Browsing Category

Turismo

Leia as últimas notícias sobre Turismo no CabezaNews, site de informação com reportagens exclusivas, fotos, vídeos e conteúdos sobre Foz do Iguaçu e sobre o Paraná.

O CabezaNews leva ao público notícias de utilidade pública, curiosidades, turismo, lazer, cultura. Sobretudo com um olhar voltado para a região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em Foz, nossa cobertura foca os principais acontecimentos da cidade, incluindo eleições 2020, o avanço da pandemia do novo coronavírus, as ações da Itaipu Binacional, bem como a administração do prefeito Chico Brasileiro.

O site não deixa de lado o que acontece no restante do estado do Paraná. Notas exclusivas dos bastidores da política, da Assembleia Legislativa, ações do governo do Paraná e da administração Ratinho Júnior. Assim como as principais notícias nacionais.

O CabezaNews é editado por Ronildo Pimentel, jornalista com mais de 30 anos de atuação em jornalismo impresso e digital.

Economia, Educação, Foz do Iguaçu, Paraná, Turismo,

Até o fim de outubro, atividades comerciais em Foz do Iguaçu devem voltar a operar com 100% da capacidade

Novo decreto já autorizou o funcionamento dos atrativos turísticos com 100% da capacidade. Caso o cenário epidemiológico continue controlado e conforme o avanço da vacinação, demais atividades devem ser liberadas a partir de 15 de outubro

O cenário epidemiológico controlado e o avanço da vacinação em Foz do Iguaçu vêm tornando possível o retorno gradual das atividades na cidade. Conforme o novo decreto publicado em Diário Oficial, caso os índices de casos diários continuem baixos, a partir de 15 de outubro todas as atividades comerciais, industriais, religiosas e de serviços poderão funcionar com 100% da capacidade.

O documento mantém o funcionamento com 70% da capacidade até o dia 14 de outubro, mas libera até 3h o horário de funcionamento para atividades gastronômicas, como restaurantes e lanchonetes, bem como o funcionamento de tabacarias.

Desde o último sábado (25), os atrativos turísticos de Foz do Iguaçu já voltaram a operar com 100% da capacidade máxima permitida. Entretanto, ainda se mantém a obrigatoriedade de seguir as medidas de segurança, como o uso de máscaras, oferta de álcool gel e distanciamento mínimo de um metro entre as mesas.

A medida que limitava os encontros familiares a 20 pessoas também foi revogada e as reuniões podem acontecer sem limite de integrantes. Houve também a liberação do salão de festas em condomínios. De preferência, com o uso constante de máscara por todos os presentes, alerta a Vigilância Epidemiológica.

Avanço da imunização

Foz do Iguaçu já conta com de 105,5% da população adulta vacinada com ao menos a primeira dose e 59,5% com a imunização completa. O prefeito Chico Brasileiro destaca o esforço conjunto de todas as áreas da Prefeitura para que as atividades voltem à normalidade.

“É uma grande alegria poder falar em liberações após tanto tempo com a necessidade de restrições. Trata-se de um esforço de todos para promover a vacinação, estudar os cenários e garantir o retorno gradativo de todos as atividades”, afirma o prefeito.

“O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 se reúne regularmente para tratar do tema e analisar cada cenário possível. Todas as liberações são realizadas seguindo as regras dos especialistas. Somos um braço de apoio nessa missão”, destaca a secretária da Fazenda, Salete Horst.

Medidas sem alteração

Segue proibido o funcionamento de discotecas, danceterias e salões de dança, casas noturnas e de shows. Festas em chácaras de lazer e balneário também estão suspensas.

Para manter o cumprimento, as equipes de Fiscalização da Prefeitura continuam realizando plantões diários e com ações integradas durante os finais de semana. As denúncias podem ser feitas pelos telefones 199 ou 156.

Foz do Iguaçu, Paraná, Turismo,

Parque das Aves vai receber o visitante 10 milhões hoje, 28

Depois do final de semana de excelente visitação, o atrativo já confirma que a pessoa que vai bater a marca histórica entrará no atrativo entre 9h e 9h30 da manhã

Prestes a completar 27 anos de existência, o Parque das Aves vai celebrar amanhã, 28 de setembro, a quebra de uma marca histórica: o atrativo vai receber entre 9h e 9h30 da manhã o visitante número 10 milhões.

