Browsing Category

Política

Leia as últimas notícias sobre Política no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Paraná, Política,

Anibelli Neto convoca população a participar das eleições de 2020

O deputado Anibelli Neto gravou um vídeo no qual faz uma convocação à população paranaense a participar das eleições apesar da pandemia de Covid-19.

Anibelli Neto, que assumiu a presidência do MDB paranaense com a decisão do ex-deputado João Arruda aceitar o desafio de participar da campanha em Curitiba, afirmou que apesar das dificuldades que neste momento enfrentamos em razão da pandemia, e independe das frustrações com o momento político, temos que participar do processo, escolhendo aqueles que possam nos representar com dignidade seu voto. Busquem a biografia dos candidatos, pesquisem sua vida pregressa e façam uma boa escolha, apelou.

Ao mesmo tempo, Anibelli Neto deseja que esta campanha, que começou no domingo, dia 27, seja limpa, transparente, e que a população entenda a importância do voto mesmo neste período de pandemia.

“Analisem os candidatos, suas propostas e ideias para os municípios, escolham os melhores para que, depois, nossos municípios, o Paraná e o Brasil possam se recuperar pós-pandemia”.

Como presidente do MDB paranaense, Anibelli Neto irá percorrer o Paraná em apoio aos candidatos do partido, aproveitando para levar aos eleitores o apelo para que participem até porque entende que devem ter a convicção de mostrar suas opiniões para que, na sequência, possam cobrar daqueles que elegeram.

Anibelli Neto fez questão de gravar o vídeo em Quitandinha, local em que encerrou sua campanha em 2018. Foi, segundo ele, uma campanha vitoriosa que o levou à Assembleia Legislativa, onde lidera a bancada do MDB e onde, como presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Assembleia Legislativa, tem pautado seu trabalho na apresentação de propostas que possam melhorar a agropecuária, a agricultura familiar, aqueles que, segundo ele, acreditam na agricultura, pecuária, como forma de sustentar sua família.

Paraná, Política,

Requião Filho questiona demora por esclarecimentos sobre pedágio no Paraná

Revisão em cálculos do que pode ter sido cobrado a mais, por algumas concessionárias que não duplicaram rodovias, segue sem conclusão

Há cerca de um ano, a Agepar deu início a um pente-fino nas tarifas de pedágio cobradas nas rodovias paranaenses.

O motivo seria um valor a mais pago a algumas concessionárias, desde o início dos contratos, para realização do que os engenheiros chamam de “degrau de pista dupla”.

Um termo técnico relacionado ao nivelamento de alguns trechos que deveriam ter sido duplicados, lembra em vídeo o deputado Requião Filho.

É a Taxa Interna de Retorno (TIR), que só poderia ter sido recebida pela empresa uma vez que as obras estivessem concluídas, o que não ocorreu.

E, mesmo assim, a taxa foi embutida no valor final da tarifa e continua sendo paga pelos usuários até hoje.

A previsão era de que o estudo da Agepar ficasse pronto em seis meses, mas como isso não ocorreu Requião Filho protocolou requerimento, via Lei de Acesso a Informação.

Assista abaixo pronunciamento do deputado sobre o tema:

Justiça, Política,

TSE divulga tabela da representatividade de cada partido para fins da divisão do tempo na propaganda eleitoral gratuita

Apenas 10% do tempo disponível para a propaganda gratuita no rádio e na televisão serão distribuídos igualitariamente entre os partidos políticos. Os 90% restantes serão distribuídos proporcionalmente, conforme a representação das legendas na Câmara dos Deputados.

O advogado Gilmar Cardoso destacou que o Tribunal Superior Eleitoral tornou pública a tabela de representatividade dos partidos políticos na Câmara dos Deputados para fins da distribuição do tempo da propaganda eleitoral gratuita na rádio e na televisão nas Eleições 2020.

Pela ordem, PT, PSL, PP, PSD, MDB, PL, PSB, PRB,DEM, PSDB e PDT, são os partidos que terão os maiores espaços na programação, disse Gilmar Cardoso. Cada Comarca Eleitoral, com base nos partidos que solicitaram registro de suas coligações, reunirá os candidatos a fim de informar como ficou a distribuição do tempo, esclareceu o advogado.

