Browsing Category

Geral

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Transporte Coletivo de Foz: Comissão dialoga com OAB sobre continuidade dos serviços prestados à população

A comissão do transporte da Câmara de Foz se reuniu nesta terça-feira, 08 de junho, para dialogar com a OAB em busca de soluções para a continuidade dos serviços prestados à população. A reunião contou com a presença do Presidente da OAB, Neandro Lunardi; Luís Miguel Barudi – Presidente da Comissão de Direito do Consumidor da entidade; do Secretário de Transparência e Governança do município, José Elias de Castro Gomes e dos membros da CE do transporte, os vereadores Anice Gazzaoui (PL) – presidente; Edivaldo Alcântara – relator e Jairo Cardoso – membro, bem como do Presidente do Legislativo – Vereador Ney Patrício (PSD). A Comissão deve encaminhar um relato de todas as ações da CE até o momento, assim como as conclusões as quais chegaram, para a OAB.

“A participação da Comissão dos Direitos do Consumidor é importante do ponto de vista do usuário, que vem sendo prejudicado pela situação do serviço prestado à população, afirmou Dr. Luís Miguel Barudi. O Presidente da OAB pontuou “fomos convidados para a exposição da situação do transporte e também apoio institucional em beneficio da população. Vamos analisar como poder contribuir”, afirmou Dr. Neandro Lunardi.

A Vereadora Anice (PL) ressaltou que “o objetivo central da comissão neste momento é encontrar soluções para a continuidade dos serviços prestados à população que precisa”. O Secretário de Transparência e Governança do município, José Elias de Castro Gomes, destacou que “no momento temos um contrato vigente até outubro de 2025. A prefeitura vem trabalhando para fazer a composição para que o usuário não fique sem atendimento. Vamos acionar administrativamente a empresa para que cumpram a decisão judicial de rodar com 60% da frota total, que representa 95 ônibus”.

O presidente da Câmara, vereador Ney Patrício, enfatizou: “A Câmara Municipal está atenta ao problema do transporte público. Hoje recebemos representantes da OAB, que se colocaram à disposição para defender os interesses da comunidade”.

Busão Foz, Cultura, Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Fotógrafos registram paisagens humanas da Tríplice Fronteira

Os olhares da vida cotidiana, com foco na paisagem humana daqueles que vivem na fronteira, refletem a sensibilidade dos fotógrafos Marcelo Marinho e Henrique Gazzola, na concepção da obra “Iguaçu: paisagem humana na Tríplice Fronteira”, um livro fotográfico que dá visibilidade a aspectos pouco observados na paisagem urbana trinacional. O livro busca sensibilizar o olhar para conexões potenciais entre a vida cotidiana das pessoas das três cidades fronteiriças, que formam uma virtual conurbação trinacional, ainda que se encontrem apartadas entre si por fronteiras e pelas curvas dos rios Paraná e Iguaçu.

Para o professor de Literatura da UNILA e um dos autores do livro, Marcelo Marinho, o próprio projeto gráfico foi concebido como um poema. As páginas do livro (disponível nas versões impressa e digital) trazem imagens de pessoas em seus cotidianos, seja no trabalho ou em momentos de lazer. E os autores se propuseram a não identificar a origem do fotografado, omitindo, assim, o país em que a imagem foi registrada. A introdução da obra traz as versões em português, espanhol e guarani. O resultado é revelado em visões diversas sobre uma fronteira em que as pessoas são parte fundamental, num trabalho inspirado nas oficinas realizadas pelo fotógrafo Rogério Ferrari, que contribuiu para a concepção do projeto.

