Browsing Category

Turismo

Destaques, Geral, Internacional, Notícias, Política, Turismo,

Cerimônia online marcará o aniversário de 106 anos de Foz do Iguaçu

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, uma cerimônia de hasteamento da bandeira substituirá o tradicional desfile cívico militar em comemoração ao aniversário de Foz do Iguaçu, no dia 10 de junho. A solenidade acontecerá a partir das 9 horas e será transmitida pela página da prefeitura no Facebook.

O prefeito Chico Brasileiro, o vice-prefeito Nilton Bobato e algumas autoridades dos poderes legislativo, executivo e judiciário participarão do ato, alem do comando do Exército, Marinha e Aeronautica e líderes religiosos.

Essa será a primeira vez na história que o município não terá o desfile cívico, mas a cerimônia está sendo planejada com muito cuidado e dedicação. “Teremos uma bandeira nova de Foz do Iguaçu, confeccionada especialmente para esse dia e seu hasteamento, como de praxe, será acompanhado pela banda do 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado”, adiantou André Guedes, diretor de Cerimonial e Relações Públicas.

Além do hasteamento oficial da bandeira, o prefeito Chico Brasileiro fará um pronunciamento sobre o atual cenário vivido em Foz do Iguaçu, as medidas de enfrentamento ao coronavírus e a retomada das atividades turísticas. Foz foi uma das primeiras cidades do Paraná a adotar medidas preventivas e reforçar a estrutura de atendimento para pacientes com a Covid-19. 

O município capacitou equipes, ampliou a oferta de testes, implantou a telemedicina e conquistou a habilitação do Laboratório Municipal. Hoje Foz do Iguaçu é o município com o melhor número de testes per capita no Paraná. Todas essas ações possibilitaram a retomada gradativa do comércio, da rede hoteleira e a partir 10 de junho, dos atrativos turísticos. 

Live solidária

Os 106 anos do município também será marcado pela retomada das atividades no turismo. Para selar este importante momento Programa Acelera Foz, que conta com o apoio da prefeitura, está programando uma LIVE com o cantor Gabriel Smaniotto, no Mirante Central da Itaipu. O horário ainda será divulgado.

A live é filantrópica e será a primeira ação de turismo do Acelera Foz, programa de retomada da economia da cidade, com impacto direto em toda a região do Oeste do  Paraná  e  da  fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina. Durante a live, serão arrecadadas doações para os profissionais do setor de turismo que perderam seus empregos ou renda por causa da pandemia e hoje não têm  como  sustentar  suas  famílias.  Ao longo  da apresentação, todos os atrativos serão exibidos, numa uma ação conjunta de todo o Destino Iguaçu.

Destaques, Economia, Geral, Notícias, Saúde, Turismo,

Pós-Coronavírus: Reabertura dos atrativos turísticos anima a rede hoteleira de Foz do Iguaçu

Rede hoteleira vive momento histórico e adota procedimentos para voltar a receber hóspedes desde início da pandemia do Coronavírus

Os grandes hotéis de Foz do Iguaçu estão numa corrida contra o tempo para encerrar os últimos preparativos antes de voltar a receber hóspedes. A expectativa é com a reabertura para visitação dos principais atrativos da Tríplice Fronteira – o Parque Nacional do Iguaçu, o complexo do Marco das 3 Fronteiras, o Parque das Aves, o Dreamland, entre outros, no dia 10 de junho e o Circuito Turístico da Itaipu, no feriado de Corpus Christi (11 de junho). 

Foz do Iguaçu tem um parque hoteleiro com aproximadamente 32 mil leitos distribuídos entre mais de 180 meios de hospedagens como hotéis, pousadas, albergues e hostels. Os estabelecimentos, que estão fechados desde a segunda metade de março, quando entrou em vigor o decreto de situação de calamidade, estão autorizados a reabrir desde o dia 11 de maio.
A retomada dos serviços de hotelaria criou um contexto inédito numa das cidades mais visitadas do Brasil. A nova rotina tem relação com os protocolos de segurança sanitária que precisam ser adotados para evitar a propagação do novo Coronavírus, agente da infecção denominada Covid-19.

A Bourbon Hotéis & Resorts anunciou a retomada gradativa de alguns de seus empreendimentos. O próximo será o Bourbon Cataratas do Iguaçu Resort, que abre no dia do aniversário de Foz do Iguaçu, 10 de junho, junto com diversos atrativos turísticos da cidade. O estabelecimento está fechado há 81 dias. Na volta, os espaços serão reabertos respeitando limites e regras de convivência, informa a assessoria.

