Browsing Category

Brasil

Leia as últimas notícias do Brasil no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Brasil, Destaques, Foz do Iguaçu,

Prefeito Chico Brasileiro acompanha ato de abertura da fronteira entre Foz do Iguaçu e Argentina

Solenidade ocorreu na tarde desta segunda em Puerto Iguazú

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, participou do ato de abertura da Ponte da Fraternidade, que liga o Brasil à Argentina, na tarde desta segunda-feira (27). A solenidade em Puerto Iguazu, que faz fronteira com Foz, contou com a presença do ministro de Estado do Interior argentino, Wado de Pedro.

“Hoje, 27 de setembro, comemoramos o Dia Mundial de Turismo com uma grande festa. A abertura desta ponte era esperada há muito tempo, pois apesar de estarmos em países diferentes, na fronteira vivemos como um só povo”, comentou o prefeito.

A fronteira com a Argentina estava fechada há mais de um ano e meio. “Este foi um passo de extrema importância para que o turismo, a nossa indústria sem chaminé, ganhe ainda mais impulso neste momento de retomada, gerando emprego e renda para a nossa região”, disse Brasileiro.

O livre trânsito terrestre está permitido desde que as pessoas cumpram os protocolos estabelecidos pelo governo argentino, como a apresentação de comprovante de imunização contra a Covid-19 completa e teste RT-PCR negativo, realizado até 72 horas antes da entrada.

“Esta é uma região vocacionada para o turismo, e abrir a ponte neste momento com a segurança sanitária garantida é uma grande vitória tanto para os argentinos como para os brasileiros que nos visitam”, comentou Wado de Pedro.

A participação da Prefeitura de Foz do Iguaçu no ato foi uma construção diplomática articulada pelo Alejandro Massucco, Cônsul da Argentina em Foz do Iguaçu. “Temos boas relações com Foz e todas as suas autoridades, e neste momento tão importante, a presença de autoridades brasileiras fortalece ainda mais a integração dos povos”, ressaltou.

Presenças:

Também participaram do ato o vice-prefeito de Foz, delegado Francisco Sampaio; o secretário municipal de Turismo, Paulo Angeli; o secretário municipal de Segurança Pública, Reginaldo José da Silva; e o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali.

Brasil, Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional, Mundo,

Na ONU, Itaipu anuncia compromissos para avanço da energia limpa e acessível no Brasil e no Paraguai

Pactos de energia da empresa incluem investimentos de mais US$ 400 milhões no fortalecimento da transmissão da energia gerada pela usina para ambos os países

A Itaipu Binacional anunciou, nesta sexta-feira (24), seus compromissos para o avanço da energia limpa e acessível no Brasil e no Paraguai, alinhados com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 7 (ODS 7), da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

São três os compromissos voluntários da Itaipu (chamados de Energy Compacts, em inglês). Os dois primeiros são investimentos no fortalecimento da estrutura para transmissão da energia gerada pela usina em ambas as margens, totalizando US$ 400 milhões (US$ 200 milhões em cada país).

O terceiro terá investimentos de US$ 500 mil ao ano até 2030 para a difusão de conhecimentos e tecnologias ligados à promoção das energias renováveis e eficiência energética.

Ao anunciar esses investimentos como Energy Compacts, a binacional expressa um compromisso diretamente ligado ao que a ONU preconiza na Agenda 2030: o acesso a serviços energéticos modernos, confiáveis e não poluentes como forma de promover o desenvolvimento sustentável e o enfrentamento das mudanças climáticas.

“Do lado brasileiro, o sistema de transmissão em corrente contínua de energia de Itaipu, operado por Furnas, entrou em operação em 1984 e está no fim de sua vida útil. Como o Brasil contrata a energia não utilizada pelo Paraguai, o sistema de corrente contínua de alta tensão da subestação de Furnas é um ativo crítico para que a Itaipu atenda à demanda do mercado brasileiro”, afirmou o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira.

