Browsing Category

Paraná

Leia as últimas notícias sobre o Paraná no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Luiz Claudio Romanelli, Paraná,

Abrigo Bom Pastor de Cornélio Procópio recebe R$ 20 mil do programa Nota Paraná

O Abrigo Bom Pastor, de Cornélio Procópio, foi sorteado no programa Nota Paraná e recebeu R$ 20 mil. O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), que representa a cidade no legislativo, acompanhou o sorteio nesta terça-feira, 11.

Lançado em agosto de 2015, o Nota Paraná devolve aos consumidores parte do imposto arrecadado com a venda de produtos, ao fornecer o CPF na nota.

“É uma estratégia que incentiva o consumidor a participar dos benefícios promovidos com o aumento da arrecadação do ICMS, dividindo com 30% do que for recolhido”, esclarece.

O programa sorteou o prêmio de R$ 1 milhão, que beneficiou um morador de São José dos Pinhais. Outros R$ 200 mil foram sorteados para um contribuinte de Rebouças. Dez instituições beneficentes vão receber prêmios de R$ 20 mil. Outros 20 mil prêmios de R$ 100 também foram sorteados.

“O Abrigo Bom Pastor atende cerca de 60 idosos e o valor repassado com o sorteio do Nota Paraná será muito bem aplicado para garantir ainda mais conforto e qualidade de vida aos internos atendidos pela instituição, que há décadas atende com dedicação e amor”, disse o deputado.

As outras nove instituições beneficiadas com o sorteio de R$ 20 mil são o Lar Anália Franco e o Albergue Infantil Casa do Caminho (Londrina), a Associação Cascavelense de Amigos de Surdos (Cascavel), a Associação Duovizinhense de Futsal (Dois Vizinhos), o Lar Santo Antônio (Cambé), a Associação do Amigo Animal (Curitiba), a Rede Feminina de Combate ao Câncer (Maringá), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Diamante do Norte) e o Hospital Nossa Senhora das Graças (Curitiba).

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional,

Esquadrilha da Fumaça sobrevoa Itaipu nos 47 anos da empresa

Novas apresentações poderão ocorrer entre hoje (dia 12) e amanhã (13), se as condições climáticas permitirem

Sete aviões modelo Tucano da Esquadrilha da Fumaça sobrevoaram a usina de Itaipu no início da tarde desta quarta-feira (12). A apresentação faz parte das comemorações do aniversário de 47 anos da empresa. Estão previstos outros voos ainda nesta tarde de quarta-feira e amanhã (quinta-feira, 13), em horário a ser definido.

A primeira apresentação deveria ter ocorrido ontem (terça-feira, 12), mas foi cancelada por causa do mau tempo. Além da Itaipu, os aviões passaram sobre a Ponte da Amizade, as Cataratas do Iguaçu e o Marco das Três Fronteiras.

Em função da pandemia e das medidas de distanciamento social, não houve nem haverá solenidade e não será permitido assistir à apresentação ao vivo, para que não haja aglomerações. A demonstração será filmada e divulgada posteriormente nos perfis da Itaipu nas redes sociais e no canal de Itaipu no Youtube.

O sobrevoo sobre a usina de Itaipu foi uma bem-vinda coincidência de agenda: a Esquadrilha da Fumaça está aproveitando um treinamento pré-agendado para homenagear a empresa pelo seu aniversário. Os 47 anos da Itaipu Binacional serão completados na próxima segunda-feira (17).

Órgãos de controle do espaço aéreo paraguaio e argentino concederam autorizações especiais para que os aviões possam sobrevoar a região.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Saúde,

Em Foz do Iguaçu, 617 gestantes receberam a primeira dose da AstraZeneca suspensa pela Anvisa

Governo do Estado orienta a suspensão da vacina AstraZeneca em gestantes, Foz do Iguaçu segue a determinação e monitora as mais de 600 gestantes que receberam a vacina

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) emitiu na terça-feira (11) uma nota oficial aos municípios determinando a suspensão temporária da vacinação da AstraZeneca/Fiocruz para as gestantes, conforme recente posicionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), até novo entendimento.

