande reforma”, confirmou Chico Brasileiro. As informações são de Ronildo Pimentel, no Gazeta Diário.

Em relação ao TTU, Brasileiro lembra que a estrutura servia exatamente para fazer a integração do transporte coletivo, que passou a ser feita com um cartão desde a licitação em 2010.

“O cidadão pode entrar em Três Lagoas ou no Sol de Maio, descer lá, pegar outro e vir até o centro com a mesma passagem”, ressalta o prefeito.

“Tem uma integração temporal, ou seja, durante o período de uma hora com este cartão ele pode entrar em qualquer ônibus”, disse.

A integração, de acordo com o prefeito, possibilita que a Prefeitura não precise investir tanto em infraestrutura dos terminais, como previsto inicialmente.

“A integração ocorrer de forma temporal e com cartão, além de melhorar estes (terminais) de maior fluxo, vamos aumentar os pontos de recepção dos usuários”, disse.

Em 25 de janeiro deste ano, a Prefeitura decretou a intervenção para garantir o serviço, uma vez que havia a possibilidade de greve dos trabalhadores.

Panorama
A previsão de investimentos, nos dois terminais, é de aproximadamente R$ 15 milhões, adiantou o prefeito. “São projetos que estão no Ministério da Infraestrutura e estão na fase de avaliação para liberação técnica. Acreditamos que este ano sejam liberados para que a gente possa fazer a execução das obras”, afirmou.

De acordo com Brasileiro, o recurso será emprestado via Caixa Econômica, com a anuência do Ministério da Infraestrutura. “Os terminais de Foz do Iguaçu, os dois não estão á altura de uma cidade turística como a nossa e á altura do povo iguaçuense. Então, é uma prioridade a melhoria, não apenas dos ônibus, mas dois dois maiores terminais do Centro e da Vila Portes”, disse.

O sistema de transporte coletivo tem 160 ônibus que transportam em média 80 mil usuários por dia. De acordo com o prefeito, existe uma preocupação constante em garantir qualidade no serviço. “Estas deficiências todas estão sendo estudadas, inclusive estamos avaliando a questão das linhas por uma equipe técnica”, disse.

“Queremos fazer as adequações necessárias para serem mais benéficas aos usuários”, ressaltou. A presença do deputado federal Vermelho em Brasil, de acordo com Brasileiro, pode contribuir para agilizar liberação dos projetos junto ao ministério. “A ajuda dos deputados é muito importante”, completou Brasileiro.

Melhorias no TTU devem começar logo, diz prefeito

Na entrevista, o prefeito Chico Brasileiro também comentou sobre as obras que estão prestes a serem iniciadas no TTU, que já foram objeto de requerimento aprovado na Câmara de Vereadores. “O que estamos fazendo são algumas melhorias, que começam em breve no terminal central”, disse ele.

No final do mês de março, a Prefeitura havia adiantado a informação, em resposta a um questionamento do vereador Jeferson Brayner. De acordo com o Foztrans, a documentação necessária para licitação de reforma e readequação das estruturas do TTU encontra-se em fase final.

A autarquia informou ao vereador que essas obras contemplam projeto de acessibilidade a pessoas com deficiências. A expectativa, segundo o Diretor-Superintendente, Fernando Maraninchi, é que os trabalhos tenham início até o final de abril deste ano.

Destaques, Internacional, Meio Ambiente, Sem categoria, Turismo,

Passeios de barcos suspensos no lado argentino das Cataratas do Iguaçu

Os passeios de barcos pelo rio Iguaçu, no lado argentino das Cataratas do Iguaçu, dentro do Parque Nacional do Iguaçu, estão suspensos.

A medida é em função do baixo nível do rio Iguaçu, anotou a jornalista Kelly Ferreira, do portal La Voz de Cataratas.

O volume das águas do rio Iguaçu no principal atrativo da Tríplice Fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina estava, na manhã desta quarta-feira (6), em 628 metros cúbicos por segundo.

O fluxo normal, quando todas as 275 quedas têm água, é de 1,5 mil metros cúbicos por segundo.

Não existe previsão de retorno dos passeios no atrativo.

Foto: LaVozDeCataratas

Destaques, Estadual, Meio Ambiente, Política, Sem categoria,

Júlio Gonchorosky eleito diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar

O oceanógrafo e mestre em Geologia, Júlio César Gonchorosky, que já foi diretor do Parque Nacional do Iguaçu em Foz do Iguaçu, acaba de ser eleito pelo Conselho de Administração diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

Gonchorosky tomou posse no dia 7 de fevereiro e já comanda a Diretoria que abrange todo o Paraná e com ações voltadas para reduzir e minimizar impactos ambientais.

O setor tem a responsabilidade direta em coletar e destinar os resíduos de esgotos até o processo final para devolução da água limpa para os corpos receptores dentro dos padrões estabelecidos pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), quando dos licenciamentos ambientais.

Gonchorosky atuou como diretor do Parque Nacional do Iguaçu por quase 10 anos e conhece bem a realidade dos municípios lindeiros ao Lago de Itaipu operados pela Sanepar.

O oceanógrafo possui bom relacionamento com a cidade de Foz do Iguaçu e tem amigos saneparianos de longa data.

Em Foz do Iguaçu, a Sanepar possui o Certificado Ambiental ISO 14001, versão 2004 que mantém a recertificação até hoje.

A empresa produz energia elétrica em projeto piloto em umas das cinco estações de tratamento de esgotos em Foz do Iguaçu.

No local, o lodo gerado no processo é tratado e vira adubo que é distribuído aos agricultores, que aplicam nas culturas de milho, trigo e soja.