1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Jardim da Oma em Foz encanta visitantes em sua abertura

Passeio entre as plantas, descanso, contemplação e encontro com amigos marcam primeiro dia de funcionamento

Avós e netas, amigas, mães e filhos. O primeiro dia de funcionamento do Jardim da Oma foi repleto de encontros e muitas histórias. As primeiras visitantes foram recebidas, logo no início da tarde, pela empresária e professora Hildegard Litzinger Ghisi (Dona Tuti), e presenteadas com brindes personalizados.

“Foi uma alegria perceber que havia um jardim maravilhoso desses no centro da minha terrinha, da minha cidade, ainda mais idealizado pela Tuti, por quem tenho um carinho imenso”, disse Adriana Tavares, que acompanhou sua mãe, Beatriz, até o espaço. “Me sinto presenteada nesta segunda-feira.”

Ao longo de toda a tarde, muitos visitantes circularam pelo local. A cabeleireira Mary Schibichiwski utilizou o dia de folga para conhecer o jardim ao lado da filha Fernanda. “Eu adorei cada cantinho daqui. A ponte, as flores, o verde, os balanços. É um passeio para relaxar, ter contato com a natureza.”

Sueli Souza e as netas Gabriela e Eduarda vieram do Porto Meira para conhecer a novidade. “A gente soube pela internet do jardim e ficamos curiosas. Vi um vídeo e já fiquei apaixonada”, revelou a avó. As meninas utilizaram o tempo para registrar cada cantinho do jardim. “Quero voltar para ficar aqui e ler meu livro”, afirmou Eduarda.

Eduarda e Gabriela vieram do Porto Meira para visitar o espaço

A corretora de imóveis Gracielli Scapini, que mora no centro da cidade, aproveitou o primeiro dia para fazer uma sessão de fotos no espaço. “Quando soube do jardim, logo pensei que não haveria lugar melhor para essa sessão do meu aniversário. Aqui tudo inspira a gente.”

Gracielli aproveitou para fazer uma sessão de fotos em seu aniversário

Durante a tarde, outras visitantes estiveram no espaço, entre elas uma das colaboradoras do projeto, a engenheira agrônoma e paisagista Iáscara Chassot Bresolin. “Quando vi o vídeo de apresentação, vieram lágrimas aos olhos. Esse jardim carrega muitas memórias minhas e da Tuti, como o cheiro da casa da minha avó, o jasmim, mas também a força ambiental. Como esse início foi difícil até recuperar o solo, transplantar algumas espécies e lutar. Hoje sinto satisfação em vê-lo pronto. Ela [Tuti] quis a preservação dessa área no centro da cidade, e isso inspira muitas soluções.”

Iáscara: satisfação em ver o jardim pronto

O Jardim da Oma está localizado no centro da cidade, Rua Edmundo de Barros, 370, e segue aberto nesta semana sempre a partir das 12 horas, com funcionamento até as 18 horas. A entrada custa R$ 15 e pode ser adquirida no portão de acesso ou pelo site www.jardimdaoma.com.br. Crianças até 10 anos não pagam

Adriana e Beatriz Tavares foram recepcionadas por Dona Tuti no primeiro dia de funcionamento do jardim