1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Nefroclínica de Foz do Iguaçu recebe moção de aplauso

A Nefroclínica de Foz do Iguaçu, que comemora 30 anos de fundação em 2018, vai receber uma moção de aplauso da Câmara de Vereadores. A proposta, de Inês Weizemann, é um reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à saúde da população, mais especificamente aos pacientes com problemas renais.

Nas últimas três décadas, a Nefroclínica atendendo pacientes com doenças renais de Foz do Iguaçu e de mais oito cidades da região, além de moradores do Paraguai e Argentina. A maioria desses atendimentos – 90% deles – é prestada para pacientes do SUS que vivem na região.

Fundada em 1988, a Nefroclínica foi a primeira clínica de Foz do Iguaçu a atender pessoas com insuficiência renal. Antes, os pacientes de toda a região precisavam se deslocar para fazer o tratamento em Cascavel.

O trabalho é prestado por um corpo médico, enfermeiras especialistas em nefrologia, técnicos de enfermagem, assistente social, psicólogo e nutricionista. Com capacidade para atender até 60 pacientes simultaneamente, a Clínica oferece desde o atendimento ambulatorial e hospitalar, até hemodiálise, diálise peritoneal, hemodiafiltração e também o preparo do paciente pré-transplante renal e acompanhamento pós procedimento. Todas as semanas, 360 pacientes passam pelo local.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia atualmente cerca de 120 mil pessoas fazem Terapia Renal Substitutiva, no país. Isso é mais do que o dobro do que havia no início do século passado. Por ano, são realizados cerca de 14 milhões de procedimentos no Brasil.

A maior incidência das doenças acontece em pacientes crônicos como diabéticos, hipertensos e com histórico familiar de problemas renais. Portanto, quanto mais cedo a doença for diagnosticada e tratada, mais qualidade de vida o paciente terá.

A homenagem está marcada para esta quinta-feira (06), a partir das 9h, durante a sessão ordinária, na Câmara de Vereadores de Foz.