A Sesa ressalta ainda que a bula do imunizante também deve ser seguida, especialmente com a devida avaliação e acompanhamento médico. A Secretaria também orientou os municípios a monitorar as gestantes que já foram vacinadas.

Em Foz do Iguaçu, 617 gestantes foram vacinadas e estão sendo acompanhadas pelas equipes das unidades de saúde. Não há relato de eventos adversos graves neste grupo após a aplicação da vacina.

A Anvisa afirmou, em nota, que a decisão de propor a “suspensão imediata” do uso da vacina da AstraZeneca em grávidas foi tomada após uma gestante e o feto que carregava morrerem dias após a vacinação.

A Anvisa fala em “evento adverso” e não em “efeito adverso”. Ou seja, não há, ao menos até o momento, confirmação de nexo causal entre a vacina e o caso da gestante, acometida com um acidente vascular cerebral.

A recomendação foi enviada pela Anvisa ao Ministério da Saúde na segunda-feira (10) e levou diversos estados a suspenderem preventivamente o uso do imunizante em gestantes.

Busão Foz, Foz do Iguaçu, Meio Ambiente,

Secretaria de Meio Ambiente de Foz do Iguaçu promove concurso para escolher nome das novas UVRs

Indicações serão feitas por entidades até o dia 21 de maio. Homenageados (as) darão nomes a seis novas unidades

A Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, convida entidades da cidade a participarem de um concurso para a escolha dos nomes das novas Unidades de Valorização de Recicláveis (UVRs) do município.

O objetivo do concurso é homenagear personalidades que tenham contribuído com o desenvolvimento de projetos para a melhoria da qualidade de vida dos moradores de Foz do Iguaçu.

As instituições podem fazer as inscrições com as indicações até o dia 21 de maio, através do formulário disponível no link: https://forms.gle/L1vGPKxzepEfeY3R9. Podem participar do processo de seleção unidades de ensino (municipais, estaduais, federais e privadas), associações de moradores, igrejas, associações comerciais, entre outras entidades de Foz do Iguaçu. Conforme regulamento, disponível em: https://drive.google.com/file/d/187vYTNV_W5S-dTY5DhRd34m8mzdCbH4Y/view?usp=sharing.

Seleção

As indicações passarão por uma comissão formada por representantes do Parque Nacional do Iguaçu, Itaipu Binacional, Fundação Cultural e Secretaria Municipal de Educação, a qual avaliará as indicações seguindo critérios preestabelecidos.

No caso de haver mais de uma indicação para cada UVR, os nomes passarão por votação popular on-line. O link será disponibilizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e divulgado nas redes sociais entre os dias 26 e 31 de maio. O resultado final será divulgado no dia 06 de junho nos canais oficiais da Prefeitura Municipal.

Sobre o Programa

Lançado em junho de 2018, o Programa Municipal de Coleta Seletiva é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. A coleta é serviço essencial à população e já apresenta como resultados a redução de 3.979 toneladas de materiais destinados ao aterro sanitário, além do aumento na geração de renda das catadoras e catadores integrados ao programa, bem como a melhoria das condições de trabalho dos mesmos.

As unidades de triagem representam a modernização da política de gestão de resíduos do município, pois contam com um sistema mecanizado para o processo de triagem, enfardamento e armazenamento dos materiais recicláveis oriundos da coleta seletiva, até a sua comercialização. O sistema melhora as condições de trabalho, a renda dos trabalhadores e aperfeiçoa os processos de logística.

