Browsing Tag

ratinho junior

Destaques, Foz do Iguaçu, Paraná,

Ratinho Junior e Chico Brasileiro autorizam início da urbanização do Bubas em Foz

O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o prefeito Chico Brasileiro assinam na segunda-feira (27), às 15h45, no Centro Escola Bairro Francisco Bubas, os termos de compromisso para o início das obras de urbanização da Ocupação Bubas – uma grande conquista para a comunidade e para Foz do Iguaçu.

A ocupação na área do Bubas é a maior do estado do Paraná atualmente, com cerca de 1,8 mil famílias – 10 mil pessoas, segundo levantamento dos próprios moradores. Em abril deste ano, a prefeitura e o governo estadual receberam autorização judicial para fazer as intervenções necessárias e implantar serviços de água, esgoto e energia elétrica, e fazer melhorias de infraestrutura.

Desde então, foi formado um comitê para discutir as obras composto por técnicos das secretarias municipais, do Foz*habita, representantes da Copel e da Sanepar, e lideranças do Bubas. Há duas semanas, a proposta de urbanização foi apresentada aos moradores. Com essa aprovação, foi iniciada a fase de projetos, para então licitar os serviços.

Essa força-tarefa em tempo recorde vai transformar a realidade das famílias que ocupam a área na região do Porto Meira desde 2013. Os acordos que serão assinados pelo prefeito Chico Brasileiro e o governador Ratinho Junior preveem a instalação de 9.100 metros de redes de distribuição de energia; implantação de 9.200 metros de redes de distribuição de água e 8.900 metros de redes coletoras de esgoto.

As ruas internas da área serão padronizadas – com nove metros de largura, sendo 1,5 metro de calçada de cada lado; e as ruas principais, que dão acesso a outros bairros, terão 12 metros. A proposta envolve a pavimentação das vias, construção de meios-fios e obras de drenagem. A expectativa é que o início das obras seja ainda em 2022.

Ratinho Junior e Chico Brasileiro autorizam início da urbanização do Bubas em Foz
Economia, Luiz Claudio Romanelli, Política,

Parceria entre Romanelli e Ratinho Junior fortalece municípios

A estreita relação do deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) com o governador Ratinho Junior (PSD) ajuda a fortalecer os municípios representados pelo parlamentar na Assembleia Legislativa. Obras urbanas, melhorias na segurança pública, investimento em educação e saúde e modernização da infraestrutura são pautas frequentes da boa parceria entre os dois.

“Temos um diálogo muito aberto que está fazendo a diferença em relação aos investimentos do Estado no Norte e Norte Pioneiro”, avalia Romanelli. “Concretizamos muitos projetos e ações e discutimos com frequência novas formas para atender as necessidades da população. O que nos une é um perfil municipalista. Entendemos que é preciso melhorar a vida das pessoas no local onde elas vivem”, pontua o deputado.

Investimentos – Nesta semana, o governador esteve pela primeira vez em Cornélio Procópio e junto com o deputado Romanelli anunciou investimentos de R$ 6 milhões na cidade e em municípios da região. Ratinho Junior também confirmou o repasse de R$ 19 milhões para a compra de equipamentos do Hospital Regional de Cornélio.

“O dinheiro já está assegurado ao município, que fará a licitação dos equipamentos e do mobiliário”, explica Romanelli. “Este é um exemplo das conquistas que alcançamos. Depois de anos de muita luta, estamos finalmente viabilizando o pleno funcionamento do Hospital Regional porque o governador entendeu a relevância desta unidade para a região”, destacou.

Outro projeto na área de saúde, destaca Romanelli, é a construção do novo Ambulatório Médico de Especialidades (AME), que é administrado pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte do Paraná e funcionará ao lado do Hospital Regional. “Esse sempre foi o objetivo do nosso governo: descentralizar o atendimento médico e hospitalar”, declarou Ratinho Junior na passagem por Cornélio Procópio.

O aeroporto da cidade também receberá investimentos do Estado, no montante de R$ 4,7 milhões, para modernização da pista e do sistema de segurança. Além disso, nas próximas semanas deverá ser feita a inauguração oficial de novos blocos da Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná) e do Colégio Estadual Willian Mádi.

Pavimentação – Na semana anterior, Ratinho Junior e Romanelli visitaram Santo Antônio da Platina, onde entregaram 52 carros para a regional de saúde. Ratinho Junior liberou verbas para asfalto no Parque Alvorada e Vila Galvão, além da revitalização das Avenidas Palma Rennó e Oliveira Motta. No total, são mais R$ 4 milhões em recursos para a cidade.