A concepção da obra nasceu com o projeto de pesquisa “Paisagens imaginárias latino-americanas: representações estéticas, da cultura e linguagem”, em convergência com as linhas de pesquisa em que o docente atua no Programa de Pós-Graduação em Literatura Comparada. E o resultado também se constitui na ação de extensão intitulada “Iguaçu ta’anga: paisagens humanas na Tríplice Fronteira”, que se propõe à reflexão sobre as formas de trânsitos culturais, assim como sobre as diferentes instâncias de produção e circulação de saberes e práticas, sempre por meio de imagens plásticas. “A proposta nasceu da necessidade de realização de um ensaio fotográfico sobre a paisagem humana na Tríplice Fronteira, que espelhasse o projeto de pesquisa desenvolvido na UNILA em torno de paisagens imaginárias, que se oferece como ponto de convergência nas disciplinas relativas a Poéticas Latino-Americanas e à Literatura Comparada”, explica Marcelo.

Henrique Gazolla reforça que o trabalho representou um processo de aprendizagem e inserção sobre a fronteira. “Foi um processo bem orgânico, e desenvolvemos uma técnica de abordagem dupla com as pessoas, de conversar e explicar sobre o trabalho e de produzir as fotos. A dinâmica trouxe informações sobre a vida das pessoas, história da cidade que a gente não conhecia”. Houve um compromisso firmado entre os autores e as pessoas fotografadas de que cada uma delas irá receber um exemplar do livro no formato físico.

A publicação, financiada por meio do Fundo Municipal de Incentivo Cultural (Foz do Iguaçu), é parte de um projeto fotográfico e documental que já resultou em exposições no SESC de Foz do Iguaçu e no Ecomuseu da Itaipu. Exemplares da obra estão sendo doados a bibliotecas públicas da fronteira. A última ação dessa natureza ocorreu no dia 31 de maio, quando Marcelo Marinho entregou 80 exemplares da obra à titular da Secretaria Nacional do Turismo do Paraguai, Sofía Montiel de Afara, para que fossem disponibilizados em bibliotecas públicas de Ciudad del Este e região. Além disso, o órgão se propôs a estabelecer um plano de trabalho para um futuro convênio de cooperação com a UNILA, para o desenvolvimento de projetos culturais, historiográficos e educativos.

As informações são da Unila

Geral,

Covid-19 no Paraguai: 10.000 pessoas já morreram em decorrência do vírus e Presidente diz que há vacinas, mas as pessoas não vão se vacinar

“Dez mil mortos; mais campanha de conscientização do que olhar para a realidade … Não sei o que mais poderia haver, certo? ”disse hoje o presidente Mario Abdo Benítez quando foi abordado por jornalistas em um evento público. Ele garantiu que junho será o mês em que será recebido o maior número de doses contra o COVID-19, com 500 mil unidades no total. Segundo o presidente, há vacinas disponíveis para pelo menos mais 20 dias, se o índice atual for mantido, mas as pessoas não vão às vacinas.

“É muito doloroso ver que a propagação do vírus em nosso país está tendo um impacto tão forte”, Abdo Benítez também expressou quando questionado sobre como se sentia com a morte de tantas vítimas de Covid.

em seu discurso, o presidente transfere parte da responsabilidade para sociedade, agirmando que as pessoas não vão se vacinar, mas evita mencionar que as vacinas chegaram com meses de atraso e que ainda não atingiram o grosso da população. Também não menciona que não há comunicação, transporte ou incentivos eficazes para ajudar aqueles que desejam se vacinar, mas não podem fazê-lo devido a vários obstáculos.

“Neste mês vamos completar 500,0000 vacinações recebidas e esperamos que em julho possamos aumentá-las, para diminuir a faixa etária e dar uma velocidade diferente de vacinação”, acrescentou

Em vários lotes, o Paraguai deve completar 500.000 doses recebidas contra COVID-19, conforme prometido pelo presidente hoje. “Continuaremos recebendo, mas na verdade o problema não é com as vacinas. Quero pedir ao público em geral que vá às vacinas ”, exortou.

