1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Foz do Iguaçu participa de Seminário Internacional Chinês

Município recebeu convite da Embaixada da China em Brasília para participar do evento que debateu projetos de ajuda chinesa a países da América Latina

A Prefeitura de Foz do Iguaçu participou neste mês do Seminário Internacional Chinês, em Pequim, para o debate de projetos de ajuda chinesa a países da América Latina, representada pela Diretoria de Assuntos Internacionais do município.

A participação de Foz do Iguaçu atendeu a convite da Embaixada da China em Brasília. O seminário foi realizado na Academia para Funcionários Internacionais de Negócios (AIBO). O evento acontece anualmente, com financiamento do Ministério do Comércio da República Popular da China.

Leia também

O propósito do evento é melhorar a compreensão e aprofundar a amizade com países latino-americanos, através da aprendizagem mútua e intercâmbios, e criar uma plataforma para que os países em desenvolvimento realizem cooperações internacionais e participem ativamente de projetos de financiamento locais.

O relacionamento de Foz do Iguaçu com a Embaixada da China em Brasília já possibilitou a realização do Ano Novo Chinês: Festival das Lanternas, em fevereiro de 2023, com a participação do Embaixador da China. O evento agora faz parte do calendário oficial do município.

Para o prefeito Chico Brasileiro, o fato de Foz estar situada na região estratégica trinacional possibilita uma grande diversidade cultural, o que potencializa os atrativos culturais. A celebração das comemorações chinesas, como o Festival da Lua e Ano Novo Chinês, permitiu o fortalecimento dos laços com a comunidade chinesa local. Essa aproximação é de fundamental importância para estreitar as relações latino-americanas com a China e viabilizar projetos internacionais de financiamento local.

O município foi representado durante o seminário pelo diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali. Ele ressaltou a importância da cidade estar inserida em agendas de captação de recursos internacionais. “Foz possui inúmeras oportunidades para investimentos internacionais locais. O histórico da relação de amizade com a Embaixada da China no Brasil, alinhado com as novas estratégias de aproximação e fortalecimento do BRICS da Política Externa Brasileira e em harmonia com as relações exteriores do
Brasil, permite impulsionar a captação desses financiamentos”, destacou.

Agendas

Ainda na China, o diretor de Assuntos Internacionais de Foz do Iguaçu visitou a Universidade de Estudos Estrangeiros de Pequim, visando fortalecer a cooperação da instituição com a Universidade da Integração Latino-Americana (Unila). Jihad Abu Ali também encontrou-se com o embaixador do Brasil em Pequim, para tratar da importância do apoio à captação de investimentos da China para Foz do Iguaçu.