Browsing Category

Geral

Geral,

É natal de Jesus. Festa de alegria, de esperança e luz!

* Gilmar Cardoso

“Uma estrela diferente, toda a terra iluminou. Foi Jesus que humanamente, a nós todos se igualou. Nasceu pobre e sem palácio, este Rei que trouxe o bem. Quis apenas ensinar-nos a mensagem de Belem!” (canto de Advento e Natal)

“O povo que andava nas trevas viu uma grande luz” (Isaías 9,1). Esse fato narrado pela Palavra de Deus aconteceu há mais de dois mil anos, no entanto, atualiza-se todos os dias. É Ele o motivo que nos faz celebrar o Natal, pois uma Luz brilhou em meio às trevas!

O Natal é sempre uma festa iluminada. Sem luzes não há Natal porque o Natal é tudo, menos escuridão, solidão. Mas o que celebramos? Natal, do latim nativitas=nascimento é a festa que, na liturgia da Igreja Católica celebra o nascimento de Jesus de Nazaré, o Filho de Deus que se fez homem. Mistério de fé, profundo e abrangente: Deus se fez homem, para que o homem possa ser elevado à dignidade de filho de Deus.

O Natal é a festa da luz que jamais se apagará. A festa da luz que dissipa as trevas que começam no coração do ser humano. A celebração do Natal deve ser permeada por um sentimento de profunda gratidão a Deus pelo seu amor: “Tanto amou o mundo que enviou seu Filho para nos salvar” (Jo 3,16).

Dezembro é sempre um mês suave, não porque encerre em si alguma magia, mas porque, nesta época nos entregamos mais à serenidade e à reflexão, então nossa mente se abre, propiciando que se manifestem as boas ideias e os bons sentimentos que estavam ali prontos a entrar, só aguardando que lhe déssemos permissão.

Há um clima diferente no ar, votos de felicidade, mãos estendidas, confraternizações e brilhos estão por todos os lados! Nas ruas, casas e lojas, por onde quer que andemos, as luzes piscam entre cores e formas, convidando-nos à celebração. Elas iluminam e encantam, trazem um colorido especial às realidades que, durante o ano, foram se tornando comuns e opacas pela rotina do dia a dia. As roupas e os adereços também ganham destaque nesta época. Afinal, a moda no Natal é brilhar!

Não são as luzes de dezembro que nos fazem felizes; é a nossa felicidade que nos induz a acendermos as luzes. Não é a expectativa do natal que nos traz alegrias; é a alegria que criamos em nós que faz alegre a ideia da chegada do natal. Não é o limiar de um novo ano que nos enche de boas expectativas; são essas expectativas que fazem boa a passagem do ano velho e a chegada do novo. Não são as boas festas que nos trazem mais paz e amor neste último mês do ano; é a paz e o amor que permitimos em nós que fazem boas as festas.

O Papa Francisco ensina que Natal sem luz não é Natal. Não se trata, obviamente, de referência às luzes dos centros comerciais. Nem mesmo se refere às lâmpadas que integram o cenário dos presépios e ornamentam as árvores, indicando o genuíno sentido do Natal, a chegada do Salvador do mundo. O Santo Padre faz, na verdade, um interpelante convite a cada pessoa: acenda a sua luz. 

Vamos nos concentrar na festa da luz. Não da luz das lampadinhas com que enfeitamos nossa árvore de natal, nossa casa e com que adornam as ruas e lojas. Mas da luz desse irmão mais velho e mais sábio, Jesus de Nazaré, que nessa época, considerada como de seu aniversário, brilha com mais intensidade entre nós porque mais lembrado por muitos do que habitualmente e de maneira diferente – não só para pedir, mas para homenageá-lo. E vamos também, como ele mesmo recomendou, deixar brilhar um pouquinho mais a nossa própria luz, que se abastece mais uma vez na luz dele quando abrimos, ainda que por pouco tempo, uma janela no tempo…

Porque os anos são apenas medidas de tempo linear, não guardam em si nenhum tesouro oculto e nenhuma sabedoria. Os anos bons são aqueles que fazemos bons!

O Natal associado a Jesus não tem primeiramente finalidade histórica em dar a conhecer a data ou elementos relacionados ao nascimento de Jesus de Nazaré. Em outras palavras, não visa dizer quando Jesus nasceu, mas indica por que Jesus nasceu.

A festa cristã do Natal como nascimento de Jesus está em função da Páscoa, Cristo ressuscitado foi elevado por Deus como Luz das nações. Em Cristo, sol que não tem ocaso, se inicia uma nova criação. Assim o nascimento de Jesus é também o nascimento de um mundo novo reconciliado, onde o mal, injustiças, mortes, um dia terão seu fim!

