1 cabeza 2022 (150 px × 50 px) (1)

Uma semana depois, pedido de providências sobre bloqueio nas estradas do PR segue parado no STF

Artigo 142 não prevê nada do que desejam os manifestantes (Foto: Arquivo/Google)

Encaminhamento feito pelos deputados de oposição no Paraná, liderado por Requião Filho, segue sem movimentação

O Deputado Estadual Requião Filho, juntamente com os deputados Arilson Chiorato (PT), Goura (PDT), Professor Lemos (PT), Tadeu Veneri (PT), e Luciana Rafagnin (PT), protocolou na última semana uma Reclamação junto ao Supremo Tribunal Federal. O documento, elaborado pelo advogado Luiz Fernando Delazari, pede que sejam intimados o Governador do Estado o Paraná, Ratinho Júnior, o Secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita de Oliveira, e o Comandante-Chefe da Polícia Militar, Cel. Hudson Leôncio Teixeira, para que, imediatamente, cumpram a decisão proferida pela Corte na ADPF 519, sob pena de multa, crime de responsabilidade e tipificação do delito de desobediência.

Veja Também

Os parlamentares fundamentam o pedido a partir da determinação do Ministro Alexandre de Moraes que, exigiu a liberação imediata das estradas no Paraná, por parte dos manifestantes bolsonaristas, a partir de 1 de novembro, que seguem com tráfego bloqueado em diversos pontos das estradas do Paraná.

“Seguiremos acompanhando o andamento deste requerimento. Afinal, cabe ao Governador manter a ordem constitucional, o livre trânsito das pessoas e a segurança dos paranaenses. Não é possível que, a cada dia, tenhamos novos bloqueios nas estradas e o Chefe do Executivo siga omisso”, afirmou o deputado.

O andamento do requerimento pode ser consultado no link: https://portal.stf.jus.br/processos/detalhe.asp?incidente=6514264