“Estamos na expectativa há alguns meses e agora celebramos a certeza de que o visitante número 10 milhões, um marco na história no Parque das Aves, vai mesmo vir amanhã. Todos os preparativos já estão a postos para celebrar este evento”, comenta Luciana Leite, diretora de engajamento e sustentabilidade do Parque das Aves.

O visitante de 10 milhões vai ser recebido pelos colaboradores do Parque das Aves com um brinde com suco refrescante feito pelo restaurante Sabores da Floresta e algumas surpresas. Além disso, molduras comemorativas estarão espalhadas pelo atrativo, para que os visitantes possam tirar fotos e celebrar a conquista com a hashtag #somos10M.

Visitação ao longo dos anos

Fundado em 1994, o Parque das Aves recebeu 4,5 milhões de visitantes até 2013. Em 2014 recebeu 677.470 e, 4 anos depois, em 2018, 823.364. Esse crescimento seguiu as tendências de aumento de visitação em Foz do Iguaçu e, para os próximos anos, espera-se que a cidade cresça ainda mais.

“Com a construção da nova ponte, ligando o Brasil e o Paraguai, e os diversos investimentos que estão sendo feitos no setor turístico na cidade, prevemos um crescimento ainda maior para os próximos anos, não só no Parque das Aves, mas na cidade como um todo. E estamos muito animados com isso”, comenta Rodrigo Chibiaqui, gerente de marketing do atrativo.

Em 2019, o Parque quase atingiu a marca de 1 milhão de visitantes. Ao total, passaram pelo atrativo 936.673 visitantes, um aumento de 12,8% em relação a 2018. A crescente vinha ocorrendo há vários anos, e só foi interrompida pela pandemia no Covid-19.

“Agora que 100% da população adulta de Foz está vacinada com a primeira dose, e logo teremos todos com a imunização completa, os visitantes se sentem ainda mais confiantes de visitar nosso destino. O anúncio da abertura da Argentina só reforça isso. Logo estaremos batendo novos recordes de visitação, tocando mais pessoas com nossa mensagem, e podendo arrecadar mais fundos para continuar nosso trabalho de resgate, abrigo e conservação de espécies”, fecha Rodrigo.

Um centro de resgate que sobrevive com a visitação

Em seus quase 27 anos, o Parque das Aves sempre desempenhou um papel fundamental para proteger espécies ameaçadas. Além de participar de diversos programas de conservação, apoiou o trabalho de diversos pesquisadores em campo, tanto financeiramente quanto enviando colaboradores para desempenhar atividades.

Por ser privado e não receber ajuda do governo, cada pessoa que visita o Parque das Aves apoia o trabalho do atrativo, que também é um centro de resgate de fauna, acolhendo animais vítimas do tráfico ou de maus tratos.

“Neste momento difícil que estamos vivendo, com a natureza sofrendo devido à exploração abusiva de seus recursos, nosso papel como instituição que realiza um trabalho sério de resgate, abrigo e conservação de espécies é essencial. Mas nada disso seria possível se não recebêssemos o apoio de nossos visitantes. Muito obrigada a todos que fizeram parte dessa história”, comenta Luciana.

Há alguns dias, o Projeto Papagaio-verdadeiro, apoiado pelo Parque, enviou imagens muito tristes diretamente do Mato Grosso do Sul, onde trabalha para proteger as populações da ave em seu habitat natural. No vídeo, é possível conferir vários filhotes de papagaio-verdadeiro empilhados em caixas em um pequeno carro. A ação da polícia impediu os criminosos de seguir com as aves para seu destino, mas elas já estavam fora de seu ambiente natural. São animais com histórias semelhantes a essas que acabam chegando no Parque, precisando de uma segunda chance de vida.

“Quando vemos cenas assim, ficamos ainda mais certos que estamos no caminho correto, trabalhando para que um dia isso mude. E tentamos todas as frentes: apoiando projetos que trabalham em campo com educação ambiental e ciência, e dentro do Parque tocando os corações de nossos visitantes, para que essa realidade deixe de existir muito em breve. Somente valorizando a natureza e vivendo em harmonia com ela que teremos a possibilidade de vislumbrar um futuro melhor”, comenta Luciana.