“Santo Antônio da Platina tem recebido toda a nossa atenção e acredito que até em função disso é que recebi o título de cidadão platinense”, brinca Romanelli. Segundo ele, nos últimos dois anos foram destinados para a cidade cerca de R$ 13 milhões, sendo que R$ 11 milhões já foram liberados pelo governo estadual.

Segundo Romanelli, Santo Antônio da Platina é um polo regional na área de saúde, que contribui com todas as cidades próximas. Ele destaca a ampliação e a modernização do Hospital Regional. “É uma causa que abracei. A última entrega foi a obra de revitalização, com um investimento de quase R$ 800 mil da Secretaria Estadual de Saúde”, destaca.

Jacarezinho – No final de setembro, em agenda com o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, o deputado Romanelli confirmou R$ 19 milhões para investimento em Jacarezinho. A maior parte da verba é para a construção do AME (Ambulatório Médico de Especialidades). São R$ 17 milhões para a realização da obra.

Outros R$ 2 milhões servirão para a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Aeroporto e para a reforma de outras seis unidades médicas do município. Além disso, o valor garantirá a compra de uma ambulância, carros e de equipamentos médico-hospitalares.

Geral, Paraná, Política,

Ratinho Junior será homenageado nesta sexta (5), por prefeitos da Amop

O governador Carlos Massa Ratinho Junior será homenageado por prefeitos e prefeitas da região Oeste nesta sexta-feira (5), às 20h, no salão social da Associação Atlética Comercial, em Cascavel. Será durante a entrega do 15º Prêmio Amop de Jornalismo.

O governador receberá a láurea “Benfeitor do Oeste” pelas relevantes ações da administração estadual em favor dos municípios da região. De acordo com o prefeito de Cascavel e presidente da Amop, Leonaldo Paranhos, a homenagem é mais do que justa, especialmente neste momento de pós-pandemia, onde o Paraná fez a lição de casa, destacou-se perante outros estados da Federação, avançou na oferta de leitos de UTI e projeta-se nacionalmente nas campanhas de vacinação.

Além disso, a homenagem celebra outros relevantes objetivos que o Estado tem conquistado na construção de um Paraná ainda mais estruturado, humano e participativo. “Ratinho Júnior tem se mostrado um gestor moderno, de visão e sensível às grandes causas do Paraná”, observa Paranhos.

Antes da homenagem, Ratinho Junior comandará outro evento em Cascavel, em frente à prefeitura, às 17h. Juntamente com secretários de Estado, deputados e outras autoridades, o governador vai entregar veículos, viaturas e ambulâncias a chefes do Executivo municipal. A 15º edição do Prêmio Amop de Jornalismo tem patrocínio da Itaipu Binacional.

Chico Brasileiro, Destaques, Foz do Iguaçu, Paraná,

O exemplo de Ratinho Junior e Greca

Chico Brasileiro

O decreto assinado pelo governador Ratinho Junior e pelo prefeito de Curitiba, Rafael Greca, fortalece mais ainda a proposta dos 14 municípios lindeiros ao Parque Nacional do Iguaçu de que a nova concessão, prevista para 30 anos, tem de se voltar à proteção e preservação do maior ativo ambiental e turístico do Paraná, envolvendo todos os moradores do entorno da unidade de conservação.

O governador e o prefeito criaram a Reserva Hídrica do Futuro da Bacia do Alto Iguaçu, entre as cidades de Balsa Nova e Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. A reserva vai interligar antigas cavas nas margens do Rio Iguaçu com potencial para formação de lagos, formando um corredor de biodiversidade e preservação de 150 quilômetros com até 43 bilhões de litros de água, fundamentais em situações de estiagem como a atual, que enfrentamos por quase dois anos.

Como todos sabem, o Rio Iguaçu tem suas nascentes na Curitiba metropolitana, serpenteia 49 cidades das regiões sul, sudoeste e oeste do estado, se precipita nas mundialmente famosas Cataratas, até sua foz no Rio Paraná. A bacia do Rio Iguaçu é formada por cursos d’água (rios, riachos, arroios) de 131 municípios paranaenses.

A preservação e a proteção do maior rio do Paraná precisam da participação e do envolvimento dos moradores dessas 131 cidades que, no sudoeste e oeste, têm um ativo muito importante: uma área de 252 mil hectares encravada entre o Brasil e Argentina, um dos mais significativos remanescentes da Mata Atlântica.