Não tenhamos receio de, neste natal, fazer muita festa, dar presentes à vontade, confeccionando-os nós mesmos ou comprando nas lojas, simplesmente presentear com nossa presença a amigos (e inimigos) de quem temos estado distanciados. Se o homenageado de dezembro é Jesus, ele apreciaria muito isto, porque tem tudo a ver com os ideais que pregou.

Festa é um estado de espírito, que se manifesta em forma de palavras cordiais, risos, cânticos e danças, abraços e beijos. Claro que também podemos fazer festa recolhidos ao silêncio, bastando que não haja turbulências em nossos corações.

Lembremo-nos sempre, de que, no natal brilhou uma luz imensa. Nasceu um Menino que veio pra dizer que somos todos iguais. E fez a grande diferença! Não se esqueçamos que o mundo precisa de mais pessoas que trabalhem e de menos que critiquem. De gente mais preocupada em fazer do que só falar. De mais pessoas que semeiem esperança do que espalhem desânimo. De mais pessoas que acendam fósforos e de menos que lamentem a escuridão. De mais amigos que nos digam onde podemos melhorar!

O Natal é a festa da Luz! É Festa de alegria, de renovação da esperança, de dissipação das trevas. Não devemos rejeitar a ideia de que no Natal as pessoas que estavam afastadas, aborrecidas umas com as outras, ou até magoadas entre si, retornem à alegria da fraternidade. Afinal a Luz de Jesus resplandece nos corações e ilumina as regiões sombrias.

Natal, festa da luz, das confraternizações e troca de pre­sentes. É festa em que o céu desce ao nosso coração e nos move em direção das mãos estendidas que aguardam solida­riedade.

A todos um ano novo próspero e venturoso e um feliz , abençoado e iluminado Natal!

FELIZ ANO TODO!

GILMAR CARDOSO, ADVOGADO, POETA, MEMBRO DO CENTRO DE LETRAS DO PARANÁ E DA ACADEMIA MOURÃOENSE DE LETRAS.

Cascavel, Geral,

CRIPTOMOEDAS: Brasil registra primeiro contrato público dinâmico via blockhain

Um cartório do Paraná registrou o primeiro contrato dinâmico via blockchain no Brasil. A procuração pública, que foi outorgada em um tabelionato de notas, permite que uma das partes do contrato possa “ligar e desligar” o mecanismo de procuração a qualquer momento, sem necessidade da presença de um profissional do cartório.

A medida é possível graças à tecnologia de blockchain, base das criptomoedas, que viabiliza a criação de documentos online imunes a falsificações de terceiros. O experimento foi feito através da plataforma de contratos Truedocs, utilizando funcionalidades dela que ainda não estão disponíveis para o público geral. “Tornamos algo até então apenas teórico em um produto real e prático”, afirma o advogado Jonathan Doering Darcie, sócio do escritório Doering e Darcie Advocacia, de Porto Alegre (RS), que executou o contrato ao lado do escritório Boschirolli e Gallio Advogados, de Cascavel (PR).

Os contratos inteligentes

Chamados de ‘smart contracts’ no exterior – estão entre as principais apostas para aplicação da tecnologia de blockchain nos próximos anos. Seguindo algoritmos e protocolos definidos na sua criação, esse tipo de contrato pode executar as cláusulas automaticamente, caso as partes cumpram o que foi estabelecido. O mecanismo pode ser uma alternativa interessante para os contratos dinâmicos, cujas cláusulas mudam com o passar do tempo.

“São muitas as possibilidades de uso dos contratos inteligentes, que têm um potencial inimaginável de revolucionar vários setores, como registros de contratos com propriedades dinâmicas e mutáveis no tempo, além do direito autoral e da propriedade intelectual, logística e cadeia de suprimentos, seguro, futebol, entre tantos outros”, diz Alex Gallio, sócio do escritório Boschirolli e Gallio Advogados. Contato: pedro.hallack@estadao.com. Artigo produzido pela Agência Estado, sob responsabilidade do jornalista Pedro Hallack.

Foto: Orlando Kissner / ALEP
Foz do Iguaçu, Geral,

Foz Cataratas decide vaga nesta terça contra o Marreco

O Foz Cataratas Poker Futsal decide uma vaga para a semifinal do Campeonato Paranaense Série Ouro, nesta terça-feira 1º de dezembro, às 20h15, no Ginásio Arrudão, em Francisco Beltrão, contra o Marreco Futsal.

