Senado aprova nome de Jaime Lerner a segunda ponte de Foz com o Paraguai

Após aprovado na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 1.984/2021 passou agora pela Comissão de Educação e vai para apreciação do Plenário do Senado

De nada adiantaram os apelos de vereadores e entidades iguaçuenses, contrários à mudança de nome da segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai na Terra das Cataratas.

Após aprovado pela Câmara dos Deputados, em Brasília, agora o Projeto de Lei 1.984/2021 passou pela aprovação da Comissão de Educação (CE) do Senado nesta quinta-feira (12), dando ao trecho brasileiro da Ponte da Integração o nome de Jaime Lerner (1937—2021), arquiteto e governador do Paraná entre 1995 e 2003. O projeto segue para a apreciação do Plenário do Senado.

Veja também

A iniciativa do projeto foi do então deputado federal Evandro Rogério Roman (PP-PR). No Senado, o relator foi o próprio presidente da CE, senador Marcelo Castro (MDB-PI). Com as informações de Portal da Cidade

Hoje conhecida como Ponte da Integração, a segunda ponte Brasil-Paraguai sobre o Rio Paraná está sendo construída desde 2019 e sua inauguração está prevista para este ano. Ela ligará Foz do Iguaçu, no Paraná, a Presidente Franco, no Paraguai. É fruto de uma parceria entre os governos do Paraná e federal e Itaipu Binacional. Brasil e Paraguai já são ligados pela Ponte da Amizade, entre Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, inaugurada em 1965.

O texto original dava o nome de Jaime Lerner a toda a ponte. Marcelo Castro apresentou substitutivo batizando apenas o trecho localizado em território nacional. Ele explicou que não seria correto aprovar uma proposta que concede, de maneira unilateral, nome a uma ponte binacional, sem a concordância do Paraguai.

Senado aprova nome de Jaime Lerner a segunda ponte de Foz com o Paraguai

Por sugestão do senador Esperidião Amin (PP-SC) durante a reunião, foi feita uma emenda de redação, trocando a expressão “trecho localizado em território brasileiro” por “trecho brasileiro”, simplesmente.