1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Hospital Municipal de Foz conquista selo UTI Top Performer” da Associação Brasileira de Medicina Intensiva

A instituição é a única do interior do Paraná e com 100% de atendimento SUS a receber o reconhecimento

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, de Foz do Iguaçu, recebeu o selo de UTI “Top Performer 2023”, concedido pela Associação Brasileira de Medicina Intensiva (AMIB) e a Epimed Solutions devido à alta performance e a eficiência nos processos da instituição.

O hospital, administrado pela Fundação Municipal de Saúde, é o único de atendimento 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS) do Paraná a receber o selo de certificação. Os outros dois hospitais do estado que conquistaram o reconhecimento são de Curitiba e privados.

A lista de hospitais que obtiveram o selo foi divulgada pela AMIB na terça-feira (28). O prefeito Chico Brasileiro comentou que o reconhecimento é resultado de uma série de investimentos feitos pela administração municipal nos últimos anos e ao trabalho de uma equipe altamente comprometida com a saúde da população.

“Devido à pandemia da covid-19, optamos por fazer investimentos, como ampliações e compras de equipamentos, que ficarão como legado para Foz do Iguaçu. Esse reconhecimento é resultado desses esforços e também do trabalho árduo dos profissionais de saúde”, afirmou o prefeito.

Para o diretor-presidente do hospital, André Di Buriasco, o selo representa o reconhecimento a um trabalho sério, voltado à qualidade da assistência. “São quase 800 UTIs que participam desse projeto e, destas, apenas 19,1% receberam a distinção, o que torna essa conquista motivo de orgulho para todos nós”, ressalta o diretor.

Segundo o médico intensivista Roberto de Almeida, coordenador do Serviço de Terapia Intensiva do Hospital Municipal, “o certificado ratifica o trabalho desenvolvido pelas equipes multiprofissionais das 4 UTIs que no dia-a-dia demostraram os mais altos padrões de atendimento e qualidade, sendo avaliados e reconhecidos dentro do grupo de 30% das melhores UTIs Top Performer do Brasil”, pontuou.

UTIs Brasileiras

O projeto UTIs Brasileiras tem como objetivo caracterizar o perfil epidemiológico das unidades de terapia intensiva no Brasil e compartilhar informações que possam ser úteis para orientar políticas de saúde e estratégias, com o objetivo de melhorar o cuidado dos pacientes críticos no país. Estimula ainda, uso de indicadores de qualidade e desempenho na gestão das UTIs adulto e pediátricas e, com isso, busca aprimorar a qualidade da medicina intensiva e aumentar a segurança dos pacientes no Brasil.

Conforme explica o médico Dr. Ederlon Rezende da AMIB, um dos idealizadores e responsável pelo projeto, a transparência é um grande aliado na melhoria da qualidade. “Na lista há renomados hospitais do eixo São Paulo-Rio, o que mostra que os critérios têm boa especificidade, mas também foram incluídos hospitais de cidades do interior, inclusive hospitais públicos. Isso me deixa muito contente porque comprova que boas UTIs se fazem a partir de uma boa equipe, bem treinada e organizada”, ressaltou o atual presidente do Conselho Consultivo da AMIB.