A Prefeitura de Foz, em parceria com a Itaipu Binacional e o Governo do Estado, está investindo em reformas e ampliação das unidades de triagem, bem como na aquisição de equipamentos e veículos para a coleta, triagem e destinação dos resíduos recicláveis domiciliares. Além disso, o Município firmou contrato para o pagamento pelos serviços ambientais prestados pelos catadores, uma reivindicação histórica dessa classe trabalhadora e prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A coleta seletiva atende a área residencial urbana, a área rural e os prédios públicos municipais uma vez por semana, com coleta porta a porta, conforme pode ser consultado no mapa disponível em: https://www.google.com/maps/d/u/0/edit?mid=1E3YnhOna2K_K-9c-09q_43SkmrsWngUp&ll=-25.518941755308166%2C-54.53097126220179&z=12

Busão Foz, Cultura, Destaques, Foz do Iguaçu,

Jornalista busca recursos para publicar livro contando a história do futebol feminino de Foz do Iguaçu

O que você estava fazendo no dia 26 de novembro de 2011? Provavelmente, poucos vão se lembrar. Mas, para as jogadoras, comissão técnica e torcedores do Foz Cataratas Futebol Feminino, a data é muito especial. Foi neste dia que a equipe conquistou a Copa do Brasil, então único torneio nacional da modalidade no país. E toda essa campanha e trajetória, partida por partida, foi relembrada no livro O Ano em que o Foz Cataratas Conquistou o Brasil, escrito pelo jornalista iguaçuense Bruno Zanette.

Depoimentos – A obra reúne entrevistas com jogadoras que marcaram presença naquele time vitorioso, entre elas a artilheira Daiane Moretti, a capitã Marina Aggio, a autora do primeiro gol da história do Foz, Bia Vaz e muitas outras. Além da comissão técnica e jornalistas que cobriram aqueles jogos memoráveis em locais marcantes, inclusive na Vila Belmiro, casa do Santos Futebol Clube.

Parceria – No ano em que a conquista completa dez anos, um registro histórico com textos de apresentação e prefácio, escritos pelas jornalistas Patricia Zeni e Fabiula Wurmeister, respectivamente. As fotos dos jogos são do repórter fotográfico Christian Rizzi, revisão do jornalista Douglas Furiatti e a diagramação do publicitário Lucas Marcoviz Florão. O livro possui 72 páginas coloridas e com ficha técnica das dez partidas realizadas naquela campanha que encerrou com o título iguaçuense, a primeira conquista nacional de um esporte coletivo de Foz do Iguaçu.

Recursos – Para conseguir realizar a impressão e finalizar a diagramação, além de poder oferecer diversas recompensas aos apoiadores, é preciso arrecadar, no mínimo, R$ 12 mil em 45 dias. Caso contrário, o valor é devolvido aos apoiadores e o projeto não sai do papel.

São vários brindes que estão destacados nas recompensas à direita da tela, com diferentes valores e com o que puder ajudar, fará este jornalista muito feliz! Quem não puder colaborar com pagamentos, ajudará muito apenas compartilhando e fazendo essa ideia chegar a mais pessoas, conforme é o propósito do Catarse!

Para colaborar, acesse www.catarse.me/oanodofoz.

Nesta terça-feira (11), em entrevista para a Rádio Itaipu FM, o jornalista contou um pouco da experiência dele e falou sobre o projeto. Confira a entrevista AQUI.

O Autor – Bruno Zanette é jornalista, nascido e formado em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. Começou a carreira escrevendo de forma voluntária para o site Gosto de Ler, em 2007. No rádio, teve diversas experiências a partir de 2008, passando especialmente pelo jornalismo esportivo. Nele, já foi repórter, narrador, comentarista e plantão esportivo. Relembra com orgulho a passagem pela CBN Foz, entre 2010 e 2013.

Escreveu matérias esportivas para a Gazeta do Povo e cobre visitas presidenciais na tríplice fronteira para a Folha de S.Paulo. Também já esteve na Foz TV, Jornal Primeira Linha, GDia, Clickfoz, H2Foz, Cultura AM, Itaipu FM e, no momento, presta serviços para o Portal da Cidade e rádio 97 FM.

O Ano em que o Foz Cataratas Conquistou o Brasil é o seu primeiro livro totalmente autoral, já que em 2011 participou das entrevistas e escreveu alguns textos no livro sobre os 60 anos da Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI).