Na última quinta-feira, 26, os times empataram a primeira partida do mata-mata em 2 a 2, no Ginásio Costa, em Foz do Iguaçu. No jogo desta terça-feira, o Foz Cataratas precisa de uma vitória para seguir para a semifinal da Série Ouro. Se a partida terminar empatada, o jogo seguirá para prorrogação, com vantagem do empate para equipe do sudoeste.

O jogo será realizado com portões fechados para o público, a medida faz parte dos protocolos de proteção ao covid-19. O torcedor do Azulão poderá assistir ao jogo pelas redes sociais do Foz Cataratas Futsal.

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Carta Verde é obrigatória no Paraguai para viagens a mais de 30 quilômetros da fronteira

A Diretoria de Trânsito de Ciudad del Este se reuniu com a chefia da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu, para lembrar a obrigatoriedade do seguro internacional (Carta Verde) para o trânsito internacional.

A Diretoria paraguaia salienta que até 30 quilômetros da Ponte da Amizade o trânsito é livre, conforme acordo entre os três países da fronteira, que permite o trânsito em curta distância sem a necessidade do registro migratório.

A norma é válida de Foz do Iguaçu à Ciudad del Este e vice-versa.

A Carta Verde é obrigatória para o ingresso e trânsito internacional de qualquer país do Mercosul, com ou sem registro migratório.

Por: Rádio Cultura

Foz do Iguaçu, Geral,

30 de novembro – Dia da Amizade Brasil-Argentina

A celebração do Dia da Amizade Argentino-Brasileira foi acordada pelos então presidentes da Argentina, Néstor Kirchner, e do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, em 15 de março de 2004 na Ata de Copacabana, que ambos assinaram no Rio de Janeiro.

O ponto número 8 da Ata de Copacabana instituiu que a data será celebrada anualmente no dia 30 de novembro, em comemoração ao encontro mantido neste dia em 1985 entre os presidentes Raúl Alfonsín e José Sarney, na cidade brasileira de Foz de Iguaçu.

O histórico encontro de Foz não teria sido possível com a permanência dos militares no poder e marcou o início da redemocratização dos dois países. Seria o ponta pé inicial de uma aproximação que daria origem ao processo de integração regional, o qual levaria à criação do Mercosul, distanciando-se da atitude de muitas décadas, em que se mantinham tropas espalhadas ao longo da fronteira entre o Rio Grande do Sul e a Argentina, para se defender no caso de um conflito.

Distante das rivalidades, muitas vezes fomentadas pela grande mídia, a proposta dos presidentes Luis Inácio Lula da Silva e Nestor Kirchner tem por objetivo promover nas instituições de ensino de ambos os países atividades orientadas a difundir reciprocamente a cultura e história dos países irmãos.

Geral, Paraná,

Após temporal, pai e filho estão desaparecidos no Lago de Itaipu, interior de São Miguel do Iguaçu

Duas pessoas estão desaparecidas no Lago de Itaipu, em Santa Cruz do Ocoí, interior de São Miguel do Iguaçu.

De acordo com as primeiras informações, três homens estavam em uma embarcação e caíram na água.

Um deles conseguiu nadar até a margem. Os demais, que são pai e filho, desapareceram.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e tenta encontrar as vítimas, informa o Guia SMI.

Atualização: 08h50 30/11/2020

De acordo com informações da imprensa da região, o garoto foi resgatado na noite de domingo (29). As buscas pelo pai dele continuam.

Destaques, Geral, Paraná,

Prazo para pagar o IPVA com créditos do Nota Paraná vai até segunda

Até agora, já foram mais de 108.266 veículos cadastrados, somando mais R$ 7,3 milhões em créditos. Desde 2016, quando foi lançado, o programa já liberou mais de R$ 50 milhões em créditos para IPVA.

Termina nesta segunda-feira (30) o prazo para transferência de créditos do Programa Nota Paraná para o pagamento de Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente ao ano de 2021. O sistema de transferência foi aberto no dia 1º deste mês.

Até agora, já foram mais de 108.266 veículos cadastrados, somando mais R$ 7,3 milhões em créditos. Desde 2016, quando foi lançado, o Nota Paraná já liberou mais de R$ 50 milhões em créditos para IPVA. Só no ano de 2019 foram mais de R$ 15 milhões, com 126.968 mil veículos cadastrados.

O montante transferido pode ser utilizado para pagar o IPVA em sua integralidade ou em parte, caso os créditos não sejam suficientes para cobrir o valor total.  O crédito somente pode ser utilizado nos veículos automotores em propriedade do contribuinte cadastrado (não é possível pagar o imposto para terceiros).

Caso o contribuinte decida por não usar os créditos no abatimento do IPVA, pode ser feita a transferência para a conta bancária cadastrada no site.