As informações são de ABC

Coronavírus no Paraná, Destaques, Geral, Paraná,

Covid-19 no Paraná: Governador decreta luto oficial de três dias por vítimas da Covid-19

O governador Carlos Massa Ratinho Junior decretou nesta segunda-feira (7) luto oficial de três dias em todo o Paraná em homenagem às vítimas de Covid-19 que faleceram no Estado. Segundo o boletim epidemiológico atualizado da Secretaria da Saúde, o Paraná soma 27.014 óbitos e 1.115.630 casos confirmados desde o início da pandemia. A bandeira do Paraná ficará a meio mastro no Palácio Iguaçu.

“Sentimos um profundo pesar por todas as vidas perdidas no Paraná em decorrência do coronavírus e lamentamos pela dor sentida por cada familiar e amigo de cada uma das vítimas. Prestamos nossa solidariedade e nossos mais sinceros sentimentos a todos vocês”, afirmou o governador.

O Paraná vive uma nova onda de contágio neste mês e o sistema de saúde no Estado está em níveis de alerta, o que impôs, no final de maio, a decretação de medidas mais restritivas de circulação. “A cepa amazônica do novo coronavírus predomina entre os pacientes contaminados e já detectamos circulação da variante indiana. Por isso, enquanto não alcançamos a imunização de toda a população, precisamos continuar tomando os cuidados necessários para reduzir a transmissão”, pontuou.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o Paraná está com taxa de ocupação de 96% entre as UTIs SUS exclusivas para Covid-19, que totalizam 1.980 leitos em todo o Estado. O boletim epidemiológico aponta que a taxa de transmissão (Rt) no Paraná está em 0,86 – o que significa que 100 infectados transmitem o vírus para outras 86 pessoas, uma taxa ainda considerada alta, mas abaixo do padrão do começo dessa onda.

O secretário de saúde Beto Preto disse que a saída para o fim da pandemia é através da vacinação, e que todos os esforços estão sendo feitos para aplicar as doses recebidas com a maior velocidade possível. Ele destacou o início da imunização da população de 18 a 59 anos em paralelo aos grupos prioritários.

“Nós queremos a vacina no braço dos paranaenses. Novas doses estão chegando e sendo distribuídas em todo o Estado. Contamos com os 399 municípios para aplicar todos os imunizantes disponíveis na população”, endossou.

Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, uma das principais referências em estatísticas da pandemia, 3,73 milhões de pessoas faleceram em decorrência da Covid-19 no mundo até esta segunda-feira (7), e mais de 173 milhões foram infectadas pelo vírus. No Brasil, 474.404 pessoas perderam a vida em consequência do coronavírus, e 16.947.062 foram contaminadas.

As informações são de Agência de Notícias do Paraná

Destaques, Geral, Paraná,

Polícia Civil prende suspeitos de golpes imobiliários que já somam prejuízos de R$ 2,5 milhões

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu quatro integrantes de uma organização criminosa que aplicava golpes utilizando uma incorporadora de fachada, em Curitiba. A ação aconteceu na manhã desta segunda-feira (7). Um homem também foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo.

Durante as investigações foram identificadas e ouvidas oito vítimas. O prejuízo verificado até o momento é de R$ 2,5 milhões. A PCPR estima que há, ao menos, 30 vítimas e que o prejuízo total causado pela organização criminosa passa de R$ 6 milhões.  Algumas das vítimas já identificadas haviam contratado serviços com obras que deveriam ter sido entregues há um ano, pagando valores expressivos.  

Os suspeitos usavam uma empresa de fachada para venda de imóveis na planta, construções ou reformas de casas. A maioria dos empreendimentos nunca foi nem iniciada. Os que tiveram início não foram finalizados. Além de retirar o máximo de dinheiro das vítimas, o grupo criminoso não dava retorno nenhum sobre os empreendimentos.

Além dos mandados de prisão, os policiais civis também cumpriram quatro ordens de busca e apreensão. A operação ocorreu nos bairros Centro Cívico, Seminário e Uberaba, além do município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. 