Um dos dois hotéis da Rede Viale, o Viale Tower (no centro), reabriu no dia 18 de maio com medidas de proteção, informa em nota a assessoria. “É uma nova realidade que exige muitas providências por parte dos responsáveis pelos hotéis”, disse o gerente do hotel, Fernando Higa. “Mas são medidas necessárias para dar segurança à nossa equipe e aos hóspedes”, ressaltou.

Procedimento

Entre os novos procedimentos estão a aplicação de produto antiviral no tapete de entrada, instalação de “cortina” de vidro na recepção e obrigatoriedade de uso de máscaras para hóspedes e equipe de trabalho, além de aferição de temperatura. A disponibilização de álcool gel nas áreas comuns, nos banheiros públicos e nos apartamentos também foi adotada.

O estabelecimento implantou ainda a higienização mais frequente de superfícies de contato como balcões, maçanetas, botões de elevador, interruptores, telefones, etc. e a remoção de revistas e jornais. As máquinas de cartão estão envelopadas com filme plástico. Também são substituídos o enxoval a cada troca de hóspede e cobertores e toalhas são embalados de forma individual.

Ronildo Pimentel
Por GDia

Economia, Geral, Notícias, Saúde, Turismo,

Rede hoteleira iguaçuense vive momento histórico e adota procedimentos para voltar a receber hóspedes

Vidros foram instalados nas recepções, tapetes contêm produto antiviral, funcionários e hóspedes precisam cumprir procedimentos para evitar proliferação do novo coronavírus

A retomada dos serviços de hotelaria em Foz do Iguaçu, autorizada desde 11 maio, criou um contexto inédito numa das cidades mais visitadas do Brasil. A nova rotina tem relação com os protocolos de segurança sanitária que precisam ser adotados para evitar a propagação do Novo Coronavírus (COVID-19).

Um dos dois hotéis da Rede Viale, o Viale Tower (no centro da cidade), reabriu no dia 18 de maio com uma série de medidas de proteção.

“É uma nova realidade que exige muitas providências por parte dos responsáveis pelos hotéis, mas são medidas necessárias para dar segurança à nossa equipe e aos hóspedes,” atesta o gerente do hotel, Fernando Higa.

Entre os novos procedimentos estão: aplicação de produto antiviral no tapete de entrada; instalação de “cortina” de vidro na recepção; obrigatoriedade de uso de máscaras para hóspedes e equipe de trabalho, além de aferição de temperatura;

disponibilização de álcool gel nas áreas comuns, nos banheiros públicos e nos apartamentos; higienização mais frequente de superfícies de contato como balcões, maçanetas, botões de elevador, interruptores, telefones, etc.; remoção de revistas e jornais;

máquinas de cartão envelopadas com filme plástico; substituição de todo o enxoval a cada troca de hóspede; cobertores e toalhas embalados de forma individual.

O conjunto de normas foi elaborado a partir das determinações do decreto municipal e de amplo estudo de normas de outros estados e de redes internacionais de hotelaria. Reuniões ocorreram ao longo dos dois meses em que o hotel ficou fechado por determinação da prefeitura de Foz do Iguaçu. Na última reunião conjunta, realizada no dia da reabertura do hotel, os gestores revisaram detalhes dos procedimentos.

No mesmo dia, às 16h30, o primeiro hóspede registrado depois do fechamento do hotel chegou, usando máscara. Carlos Eduardo, representante comercial de uma distribuidora de medicamentos, foi recebido com bolo: “Que isso tudo passe logo,” desejou.

A comemoração também faz referência ao mês de aniversário de 6 anos de funcionamento do Viale Tower. O hóspede relatou que se sentiu muito bem ao encontrar objetos lacrados, álcool gel à disposição e nova rotina no café da manhã.

Por enquanto, o decreto municipal autoriza apenas hospedagens de viajantes de negócios e por motivos particulares. Os atrativos turísticos de Foz do Iguaçu estão autorizados a reabrir a partir do dia 10 de junho. A outra unidade do Grupo Viale, o Viale Cataratas Hotel e Eventos tem reabertura prevista para o dia 10 de junho.

Além de máscaras e álcool gel

O setor de alimentos e bebidas do hotel passou por uma adaptação completa para atender os protocolos de higiene e segurança. No café da manhã, os alimentos são, preferencialmente, servidos à mesa, evitando-se serviço de buffet.