Facilidade

O sistema é totalmente interligado com o Detran/PR, portanto não é necessário preencher número de placa e nem RENAVAM. Caso o veículo não seja listado no aplicativo ou no site do Nota Paraná, entre contato com o 0800-041-1528.

Como fazer

Para efetuar a transferência, é só acessar a página do Nota Paraná, fazer o login com CPF e senha, clicar na aba “Minha Conta Corrente” e selecionar “Transferir crédito para pagamento de IPVA”.

O sistema de transferência de IPVA fica aberto apenas no mês de novembro, do dia 1º ao dia 30. “É muito importante ficar atento para não perder o prazo”, alerta a coordenadora do programa da Secretaria da Fazenda do Paraná, a auditora fiscal Marta Gambini.

Destaques, Economia, Geral, Paraná,

Paraná cria 33 mil vagas e é o segundo do Brasil na geração de empregos

Números de outubro foram os melhores do ano, com crescimento de quase 70% em relação a setembro. Em dez meses foram criados 33.615 novos empregos com carteira assinada e Paraná subiu sete posições no ranking do acumulado do ano.

O Paraná abriu 33.008 vagas formais de trabalho em outubro, terceiro melhor resultado do País em volume de carteiras assinadas. O Estado registra o quinto mês seguido de alta nas contratações, e se recupera dos efeitos mais severos da pandemia, que fechou cerca de 100 mil postos de trabalho. O saldo de vagas abertas no acumulado de janeiro a outubro já é de 33.615 novos empregos, segundo melhor indicador do Brasil.

Os números de outubro foram os melhores do ano, com crescimento de quase 70% em relação a setembro, que apontou 19.578 vagas criadas. O resultado também representa mais de 8% dos 394.989 empregos gerados em todo o território nacional no mês passado. O balanço foi divulgado nesta quinta-feira (26) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ligado ao Ministério da Economia.

Os setores que mais criaram vagas foram serviços (12.391), comércio (9.423), indústria (8.452) e construção civil (3.074). Um destaque positivo é a área de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, que está enquadrada no segmento de serviços, com 8.895 novas carteiras assinadas.

Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior, os números refletem o acerto na estratégia do Governo do Estado de valorizar a produção local e investir em obras estruturantes como base da recuperação de empregos. Ele também disse que os números espelham o crescimento que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) havia constatado em setembro na indústria (7,7%), no comércio (2,6%), no turismo (11,7%) e em serviços (1,2%).

“São dados animadores que se somam à retomada dos empregos. Este é o melhor programa social que existe e aquele que conforta as famílias. Estamos buscando investimentos junto ao setor produtivo, facilitando o acesso ao crédito e estimulando ainda mais o empreendedorismo com programas de desburocratização”, afirmou Ratinho Junior. “O Paraná é forte e dá sinais positivos para o País”.

Os municípios que mais geraram emprego em outubro foram Curitiba (11.704), Ponta Grossa (1.771), Maringá (1.413), Londrina (1.256), Cascavel (929), Foz do Iguaçu (723), Toledo (597), São José dos Pinhais (546), Pinhais (504) e Apucarana (502). Todas as 25 maiores cidades paranaenses registraram saldos positivos.

“Os resultados apresentam uma reação positiva com as ações do Governo do Estado para atrair novos investimentos e também pela parceria entre empresas e as Agências do Trabalhador. Essa é uma considerável melhora na situação econômica e dá sinais de uma revitalização ainda mais vigorosa nos próximos meses”, disse o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost.

Acumulado

O resultado bastante positivo de outubro fez com que o Paraná recuperasse de maneira definitiva as perdas acumuladas em março, abril e maio. Em setembro o Caged já apontava um número positivo de 1.092 vagas, e em outubro o acumulado encerrou com 33.615 carteiras assinadas, atrás apenas de Santa Catarina (35.210). Doze estados ainda têm números negativos nesses dez meses. O Paraná subiu sete posições no ranking em relação a setembro.

Os municípios que mais geraram vagas no acumulado do ano foram Ponta Grossa (4.888), Ortigueira (2.277), Toledo (2.170), Cascavel (1.792), Rolândia (1.688), Matelândia (1.618), Arapongas (1.515), Umuarama (1.219), São Mateus do Sul (1.122), Palotina (1.061), Palmas (993), Sarandi (963), Cafelândia (901), Imbituva e Ubiratã (852), Campo Largo (763), Marechal Cândido Rondon (740), Colombo (687), Medianeira (640), União da Vitória (624), Cambé (618) e Almirante Tamandaré (608).