Cultura, Foz do Iguaçu, Mundo, Turismo,

Prefeitura de Foz promove atividades culturais em Presidente Franco, pelo Dia Mundial do Turismo

Evento foi realizado neste domingo (26) no Marco das Três Fronteiras, no Paraguai; grupos de capoeira de Foz fizeram apresentações

A Prefeitura de Foz do Iguaçu participou da celebração do Dia Mundial do Turismo na cidade de Presidente Franco, no Paraguai, neste domingo (26). A feira cultural e gastronômica, realizada no Marco das Três Fronteiras, contou com apresentações de dois grupos de capoeira de Foz do Iguaçu, por meio da Fundação Cultural.

A ministra do Turismo do Paraguai, Sofía Montiel de Afara, participou do evento, organizado pela Secretaria Nacional de Turismo do Alto Paraná com o apoio do Governo do Alto Paraná, da Prefeitura de Presidente Franco e da Itaipu Binacional.

A Prefeitura de Foz do Iguaçu, representada pelo diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali, e o diretor presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues. Pela fundação, a programação do evento em Presidente Franco contou com a apresentação dos grupos de capoeira de Foz, Camboatá e Muzenza.

Este ano, o Dia Mundial do Turismo, celebrado no dia 27 de setembro, tem como lema, pela Organização Mundial do Turismo (OMT), “Turismo para o Crescimento Inclusivo.

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu, Turismo,

Turismo de natureza tem forte tendência no Brasil

Pesquisa aponta que 42% dos brasileiros preferem turismo de natureza e Foz do Iguaçu está entre os destinos mais procurados

A natureza de Foz do Iguaçu está entre os destinos mais buscados pelos brasileiros que estão planejando as suas futuras viagens domésticas, aponta recente pesquisa do Booking.com, site internacional especializado em reservar acomodações em hotéis, pousadas, hostels, resorts entre outras.

“Explorar as paisagens naturais do Brasil será a opção de 45% de viajantes do Sudeste, 43% do Sul e 42% do Nordeste”, diz o portal Mercado & Eventos, sobre a análise dos dados. Foz do Iguaçu lidera as buscas por destinos de natureza, junto com Bonito (MS) e Chapada Diamantina (BA).

Foz do Iguaçu está em um momento “ímpar” para o turismo, afirma o secretário municipal de Turismo, Projetos Estratégicos e Inovação, Paulo Angeli. O setor, um dos mais afetados pela pandemia, já está em uma “grande retomada”, disse Angeli ao Paraná Portal.

Resultados

Na avaliação de Angeli, os resultados do setor no último feriado nacional de 7 de setembro indicam que o pior momento já foi superado. “Tivemos ocupação em alguns segmentos da hotelaria de até 100%. Nos empreendimentos reconhecidos por receber turistas, já registramos uma ocupação interessante”.

O secretário disse ainda que dados das companhias aéreas também indicam uma forte recuperação para o turismo. Angeli destacou que a Azul, uma das principais operadoras do Aeroporto Internacional das Cataratas, divulgou resultados surpreendentemente positivos, superando índices pré-pandemia.

Os meses mais intensos da pandemia, com forte restrição de circulação e suspensão de serviços não essenciais, criaram uma demanda reprimida que deve ser atendida entre o final do ano e o primeiro semestre de 2022, avalia o secretário, confirmando a constatação dos dados dos sites de reservas.

Panorama

A análise do Booking identificou os destinos mais buscados de praias, grandes cidades, cidades pequenas, montanha/serra, oferta gastronômica e sustentáveis. As praias são os locais mais cobiçados para as futuras viagens por 60% dos brasileiros, enquanto os destinos de natureza são desejados por 42% dos turistas.

Abaixo as cidades que os brasileiros mais estão planejando visitar:

Praias: Porto de Galinhas (PE), Maragogi (AL) e Florianópolis (SC)
Destinos de natureza: Bonito (MS), Foz do Iguaçu e Chapada Diamantina (BA)
Grandes cidades: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Fortaleza (CE)
Cidades pequenas: Gramado (RS), Paraty (RJ) e Bonito (MS)
Montanha/Serra: Gramado (RS), Campos do Jordão (SP) e Petrópolis (RJ)
Destinos com oferta gastronômica: Gramado (RS), Campos do Jordão (SP) e São Paulo (SP)
Destinos sustentáveis: Caldas Novas (GO), Fortaleza (CE) e Arraial do Cabo (RJ)

Destaques, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional, Turismo,

Natal de Águas e Luzes de Foz terá show de Padre Reginaldo Manzotti e autos natalinos em toda cidade

Anúncio das primeiras atrações foi feito nesta sexta-feira (24), em reunião da comissão organizadora. Natal de Foz é organizado por Itaipu em parceria com a Prefeitura de Foz e a iniciativa privada

Uma festa que promete ficar na história de Foz do Iguaçu vai marcar, nos dias 4 e 5 de dezembro, três momentos especiais. Será o primeiro final de semana do Natal de Águas e Luzes 2021, a reinauguração do Gramadão da Vila A e a abertura dos Jogos de Aventura e Natureza, com direito a trupe circense, balonismo e apresentação da Banda Sinfônica do Exército.