“A partir da permanência de 51 hóspedes no hotel”, explica o supervisor do setor, Joel Catafesta de Camargo, “os itens frios são oferecidos em buffet, com disponibilização de luvas descartáveis para uso dos hóspedes”. As opções quentes permanecem sendo servidas à mesa, sob demanda. Os guardanapos de pano foram substituídos por guardanapos de papel e há talheres e copos descartáveis à disposição.

Para a limpeza, higienização e arrumação dos quartos, os funcionários do setor de governança (camareiras e zeladores) usam Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) como máscaras que protegem olhos e boca, luvas e avental. A limpeza dos apartamentos é iniciada 72 horas depois do checkout. Entre as áreas de convívio, academia, sauna e piscina estão interditadas para uso.

Isolamento, quando necessário

Em caso de suspeita ou confirmação de hóspede contaminado pelo Novo Coronavírus, o protocolo exige isolamento dessa pessoa dentro do hotel. A alimentação será servida na porta do apartamento, sem contato entre hóspede e equipe de trabalho. Os serviços de quartoficam suspensos, podendo o hotel fornecer enxoval para troca feita pelo próprio hóspede e posterior recolhimento seguindo o que preconizam as medidas de segurança. “Esses dois meses de hotel fechado representam um grande prejuízo, mas consideramos que contribuímos e continuamos contribuindo para ajudar a conter a pandemia,” conclui o gerente comercial da Rede Viale, Luciano Ferreira.

Destaques, Economia, Geral, Internacional, Notícias, Turismo,

Primeira loja franca em shopping center do Brasil será no Cataratas JL em Foz do Iguaçu

Free Liberty começará a operar a partir da primeira quinzena de novembro em Foz do Iguaçu.

Um novo negócio para uma região turística como Foz do Iguaçu, é a certeza da geração de novos postos de trabalho para os Iguaçuenses, além de um atrativo a mais para turistas e também moradores. Para enriquecer o mix do empreendimento, o Cataratas JL Shopping anuncia uma nova operação. Este ano, inaugurará uma unidade de loja franca, sendo a primeira a operar em shopping center no Brasil.

O contrato entre o mall e o grupo de investidores foi chancelado na última semana. “Mesmo diante do cenário econômico, o shopping continua sendo um local que busca atender a necessidade do consumidor, nos bons e nos maus momentos. A chegada do Duty Free Liberty vai gerar um conforto e facilidade maior para o nosso cliente”, ressalta o superintendente do Cataratas JL Shopping, Lindenor Cavalheiro.

O free shop oferecerá diversos produtos de marcas mundialmente famosas e reconhecidas. Entre perfumes, bebidas, roupas, calçados, brinquedos, chocolates, eletrônicos e muitos mais. No setor de perfumaria, a loja franca trará marcas como; Dior, Lancôme, Hugo Boss, Paco Rabanne, Carolina Herrera e Calvin Klein. Outro mix bastante procurado, as bebidas; Johnnie Walker, Absolut, Tanqueray, Bombai, Vinhos argentinos, chilenos, uruguaios, portugueses, franceses e italianos terão lugar de destaque.

No setor de vestuário, o consumidor encontrará marcas como; Columbia, Lacoste, Tommy Hilfiger, New Balance e também chocolates suíços, além de eletrônicos da Xiaomi, JBL, Samsung e uma infinidade de outros produtos. “São todos de alta qualidade, de procedência e originais”, adianta o Executivo de Negócios do Grupo Liberty, Cleofas Diedrich Moser.

A cota do Duty Free Liberty, assim como todas as outras lojas francas de fronteira terrestre do Brasil, é de U$ 300,00 dólares por CPF mensalmente. A novidade é que as compras poderão ser parceladas em até 6 vezes no cartão de crédito internacional. “Os preços serão competitivos com os valores do Paraguai e Argentina. O local também será atrativo para moradores e turistas, que desejam, por exemplo, adquirir um produto de alta qualidade. Não será mais necessário atravessar a fronteira, teremos esta facilidade aqui”, diz Lindenor.

Inicialmente com 600m2, o Duty Free Liberty será instalado no 2o piso do Cataratas JL Shopping. As obras da nova loja começam nas próximas semanas e o local deve ser inaugurado na primeira quinzena de novembro deste ano.