Em outubro, o Paraná chegou ao patamar mais alto deste ano com um saldo de 33.008 empregos. Outros meses com desempenho positivo foram janeiro (17.733), fevereiro (28.128), junho (2.829), julho (8.833), agosto (17.061) e setembro (19.578). As perdas ocorreram em março (-13.277), abril (-55.008) e maio (-23.856), segundo o cálculo do Caged, com ajustes.

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu, Geral,

Caged aponta aumento na geração de empregos em Foz do Iguaçu

Cidade está entre os dez municípios que mais geraram empregos no Paraná em outubro

O levantamento mensal do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia, aponta que o mês de outubro teve o melhor saldo de geração de empregos de 2020 em Foz do Iguaçu. No mês, foram criadas 723 novas oportunidades de trabalho no município.

O saldo positivo foi resultado das contratações no setor de serviços, que abriu 465 novas vagas. O comércio também contratou mais, somando a criação de 214 oportunidades. Outro setor que empregou em Foz foi a construção civil, que ampliou em 48 o número de vagas. No total foram registradas 1.665 demissões e 2.388 contratações durante o mês.

De acordo com o ranking divulgado pelo Governo do Paraná, Foz está entre os dez municípios que mais criaram empregos no período. Também foram destaque as cidades de Curitiba (11.704), Ponta Grossa (1.771), Maringá (1.413), Londrina (1.256), Cascavel (929), Toledo (597), São José dos Pinhais (546), Pinhais (504) e Apucarana (502).

“É o segundo mês consecutivo de bons resultados. No acumulado do ano, o saldo ainda é negativo. Mas, aos poucos, com a retomada das atividades do turismo, vamos recuperando os empregos perdidos para a pandemia”, avaliou o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Em setembro foram criadas 211 novas vagas de emprego em Foz. No acumulado do ano, o Caged soma 17.499 contratações e 23.220 desligamentos.

Agência do Trabalhador

Na Agência do Trabalhador a oferta de empregos tem registrado um aumento de 20% em relação aos primeiros meses do ano. “Os dados do CAGED indicam uma melhora importante na geração de empregos em nossa cidade. As medidas tomadas pelo prefeito Chico Brasileiro para alavancar o desenvolvimento socioeconômico estão surtindo efeito, a expectativa para os próximos meses é de crescimento nas contratações das áreas de serviços e comércio”, avalia o diretor de Desenvolvimento Socioeconômico e Integração Regional, Pedro Rodrigues.

A Agência do Trabalhador está aberta para atendimento seguindo todos os protocolos de prevenção ao Coronavírus. O uso de máscara é obrigatório ao buscar atendimento. O serviço funciona de segunda a sexta, das 8h as 14h.

Mais informações pelo telefone (45) 3545-5450.

Curitiba, Destaques, Geral, Paraná, Sem categoria,

Polícia Civil do Paraná prende em Curitiba grupo de criminosos que criavam sites falsos para golpes

Vendiam eletroeletrônicos, desde banheiras jacuzzi até televisores de R$ 70 mil. As prisões ocorreram em Curitiba. A PCPR estima que mais de mil pessoas, de diversos lugares do país, já tenham sido vítimas.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu sete pessoas em operação contra empresários suspeitos de criar sites falsos para venda de eletroeletrônicos, desde banheiras jacuzzi até televisores de R$ 70 mil. As prisões ocorreram na manhã desta sexta-feira (27), em Curitiba. A PCPR estima que mais de mil pessoas, de diversos lugares do país, já tenham sido vítimas dos criminosos. 

Os policiais cumpriram três mandados de prisão temporária, dois de busca e apreensão e quatro bloqueios de contas bancárias. Quatro pessoas foram presas em flagrante durante a ação. Também foram apreendidos notebooks, celulares, máquinas de cartão, documentos e cartões de crédito. 

O grupo vai responder pelos crimes de estelionato tentado e consumados, associação criminosa, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos particulares.

Investigação

A PCPR apurou que os indivíduos estavam planejando um novo site para aplicar golpes na última sexta-feira do mês de novembro, a Black Friday, dia popular para realizar compras com desconto.

O trio estaria se dividindo para atender clientes por meio de chats, aplicativo de mensagens e e-mail. Além disso, estariam simulando envio de mercadorias em nome de uma transportadora conhecida através de um site possivelmente clonado. 

Vítimas

Durante as diligências, a PCPR encontrou ainda mais de 200 reclamações registradas por vítimas sobre os sites em que os criminosos operavam. As reivindicações foram encontradas em uma rede própria para esse tipo de assunto. 

Até o momento, 50 vítimas foram ouvidas na delegacia especializada da PCPR. Com a divulgação desta operação, espera-se que outras compareçam até a unidade.