1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Jornalista é morto a tiros em Pedro Juan Caballero, no Paraguai

O jornalista paraguaio Humberto Andrés Coronel Godoy, 33, foi assassinado nesta terça (6) em Pedro Juan Caballero, cidade do Paraguai, vizinha de Ponta Porã (MS), área de fronteira entre os dois países. Ele é o segundo profissional de imprensa morto na região desde 2020. Godoy trabalhava na Rádio Amambay.

Em junho deste ano, ele e o colega de trabalho Gustavo Manuel Báez Sanchez, 28, foram à 7ª Delegacia de Polícia de Pedro Juan Caballero para denunciar que tinham sofrido ameaças de morte.

Na ocasião, Sánchez saía de casa quando encontrou na rua um cartaz com os seguintes dizeres: “Sabe muitas coisas. Vamos apagar o que sabe muito. Gustavo e Umbertito”, dizia o cartaz, em referência aos dois profissionais de imprensa.

Veja também

Ameaça de morte recebedida pelos jornalistas no Paraguai Imagem: Polícia do Paraguai No dia seguinte à denúncia feita à polícia, a promotora de Justiça do Paraguai, Cecília Diaz, nomeou um agente policial para dar proteção ao jornalista Sánchez.

Para a polícia paraguaia, a mensagem dava a entender que os jornalistas sabiam demais e, por isso deveriam ser assassinados. Ambos não souberam dizer de onde partiram as ameaças.

Continue lendo em UOL