O Natal começa oficialmente no dia 1º de dezembro, uma quarta-feira, com apresentação de autos de Natal, na Praça da Paz. Depois, de forma alternada, em diferentes palcos da cidade, acontecerão shows e apresentações culturais. A última atração, no dia 22 de dezembro, será uma missa e show com o Padre Reginaldo Manzotti, conhecido como “o Padre que reúne multidões”. A decoração continua encantando turistas e moradores da cidade até o dia 5 de janeiro.

A parceria entre Itaipu Binacional, Prefeitura de Foz do Iguaçu e iniciativa privada promete presentear a cidade com uma festa inesquecível, para marcar um novo momento para os iguaçuenses e para o turismo na tríplice fronteira, após a pandemia da covid-19. “Mais do que nunca, agora é preciso que as pessoas possam ter um período de encantamento. E a data natalina não poderia ser mais apropriada”, disse o diretor-geral da Itaipu, general João Francisco Ferreira.

O anúncio das primeiras atrações confirmadas foi feito nessa sexta-feira (24), em reunião da comissão organizadora do Natal de Águas e Luzes com integrantes do Observatório Social de Foz do Iguaçu, na sede da Associação Comercial da cidade (Acifi), para apresentar o detalhamento do projeto. A instituição, conhecida por seu trabalho isento e voltado para o bem público, vai acompanhar todas as atividades de contratação das empresas envolvidas com a festa.

Natal transparente
Para garantir a transparência no uso dos recursos e a qualidade da festa, o Fundo Iguaçu, que fará a gestão do convênio, em parceria com a comissão organizadora, elaborou um termo de referência e uma série de métricas para poder fazer a escolha dos fornecedores com base em valores e, também, na qualidade do serviço oferecido.
Além de critérios como beleza, inovação e criatividade, será levado em conta o uso consciente, racional e sustentável de energia na elaboração das decorações.

A iniciativa foi bem vista pelos integrantes do Observatório. “Em casos como esse, se basear apenas no aspecto ‘matemático’ acaba gerando uma lacuna”, comentou o vice-presidente para Assuntos Institucionais e de Alianças da instituição, Walter Venson. “É preciso levar em conta também o que será oferecido, para não ter um resultado prejudicado.”

“O investimento que está sendo feito vai ter um retorno para a cidade como um todo. O incentivo ao turismo está na missão e no planejamento estratégico da Itaipu. A gente não está pensando apenas em um espetáculo, está pensando em tudo aquilo que ele gera”, afirmou a chefe das assessorias de Comunicação Social e de Turismo de Itaipu, Patrícia Iunovich.

Para o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, o Natal de Águas e Luzes vai ajudar a atrair ainda mais turistas para o Destino, que está com toda a população acima de 18 anos vacinada. “Teremos um Natal profissional, com muito encantamento e segurança para nossa comunidade e visitantes.”

Inscrições e seleção
O Fundo Iguaçu colocou à disposição das empresas interessadas os briefings para orçar os espaços e serviços. Serão contemplados, neste primeiro Natal modular, o Gramadão da Vila A, a Praça da Paz, a Praça do Mitre, a Avenida Brasil, o Terminal de Transporte Urbano, a Paróquia São João Batista, a entrada da cidade, a catedral Nossa Senhora de Guadalupe, o trevo do aeroporto e a Avenida Jorge Schimmelpfeng.

As propostas devem ser enviadas para o e-mail natal2021@fundoiguacu.com.br, aos cuidados de Nádia, até o dia 4 de outubro. Também poderão ser protocoladas na sede do Fundo Iguaçu ou ainda apresentadas presencialmente para a comissão.