O investimento equivalente na margem paraguaia também é considerado estratégico pelo país vizinho. “A Itaipu comprometeu-se a trabalhar com a Ande (Administração Nacional de Energia Elétrica do Paraguai) para a aquisição de materiais e novas tecnologias para o sistema de gestão comercial, subestações compactas e reforço de linhas de transmissão, contribuindo significativamente para a distribuição e o consumo eficiente da energia produzida pela usina”, acrescentou o diretor-geral paraguaio, Manuel Maria Cáceres.

Juntas, as melhorias em transmissão em ambas as margens deverão impactar mais de 60 milhões de pessoas no Brasil e no Paraguai. Já a promoção de capacitações e divulgação de conhecimentos em energias renováveis, por meio da Escola Internacional de Sustentabilidade, apoiada pela Itaipu, deverá impactar cerca de 2.500 mil pessoas até 2030.

Compromissos voluntários

Os Energy Compacts (ou Pactos de Energia, em tradução livre) são compromissos voluntários de governos e organizações de todo o mundo que estão sendo anunciados nesta semana durante o Diálogo de Alto Nível sobre Energia (HLDE, em inglês).

O objetivo é acelerar a transição energética, substituindo fontes baseadas em combustíveis fósseis e, assim, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa. A transição, a propósito, é um dos principais eixos temáticos do HLDE e o Brasil foi escolhido pela ONU como uma das nações para liderar o diálogo internacional sobre esse tema.
O HLDE ocorre conjuntamente à Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). O anúncio da Itaipu ocorreu dentro da programação oficial do HLDE, durante o evento “Pacto de Energia da Rede de Soluções Sustentáveis de Água e Energia”.

A Itaipu, juntamente com o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (Undesa), é uma das instituições fundadoras da Rede Global, que compartilha as melhores práticas na gestão da água e da energia para a promoção do desenvolvimento sustentável.

Para o subsecretário geral da Undesa, Liu Zhenmin, que abriu o evento, é fundamental que empresas, além de governos e outras organizações, assumam compromissos para acelerar o progresso do ODS 7, na promoção da energia limpa e acessível para todos.

“A energia está no coração das duas principais agendas para a promoção do desenvolvimento sustentável”, afirmou Zhenmin, referindo-se à Agenda 2030 e ao Acordo de Paris. “Uma abordagem transformadora para a energia pode reduzir a pobreza, garantir serviços essenciais à saúde, empoderar os jovens e mitigar as mudanças climáticas, entre outros impactos positivos”, acrescentou.

Outros pactos

Além dos diretores da Itaipu, Pascual Fernández, CEO do Canal Isabel II, do setor de saneamento da Espanha, Luis Miguel Paiz, representando a Asazgua, agroindústria açucareira da Guatemala, também anunciaram compromissos para a promoção do ODS 7.

Em comum, as apresentações enfatizaram a importância dos Energy Compacts para o enfrentamento das mudanças climáticas. E a Itaipu deverá reforçar esse vínculo com sua participação na próxima Conferência Mundial do Clima, a COP 26, a ser realizada em novembro em Glasgow (Escócia).

O evento desta sexta-feira, realizado de forma virtual e com a audiência de pessoas em vários continentes, também contou com a participação da representante da Comissão Econômica e Social das Nações Unidas para a Ásia Ocidental, Radia Sedaoui, e da gerente de Engajamento de Negócios da Convenção sobre Diversidade Biológica, Bianca Brasil.

Fotos; Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Brasil, Justiça,

Adolescentes brasileiras de 14 anos são encontradas no Paraguai após quatro dias desaparecidas

Duas adolescentes brasileiras de 14 anos foram encontradas após mais de quatro dias desaparecidas em Pedro Juan Caballero, cidade do Paraguai na região de fronteira com o Brasil em Ponta Porã (MS).