Divulgação

Curitiba, Paraná, Política,

Deputado estadual Galo denuncia sabotagem no ferry-boat em Guaratuba

O deputado Paulo Roberto da Costa, o Galo (Podemos) denunciou, nesta terça-feira (11), na tribuna da Assembleia Legislativa, uma suposta sabotagem no ferry-boat de Guaratuba.

Desde que a nova concessionária, BR Travessias (Três Mosqueteiros Comércio e Navegação), assumiu o serviço, no dia 7 de abril, houve diversos problemas, inclusive quebras nas embarcações.

O deputado afirma que apurou, “através do DER”, que houve sabotagem por um ex-funcionário da antiga concessionária. De acordo com a denúncia, este ex-funcionário teria sabotado o motor durante a travessia, “no meio da baía”. Segundo ele, isso já está sendo apurado.

O deputado Galo ainda afirmou na tribuna que houve uma diminuição da exigência no edital determinada pelo TCE do Paraná, para que pudesse haver uma concorrência para exploração do serviço.

Segundo Galo, uma nova embarcação da nova empresa já está em avaliação pela Marinha brasileira para que, logo após a aprovação, possa ser colocada em operação e melhorar o atendimento, diminuindo as filas e o tempo de espera de quem utiliza o ferry-boat.

Houve pelo menos três quebras temporárias dos ferry-boats, embarcações de propriedade do DER que permaneceram no serviço com a troca de concessionária, o que provocou imensas filas e demoras, mas os reparos foram feitos. A própria empresa BR Travessias reconhece que a maior causa dos atrasos é a falta de balsas, que têm mais capacidade, e que ela ainda não colocou em operação. Contratualmente, deve fazer isso em meados de julho – 90 dias após o início da concessão.

O deputado não acusou a antiga concessionária, a F. Andreis, de ser responsável pela sabotagem, mas diz que ela está fustigando a nova concessão na Justiça.

A BR Travessia informou, nesta noite, que ainda não irá se manifestar sobre o caso. O Correio não conseguiu contato com a F. Andreis, nem com o DER. Tentaremos ouvir as partes nesta quarta-feira.

As informações são de Correio do Litoral

Busão Foz, Foz do Iguaçu, Política,

Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu está engajada no programa de Gestão Ambiental no setor público

A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu está envolvida e engajada na gestão ambiental nas dependências da Casa de Leis. Algumas ações de educação ambiental vêm sendo adotadas internamente com intuito de conscientização e mudança permanente de hábitos.

O presidente do Legislativo designou a vereadora Yasmin Hachem (MDB) para encampar as ações no âmbito do Legislativo. “Estamos iniciando o trabalho aqui. Vamos adotar algumas medidas como diminuição do consumo de água encanada, de energia, de impressão de papel e também incentivamos o caneque-se, separação do lixo nos gabinetes e setores administrativos. É todo um conjunto de medidas ambientais que colocaremos em prática de verdade pra irmos construindo esses hábitos”, enfatizou a vereadora Yasmin Hachem (MDB).

“O exemplo começa conosco. A Casa está empenhada na redução no consumo de materiais, gerando economia e melhorando nossa relação com o meio ambiente”, afirmou o vereador Ney Patrício (PSD). As ações se alinham com o que já vem sendo desenvolvido pela secretaria de meio ambiente no quesito da educação ambiental”.

Outras ações na área ambiental no município

A Prefeitura instituiu o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica, por meio do decreto nº 28.348/2020. Uma política pública completa e construída ao longo de cinco anos, que está disponível em: https://bit.ly/3ffUkOT

A Política Municipal de Educação Ambiental e o Sistema Municipal de Educação Ambiental de Foz do Iguaçu também foi criado no ano passado, a partir da lei municipal 4.954/2020. https://bit.ly/3tFYRzz

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional,

VÍDEO: Aviões da Esquadrilha da Fumaça chamam atenção no céu de Foz do Iguaçu. Assista!

O treinamento da Esquadrilha da Fumaça, atração dos 47 anos da Itaipu Binacional na segunda-feira (17), chamou a atenção no início da tarde desta quarta-feira (12) no céu de Foz do Iguaçu.