Novidades que encantam
Durante 35 dias, Foz do Iguaçu dividirá cores e luzes com a paraguaia Ciudad del Este, o maior shopping a céu aberto da América do Sul e meca do consumo para milhões de brasileiros. Uma das grandes novidades do novo Natal, que fará uma menção às águas que encantam nos atrativos turísticos e produzem energia na maior hidrelétrica em geração limpa e renovável do planeta, será a iluminação da Ponte da Amizade, que representa o espírito de integração da fronteira do Brasil e Paraguai, formada por várias etnias de dois povos irmãos.

Os primeiros testes de iluminação cênica no local, envolvendo equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre – DNIT, Polícia Federal, Receita Federal, Prefeitura, Itaipu e fornecedores, entre outros apoiadores, foram considerados um grande sucesso.

Festividades
Ainda em Foz, o circuito prevê uma Feira de Natal – com gastronomia e artesanato da tríplice fronteira, paradas de Natal, shows, oficinas para capacitar artesãos, e uma programação itinerante nos bairros da cidade, programada pela Prefeitura.

Há previsão de roteiros diferenciados de ônibus para os moradores e visitantes conhecerem e tirarem fotos dos pontos decorados. A programação cultural ainda está sendo definida, mas contará com autos de Natal, entre outros shows e atividades natalinas.

Curitiba, Economia, Paraná, Turismo,

Os grandes eventos estão de volta a Curitiba!

A mega feira homefair reabre os grandes eventos na capital paranaense

Depois de passar um longo período, enfrentando as restrições por advento da pandemia o grande nome dos eventos Claudinei Ribeiro inova e surpreende a todos com uma Estrutura jamais vista no setor de móveis e decoração, a feira na sua 42° edição traz mais de 60 expositores cumprindo todos os protocolos sanitários.

A feira que já está acontecendo e vai até dia 26 de setembro no restaurante Madalosso em Sta felicidade, Curitiba PR tem um papel fundamental na retomada econômica de Curitiba, gerando empregos diretos e indiretamente, impostos para a cidade, e fomentando a rede hoteleira.

Aproveite esses últimos dias da feira e venha ver de perto as novas tendências do setor moveleiro.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu, Paraná, Turismo,

Porto Meira será região turística de Foz

Região recebe elenco de obras públicas e investimentos que trazem no perfil econômico baseado na prestação de serviços ao turismo

O prefeito Chico Brasileiro disse nesta segunda-feira, 20, que os investimentos públicos e privados estão potencializando a região do Porto Meira em um grande corredor turístico de Foz do Iguaçu. “As duas das principais avenidas, tanto a General Meira quanto a Morenitas, serão um grande corredor turístico e, consequentemente, vão desenvolver a grande Porto Meira que terá um novo impulso no perfil econômico e nas atividades de prestação de serviços”.

Chico Brasileiro cita a segunda ponte e a Perimetral Leste, obras financiadas pela Itaipu Binacional, e a instalação da mega roda gigante e de novos investimentos privados que vão mudar a configuração urbana da região. Para atender essa demanda, nos planos da prefeitura, para começar ainda neste ano, está a revitalização dos quatro quilômetros da Avenida General Meira, que terá ciclovia e obras nas interseções com bairros.

“A Avenida General Meira fará parte do corredor turístico de Foz do Iguaçu porque será uma via que levará o turista até a ponte. A Ponte da Integração vai ser um cartão postal. Não servirá apenas para mobilidade, será também uma atração turística, uma ponte internacional que vai marcar o Brasil. Vai ter uma beleza cênica, uma ponte estaiada, e a população vai enxergar isso no avanço das obras”, destacou o prefeito.

Orçamento Participativo

A atenção da prefeitura, além do potencial das grandes obras de infraestrutura, se volta a atender os 50 mil moradores dos 22 bairros da região. Nesta terça-feira, 21, Brasileiro coordena, a partir das 18 horas, a primeira reunião da segunda edição do Orçamento Participativo na Paróquia Espírito Santo e Nossa Senhora Aparecida, no Ouro Verde. “O Orçamento Participativo é fundamental para as pessoas entenderem quais obras são necessárias para preparar esse novo momento que toda região vai passar”, disse o prefeito.

Os moradores do Porto Meira poderão escolher as obras que podem chegar, no conjunto, até R$ 10 milhões. Na reunião, Chico Brasileiro vai fazer uma espécie de prestação de contas da primeira edição do programa. “Algumas obras ainda não foram executadas e vou citar um exemplo. A reforma da escola Acácio Pedroso, no Profilurb, não foi feita porque o terreno não pertence ao Município. A obra está garantida, os recursos já estão em caixa, mas precisamos vencer ainda mais esta etapa burocrática”.

