1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Governo revoga Lei Seca para o Dia das Eleições no Paraná; AbraBar comemora

Iniciativa contempla 50 mil estabelecimentos, estima entidade; Vendas no almoço do dia das eleições aumentam em 30%

O Governo do Estado revogou, nesta sexta-feira (30), a Resolução 317 da SESP (Secretaria Estadual de Segurança Pública), que proibia a venda e consumo de bebidas alcoólicas em ambientes públicos no domingo (2 de outubro). A restrição, com validade no primeiro turno das eleições 2022, seria adotada das 8h às 18h.

Destaca o Plenário do Povo que a iniciativa atende apelo da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar). A proibição prejudicaria o almoço dos restaurantes, bares e churrascarias, incluindo aqueles dentro de hotéis. “Gostaríamos de parabenizar o governador Ratinho Junior e o secretário de Segurança. Vagner Mesquita, pela revogação da portaria da lei seca”, disse o presidente Fábio Aguayo.

Veja também

“A nossa categoria agradece muito, os empresários, colaboradores e nossos clientes. Nesse momento difícil, temos que celebrar a democracia e a democracia é celebrada em nossos ambientes”. A abertura no horário do almoço, representa a possibilidade de mais de 50 mil estabelecimentos trabalharem com tranquilidade e segurança jurídica, diz a entidade.

Clandestinidade

“Infelizmente, estas medidas que são mais rigorosas, só fomentam a clandestinidade. Temos aí, bares, restaurantes e churrascarias que acrescentam em seu orçamento 30% com almoço”, destacou Aguayo. “Sem falar que vamos gerar emprego e renda. E o mais importante, vamos celebrar a nossa democracia em ambientes seguros”.

“Esta nossa satisfação agora será mostrada domingo, com a segurança nas eleições. Todo mundo, de forma consciente, celebrar seu direito de exercício ao voto”, concluiu o presidente da AbraBar. A entidade iniciou em 2006 a luta contra a Lei Seca nas eleições, implantada pela última vez no Paraná em 2014.

Os estados do Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Tocantins publicaram portarias determinando a lei seca eleitoral no pleito deste ano. No Paraná, as polícias vão continuar a fiscalização e prevenção à direção de motoristas embriagados, conforme determina a legislação de trânsito.