Propaganda gratuita no rádio e TV

Canais de rádio e televisão passarão a transmitir a propaganda eleitoral gratuita a partir do dia 9 de outubro até o dia 12 de novembro, de segunda-feira a sábado, em dois horários. No rádio, a propaganda irá ao ar das 7h às 7h10 e depois das 12h às 12h10; já na televisão, a transmissão ocorrerá das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

As emissoras também deverão reservar em sua programação diária 70 minutos, no primeiro turno, e 25 minutos, no segundo, para a veiculação de inserções de 30 e 60 segundos de propaganda eleitoral. Esse conteúdo deverá ir ao ar das 5h às 0h, na proporção de 60% para candidatos a prefeito e 40% para candidatos a vereador, para os quais a distribuição do tempo de propaganda é feita a critério do respectivo partido.

Apenas 10% do tempo disponível para a propaganda gratuita no rádio e na televisão serão distribuídos igualitariamente entre os partidos políticos. Os 90% restantes serão distribuídos proporcionalmente, conforme a representação das legendas na Câmara dos Deputados.

Os programas de propaganda eleitoral na TV deverão ter transmissão inclusiva, com audiodescrição, legenda oculta e janela de Libras. Os filmes deverão exibir os candidatos, podendo também mostrar texto, fotos, jingles ou clipes de música ou vinhetas, de maneira a informar o nome do candidato, seu partido e coligação, se for o caso, e o seu número. A aparição de apoiadores é permitida, desde que sempre em companhia do candidato e limitada a 25% da duração do programa. São proibidas montagens, trucagens, computação gráfica, desenhos animados e efeitos especiais.

Destaques, Eleições 2020 em Foz do Iguaçu, Política,

Cassio Lobato anuncia Prefeitura 4.0 em Foz do Iguaçu: ‘totalmente digital’

A partir de 2021, Foz do Iguaçu terá uma “Prefeitura 4.0, totalmente digital”. A informação é do advogado Cassio Lobato, candidato a prefeito pela coligação “Endireita Foz” (Patriota e PV), quarto na série de entrevistas da Rádio Cultura na sexta-feira (25). Em quatro anos, pretende reduzir dois terços do quadro de servidores, que poderão trabalhar remotamente (em casa).

Lobato disse que sua campanha é por convicção. “Sou conservador nos costumes e um liberal na economia. Faz parte da minha convicção. Defendo com unhas e dentes nesse sentido”, disse. O candidato disse não tem problema que outros postulantes no pleito de 15 de novembro, sem posicionem nesta linha. “Me posiciono também, é o direito de cada um, vivemos em uma democracia”, frisou.

Transformar a Prefeitura em 4.0 é um dos itens da reforma administrativa que será encaminhada numa virtual administração. “Nós temos a expectativa de reduzir, em quatro anos, 1/3 dos funcionários e uma boa parte dos que vão ficar, vão poder trabalhar de casa. (Será) tudo digitalizado”, ressaltou.

De acordo com ele, a pandemia ensinou muito. “Isso pode ser feito na administração pública, digo burocrática. Quanto nas escolas, uma parte de período da escola em casa, outra parte presencial”, adiantou.

Lobato informou que a reforma vai levar em conta a experiência de Ricardo Albuquerque, candidato a vice-prefeito e que integra os quadros de servidores do município. A iniciativa terá apoio de “outros profissionais, que estão nos assessorando – economistas, administradores, advogados, engenheiros”.

“É uma ampla reforma administrativa. Não podemos conviver com o que está acontecendo”, afirmou. O candidato lembrou que Foz arrecadou, nos últimos 16 anos, R$ 15,5 bilhões e 96% do montante foi para folha de pagamento e custeio da máquina pública. “Temos apenas 4% da arrecadação para investimento”, contabilizou.

Contexto

Lobato disse que sua família chegou em Foz do Iguaçu em 1950. “Nasci em 1968. Nesse período de 1974 à 2000, vivenciei aqui um ‘bum’ de desenvolvimento, enquanto o Brasil vivia hiper inflação, desemprego, crime e tudo mais, a cidade vivia ao contrário. Tínhamos muita gente do Brasil inteiro vindo para cá, a Itaipu, a exportação pujante …”.