“Foz do Iguaçu, por si só, é um polo turístico consolidado. E as lojas francas vem ao encontro deste desenvolvimento turístico regional. Por isso, o Grupo Liberty está apostando no destino. Escolhemos o Cataratas JL Shopping pela infraestrutura que o local oferece e localização. Ter uma loja dentro do shopping center, traz conforto, acessibilidade e segurança aos nossos clientes”, explica Moser.

“O Cataratas JL Shopping é um local de oportunidades para as pessoas que querem investir em Foz do Iguaçu. Mesmo com o cenário atual, o Grupo está acreditando na cidade e em nosso empreendimento para investir. E nós estamos oferecendo condições para que ele consiga aproveitar as oportunidades que o mercado oferece”, finaliza Lindenor.

Destaques, Economia, Meio Ambiente, Notícias, Turismo,

Atrativos de Foz do Iguaçu confirmam a reabertura a partir do dia 10 de junho

Os principais atrativos turísticos de Foz do Iguaçu confirmaram a retomada da visitação em 10 de junho, dia do aniversário de emancipação do município.

Nesta data, o Parque Nacional do Iguaçu vai reabrir os portões no trecho onde estão as Cataratas do Iguaçu, juntamente com o complexo do Marco das 3 Fronteiras. A visitação no circuito turístico da Itaipu Binacional começa gradativamente no dia 11 de junho, feriado de Corpus Christi. As informações são de Ronildo Pimentel no GDia.

A reabertura dos principais atrativos turísticos da Tríplice Fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina integra a programação da live solidária da Itaipu no dia do aniversário de Foz do Iguaçu (10 de junho). As datas foram confirmadas na manhã desta quarta-feira (27), em boletim da Cataratas do Iguaçu SA., concessionária da exploração turística do Parque Nacional do Iguaçu.

“A retomada será gradativa e respeitando os protocolos sanitários, como distanciamento social e medição de temperatura dos visitantes, entre outras medidas”, diz a nota. Os três atrativos, que dependem de decisões do governo federal, estão fechados desde o dia 18 de março, como estratégia enfrentamento e para evitar a propagação do novo Coronavírus.

O plano de reabertura dos atrativos turísticos de Foz do Iguaçu está definido em protocolo de segurança sanitária editado pelo prefeito Chico Brasileiro em 7 de maio. O dia 10 de junho é uma previsão, diz o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla. 

Isso porque, segundo Piolla, vai depender dos indicadores de monitoramento da pandemia em Foz do Iguaçu, no Paraná e no Brasil. A reabertura das Cataratas do Iguaçu, principal termômetro do turismo da Tríplice Fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina, é aguardada com expectativa pelo setor de turismo do destino. 

Recorde anual

O atrativo, conhecido internacionalmente, recebeu em 2019 mais de dois milhões de visitantes, recorde histórico da visitação anual. Os detalhes da reabertura serão definidos pela administração da unidade de conservação em conjunto com Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) e concessionárias que operam no local.

Com a reabertura do Parque, volta também os passeio do Macuco Safari, abaixo das quedas de água. O roteiro inclui percurso na selva, em carreta, caminhada na trilha suspensa, bonde de acesso ao cais e a subida nas corredeiras do rio Iguaçu a bordo dos barcos bimotores, além de cachoeirismo no Salto do Macuco e rafting de botes nas corredeiras. A empresa também volta com os passeios do Kattamaram pelas águas dos rios Iguaçu e Paraná.

O complexo do Marco das 3 Fronteiras, que é operado pela mesma concessionária das Cataratas, também vai seguir o plano. Em relação a Itaipu, o diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, deverá seguir o protocolo do Parque Nacional. No entanto, o circuito só volta a receber visitantes no dia 11 de junho.

Brasil, Destaques, Economia, Geral, Meio Ambiente, Notícias, Turismo,

Live nesta quinta, 28, vai abordar as parcerias em parques e as perspectivas das concessionárias com a Covid-19

A equipe do grupo Macuco Safari é convidada do Instituto Semear para uma live, a partir das 17h desta quinta-feira (28), com o tema “Parcerias em Parques: Perspectivas das concessionárias no contexto de Covid-19”.

A transmissão ao vivo terá como convidados Abel dos Santos Barbosa e Marcelo Skaf, gerente-geral e consultor estratégico do Macuco Safari, resepectivamente.