Novo momento

O prefeito disse ainda que a região é exemplo do novo momento que a cidade está passando entre os investimentos públicos e privados. “Os novos empreendimentos puxados pelas obras que a Itaipu está fazendo, também trazem mais recursos para a região que vai ser impactada positivamente”.

“O que a prefeitura tem haver com tudo isso? Muito, porque a prefeitura tem que estruturar a região, o empresariado entendeu o momento que Foz do Iguaçu está vivendo e está fazendo novos investimentos”, disse.

O turismo, segundo Brasileiro, é a mola mestra deste novo impulso econômico. “O turismo é uma cadeia tão grande que leva recursos para o bairro, porque a medida que o turista vem e ele se hospeda, gera emprego no hotel, no táxi, na gastronomia, em todos os setores. Essa cadeia de serviços ligados diretamente ao turismo, indiretamente leva recursos para os bairros, aumenta os empregos e as compras nos pequenos estabelecimentos”, disse.

A evolução da atividade turística impulsiona ainda novos investimentos em outras áreas. “A opção por Foz do Iguaçu é porque a cidade oferece as condições para os novos investimentos e as obras públicas, como a segunda ponta e Perimetral Leste, é a certeza mais concreta disso”.

“Todos unidos e trabalhando pelo engrandecimento da cidade. Esta vontade e dinâmica que estamos construindo e ações da prefeitura, além de colaborar com todo esse processo de planejamento, vão encontro daquilo que morador espera do poder público”, completa Brasileiro.

Destaques, Economia, Foz do Iguaçu, Turismo,

Destino Iguaçu vai participar de nove eventos no Brasil e exterior entre setembro e outubro

O Destino Iguaçu vai participar de nove eventos no Brasil e exterior entre setembro e outubro, que de abrem a alta temporada do turismo nacional e estrangeiros. A lista inclui o 12º Meeting Corporativo Rio de Janeiro, 9º Meeting Corporativo Porto Alegre, Abav Expo internacional de Turismo, Expo Dubai, VI Rodada de Negócios da Foco Operadora, 10º Brazil Travel Market, Aviesp Expo, Feira EBS e Congresso Mice Brasil e a Fiex Latin America.

“São eventos que ocorrem em mercados prioritários e estratégicos para a retomada do turismo de Foz do Iguaçu. Permitem entrar em contato direto com os profissionais de operadoras de turismo, agências de viagens e OTAs (agências de viagens online). Os operadores buscam informações sobre o destino e oferta turística, dando segurança e auxiliando na organização, comercialização e distribuição dos produtos e serviços turísticos”, disse o secretário de Turismo, Projeto Estratégicos e Inovação, Paulo Angeli.

No momento de reaquecimento do setor com o avanço da imunização, segundo Angeli, é necessário as ações nos centros emissores de promoção do destino, o que vem acontecendo através de operadoras e campanas institucionais. “A continuidade desse trabalho se estende tanto nos eventos do segmento de lazer quanto o de negócios”.

Natureza

Além de apresentar o destino e atualizar os profissionais sobre as novidades dos meios de hospedagem, atrativos e demais serviços, importante, adianta Paulo Angeli, é salientar que Foz do Iguaçu está trabalhando fortemente e em conjunto com setor para seguir as normas de higiene e segurança sanitária pós-covid. “A vacinação está com 100% da população adulta imunizada com a primeira dose”.

“Além disso, as atividades de lazer em ambientes abertos e em contato com a natureza é a tendência neste período de pós-pandemia. Essas informações fortalecem a imagem e o posicionamento de Foz como um destino seguro e preparado junto aos grandes emissores de visitantes”, pontua Angeli. Pesquisa do Ministério de Turismo aponta de 20% a procura de turismo da natureza saltou para 50% no Google.

Negócios e eventos

A participação nos eventos do segmento Mice – reuniões, congressos e exposições – aumenta a visibilidade, potencializa o relacionamento com os principais players do mercado turístico de negócios e reforça o posicionamento de Foz do Iguaçu como um destino sede de grandes eventos nacionais e internacionais junto aos principais polos emissores de turismo.

A sigla M.I.C.E (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions), conhecida no Brasil como turismo de negócios e eventos e entre os demais países latino-americanos como turismo de reuniones, é o segmento que ocupa as primeiras posições entre os que mais aumentaram em termos de faturamento nos últimos anos no país.