Aniversário da Itaipu terá Esquadrilha da Fumaça

Os aviões, que integram um dos espetáculos aéreos mais antigo da história da aviação, chegaram segunda-feira (11) na região da Tríplice Fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

O primeiro dia de treinamento acabou suspenso em função das condições climáticas. Nos vídeos, enviados por Márcio Bortolini, a Esquadrilha da Fumaça sobrevoa a barragem da binacional, na fronteira entre Brasil e Paraguai.

Busão Foz, Coronavírus no Paraná, Destaques, Foz do Iguaçu,

Foz do Iguaçu confirma mais dois óbitos e registra 162 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas

A Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu confirma na data de hoje, 12/05/2021, 162 casos de covid-19. No total, são 34.968 casos da doença no município desde o início da pandemia. Destes, 33.471 pessoas já estão recuperadas.

Dos 162 novos casos, 88 são mulheres e 74 homens, com idades entre 4 meses e 89 anos. Entre eles, 161 estão em isolamento domiciliar e 1 internado.

Do total de casos ativos, 529 pessoas estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 153 estão internadas.

Óbitos

Foz do Iguaçu registrou 2 óbitos em consequência da covid-19. As vítimas são 2 homens de 57 e 69 anos. No total, são 815 mortes pela doença no município desde o início da pandemia.

Economia, Paraná,

Moradores da área rural registram prejuízos por causa da estiagem na região oeste do Paraná

Segundo o Simepar, última chuva significativa na região ocorreu em março. Agricultores estimam perdas nas produções

A última chuva significativa no oeste do Paraná foi registrada no fim de março, conforme o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar). Em Cascavel e região, a estiagem tem prejudicado quem mora na área rural.

Na propriedade do agricultor Álvaro Antônio, em Santa Tereza do Oeste, a falta de chuva está atrapalhando o desenvolvimento da lavoura.

“A parte mais para trás [da plantação] está mais bonita, e aqui deveria estar como está lá trás. A gente acaba nem colhendo este pedaço. Eu e minha lavoura podemos contar com 30% de quebra”, contou.

O produtor Paulo Orso ampliou a área e plantou 20% a mais de milho. Depois do atraso no plantio, por causa da demora para colher a soja, a seca ainda tem causado problemas.

“Demorou para colher, demoramos para plantar e aí tivemos esse atraso de 30 dias. Esse atraso já traz uma perda de produtividade. Aí plantamos e dali a pouco iniciou a seca, que e permanece até hoje, fazendo com que tenhamos uma quebra significativa.”

Poços em propriedade rural não têm água suficiente, em Guaraniaçu — Foto: Argeu Almeida/RPC

De acordo com a agricultora Irozentina Ferreira, quando a família dela chegou às terras que comprou, há quatro anos, em Guaraniaçu, a água do poço era abundante. Mas depois foi diminuindo, até que um segundo poço foi necessário.

Atualmente, os dois poços não são suficientes, pois sem chuva, a água não chega até a torneira. A família precisa puxar no balde e jogar um pouco na bomba, para não ter que tomar banho de caneca.

Conforme o governo do estado, por causa da estiagem prolongada, em algumas regiões, rios e poços tiveram redução de 25% a 60% na quantidade de água.

“Chuva expressiva vai demorar um pouco para chegar ao oeste do Paraná. No começo de maio as frentes frias não devem chegar ao começo da região. Só pelo dia 10 é que pode chover, mas de modo geral, maio vai ser um mês com chuva abaixo da média”, disse o meteorologista do Somar, Fábio Luengo.

De acordo com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), apesar da falta de chuva, o abastecimento da cidade está dentro da normalidade e, por isso, não há expectativa para a necessidade de rodízios.

Entretanto, conforme a gerente geral da companhia, Rita Camana, a população de Cascavel e região deve evitar o desperdício de água nas próximas semanas para o abastecimento não ser prejudicado.

As informações são de G1 Globo