Nas buscas foram apreendidos documentos, computadores, celulares, dois veículos e uma arma de fogo. Os indivíduos devem responder pelos crimes de organização criminosa e estelionato.

As informações são de Agência de Notícias do Paraná

Economia, Geral, Paraná,

Assembleia aprova projeto do deputado Hussein Bakri para baratear recarga de botijões de gás no Paraná

Por unanimidade, a Assembleia Legislativa aprovou em 1ª discussão, na tarde desta segunda-feira (7), o projeto de lei que permite aos paranaenses encherem o botijão de gás em qualquer distribuidora ou revendedora, independentemente da marca estampada no vasilhame.

Assinada pelos deputados Hussein Bakri (PSD), Delegado Francischini (PSL) e Ademar Traiano (PSDB), a proposta tem o objetivo de acabar com o monopólio das grandes empresas e, estimulando a concorrência, de reduzir de 15% a 20% o valor do botijão de gás para a população.

“Mesmo que o cidadão possua o botijão, este não pode encher o mesmo onde quiser, por exemplo, na empresa que tenha o menor preço, pois as maiores distribuidoras se protegem através da marca estampada no vasilhame, dificultando a entrada de novas empresas no mercado e, consequentemente, diminuindo a livre concorrência, a qual poderia promover a redução do preço”, diz a justificativa do projeto.

Deputado Hussein Bakri (PSD)

Ao analisar leis semelhantes do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, o Supremo Tribunal Federal (STF) já entendeu que, ao adquirir o botijão em um momento anterior, o consumidor é o novo proprietário do vasilhame e, a partir de então, passa a comprar apenas o gás na distribuidora, seja qual for a marca.

A medida também é importante para conter o aumento descontrolado dos preços de produtos essenciais aos paranaenses em meio à pandemia.

Coronavírus no Paraná, Geral, Paraná,

Policiais flagram 770 aglomerações no Paraná no feriado de Corpus Christi

Com fiscalizações mais intensas, promovidas pelas polícias Militar e Civil, 20 pontos comerciais foram interditados e 714 pessoas encaminhadas por infringir medidas sanitárias de prevenção ao coronavírus no Paraná no feriado prolongado de Corpus Christi. O balanço da Secretaria da Segurança Pública registra dados de quinta-feira (03) a domingo (06).

O documento aponta que as operações policiais dispersaram 770 aglomerações em pontos comerciais e locais públicos, além da aplicarem 93 multas a estabelecimentos e outras 490 a pessoas que descumpriram o decreto estadual de enfrentamento à Covid-19.

Nos quatro dias, a Segurança Pública do Paraná recebeu 468 chamados sobre perigo de contágio, sendo que 144 geraram ocorrências, ou seja, foram constatadas como infrações às medidas sanitárias. Foram 1.952 estabelecimentos vistoriados, uma média de 488 por dia. Os policiais encaminharam 714 adultos e 47 adolescentes.

A gravidade do quadro epidemiológico motivou o reforço nas operações integradas entre as forças de segurança pública com os municípios, cobrindo áreas urbanas, rurais, centros comerciais, vias e rodovias estaduais para inibir condutas que ajudam a proliferação do vírus. O trabalho foi intensificado no feriado em função da maior circulação de pessoas nas estradas e movimentação em pontos comerciais, principalmente com relação à compra e consumo de bebidas alcoólicas.

“Estamos trabalhando intensamente para que a população faça a sua parte e cumpra as medidas sanitárias. Nossas polícias estão monitorando pontos sensíveis, que geram infrações e aglomerações de pessoas, e promovendo abordagens constantemente, o que aumenta a sensação de segurança e inibe maus exemplos”, declarou o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leoncio Teixeira, as forças estão atuando de maneira coordenada. “Para evitar a proliferação da doença, estamos fazendo mais ações de orientação, usando do bom senso e da conscientização das pessoas para a importância de combater as aglomerações, de usar máscara e respeitar o distanciamento”, afirmou.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach, o resultado se deve, também, à atuação diferenciada da Polícia Civil. “Neste momento da pandemia, ações de fiscalização para evitar e coibir aglomerações são importantíssimas para frear a contaminação. A Polícia Civil atua neste sentido, dando sua contribuição no enfrentamento à Covid-19, sem deixar de lado a atividade-fim, que é a investigação”, disse.