Feiras

Na Abav e na Aviesp, Foz do Iguaçu terá estande próprio, que servirá de apoio às empresas, e na VI Rodada de Negócios da Foco Operadora, a Secretaria de Turismo atuará institucionalmente.

A Abav, entre 4 a 8 de outubro em Fortaleza, é considerada a mais completa, tradicional e importante feira de turismo brasileiro. que A Aviesp, em Águas de Lindóia de 26 a 27 de outubro, é uma feira que recebe operadoras e agentes de viagens do interior de São Paulo, um dos polos emissores mais importantes do país.

“Os paulistas ocupam o quarto lugar entre os visitantes do Parque Nacional do Iguaçu e com grande potencial de crescimento”, avalia Angeli.

A Rodada de Negócios da Foco Operadora é um dos eventos mais importantes de negócios do turismo do Nordeste. “Os expositores entram em contato com cerca de 400 agentes de viagens do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Sergipe, Ceará e Paraíba”.

Mice

No Rio de Janeiro e Porto Alegre a estrutura para eventos de Foz do Iguaçu será nos eventos Meetings Corporativos – Rodada de Negócios com participação institucional. Na Feira EBS /Congresso Mice Brasil 2021 em São Paulo e na Fiexpo Latin America na Colômbia, a Secretaria de Turismo atuará em conjunto com o Visit Iguassu.

A Feira EBS é uma exposição e rodadas de negócios dirigida aos segmentos MICE e T&D, reúne toda a cadeia produtiva do segmento e oferece networking e realização de negócios. “Ao mesmo tempo ocorre o Congresso Mice Brasil que é o maior evento de conteúdo voltado ao segmento do turismo de eventos e negócios”.
A Fiex Expo América, explica Paulo Angeli, uma das principais feiras de turismo de negócios e eventos da América Latina. “É uma plataforma que impulsiona os destinos da América do Sul e Caribe como sedes e organizadores de feiras, exposições, convenções, congressos, reuniões de negócios e viagens de incentivo”.

Expo Dubai

Foz do Iguaçu participará também da Expo Dubai, com Governo do Estado e a Paraná Invest, entre os dias 10 e 17 de outubro. A comitiva será coordenada pelo prefeito Chico Brasileiro, o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad, Abu ALi e dois técnicos da Secretaria de Turismo, além da Fundação Parque Tecnológico de Itaipu e de empresários locais.

A viagem e a programação inclui uma rodada de negócios com investidores árabes, tem foco na captação de investimentos internacionais. A equipe técnica do turismo visitará a operadoras de turismo.
Com o tema “Conectando Mentes, Criando o Futuro”, o evento terá a duração de seis meses realizado entre 1º de outubro e 31 de março de 2022, com a participação de 192 países. Os países participam com pavilhões que representam suas nações, divididos em três distritos: oportunidade, mobilidade e sustentabilidade.

O Paraná será o primeiro a expor no Pavilhão do Brasil, na área da sustentabilidade, com 4.380 m², que valoriza as águas do País. A estrutura funciona como uma grande praça. Nela, ficam instalados um espelho d’água e uma estrutura em aço revestida por tecidos que formam uma espécie de tela para receber projeções visuais.

As informações são de GDia

Brasil, Destaques, Foz do Iguaçu, Turismo,

Viajante desbrava o mundo sem depender da visão. Nas Cataratas, se impressionou com estrondo das águas

Aos dois anos de idade, o brasileiro Fernando Campos (@nandopcampos) ficou cego por causa de um cânce de retina. A perda da visão, porém, não impediu que ele virasse, depois de adulto, um grande viajante.

Após passar a infância e a adolescência morando com a família no Rio Grande do Norte, conta Marcel Vincenti no UOL, Fernando colocou uma mochila nas costas e começou a realizar diversas viagens para o exterior: foi sozinho, por exemplo, par aa Inglaterra estudar inglês.

Nas suas andanças, conheceu as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, onde se encantou com o barulho estrondoso das águas e com a agradável sensação que teve ao se molhar com a água deste cartão-postal sul-americano.

