1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Estado quer liberação do governo federal para duplicar a Rodovia das Cataratas

Em entrevista a Rádio Cultura na quinta-feira (14), o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, informou que o governo do estado negocia com o governo federal, através do Ministro de Infraestrutura e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT – a concessão para o estado da BR 469 (Rodovia das Cataratas).

A intensão é que o governo do estado possa realizar a obra de duplicação dos 11 quilômetros da rodovia federal, entre o trevo de acesso de Foz do Iguaçu com a aduana brasileira com a Argentina e o portão do Parque Nacional do Iguaçu.

Alex disse que o projeto da duplicação está no Ministério de Infraestrutura, porém, não há previsão orçamentária no governo federal.

“Chegou a ser anunciado, mas vamos ser claros aqui, não to vendo um horizonte iluminado para que o governo faça isso lá em Brasília. O governador Ratinho Junior, disse ao ministro: Eu tenho interesse, tenho o projeto executivo e podemos fazer”, relatou o secretário.

“Um dos problemas hoje nas obras pelo Paraná, é que não temos projetos executivos. No caso da Rodovia das Cataratas nós temos o projeto, que já foi apresentado ao DNIT e que colocou algumas falhas, como adequações, que na minha opinião são mínimas e processuais. O projeto foi feito e muito bem feito”, disse Alex, lembrando que o projeto foi feito pela Itaipu e Fundo Iguaçu.

O secretário estadual disse ainda, que o projeto é tratado como prioridade pelo governador Ratinho Junior.

“Isso chegou para mim pelo DER e já está na minha mesa. Estou trabalhando esse projeto como prioridade. Já pedi ao Dnit para que libera essa rodovia para que o estado faço.Na próxima semana está marcada uma reunião para negociar a obra pelo governo do Estado”.