Outros Delitos – A presença maior das polícias ampliou a eficiência das ações ostensivas e repressivas e outros crimes também foram combatidos. No período, houve a apreensão de 63 armas de fogo, de 1,6 mil munições e 4,9 toneladas de maconha. Somente em uma ação da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), duas toneladas de maconha e centenas munições de fuzil foram localizadas em São Miguel do Iguaçu. A PM, por sua vez, apreendeu dois fuzis de uso restrito na Capital e porções de drogas e itens contrabandeados como cigarros e essências de narguilé durante as operações AIFU.

Trânsito – O impacto das fiscalizações também alcançou o trânsito urbano e rodoviário. As unidades especializadas da PM flagraram 4.283 veículos em excesso de velocidade e fizeram 2.384 testes etilométricos, 45 notificações de embriaguez ao volante e 1.855 autos de infração de trânsito. Também houve a apreensão de 440 veículos, sendo que 48 tinham alerta de furto ou de roubo e foram recuperados nas operações policiais.

Foram registrados 162 acidentes em todo o Estado, com 178 feridos e 15 óbitos. Nesse sentido, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) reforçou as orientações aos condutores e demais usuários das rodovias estaduais para terem mais cautela e responsabilidade na direção e, assim, evitar acidentes para livrar o sistema de saúde de sobrecarga no atendimento aos feridos.

As informações são de Agência de notícias do Paraná

Busão Foz, Foz do Iguaçu, Geral, Paraná, Saúde,

DAY Medical Center fecha parceria com Unicred

O Sistema Unicred, oferece financiamento com prazos que variam de cinco a dez anos para os profissionais interessados em investir no DAY Medical Center

A mais nova parceria anunciada pelo DAY Medical Center foi fechada com a Unicred, a cooperativa de crédito focada em oferecer soluções financeiras competitivas e de qualidade, agregando resultados aos cooperados.

No país todo, o Sistema Unicred conta hoje com 35 cooperativas, aproximadamente 280 Unidades de Negócios em 15 estados brasileiros e mais de 220 mil cooperados. Além disso, são quatro Unicreds Centrais e uma Confederação Nacional, com unidades em São Paulo e Porto Alegre.

Paraná e Santa Catarina – A sede da Unicred Valor Capital, responsável pelo Paraná e por Santa Catarina, fica em Florianópolis. Nessa região, o sistema é representado por 76 agências e 80 mil cooperados.

Em Foz, a agência foi inaugurada em julho do ano passado e funciona no edifício Torre Marechal, no centro da Cidade.

“Viemos para Foz oferecer a nossa experiência como planejadores financeiros, com o objetivo de auxiliar tanto as pessoas físicas quanto as jurídicas a obterem os melhores resultados. Não somos uma agência bancária. Nosso objetivo é ajudar o nosso cooperado a encontrar soluções”, afirmou Talita Iurkiv Gomes, gerente da agência de Foz do Iguaçu.

Unicred e DAY Medical Center – Talita também explicou que o objetivo da Unicred é oferecer um atendimento diferenciado, 24 horas por dia, sete dias por semana.

“Além de todos os nossos serviços prime, oferecemos condições diferenciadas para os empreendedores. São premissas voltadas exclusivamente para a parceria com o DAY Medical Center, que assim como nós também tem um conceito totalmente inovador”, explicou Talita.

Com a parceria, os novos clientes do DAY Medical Center poderão financiar o investimento por um período de cinco a 10 anos.

