1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Declaração de Bolsonaro abre apostas sobre permanência de Ricardo Vélez na Educação

Corda bamba  A aposta que vai povoar as rodas de bate-papo político do final de semana é se a cabeça do ainda ministro da Educação, o colombiano Ricardo Vélez Rodríguez, caiu ou não cai na próxima segunda-feira (8). Já há alguns dias o presidente Jair Bolsonaro deu sinais que não estava satisfeito com o desempenho de seu auxiliar. Ontem (5), Bolsonaro voltou ao tema: “Está bastante claro que não está dando certo. Ele é bacana e honesto, mas está faltando gestão, que é coisa importantíssima”.

Não saio  Tão logo ficou sabendo da declaração de Bolsonaro, Ricardo Vélez foi perguntado pela imprensa sobre como ficaria seu futuro na pasta. “Não vou entregar o cargo”, disparou ele durante agenda em Campos do jordão (SP). Em pouco mais de três meses de gestão, o ministério nomeou e exonerou mais de 20 diretores em cargos chaves.

Eu quero  Após a indicação de Bolsonaro, sobre a provável demissão do ministro da Educação, políticos, militares e seguidores de Olavo de Carvalho, guru do bolsonarismo e responsável pela indicação de Ricardo Vélez, vem trabalhando para emplacar o substituto na pasta.

Manifestações  O domingo (7) será marcado por manifestações de grupos opostos em Curitiba e outras cidades do Brasil, com foco na Operação Lava Jato. É que nesta data completa um ano da prisão do ex-presidente Lula, que permanece detido na Superintendência da PF na capital.

Manifestações II  Os atos pró Lula e pró Lava Jato em Curitiba, segundo os organizadores, terão início logo após o almoço de domingo, mas algumas manifestações deverão ser realizadas em horários alternativos.

Às urnas  Os eleitores de Serranópolis do Iguaçu, na região Oeste do Estado, voltam às urnas neste domingo para eleger seu novo prefeito. A decisão, segundo anotou a jornalista Roseli Abrão, é do Tribunal Superior Eleitoral, que negou recurso do prefeito Luiz Carlos Ferri, de seu vice Diogo Achtenberg e do vereador Vinícius Fracaro. Todos eles tiveram os diplomas cassados por compra de votos na campanha de 2016, em decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.

Expolondrina  Assembleia Legislativa vai se instalar na feira, uma das maiores da América Latina, no próximo dia 10. A Casa terá um stand no local, adiantou o presidente Ademar Traiano. A iniciativa busca aproximar os deputados da população e é desenvolvida pela Mesa Diretora nos últimos anos.

Investigação  Ainda sobre Londrina, o site O Londrinense informa que a Justiça Federal determinou que as investigações sobre a briga entre o deputado federal Emerson Petriv, o Boca Aberta, e o vereador Amauri Cardoso (PSDB), dia 23 de março, sejam separadas. A Polícia Federal deverá investigar a agressão contra o deputado e Polícia Civil, a agressão contra o vereador.

Ronildo Pimentel
Editor