Uma concessão de 30 anos tem de levar em conta, além da crise hídrica que pode afetar o volume de água nas Cataratas do Iguaçu, um inestimável passivo para a fauna e flora do país que a poluição pode provocar se medidas consequentes não forem tomadas de forma urgente como fizeram o governador Ratinho Junior e o prefeito Greca.

Para envolver as três regiões e, principalmente, os moradores das 14 cidades do entorno, o leilão da nova concessão deve fortalecer dois sentimentos: de pertencimento e de empatia com o Parque Nacional do Iguaçu.

Isso se faz, por exemplo, com a manutenção das atuais tarifas de acesso ao parque cobradas aos lindeiros, brasileiros e visitantes do Mercosul (argentinos, paraguaios e uruguaios). Um ingresso de R$ 120, como o pretendido, vai contra os dois sentimentos mencionados, além de submeter o acesso ao parque, um patrimônio de todos os brasileiros, somente aos endinheirados.

A retomada da atividade turística no país terá sua base, nos próximos dois anos, nas visitas nacionais e de países da região. É claro que um turista estrangeiro pode pagar pelos R$ 120, mas 97% dos atuais visitantes são brasileiros e a maioria não pode pagar esse valor. A preservação e a proteção do maior rio do Paraná precisam da participação e do envolvimento dos moradores dessas 131 cidades.

Além das tarifas diferenciadas, os municípios do entorno defendem participar de uma pequena parcela, de R$ 40 milhões por ano, da arrecadação da unidade de conservação. A cobrança das tarifas será superior a R$ 1,2 bilhão nos próximos 30 anos. E os R$ 40 milhões que faltaram às cidades, em 21 anos da atual concessão, poderiam ter sido revertidos em melhorias à população lindeira e em benefício do Parque Nacional do Iguaçu, evitando inclusive o êxodo, principalmente de jovens, nas duas regiões.

É por estas razões e alguns exemplos já citados que a decisão do governador e do prefeito de Curitiba e tão emblemática para nós, do oeste e sudoeste. Proteger e preservar o parque depende de investimentos que podem ser previstos na próxima concessão, do envolvimento dos mais de 500 mil moradores das 14 cidades das duas regiões, e de reforçar os sentimentos de que todos já cativam pelo Parque Nacional do Iguaçu.

Chico Brasileiro é prefeito de Foz do Iguaçu e vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos.

Brasil, Paraná, Política,

Reunião com Brasília “sela” aliança do PSB com Ratinho para 2022

Ratinho Junior tem bom relacionamento com os parlamentares estaduais do PSB, que são da base aliada na Assembleia Legislativa. Com os deputados federais o trânsito também sempre foi próximo e republicano. Esta semana, o governador se reunião com as bancadas e o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

Entre as pautas estiveram grandes questões estaduais, como a nova concessão das rodovias e a Nova Ferroeste, além da busca por mais investimentos no Paraná junto ao Orçamento da União e perspectivas da economia após a pandemia. E claro, as eleições de 2022. O partido está praticamente fechado com Ratinho.

O governador também destacou a atração de investimentos e o bom ambiente político e regulatório do Estado.

A aproximação faz parte de uma agenda que Ratinho Junior tem mantido com parlamentares e lideranças políticas de diversas siglas.

As informações são de Blog do Tupan

Destaques, Paraná, Política,

Vice de Ratinho Junior e Senado: xadrez político armado no Paraná

Faltando pouco mais de um ano para a próxima eleição, os personagens da política paranaense estão colocados no tabuleiro. As vagas mais cobiçadas nesta disputa são a vice do governador Ratinho Junior e a vaga que será aberta no Senado Federal em 2022.

De olho no Palácio Iguaçu, vários partidos tem se movimentado para ocupar o espaço hoje ocupado por Darci Piana, que não está fora do páreo, uma vez que tem cumprido a risca o papel lhe outorgado. No entanto, as ‘movimentações’ estão cada vez mais perceptíveis nas redes sociais, blogs políticos e especialmente nos bastidores do Centro Cívico de Curitiba.

A conta é simples: quem ‘conseguir’ a vaga de vice será governador do Paraná por nove meses e, quem sabe, por mais quatro anos. O mais alto cargo do Estado é o sonho de consumo de caciques e expoentes da política, que disputam na unha a indicação.