DAY Medical Center – O Day Medical Center segue um padrão internacional, pensado para oferecer os melhores espaços aos clientes. São áreas de 41 m², 56 m² e 62 m², com possibilidade de junção de até 1.000m² de área privativa, além das áreas comuns, que atendem todas as normas da ANVISA. Os consultórios foram planejados considerando as necessidades de cada especialidade.

Profissionais da Saúde – O empreendimento também tem reservados 1.300 m² para uso exclusivo dos profissionais da saúde que irão trabalhar no complexo. 

É na cobertura que ficam o lounge, a varanda panorâmica, as salas de reuniões, o fitness center, o espaço para descanso (foyer), o espaço gourmet e o auditório, com capacidade para 108 pessoas. Os profissionais também terão estacionamento privativo.

Estacionamento – Outra facilidade é que o empreendimento oferece estacionamento para os clientes e também para os médicos, que contarão com uma entrada exclusiva. 

Diferenciais para os clientes – O Day Medical Center vai reunir  diversas especialidades da área da saúde, proporcionando tranquilidade e conforto aos pacientes e aos clientes, com espaços agradáveis e seguros, incluindo o “Jardim da Cura” (Healing Garden) que é um espaço que oferece experiências sensoriais e terapêuticas e que vem sendo implantado em vários hospitais para auxiliar no tratamento.

Hospital Dia – Com quase 7 mil metros quadrados dedicados ao Hospital Ministro Costa Cavalcanti, outro parceiro do DAY Medical Center, o empreendimento oferecerá também um atendimento personalizado para pacientes particulares e conveniados, com Centro de Imagens, salas especiais para serviços de Check-up Executivo, Centro de Atenção à Saúde da Mulher, Laboratório de Análises Clínicas, Centro de Imunização e um Hospital Dia, com um Centro Cirúrgico para a realização de procedimentos de baixa e média complexidade, nos quais os pacientes tenham alta médica no mesmo dia.

O empreendimento é resultado da união de quatro empresas sólidas no mercado da região: a NBC Arquitetura, a Nastás, a Wust&Casarotto, de Cascavel; e a WTeixeira Seguros, de Foz do Iguaçu. 

Todo o projeto é acompanhado por especialistas da área da saúde da F2M e da Promedical, e de consultores da Bioeng e da SL Bento, que estão no mercado há 30 anos e são responsáveis por cinco hospitais privados, mais de dois mil consultórios e oito medical centers nas principais cidades brasileiras.

Mais informações – Para mais informações sobre o DAY Medical Center entre no site www.daymedicalcenterfoz.com.br ou no Instagram, @daymedicalcenterfoz. (https://www.instagram.com/daymedicalcenterfoz/)

Você também pode entrar em contato e agendar uma visita por meio dos números (45) 3198-9161, (45)9 9975-1558 e (45)9 9935-2157, ou conhecer o consultório decorado, na Benjamin Constant, 194, no centro de Foz do Iguaçu. 

Saiba mais sobre a Unicred, no site https://www.unicred.com.br/florianopolis/home

Ascom/Day Medical Center 

(Fotos: Divulgação)

Destaques, Foz do Iguaçu, Geral,

Novo Golpe: Polícia alerta os comerciantes de Foz do Iguaçu

Um novo golpe está dando trabalho a Polícia Civil em Foz do Iguaçu. O alvo dessa vez são os estabelecimentos comerciais que trabalham com venda e entrega de alimentos. Nos últimos dias diversas pizzarias foram vítimas dos criminosos e acumulam vários prejuízos. 

De acordo com a polícia, os estelionatários se passam por agentes da Vigilância Sanitária para clonar aplicativos de conversas dos estabelecimentos. Ao conseguir acessar os contatos de clientes, os golpistas enviam falsas promoções com pagamento por transferência bancária. 

Os criminosos são bastante convincentes. Para conseguir o que desejam eles entram em contato por telefone com os empresários e informam que o comércio deles foi denunciado por alguma irregularidade, mas que não podem ir até o local pessoalmente por conta da pandemia. 

