1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Foz do Iguaçu Futebol Clube deve receber R$ 30 milhões com venda de Pepê ao Porto de Portugal

O Grêmio de Porto Alegre (RG) confirmou, nesta quinta-feira (18), a venda de Eduardo Gabriel Aquino Cossa, o Pepê, ao time do Porto, de Portugal. O atacante, revelado pelo Foz Futebol Clube, assinará contrato por cinco anos e deixará o tricolor apenas no segundo semestre de 2021. O valor do contrato é aproximadamente R$ 100 milhões – 30% é do clube de origem.

Pepê é nascido em Foz do Iguaçu e teve sua primeira oportunidade no futebol profissional em 2015, quando o Foz Futebol Clube disputou a Série D do Brasileiro. No ano seguinte disputou o Campeonato Paranaense e, no final da competição, foi vendido ao Tricolor Gaúcho, por onde passou nas categorias de base antes de chegar ao time principal, em 2017.

A negociação pelo passe de Pepê vem se desenrolando nos últimos meses. Nos primeiros dias de fevereiro, o atacante realizou exames médicos para ser jogador do clube português. O Porto irá pagar 15 milhões de euros  pelo atleta – 10 milhões para o Tricolor (aproximadamente R$ 70 milhões) e o restante, 5 milhões de euros, para o Foz do Iguaçu (cerca de R$ 30 milhões).

Procedimento
O pagamento ao Grêmio será parcelado em quatro vezes, de acordo com o contrato. Os vencimentos serão debitados em junho e agosto de 2021 e janeiro e junho de 2022. O Foz do Iguaçu embolsará sua parte em agosto de 2022.

Na parte que é destinada ao Foz estão incluídos os pagamentos acertados com empresários e a família de Pepê, segundo o  presidente Arif Osman. Isso por que pessoas físicas não podem ser donas de passes de jogadores, o pagamento deve ser feito pelo clube, conforme acertado entre as partes.

As informações são de GDia

Foto: Lucas Uebel-Grêmio