“Tivemos assim um momento muito importante nesse período”, ressaltou. O candidato lembra que viu a cidade entrar em uma certa estagnação. “Passava os anos, entra ano e sai ano, você começa a fazer observações, porque aqui não tem barracão de uma indústria como Santa Terezinha tem? Porque instalou a Lar em Medianeira?”.

“São dois momentos, um de explosão de desenvolvimento e outro, de 2000 para cá ou 2005, para cá, de estagnação”, avaliou. Lobato afirma que, por ser iguaçuense, ele e sua família são os maiores interessados que a cidade “naturalmente vá para frente” e por isto decidiu colocar o nome para ser candidato a prefeito.

Análise

O candidato contou que, a partir destes cenários, fez um diagnóstico comparativo com Cascavel. “Estabelecemos esse parâmetro. Veja bem, em 2005 Cascavel tinha 278 mil habitantes, Foz do Iguaçu tinha 301 mil habitantes. Hoje temos 250 mil habitantes aproximadamente, números aproximados e Cascavel está com 330 mil habitantes”.

Em 15 anos, afirmou Lobato, Foz do Iguaçu teve um êxodo de 50 mil pessoas que foram embora. “Isso é resultado do que? Falta de gestão, oportunidade para essas pessoas”.

Por: GDia

Destaques, Eleições 2020 em Foz do Iguaçu, Política,

Eleições 2020: Foz do Iguaçu tem nove candidatos a prefeito e mais de 330 a vereador

Começou neste domingo (27), o prazo para a campanha eleitoral dos candidatos às eleições municipais de 15 de novembro. Foz do Iguaçu tem os nove candidatos a prefeito aprovados em convenção partidária e mais de 330 candidatos as 15 cadeias na Câmara de Vereadores já inseridos na página de Divulgação de Candidaturas e Contas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A partir do pedido de registro, de acordo com o calendário das eleições de 2020, passa a contar o prazo de cinco dias para partidos, coligações, candidatos e Ministério Público pedir a impugnação de candidaturas. Além disso, qualquer eleitor pode encaminhar notícia da inelegibilidade de candidato (a prefeito, vice-prefeito ou vereador), que será juntada aos autos do respectivo encaminhamento.

De acordo com o serviço, os partidos e coligações encaminharam o pedido de registro de candidaturas, em ordem alfabética, de Aneocir José Lauermann, o Alemão (PCdoB), que terá como vice Diego Carvalho, além do advogado Cassio Lobato da coligação Endireita Foz (PV/Patriota), que terá como vice Ricardo Albuquerque.

O prefeito e candidato a reeleição Chico Brasileiro, foi inscrito pela coligação “O Trabalho Continua” (PSD/PSL/PSDB/PTB/MDB/PSC/PSB/SOLIDARIEDADE/PL), terá como vice Delegado Francisco Sampaio. Luiz Henrique Dias da Silva, do PT, terá como vice Marcello Arruda. Nelton Friedrich, da coligação A Foz do Povo (Rede/PDT/Cidadania), terá como vice Amilton Farias. 

O ex-prefeito Paulo Mac Donald, da coligação Quem Ama Cuida (DEM/Podemos/PP), terá como vice Bibiana Orsi. Ranieri Marchioro do PRTB, terá como vice Dr. Leila. Sidnei Prestes, da coligação Foz com Novas Idéias (PMN/Republicanos/PSL/DC), terá como vice o Pastor Murça e, Tatiana Fruet, da coligação Renova Foz (Pros/Avante), terá como vice Gustavo Tramontin.

Acompanhamento

No site do TSE, é possível ver ainda informações como o número de cada candidato (prefeito ou vereador), certidões apresentadas para registro, estado civil, escolaridade e profissão. Em uma análise do item “Renda informada”, é possível reunir dados sobre o patrimônio de todos os postulantes no pleito de 15 de novembro.

Os nove candidatos a prefeito e vice de Foz do Iguaçu, juntos, totalizam patrimônios particulares que somam mais de R$ 28,1 milhões. A informação, que fica disponível para a consulta dos eleitores, de acordo com a legislação vigente é obrigatória no momento do pedido de registro da candidatura. 

No site, o eleitor pode constatar a relação dos bens, descritos individualmente, em casas, terrenos, veículos, contas bancárias, aplicações financeiras e cotas de participação em empresas. As informações sobre os bens devem ser coerentes com as declarações prestadas anualmente à Receita Federal para fins de apuração do Imposto de Renda.