O paradeiro das esdutantes foi descoberto graças à denúncia de uma moradora da região, confirmou o Ministério da Criança e da Adolescência do Paraguai, ao informar a identificação de ambas e que elas já estavam em segurança com suas famílias.

Ainda não foram divulgados detalhes sobre o que aconteceu com a dupla durante os dias do desaparecimento, informou o UOL Notícias.

O desaparecimento de ambas foi abordado também em reportagem do Campo Grande News.

AQUI para continuar lendo

Brasil, Foz do Iguaçu, Mundo,

Brasil e Argentina precisam definir critérios para reabertura da ponte

O governo argentino anunciou na última terça-feira (21) a reabertura das fronteiras terrestres, como a Ponte Tancredo Neves, a partir do próximo dia 1º de outubro. Mesmo que a medida seja colocada em prática, apenas moradores das cidades brasileiras que estão na faixa de fronteira poderão ter autorização para visitar o país. É o caso de Foz do Iguaçu, onde muitos já planejam o que fazer tão logo as barreiras acabem.

Por mais que a Argentina decida abrir a fronteira hoje, do lado brasileiro só poderão passar residentes da fronteira e não turistas, explicou o secretário de Turismo, Projetos Estratégicos e Inovação de Foz do Iguaçu, Paulo Angeli. “Porque é uma decisão do governo brasileiro, portanto os chanceleres têm para trabalhar juntos”, alertou ele, em entrevista a Rádio Yguazú Misiones.

“Quem mora em Foz do Iguaçu vai poder passar porque isso é permitido nos decretos presidenciais, os turistas brasileiros que vierem de lugares como: Curitiba, São Paulo, Rio (de Janeiro), não terão permissão para passar se as regras continuarem”, adiantou o secretário. Angeli destacou que tem conversado com a população e autoridades do turismo. “Temos muita esperança de que a fronteira seja aberta, mas há regras e que temos que trabalhar juntos para liberar”.

Conforme adiantou o GDia ontem (22), o governo argentino pretende abrir as fronteiras no início de outubro. No entanto, a medida poderá ser antecipada para o próximo dia 27 de setembro (segunda-feira), em relação a Ponte Internacional Tancredo Neves, como teste piloto de um corredor turístico entre os dois países.

Sobre a questão, Angeli disse que tem mantido conversas com as autoridades de ambos os países. Ele disse ter sido surpreendido com a informação de reabertura. “Estávamos conversando com o Ministério da Saúde da Argentina e o Ministério do Turismo para criar os protocolos para a abertura da ponte”, adiantou.

Exemplo do Paraguai

“Mas estamos chegando a um acordo porque pensamos que o melhor é que a fronteira seja aberta e então estabeleceremos as práticas dos protocolos de passagem de pessoas”. A reabertura deverá seguir trâmites parecidos com o realizado na reabertura da Ponte da Amizade, na fronteira com o Paraguai, em meados de outubro do ano passado.

Na época, o governo federal brasileiro editou uma portaria prevendo o trânsito entre os dois países. Em relação a saúde da população de Foz do Iguaçu, quanto ao coronavírus (covid-19), Angeli disse que a população adulta está 100% imunizada com a primeira dose de vacina.

“Temos uma média de 55% (da população) com a segunda dose, por isso estamos no momento de começar a planejar uma retomada da nossa economia, criação de empregos, vendas”, completou. As fronteiras terrestres da Argentina estão fechadas desde março do ano passado, como estratégia para evitar a propagação do vírus.

Sobre como será o ingresso no país vizinho, ainda pairam dúvidas, mesmo para moradores de Foz do Iguaçu. “Será que é só apresentar a carteirinha de vacinação que está liberado”, comentou um morador do Porto Meira, que pede para não ser identificado. Em conversa com jornalistas de Puerto Iguazú, vai depender de um entendimento do governo de Misiones, que está encaminhando os protocolos de reabertura.

