1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

JetSmart anuncia para novembro volta da rota Foz e Santiago, no Chile

Airbus A320neo da JetSmart (Foto: Mike Burdett / CC BY-SA, via Wikimedia)

O anúncio oficial do lançamento está previsto para acontecer em setembro com a participação do Ministério do Turismo, Embratur e JetSmart

A companhia aérea chilena JetSmart anunciou, nesta quarta-feira (3), a volta da rota entre Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná e Santiago, no Chile e estudos para voos internos no Brasil e novas conexões com a Argentina. A empresa, especializada em voos de low cost (baixo custo), também projeta futuras operações internas no Brasil e ligações do país com a Argentina.

A JetSmart opera atualmente voos entre Foz do Iguaçu e Santiago, mas o serviço será encerrado em setembro. O novo acordo com a empresa foi assinado durante reunião no Ministério do Turismo (MTur), que busca ampliar a conectividade aérea em território nacional.

O evento contou com a presença do ministro do Turismo, Carlos Brito, e o presidente da Embratur, Sílvio Nascimento, além de representantes da empresa chilena.

De acordo com o MTur, em novembro deste ano, será reativado o voo direto entre Santiago e Foz do Iguaçu, no Paraná, ofertado pela companhia JetSmart. O anúncio oficial do lançamento está previsto para acontecer em setembro com a participação do Ministério do Turismo, Embratur e JetSmart.

A rota ampliará ainda mais o turismo no Brasil. Antes da pandemia, o país recebeu 2,3 milhões de turistas argentinos e chilenos, o que representa 37% dos turistas que chegaram ao Brasil em 2019. Com os novos voos, a ideia é receber mais viajantes estrangeiros, aumentando a conectividade entre os países, a divulgação dos destinos brasileiros e o fomento de renda nas regiões.

Leia também

Venda antecipada

Os turistas interessados já podem comprar as passagens, que contam com valores mais baratos. As passagens para os voos de Santiago/Foz do Iguaçu estão disponíveis no site da companhia.

Além do voo entre Chile e Brasil, representantes da companhia informaram a previsão de interligar a ponte aérea Argentina/Brasil a partir de dezembro de 2022. As cidades de origem e destino dos voos ainda serão divulgadas.

A empresa aérea também estuda a possibilidade de realizar voos domésticos em céu brasileiro de acordo com a necessidade do mercado. Após a definição das rotas, a expectativa é de que sejam estimulados o diálogo entre operadores de aeroportos, entidades do setor e estados para que sejam iniciadas negociações com o intuído de flexibilizar custos operacionais.

Com informações do Ministério do Turismo