A empresa opera um dos mais tradicionais passeios turísticos de Foz do Iguaçu, dentro do Parque Nacional do Iguaçu, que é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

Quer participar? Faça a sua inscrição clicando AQUI

Brasil, Destaques, Geral, Itaipu, Meio Ambiente, Turismo,

Dia 10 de junho: live solidária na Itaipu reúne vários atrativos de Foz do Iguaçu. Veja programação!

É o “esquenta” da retomada do segmento, um dos mais afetados pela pandemia da covid-19 na fronteira

No dia 10 de junho, aniversário de Foz do Iguaçu, a usina de Itaipu será cenário da união de vários atrativos turísticos do Destino Iguaçu. É uma espécie de “esquenta” para a retomada do segmento, um dos mais impactados pela pandemia do novo coronavírus, na fronteira do Brasil com o Paraguai e Argentina.

A data marca o reinício gradativo do atendimento em vários pontos turísticos, como as Cataratas do Iguaçu, o Marco das Três Fronteiras e o Parque das Aves, além de parte da hotelaria.

Outras iniciativas – como um cinema a céu aberto, do Visitors Bureau – fazem parte desse recomeço. Pela manhã, no mesmo dia, a Prefeitura fará uma cerimônia simbólica de hasteamento das bandeiras, na região central. Não haverá desfile, para evitar aglomeração.

A live com o cantor iguaçuense Gabriel Smaniotto começará às 17h30, diretamente do Mirante Central, tendo como fundo a barragem da maior usina em produção do mundo. Uma solenidade com poucas pessoas acompanhará o show, que será transmitido em vários canais.

O compartilhamento será feito por oito entidades que fazem parte do Programa Acelera Foz: Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Prefeitura de Foz, Sebrae, Programa Oeste em Desenvolvimento, Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (Acifi) e Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Vários atrativos estão ajudando a divulgar a ação. “Neste momento de retomada, é preciso que todos estejam juntos no mesmo propósito e com muita segurança. Foz está saindo na frente porque está adotando medidas sanitárias importantes e se preparando com todos os cuidados”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Para o presidente do Comtur, Carlos Silva, é um momento histórico e de inovação da cidade. “As instituições e atrativos turísticos estão dando mais esse presente à população, criando uma grande corrente do bem. De forma consciente e muito mais preparada, precisamos cuidar da saúde e retomar as atividades econômicas de lazer e de viagem”, afima. “Esse é o foco do Comtur, que está intensificando, via gestão integrada, os esforços para retomar o movimento de turistas em nosso destino.”

Todas as medidas de segurança estão sendo adotadas, respeitando os protocolos sanitários previstos, como distanciamento social e medição de temperatura, entre outros. Hoje, a cidade de Foz pode ser considerada um dos destinos mais seguros em relação à covid-19. Uma grande testagem em massa está sendo feita e o número de leitos para casos do novo coronavírus, tanto no Hospital Municipal quanto no Hospital Ministro Costa Cavalcanti, é um dos maiores do País.

A doença está controlada na cidade e o Paraná é um dos estados com menor número de casos confirmados de covid-19 em todo o Brasil, proporcionalmente. A retomada acontecerá aos poucos, inicialmente para atender os moradores e os turistas da região.

Ao vivo

As últimas lives de Gabriel têm sido um grande sucesso. Elas tiveram em média 65 mil visualizações. Como o cantor mora em Foz do Iguaçu, não precisará fazer grandes deslocamentos e todo tipo de aglomeração será evitada.

A live é filantrópica e será a primeira ação de turismo do Acelera Foz, programa de retomada da economia da cidade, com impacto direto em toda a região do Oeste do Paraná e da fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Gabriel foi escolhido para fazer a live pela ligação com a cidade e sua história de superação. Depois de uma apresentação em que só seus pais estavam presentes, compartilhada na internet, ele virou um grande sucesso.

Durante a live, serão arrecadadas doações para os profissionais do setor que perderam seus empregos ou renda por causa da pandemia e hoje não têm como sustentar suas famílias. Ao longo da apresentação, todos os atrativos serão exibidos, numa uma ação conjunta de todo o Destino Iguaçu.

Na Itaipu, a retomada do turismo será gradativa, de acordo com a programação abaixo:

  • 10/06 – Live de retomada;
  • 11/06 – Itaipu Panorâmica;
  • 17/06 – Itaipu Refúgio Biológico;
  • 24/06 – Itaipu Ecomuseu;
  • 03/07 – Itaipu Iluminada.