Ratinho Junior, como até as pedras da Praça Nossa Senhora da Salete já sabem, deverá ser senador ou candidato a presidente da República em 2026. Por enquanto, o jogo é arriscado e a opção tem sido o banho-maria do tradicional ‘tapinha nas costas’, principalmente do vice governador, que tem por trás o poderoso Sistema S, o que não impede de almejarem ou desejarem seu cargo. A política é isso!

Outro cargo que povoa os sonhos de muitos personagens da política nativa é a vaga de senador que estará aberta em outubro de 2022. Enquanto Alvaro Dias não negocia uma caminhada conjunta com Ratinho Junior, outros nomes já estão no tabuleiro. Um destes é o do deputado estadual Guto Silva, que até então pretendia disputar vaga do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, mas que hoje pensa alto.

E a partida do xadrez político traz outro personagem com as variantes em aberto. Nada impede o ex-juiz Sergio Moro de ser candidato ao Senado. Esse é o plano B para muitos dos seus amigos, principalmente de pessoas próximas.

Mas um percentual considerável da população quer que ele concorra a presidência da República. Então, o jogo é esse, a disputa é esta e, por enquanto, estão se matando para vice de Ratinho.

Busão Foz, Destaques, Foz do Iguaçu,

Ratinho Junior e Chico Brasileiro destacam potencial de Foz do Iguaçu na Expo Dubai

Em encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, em Brasília, prefeito e governador mencionaram o conjunto de obras em execução por meio de parcerias entre os governos federal e estadual e a prefeitura

O governador Ratinho Junior e o prefeito Chico Brasileiro destacaram nesta quarta-feira, 18, em Brasília, o potencial de Foz do Iguaçu para atrair os investidores que estarão presentes na Expo Dubai, feira internacional de negócios que será realizada entre os dias 10 e 17 de outubro no Emirados Árabes Unidos.

“Foz do Iguaçu tem hoje as maiores perspectivas na área de turismo, como hotéis, resorts, empreendimentos na área de entretenimento – é a maior área com este potencial no Brasil. A região conta com R$ 1,5 bilhão milhões em obras de infraestrutura”, disse Ratinho durante encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Chico Brasileiro fez questão de destacar que o conjunto de obras em execução em Foz se deve às parcerias com os governos estadual e federal, e a Itaipu Binacional. “Estamos com obras públicas de pequeno, médio e grande portes graças a essa parceria. No começo do mês, entregamos moradias para 576 famílias, em dois conjuntos habitacionais financiados pela Caixa Econômica Federal. A prefeitura já fez mais de 350 quilômetros de asfalto. E ainda temos as grandes obras de infraestrutura custeadas pela Itaipu Binacional”.

O prefeito ressaltou ainda os investimentos da iniciativa privada nas áreas de hotelaria, entretenimento, saúde e imobiliário que podem passar de R$ 1 bilhão. “Foz do Iguaçu está tendo um verdadeiro ‘boom’ imobiliário, a hotelaria e os setores de eventos e os atrativos turísticos ampliaram os investimentos e já temos 13 grandes eventos marcados para este segundo semestre”, disse.

Brasileiro acompanhou Ratinho Junior no encontro articulado pela deputada Luísa Canziani com Arthur Lira. Da conversa ainda participaram os deputados Ricardo Barros, líder do Governo no Congresso Nacional, e Toninho Wandscheer, coordenador da bancada paranaense no Congresso Nacional. O chefe da Casa Civil do Estado, Guto Silva, e o secretário municipal da Transparência e Governança, José Elias Castro Gomes, acompanharam a reunião.

Projetos

Ratinho Junior também se encontrou com o ministro de Relações Exteriores, embaixador Carlos Alberto Franco França, e o convidou a visitar o espaço paranaense na feira internacional. O Paraná será o primeiro estado a assumir o Pavilhão Brasileiro, entre os dias 10 e 17 de outubro.

O governador afirmou que o Paraná levará projetos de sustentabilidade, tecnologia, inovação, agronegócios, comércio e investimentos na exposição que vai reunir mais de 190 países e 25 milhões de visitantes. Além do potencial de Foz do Iguaçu, Ratinho Junior destacou a vocação agrícola do estado, maior polo de agronegócio brasileiro em quantidade e variedade. Principal produtor de carnes e proteínas animais do País, o Paraná participa com 40% das exportações de carne de frango. É também um grande produtor de madeira, o principal polo produtor de amidos e o segundo de lácteos do Brasil, além da grande produção de açúcar e etanol.

