Requião diz que quer e tem caminho livre para candidatura a prefeito de Curitiba. Na CabezaNEWS

Caminho livre O ex-senador Roberto Requião (MDB) agitou os bastidores da política de Curitiba e do Paraná no final de semana. Na sexta (07) ele pediu ao dono do Instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, a inclusão do nome dele nas próximas pesquisas de intenção de voto na capital. O gesto, uma intenção clara de participar do processo eleitoral, provocou reações diversas nas hostes emedebistas, que trabalhava a pré-candidatura do presidente estadual do partido, o ex-deputado federal João Arruda.

Vai que é tua Ontem (09) o presidente do MDB de Curitiba, Rogério Carboni, disse que João Arruda vai abrir mão da sua vaga para Requião. “Como ele demonstrou interesse, é natural que João abra mão da indicação em favor do senador. Tudo pelo projeto de reconstrução do MDB em Curitiba e no Estado”, disse ele.

Requião lá Segundo Cabroni, Arruda já se dedica a coordenação do plano de governo emedebista e na formação das chapas de vereadores e prefeitos nas 399 cidades do Paraná. “Ele, inclusive, pode ser candidato a vereador para fortalecer a chapa em Curitiba”, disse.

Preto no branco Nesta segunda (10), a partir das 17h, o MDB fará uma reunião na nova sede (rua Alberto Folloni, 1168) para avaliar o novo quadro sucessório em Curitiba, agora com Requião.

Tamo aqui Se depender do deputado estadual e pré-candidato à Prefeitura de Curitiba pelo PSL, Delegado Francischini, a disputa municipal poderia polarizar entre ele e Requião. Conta o Blog do Tupan que Francischini reuniria o centro-direita em torno da candidatura dele enquanto o emedebista aglutinaria a centro-esquerda.

Sem muro Esta será a eleição dos extremos, diz Francischini e “não terá espaço para quem ficar em cima do muro”, avaliou o presidente da CCJ da Assembleia Legislativa.

Consulta IR A Receita Federal abre hoje (10) consulta a lote de restituição. O crédito bancário para 116.188 contribuintes será realizado no dia 17 de fevereiro, totalizando mais de R$ 297 milhões. Do montante, R$ 133,4 milhões referem-se ao quantitativo de contribuintes idosos acima de 80 anos.

IR II Também serão beneficiados contribuintes entre 60 e 79 anos e aqueles com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Suspeito morto O ex-policial Adriano Magalhães de Nóbrega, apontado como chefe do Escritório do Crime, morreu ontem ao confrontar policiais na zona rural de Esplanada, na Bahia. Desde janeiro de 2019 havia um mandado de prisão expedido contra ele.

Morto II O MP-RJ aponta Adriano como chefe da mílicia do Rio das Pedras. Ele é investigado no inquérito que apura o assassinato de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro morta no dia 14 de março de 2018.

Ronildo Pimentel – Editor

Foto: Eduardo Matysiak