AQUI para ver mais fotos e ler a íntegra do artigo

Destaques, Foz do Iguaçu, Paraná, Turismo,

Parque das Aves amplia horário de atendimento durante o feriadão da Padroeira

De 9 a 12 de outubro, o atrativo vai ampliar o horário de atendimento para das 8h30 às 17h, e abrirá na segunda-feira, dia 11

Depois dos resultados positivos do feriadão da Independência, o Parque das Aves vai ampliar seu horário de visitação durante o feriadão da Padroeira, que acontece de 9 a 12 de outubro: das 8h30 às 17h. Além disso, o atrativo vai abrir as portas aos visitantes na segunda-feira, 11 de outubro.

“Obtivemos excelentes resultados no feriadão da Independência, então vamos repetir a dose de preparativos e ações para os próximos feriados”, comenta Luciana Leite, diretora de Engajamento e Sustentabilidade do Parque das Aves.

Diversão e aprendizado para todas as idades

Quem vier ao Parque das Aves no feriadão vai encontrar muitas novidades. O atrativo passou por uma grande reforma durante os meses em que esteve fechado, para criar um ambiente ainda mais atrativo e seguro para os visitantes.

“A área do Restaurante Sabores da Floresta foi totalmente modificada para que as pessoas pudessem aproveitar suas refeições cercados por muita natureza, em um ambiente aberto. Além disso, o Viveiro das Araras foi revitalizado, e o Viveiro Cecropia, um dos maiores viveiros de aves do mundo, foi inaugurado”, comenta Luciana.

Além de entrar em cinco viveiros de imersão, onde é possível ficar bem pertinho de várias espécies de aves, o visitante ainda pode alimentar periquitos resgatados de tráfico de animais no Viveiro Cecropia, ou assistir a alimentação das araras, no Viveiro das Araras.

“No feriado, a experiência de alimentação de periquitos terá seu horário ampliado e acontecerá das 9h às 17h30, no Viveiro Cecropia. O ingresso dessa experiência custa apenas R$ 10 por pessoa e pode ser adquirido na nossa bilheteria ou direto no próprio viveiro. Já a alimentação das araras pode ser acompanhada às 10h30, 14h e 15h30 no Viveiro das Araras. Ambas as experiências são imperdíveis”, reforça Luciana.

Ao longo da trilha, o visitante tem contato com várias espécies de aves da Mata Atlântica, e sabe mais sobre o trabalho que o Parque das Aves realiza para resgatar, abrigar e conservar espécies desse bioma. Várias placas, espalhadas ao longo do trajeto, falam sobre o trabalho, e educadores ambientais altamente capacitados estão à disposição para tirar todas as dúvidas dos visitantes ao longo de toda a trilha.

Contato com a natureza com segurança

Por ser um ambiente totalmente aberto e arejado em meio a um importante remanescente da Mata Atlântica, o Parque das Aves já oferece muita segurança a seus visitantes.

“O contato com a natureza, de maneira segura e responsável, contribui para a melhoria  da nossa saúde física e mental. Neste momento, a proximidade com outras espécies tem um valor ainda maior,  e o Parque das Aves proporciona um passeio muito seguro e prazeroso ao ar livre”, comenta Luciana.

Dentre as medidas de segurança adotadas pelo parque estão a disponibilização de álcool em gel durante toda a trilha de visitação, incentivo do distanciamento físico e uso obrigatório de máscaras durante toda a visita, inclusive para tirar fotos.

“Apenas as crianças até 5 anos não têm obrigatoriedade no uso de máscara, segundo a OMS. Mas, a partir de 6 anos, o uso da máscara é  obrigatório e ela deve estar bem posicionada sobre a boca e nariz do visitante durante todo o tempo de visita. Nas áreas de restaurante, as mesas estão bem distanciadas, assim o turista pode aproveitar seu lanche ou bebida em segurança”, acrescenta Luciana.

Compra de ingressos

O atrativo recomenda que os visitantes comprem seus ingressos online, com antecedência, para visitar o Parque das Aves, evitando assim filas e a falta de disponibilidade no dia da visita, principalmente durante o feriadão, quando a procura vai ser muito maior.

“Oferecemos um número limitado de ingressos por hora, tendo em consideração uma quantidade máxima de pessoas entrando no Parque ao mesmo tempo. Assim conseguimos oferecer um ambiente tranquilo e seguro para colaboradores e visitantes”, comenta Luciana.

Serviço:

Feriadão da Padroeira

De 9 a 12 de outubro

Das 8h30 às 17h

Ingressos: https://ingressos.parquedasaves.com.br/