As informações são de GDia

Brasil, Cascavel, Geral, Mundo, Paraná,

Papa Francisco nomeia novo arcebispo de Cascavel

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira, 22 de setembro, dom Adelar Baruffi (RS), até então bispo diocesano de Cruz Alta (RS), como novo arcebispo de Cascavel (PR).

A arquidiocese encontrava-se vacante desde a morte de dom Mauro Aparecido dos Santos, em 11 de março de 2021.

A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação ao bispo.

Brasil, Paraná, Política,

Aprovado projeto do deputado Hussein Bakri que pretende criar um ambiente de inovação no Paraná

Por unanimidade, a Assembleia Legislativa aprovou hoje à tarde projeto de lei para fomentar a parceria entre Estado e empresas de tecnologia e criar um ambiente de inovação no Paraná.

De autoria do Líder do Governo, deputado Hussein Bakri, a proposta desburocratiza a legislação e permite que essas empresas ofereçam seus serviços ao poder público antes de tirar todas as licenças e alvarás exigidos hoje.

Por períodos limitados, novos produtos poderão ser experimentados para avaliar o impacto sobre os usuários e, em caso de resultados positivos, o Estado poderá contratá-los de forma definitiva, promovendo as adequações necessárias.

“Recebi essa sugestão do vereador Professor Euler, de Curitiba, e do Marcelo Rangel, superintendente geral de inovação do Paraná. Esse projeto vai permitir a diversas startups colocarem de pé os seus projetos e, mostrando sua capacidade e competência, serem contratadas pelo Estado em favor dos paranaenses”, afirmou o deputado Hussein Bakri.

Posteriormente, as normas gerais previstas no projeto serão regulamentadas pelo Governo do Estado para a efetiva aplicação da proposta.

Brasil, Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu,

Argentina anuncia para 1º de outubro a abertura de todas as fronteiras

O governo do presidente Alberto Fernández anunciou nesta terça-feira (21), que as fronteiras da Argentina serão abertas de forma “gradual e cuidadosa” a partir de 1º de outubro. O procedimento terá início já nesta sexta-feira (24 de setembro) com a eliminação do isolamento para argentinos, residentes e estrangeiros que vão trabalhar no país e são autorizados pela autoridade de imigração.

As datas de reabertura da frontiera foram estimadas pelos técnicos da Migrações, ANAC e outras autoridades, informa o LaVozDeCataratas. As fronteiras argentinas, como a Ponte Internacional Tancredo Neves que une Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú (Brasil e Argentina), estão fechadas deste março do ano passado, como estratégia para evitar a propagação do coronavírus (covid-19).

A reabertura da via tem sido cobrada por autoridades, moradores e trabalhadores de hospedagens, gastronomia e entretenimento de Puerto Iguazú. Para o próximo sábado (25), está programado um ato unindo as populações das três fronteiras, incluindo o Paraguai. As manifestações terão como palco os marcos e nas águas dos rios Iguaçu e Paraná (AQUI para relembrar).

Abaixo os detalhes da programação de reabertura:

  • 1° de outubro: autorização de entrada de estrangeiros de países vizinhos sem isolamento. Abertura das fronteiras terrestres a pedido dos governadores ( com corredores seguros homologados pela autoridade sanitária com cota definida pela capacidade de cada jurisdição).
  • Entre 1° de outubro e 1° de novembro, aumento progressivo da cota de entrada em todos os corredores, aeroportos, portos e terreno seguros.
  • No dia 1° de novembro, a entrada de todos os estrangeiros é autorizada.
    os seguintes serão solicitados para entrada no país:
  • Calendário de vacinação completo, com data da última aplicação pelo menos 14 dias antes da chegada ao país.
  • Teste PCR negativo nas 72 horas anteriores ao embarque, ou antígeno no ponto de entrada até definido pela autoridade sanitária.
  • Teste PCR do 5° ao 7° dia de chegada até definição de autoridade sanitária.
  • aqueles que não apresentarem esquema vacinal completo, inclusive menores, deverão realizar quarentena, teste de antígeno na admissão e teste de PCR no 7° dia.
  • No momento de atingir 50% da população totalmente vacinada: o teste de antígeno não será mais realizado na admissão ( exceto para os não vacinados) e PCR nos dias 5 a 7 e a cota poderá ser levantada. dessa forma, o impacto do aumento de internações e óbitos é minimizado.
Brasil, Economia, Geral, Mundo,

