1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Juan Pablo Allou, “o Don Juan da Fronteira”

No Salto "Dos Hermanas" com 20 anos (1962)

* Marcos Kidricki Iwamoto

Juan Pablo Allou é um legítimo representante da região trinacional. Nasceu no Paraguai, viveu em Puerto Iguazú, na Argentina, e mora há anos em Foz do Iguaçu. Sua vitalidade pulsa como a selva paranaense. Os elementos, terra, fogo, água e ar, vibram no sangue deste homem vivaz.

Seus pais, Rodolfo e Pituka, chegaram a Puerto Iguazú na década de 30, quando a comunidade urbana estava sendo construída.

Eram cidadãos participativos, montaram o primeiro consultório odontológico, ajudaram na criação da primeira escola técnica, fundaram o primeiro museu, a primeira farmácia, além de membros ativos do primeiro clube local: O Clube 4 de Junho.

Filho de gente com grandes sonhos, coragem e ações concretas, Juan Pablo cresceu em meio a canchas esportivas. Transformou essa parte da selva em um estádio, onde exibiu as melhores e mais sedutoras habilidades ginásticas.

Lembra com orgulho quando acordava cedo para vender a produção de leite e mandioca da família, somente depois ele ia para a escola. Mas o jovem Juan Pablo gostava mesmo era de esportes. E o salto ornamental sempre foi o seu preferido, que praticava se atirando dos saltos “Dos Hermanas” nas Cataratas, quando era permitido.

Ganhou fama como o Saltador das Cataratas

Após concluir o ensino médio, direcionou os seus estudos para a área de educação física. Fez curso de fisiculturismo em Córdoba, por três anos. É um dos primeiros instrutores de musculação de Foz, deu aula no Ginástico (em frente ao Mitre), Clube Floresta e na própria academia, a Dancing Days.

Um mergulho nas Cataratas, tinha 12 anos

Era a academia do Argentino, diziam!

Ele trabalhou por anos como segurança de uma família tradicional da tríplice fronteira. Valente, candidatou-se para a Guerra das Malvinas, mas nunca combateu. Mais tarde, encantou turistas como Guia de Turismo do Hotel Paudimar.

O Sr. Juan Pablo com Jussara, dançarina da Churrascaria Rafain Show

Embarque em um passeio fotográfico pela vida deste homem incrível e arrebatador. Ele, assim como o “jovem louco” Tarobá, poderia ter a sua própria lenda inspirada no vigor físico, mental e espiritual, que ele mantém até os dias de hoje.

* Marcos Kidricki Iwamoto é Auditor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)