Legislativo

De acordo com consulta no portal do TSE, no final da tarde de domingo (27), já foram confirmados 336 candidatos a vereador em Foz do Iguaçu. O número de postulantes a uma cadeira no legislativo iguaçuense deverá aumentar nas próximas horas, uma vez que alguns vereadores que buscarão a reeleição, ainda não foram lançados no sistema.

Dos 15 titulares da atual legislatura, apenas Rudinei de Moura, do Patriota, anunciou que não tentará um novo mandato. Independente da finalização, o número de candidatos este anos já supera em mais de 15% o total de postulantes a Câmara de Foz do Iguaçu em 2016, quando 284 cidadãos colocaram o nome para avaliação dos eleitores nas urnas.

Por: GDia

Cascavel, Política,

Eleições 2020: Pesquisa aponta vitória de Paranhos em Cascavel

Pesquisa do Instituto Vox Data divulgada nesta segunda-feira, 28, aponta a reeleição do prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) em Cascavel. Paranhos é líder com 45% dos votos, seguido de Márcio Pacheco (PDT), com 14%; Evandro Roman (Patriota) e Paulo Porto (PT), ambos com 5% cada, Juarez Berté (DEM), Major Arsênio (PRTB), Carlos Moraes (Avante) e Inês de Paula (PP) – todos com 1% cada. Não sabem/não responderam 19% e nenhum 8%. Por esses números, o atual prefeito será reeleito no primeiro turno.

Na espontânea (sem a apresentação de nomes) – Paranhos (32%), Marcio Pacheco (10%(, Evandro Roman (4%), Paulo Porto (2%), Inês de Paula (1%) e Edgar Bueno, do Pros, com 1%, Juarez Berté, Major Arsênio e Carlos Moraes 0%. Não sabem/não responderam 44%.  

Contratado pela rádio Massa News, registrado no TRE-PR com o número 09296/2020, as entrevistas foram realizadas entre os dias 22 e 24 de setembro pelo instituto Vox Data com 700 eleitores. A margem de erro de 3,68% para um intervalo e confiança de 95%.

Eleições 2020 em Foz do Iguaçu, Política,

Em Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro tem apoio de 129 candidatos a vereador

A coligação do prefeito Chico Brasileiro, candidato à reeleição e que reúne ainda PSD, MDB, PTB, PSL, PSB, PSC, PSDB, PL e SD tem até o momento 129 candidatos a vereadores, conforme o registro no TSE. Chico Brasileiro tem o maior apoio entre os nove candidatos a prefeito em Foz do Iguaçu.

“Nossa coligação está fortalecida, acreditando em todo trabalho realizado. Não viemos para apenas ocupar uma cadeira de prefeito ou vereador. Estamos fazendo a maior transformação da história, o maior conjunto de obras de Foz do Iguaçu, e vamos continuar construindo uma cidade melhor”, disse Chico Brasileiro.

A coligação “O Trabalho Continua” acredita que o número de candidatos pode chegar a quase 150 candidatos, mas até o momento, o MDB registrou 21 candidatos, PSD (23), PL (17), PTB (23), PSL (11), PSC (22) e SD (12)

Chico Brasileiro afirma que as decisões tomadas pela coligação são de consenso entre os partidos e de forma coletiva. “Uma dessas decisões foi a escolha do vice, Delegado Francisco Sampaio (PSD). O atual vice-prefeito, Nilton Bobato, continua nos apoiando, ajudando e eu confio muito nele. Bobato abriu mão de uma candidatura a vice e para construir esse consenso e evidenciar um tema importantíssimo, que é a segurança pública. Há uma grande união e o Bobato colabora para que o projeto de desenvolvimento da cidade continue”, reitera Chico Brasileiro.

Neste sábado, 26, é o último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem à Justiça Eleitoral. No DivulgaCandContas, plataforma criada pelo TSE, é possível obter informações como o número de cada candidato, certidões apresentadas para registro, renda informada, estado civil, escolaridade e profissão. Ainda dá para acessar redes sociais e endereços eletrônicos dos candidatos.