Tríplice Fronteira vai se unir em ato simultâneo para pedir a abertura da ponte com a Argentina

A Tríplice Fronteira vai se unir, no próximo sábado (25), para um ato simultâneo pedindo a reabertura da Ponte Internacional Tancredo Neves, fechada por decisão do governo argentino desde março do ano passado.

O ato, convocado pelas redes sociais, terá início às 9h tendo como base os marcos dos três países (incluindo Brasil e Paraguai), que se encontram as margens dos rios Iguaçu e Paraná.

“Dos Marcos do Brasil e do Paraguai, eles vão acompanhar com bandeiras e cartazes. barcos do rio também vão participar”, informam os organizadores.

Em áudios e imagens veiculada pelas redes sociais, paraguaios e brasileiros convocam uma manifestação para endossar o apoio ao pedido de abertura da Fronteira com a Argentina, adianta o LaVozDeCataratas.

A mobilização está marcada para este sábado 25 de setembro, na tríplice fronteira. Cada nação em sua terra, e seu marco histórico, respectivamente, se reunirá com bandeiras, pôsteres e canções para pedir ao presidente Alberto Fernández que permita a livre circulação entre os três países. Eles também acompanharão os barcos do Rio sem cruzar a fronteira de cada papís.

Veja mais em La Voz de Cataratas

Brasil, Mundo, Política,

Jair Bolsonaro vai participar de motociata no Paraná

ara evitar o aumento da zona de influência da esquerda e mostrar força em algumas cidades, o presidente Jair Bolsonaro terá quatro agendas no Paraná nas próximas duas semanas e o roteiro começa no dia 24, em Ponta Grossa e Castro, no dia seguinte, sábado, às 10h, Jair Bolsonaro vai participar de uma motociata em Piraí do Sul, bases eleitorais da deputada federal e vice-lider do governo Aline Sleutjes (PSL).

No dia primeiro de outubro, Bolsonaro retorna ao Estado, para inaugurar o Aeroporto Silvio Name Junior, em Maringá, cidade do deputado federal e líder do governo, Ricardo Barros (PP).

As informações são de Blog do Tupan

Brasil, Mundo, Saúde,

Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, em Itatiba (SP)

O ator Luis Gustavo morreu hoje, aos 87 anos, em decorrência de complicações de um câncer no intestino. A informação foi confirmada em comunicado da TV Globo e por familiares.

O intérprete dos eternos Mario Fofoca, de “Elas por Elas” (1982), Vavá, de “Sai de Baixo” (1996 a 2002), e Beto Rockfeller (1968), era casado com Cris Botelho. O ator tinha dois filhos: Luis Gustavo, de seu relacionamento com Heloísa Vidal; e Jéssica, fruto do casamento com a atriz Desireé Vignolli. Ele deixa também a neta, Marina, e os sobrinhos, os também atores Tato Gabus Mendes e Cassio Gabus Mendes.

Nas redes sociais, Cassio lamentou a morte de Tatá, apelido que acompanhou Luis Gustavo por toda a vida. “Luis Gustavo! Informo que meu querido Tatá, faleceu hoje, vítima de câncer! Descanse na luz e na paz!!! Obrigado por tudo, meu amado tio”. Em solidariedade, muitos artistas prestaram homenagens ao ator, também nas redes sociais

Veja mais em Uol