Turismo na usina de Itaipu. Fotos: SkyTakes/Árvore Filmes.

Destaques, Economia, Geral, Notícias, Turismo,

Latam retorna com voos para o Aeroporto de Foz do Iguaçu a partir de 15 de junho

A Latam Airlines anunciou que aumentará de forma gradual suas operações internacionais e domésticas nos meses de junho e julho

No Brasil, a Latam irá operar em 74 rotas nacionais e inclui o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu em sua rota, com voos a partir de 15 de junho, conectando a fronteira com Guarulhos (SP).  

Atualmente a Azul e a GOL possuem frequências de voos para o terminal. A Azul opera com um voo de segunda a sexta-feira, com conexão a Campinas (SP), com chegada às 10h15 e saída às 11h. A GOL tem cinco frequências semanai: segunda, quarta, quinta, sexta e domingo, voando para Guarulhos, com chegada às 10h e partida às 10h40. Já a Latam irá operar voos semanais:  segunda-feira, sexta e domingo, com chegada às 14h20 e partida às 15h05.

Os voos estão com um terço de suas respectivas capacidades. No entanto os números de embarques e desembarques poderão aumentar com a reabertura gradual do turismo de Foz do Iguaçu, prevista para o dia 10 de junho, quando os principais atrativos turísticos e passeio estarão funcionando. A rede hoteleira e a gastronomia funcionam em partes, com medidas de segurança para evitar a disseminação do novo coronavírus. Alguns grandes hotéis de turismo e resorts também estão previstos para reabrirem dia 10 de junho.

As empresas destacam que está sendo mantido um rígido padrão de higiene estabelecido pela IATA (Associação Internacional de Transportes Aéreos), pela Anvisa e pelo Ministério de Saúde. Os passageiros que desembarcam em Foz do Iguaçu estão passando por uma barreira sanitária instalada pela Prefeitura Municipal. Eles são monitorados e orientados por meio da aplicação de questionário para identificar indivíduos com sintomas relacionados à COVID-19 iniciados em até 14 dias.

Por: Iguassu News Tur

Curitiba, Destaques, Economia, Estadual, Geral, Notícias, Política, Turismo,

Ministro da Infraestrutura confirma em janeiro de 2021 leilão de 22 aeroportos, incluindo o terminal de Foz do Iguaçu

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, confirmou para o início do próximo ano um mega leilão incluindo 22 aeroportos brasileiros. A informação é do Cidade Verde.

A maioria dos terminais é de importância regional e está sob gestão da Infraero  (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária).

A licitação, adianta o site, prevê o repasse à iniciativa privada da operação do terminal internacional de Foz do Iguaçu e mais 21 aeroportos divididos em três lotes – Sul, Norte e Centro.

Além de Foz do Iguaçu, no Paraná, o lote sul os aeroportos Afonso Pena em São José dos Pinhais, Bacacheri em Curitiba e Londrina (PR), Navegantes e Joinville (SC) e Pelotas, Bagé e Uruguaiana (RS).

O leilão estava previsto para julho de 2020, mas ainda em março foi adiado para janeiro de 2021, em razão do impacto econômico da pandemia do novo coronavírus.

Na época, grupos de investidores interessados na disputa pública justificaram a dificuldade para o leilão diante das incertezas geradas pela pandemia.

Os terminais aeroportuários de cada bloco que serão leiloados, formam um conjunto de equipamentos que se completam em termos de estratégias de transporte.

Confira os lotes
• Lote Sul: São 9 aeroportos, concessão com valor estimada em R$ 2,9 bilhões e movimentação de cerca de 12 milhões de passageiros no ano passado. Inclui dois aeroportos em Curitiba (Afonso Pena e Bacacheri), Londrina, Foz do Iguaçu, Navegantes, Joinville, Pelotas, Bagé e Uruguaiana.
• Lote Norte: São 7 aeroportos na Amazônia com movimentação em 2019 de 4,6 milhões de passageiros. A expectativa é arrecadar no leilão R$ 1,9 bilhão. Inclui os aeroportos de Manaus, Porto Velho, Rio Branco, Boa Vista, Tabatinga, Cruzeiro do Sul e Tefé.
• Lote Centro: São 6 aeroportos que em 2019 movimentaram 7,3 milhões de passageiros. O valor estimado para o leilão é de R$ 2,1 bilhões. Inclui Teresina, São Luís, Imperatriz, Petrolina Palmas e Goiânia.