No fim do atendimento, os suspeitos avisam que enviarão o protocolo do serviço. Na verdade este suposto protocolo é o código de verificação do WhatsApp. Dessa forma, o criminoso tem acesso à conta do estabelecimento no aplicativo e consegue contato com clientes se passando pelo proprietário. 

Ao ofertar promoções rápidas de comida, os estelionatários pedem que o pagamento seja feito via Pix, ferramenta que exige poucos dados. A partir daí, os criminosos conseguem dinheiro e deixam as vítimas em prejuízo. 
De acordo com a polícia, é preciso desconfiar sempre. Uma vez que a vítima cai no golpe fica difícil rastrear os suspeitos e praticamente impossível ressarcir o dinheiro perdido. 

“Os valores que são depositados pelas vítimas são sempre enviados para contras de laranjas. A pessoa que aplica o golpe nunca usa a conta dela. O laranja muitas vezes teve o documento furtado e nem sabe da existência da conta. Mesmo que consigamos rastrear essa conta e identificar o proprietário, talvez ele seja inocente e também foi vítima. Outro problema consiste na dificuldade de recuperar o dinheiro, uma vez que este é imediatamente sacado após a transação”, explicou o delegado Carlos Eduardo Pezzette. 

Em alerta, a Prefeitura Municipal de Foz esclarece que ao receber qualquer denúncia referente a um estabelecimento comercial, os agentes vão até o local devidamente uniformizados e com crachás para que seja facilmente identificados. O contato jamais é feito via telefone. 

As informações são de GDia

Coronavírus, Destaques, Geral, Paraná,

Prefeito de Vera Cruz do Oeste morre vítima da Covid-19

Marcos Vilas Boas Pescador (PROS) estava com 58 anos; ele tinha sido prefeito do município de 2001 a 2008 e foi eleito novamente em 2020. Morte ocorreu na manhã deste domingo (6)

O prefeito de Vera Cruz do Oeste, no oeste do Paraná, Marcos Vilas Boas Pescador (PROS), morreu aos 58 anos vítima da Covid-19, por volta das 7h30 deste domingo (6).

Conforme a prefeitura, o gestor foi internado no hospital de Vera Cruz do Oeste, mas o quadro de saúde piorou e ele foi levado para Cascavel na noite de quarta-feira (26), onde ficou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Retaguarda.

Contudo, devido ao agravamento do quadro, o prefeito foi transferido para o Hospital Universitário (HU) de Cascavel, na sexta-feira (4).

Pescador tinha sido prefeito do município de 2001 a 2008 e foi eleito novamente em 2020.

O vice-prefeito Dr. Armando já estava em exercício desde que Pescador se afastou das funções para tratar da doença. Conforme a prefeitura, a Câmara Municipal vai providenciar nesta semana a posse oficial de Dr. Armando.

O velório será no Centro Esportivo da cidade, a partir das 13h, e terá duração de uma hora.

Luto

A Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) decretou luto regional de três dias pelo falecimento do prefeito de Vera Cruz do Oeste.

“Destacando a sua enorme contribuição ao municipalismo oestino, liderança que teve como marcas a capacidade de diálogo, a competência administrativa, o coleguismo e a visão moderna e ampla das pautas maiores da nossa região. (…) Lamentavelmente perdemos mais um prefeito, que vinha lutando há tempos para controlar em sua cidade essa enfermidade. Aos familiares e amigos, bem como os cidadãos e cidadãs de Vera Cruz do Oeste, externamos a nossa mais profunda manifestação de condolências”, disse a nota.

O Consórcio Intermunicipal Samu Oeste (Consamu) também manifestou pesar pela morte do prefeito.

“Aos familiares, amigos e população de Vera Cruz do Oeste, dirigimos as nossas preces e clamamos pelo consolo do Espírito Santo de Deus neste momento tão difícil”.

As informações são de G1 Globo