“Foz do Iguaçu foi convidada e vai participar deste evento mundial. A Secretaria de Turismo e a Invest Paraná estão articulando com setores do empresariado da cidade para mostrarmos o potencial do Paraná e de Foz do Iguaçu para o mundo”, disse o prefeito Chico Brasileiro.

Colunistas, Coronavírus no Paraná, Fabio Aguayo, Justiça,

STF aceita ação da Abrabar e CNTur a favor de ADI de Jair Bolsonaro contra medidas restritivas no Paraná

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou a ação da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) e Confederação Nacional do Turismo (CNTur) a favor do presidente Jair Bolsonaro, contra as medidas restritivas dos governos do Paraná, Pernambuco e Rio Grande do Norte, de enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (covid-19).

De acordo com a jornalista Catarina Scortecci, na Gazeta do Povo, Barroso decidiu neste sábado (19) sobre pedidos de pessoas e de entidades para ingressar como “amicus curiae” na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) proposta por Bolsonaro. Na ADI, proposta no último dia 28 de maio, o presidente pede que os decretos tenham sua eficácia suspensa por medida liminar.

Ao analisar os pedidos, Barroso concordou com a entrada da Abrabar e CNTur e do relator da CPI da Covid-19, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), um dos maiores críticos da postura do governo federal na condução da pandemia. O ministro do STF também admitiu o ingresso do Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná (Simepar) e dois partidos políticos – Rede Sustentabilidade (REDE) e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Na condição de “amicus curiae” (“amigo da corte”), as entidades e o senador podem auxiliar com informações sobre o tema, argumentando a favor ou contra a ADI. No caso do Paraná, o alvo é o decreto de número 7.716, do último dia 25 de maio. O governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), já prestou informações ao STF, em defesa das medidas restritivas.

“Considerando o elevado número de letalidades, do grau de contagiosidade, a possibilidade de pessoas assintomáticas transmitirem a doença, as dificuldades de promover testagem em massa, a ausência de remédios preventivos, a sobrecarga do sistema de saúde, a possibilidade de surgirem novas cepas do vírus decorrentes da interação e da aglomeração sociais, enfim, todos esses elementos demonstram que existe uma enorme importância de satisfazer o direito à vida e à saúde, o que justifica restrições pontuais e provisórias a alguns aspectos de outros direitos fundamentais”, aponta trecho da manifestação de 23 páginas feita pelo governo paranaense.

O documento é assinado por Ratinho Junior, pela procuradora-geral do Estado, Letícia Ferreira da Silva, e pelo procurador do Estado Ramon Ouais Santos.

Colunistas, Destaques, Fabio Aguayo, Paraná,

Governador Ratinho Junior atende pedido da Abrabar. Assista!

As informações que constarão no Novo Decreto Estadual do Governo do Paraná, que será publicado hoje no Diário Oficial do estado desta sexta-feira (11/06), consta um pedido da ABRABAR e entidades do setor para o horário especial do dia dos Namorados. Assista no final desta nota, o vídeo que gravei sobre o tema.

  1. Prorrogar as medidas vigentes até o dia 30/06/2021
  2. Incluir artigo temporário prevendo a possibilidade de funcionamento diferenciado de bares, restaurantes e lanchonetes no dia dos namorados 12/06

Art. X Excepcionalmente no dia 12/06/2021 os restaurantes, bares e lanchonetes poderão funcionar das 10 às 23 horas, com a entrada dos clientes até 22 horas e encerramento das atividades de atendimento ao público até 23 horas, permitido o consumo no local, inclusive na modalidade de atendimento de buffets no sistema de autosserviço (selfservice), sendo autorizado até às 23 horas nas modalidades delivery, drive thru e take away.

(restaurantes seguem apenas de segunda a sábado até às 21h e fechados nos domingos)

  1. Incluir artigo temporário no decreto novo com a seguinte redação:

Art. X As instituições de ensino e correlatas, públicas e privadas, que receberão candidatos para a realização do Concurso Público da Polícia Militar do Estado do Paraná e no XXXII Exame da Ordem Nacional dos Advogados poderão funcionar no domingo do dia 16/06/2021.

Algumas cidades Polos do Estado, principalmente das regiões Metropolitanas dos grandes Centros, na maioria vão seguir o Decreto Estadual e enquanto outras optaram em seguir da Capital Curitiba, que esta mais flexibilizado!

Assista abaixo vídeo em que falo sobre o novo Decreto Estadual, que será publicado hoje (11 de junho):