Brasil, Destaques, Política,

Bolsonaro confirma em rede social que autorizou a abertura da Ponte Internacional da Amizade

Segundo o presidente, o acordo já foi estabelecido com o Paraguai, porém a data ainda não foi anunciada

O presidente Jair Bolsonaro confirmou em nas suas redes sociais que já entrou em acordo com o Paraguai para a reabertura da Ponte da Amizade. Porém, o presidente não anunciou ainda a data que isso deve acontecer. Segundo o governo paraguaio, a data oficial de reabertura deve ser anunciada até o dia 29 de setembro.

A confirmação da reabertura foi feita pelo presidente no facebook ao responder um comentário de um internauta. Em uma das postagens de Bolsonaro, o internauta pede ajuda ao presidente para reativar a fronteira entre Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. “Já determinei a abertura. O Paraguai já deu ok. Um abraço” disse o presidente.

O Brasil ampliou por mais 30 dias o fechamento de fronteiras terrestres para a entrada de estrangeiros. No entanto, um dos artigos da Portaria publicada permite acordos locais entre cidades gêmeas para o tráfego de cidadãos residentes na fronteira. O acordo entre Brasil e Paraguai para a reabertura da Ponte da Amizade deverá estar baseado neste artigo.

Por: Rádio Cultura

Destaques, Eleições 2020 em Foz do Iguaçu, Política,

Eleições 2020: Neve Gois tenta renovar mandato na Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu … Sqn!

A primeira campanha eleitoral da publicitária Neve Gois – vai disputar pelo PDT uma cadeira na Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu – começou bastante atípica.

Isso por que, na página de divulgação de candidatos e contas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ela aparece como candidata a reeleição.

Informada sobre o equivoco, reagiu com uma gargalhada virtual e muito bom humor: “Neh? Meu último mandato foi um sucesso”.

Neve Gois, que milita há décadas na área da comunicação de Foz do Iguaçu, disse que nunca pensou “em algum dia dispor meu nome assim”, mas acabou aceitando o desafio por ser “necessário na reestruturação do PDT”, após a saída do ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi, liderança histórica do partido de Leonel Brizola.

Na avaliação da agora candidata, número 12121 na urna eletrônica, temos em 2020 uma eleição atípica, “num ano atípico”.

Veja abaixo a explicação:

– Não pretendo sair em caminhadas e fazendo promessas. Participo desde sempre do processo político pq acho que todo cidadão honesto tem a obrigação de participar.

– Vir para o processo eleitoral não foi um opção pessoal, mas uma necessidade partidária.

– Minha estratégia é continuar sendo quem em sou e procurar ao máximo envolver a todos e através do meu exemplo mostrar que a democracia vale a pena quando as pessoas honestas assumem seu papel dentro dela.

Destaques, Eleições 2020 em Foz do Iguaçu, Política,

Eleições 2020: TSE já confirma 336 candidatos a vereador em Foz do Iguaçu. Número deverá aumentar

O sistema de divulgação de candidaturas e contas criado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirma, na manhã deste domingo (27), 336 candidatos a vereador no pleito de 15 de novembro.

AQUI para conferir

A partir desta data esta aberto o prazo de cinco dias para partidos, coligações, candidatos ou mesmo o Ministério Público pedir a impugnação de candidaturas.

O número de postulantes a uma cadeira no legislatio iguaçuenses deverá aumentar nas próximas horas, uma vez que alguns vereadores que buscarão a reeleição, ainda não foram lançados no sistema.

Dos 15 titulares da atual legislatura, apenas Rudinei de Moura, do Patriota, anunciou que não tentará um novo mandato.

Independente da finalização, o número de candidatos este anos já supera em mais de 15% o total de postulantes a Câmara de Foz do Iguaçu em 2016, quando 284 cidadãos colocaram o nome para avaliação dos eleitores nas urnas.

No site, é possível ver informações como o número de cada candidato, certidões apresentadas para registro, renda informada, estado civil, escolaridade e prossão.

Ainda dá para acessar redes sociais e endereços eletrônicos dos postulantes ao cargo de vereador iguaçuense.

Todos os pedidos de candidaturas ainda estão em julgamento, segundo informações do próprio portal.

De acordo com levantamento do portal H2FOZ, Foz do Iguaçu poderá ter mais de 460 candidatos à Câmara este ano (AQUI para relembrar).